As lições que aprendi ao ficar em alerta contra falsos cristos

27 de Outubro de 2022

Por Zhi Jian, China

Eu era um obreiro numa igreja doméstica. Um dia, em 2000, os líderes superiores convocaram uma reunião de obreiros. Eles disseram: “Nos últimos dias, falsos cristos emergem para enganar as pessoas. Alguns estão pregando a Relâmpago do Oriente, e sua pregação aparenta ser muito avançada. Eles também dizem que Deus Todo-Poderoso é o Senhor Jesus retornado. Não deem ouvidos a eles e não tenham contato com eles. Vocês devem tomar precauções para impedir que pessoas da Relâmpago do Oriente entrem na igreja para roubar ovelhas. A Bíblia diz claramente: ‘Se, pois, alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! ou: Ei-lo aí! não acrediteis; porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos(Mateus 24:23-24). Esses versículos são um sinal da vinda do Senhor Jesus. Eles também advertem os crentes de que, nos últimos dias, falsos cristos mostrarão grandes milagres para enganar o povo escolhido de Deus, por isso devemos estabelecer um fundamento firme na fé e não ouvir os sermões da Relâmpago do Oriente. Caso contrário, se seguirem falsos cristos, vocês perderão sua chance de acolher o Senhor”. Todos os obreiros discutiram o assunto e disseram que queriam proteger o rebanho até a vinda do Senhor. Também achei que não devíamos agir apressadamente ao acolher o Senhor e que devíamos ficar atentos a falsos cristos para não sermos enganados. No dia seguinte, segui as instruções dos líderes, fui aos locais de reunião pelos quais eu era responsável e urgi os crentes a ficarem atentos a falsos cristos e a não acolherem estranhos, principalmente aqueles que pregam a Relâmpago do Oriente. Mesmo que fossem obreiros de nível superior, se pregassem que Deus tinha vindo para fazer nova obra, eles não deveriam ser recebidos. Caso contrário, aqueles que fossem enganados por falsos cristos teriam crido no Senhor em vão. Na época, todos disseram que jamais ouviriam os sermões da Relâmpago do Oriente.

Depois de uns meses, nossos líderes disseram que os irmãos Li e Cao, obreiros de nível superior, tinham aceitado a Relâmpago do Oriente e nos instruíram a nunca recebê-los para não sermos enganados. Pensei: “Eles são obreiros de nível superior, que conhecem muito bem a Bíblia. Eles nos proibiram de ter contato com a Relâmpago do Oriente. Como puderam aceitá-la?”. Eu não entendia, no entanto, não importava o que fizessem, eu devia guardar o caminho do Senhor e proteger o rebanho. Mais tarde, eu instruí os irmãos numa reunião a nunca receberem os irmãos Li e Cao. Um dia, o obreiro Xiao me procurou em casa com um irmão, e eu fiquei em alerta. Os líderes superiores tinham dito que o obreiro Xiao tinha aceitado a Relâmpago do Oriente. Eu não podia ser enganado por ele e trair o Senhor. Assim, não importava como comungassem comigo, eu fazia cara feia e os ignorava. No fim, não tiveram escolha senão partir. Soltei um suspiro de alívio quando eles foram embora. Eu estava feliz por não ter sido enganado por eles. Mais tarde, o irmão Zhang, da nossa igreja, também veio pregar o evangelho pra mim, mas eu me escondi e pedi que minha esposa lidasse com ele e a instruí a não ouvir a comunhão dele para não ser enganada. Mais tarde, a situação na nossa igreja só foi piorando. Nosso pregador só pregava clichês e não trazia luz nova, e nós não tínhamos a obra do Espírito Santo. Os irmãos não recebiam um suprimento de vida, espiritualmente, todos estavam sombrios, passivos e fracos, e não queriam participar das reuniões. A maioria daqueles que vinham só seguia regras, e o foco das conversas eram família, trabalho e afins. Eu estava confuso. Eu não entendia como uma igreja que tivera a orientação do Espírito Santo podia se transformar naquilo, mas eu não sabia a causa nem a solução. Eu só sabia que tinha que guardar o ensino do Senhor e esperar pela vinda Dele.

Dois anos depois, cada vez mais pessoas pregavam o evangelho de Deus Todo-Poderoso dos últimos dias pra mim. Elas comungavam: “O Senhor Jesus disse: ‘Buscai, e achareis; batei e abrir-se-vos-á(Mateus 7:7). Só podemos saber se algo é o caminho verdadeiro depois que buscamos e investigamos. Se não buscamos, como podemos acolher o Senhor?”. Na época, achei que elas estavam certas, mas eu temia ser enganado por falsos cristos, por isso decidi: “Não darei ouvidos a ninguém que pregar que o Senhor veio para fazer nova obra”. E assim eu passava todo dia como que em alerta contra ladrões. Eu me escondia quando via evangelistas se aproximarem, mas ainda assim eles me procuravam para pregar o evangelho. Pensei: “Não importa como eu me recuse, eles continuam vindo. Como podem ter tanto amor e fé?”. Senti um pouco de repreensão própria. Eles tinham tanto amor pelas pessoas, ainda assim eu os tratava desse jeito. Isso não estava alinhado com a vontade do Senhor. Por outro lado, nossos líderes ressaltavam sempre que não podíamos ouvir os sermões da Relâmpago do Oriente. Se eu fosse enganado, o sofrimento dos meus anos de crença no Senhor seria em vão. Eu tinha que guardar o caminho do Senhor e jamais aceitar outro evangelho. Não importava quem viesse pregar, eu não podia ouvir. Assim, nunca busquei nem investiguei os sermões da Relâmpago do Oriente.

Mais tarde, muitos irmãos na minha igreja aceitaram Deus Todo-Poderoso, até a minha esposa. Eles me diziam com frequência que crer no Senhor Jesus só significa aceitar a obra de redenção de Deus. Se não acompanharmos a obra de Deus nos últimos dias, não cremos em Deus de verdade, e não seguimos os passos do Cordeiro. Fiquei abalado. Nesses anos, a igreja tinha ficado cada vez mais desolada, muitas pessoas estavam negativas e fracas, sua fé estava fria, nem mesmo os obreiros vinham às reuniões, e a igreja não tinha mais a obra do Espírito Santo. Mas o pessoal da Igreja de Deus Todo-Poderoso vinha pregando o evangelho pra mim, e por mais que eu os recusasse, eles continuavam vindo. Se não tivessem a obra do Espírito Santo, como poderiam ter tanto amor e paciência? A Relâmpago do Oriente era realmente a obra de Deus? Para investigar a fundo tudo isso, eu lia em segredo as palavras de Deus Todo-Poderoso quando minha esposa não estava em casa. Um dia, deparei-me com esta passagem. Deus Todo-Poderoso diz: “Ninguém que crê em Jesus está qualificado a amaldiçoar ou condenar outros. Todos vocês devem ser pessoas com razão e que aceitem a verdade. Talvez, tendo ouvido o caminho da verdade e tendo lido a palavra da vida, você creia que somente uma em dez mil dessas palavras estejam de acordo com suas convicções e a Bíblia, e então você deve continuar a buscar naquele décimo milésimo dessas palavras. Ainda advirto você a ser humilde, a não ser confiante demais e a não se exaltar alto demais. Com seu coração tendo tão parca reverência por Deus, você ganhará maior luz. Se examinar estas palavras cuidadosamente e as contemplar repetidamente, você irá entender se elas são ou não a verdade, e se elas são vida ou não(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Quando você contemplar o corpo espiritual de Jesus, Deus terá feito novo céu e nova terra”). Quando li a palavra de Deus Todo-Poderoso, meu coração se agitou. Era verdade. Como crente no Senhor, eu devia ter razão e também a humildade para buscar. Eu não era qualificado para julgar nem condenar ninguém. Ao longo dos anos, tantas pessoas tinham pregado o evangelho pra mim e testificado que Deus estava fazendo um novo estágio de obra, mas eu não aceitava e carecia de qualquer humildade para buscar. Não importava se aquilo se conformava às minhas noções ou não, eu devia ter buscado com humildade. Mesmo se apenas uma em dez mil dessas palavras estivesse alinhada com a Bíblia, eu devia ter buscado e investigado esse décimo de milésimo, e não recusado. Também pensei em como, após minha esposa crer em Deus Todo-Poderoso, o estado dela melhorou muito. Ela lia as palavras de Deus Todo-Poderoso todos os dias, participava das reuniões e pregava o evangelho. Comecei a me perguntar se eu poderia estar errado. Era possível que Deus Todo-Poderoso era realmente o Senhor Jesus retornado? Decidi que, da próxima vez que alguém pregasse o evangelho pra mim, eu não me recusaria.

Um dia, o irmão Lin veio pregar o evangelho de novo. Dessa vez, ele me perguntou: “Como está o seu estado espiritual agora?”. Impotente, eu disse: “Meu espírito está em trevas, não consigo pregar sermões, e meus irmãos não podem ganhar sustento. Não temos opção senão esperar até que o Senhor nos leve para o reino dos céus”. O irmão Lin disse: “O Senhor Jesus disse: ‘Aquele que beber da água que Eu lhe der nunca terá sede; pelo contrário, a água que Eu lhe der se fará nele uma fonte de água que jorre para a vida eterna(João 4:14). Deus é a fonte infinita e inesgotável da vida. Os crentes no Senhor deveriam beber da fonte da água viva, não ter sede, mas agora não há nova luz na sua pregação, e os irmãos estão espiritualmente sedentos, passivos e fracos. É óbvio que a igreja não tem mais a obra do Espírito Santo. Será que sua espera pelo retorno do Senhor é a vontade Dele? Você tem certeza de que não será abandonado pelo Senhor?”. As perguntas do irmão Lin me deixaram sem palavras. Esperar o Senhor desse jeito não parecia correto, mas eu também estava obedecendo aos ensinos do Senhor Jesus. Assim, eu disse: “A Bíblia diz claramente: ‘Se, pois, alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! ou: Ei-lo aí! não acrediteis; porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos(Mateus 24:23-24). Esses dois versículos nos dizem claramente que, nos últimos dias, falsos cristos aparecerão, e qualquer alegação de que o Senhor veio é falsa. Estou seguindo os ensinos do Senhor. Existe um problema com o fato de eu não investigar quando pregam a vinda do Senhor?”. O irmão Lin disse: “O Senhor Jesus diz claramente que Ele voltará nos últimos dias, mas você diz que qualquer alegação de que o Senhor veio é falsa. Isso não é negar as palavras do Senhor, não é negar e condenar Seu retorno nos últimos dias? Reflitamos sobre o retorno do Senhor nos últimos dias. Já que falsos cristos aparecem, isso significa que Cristo certamente virá. Se ficarmos cegamente em alerta contra falsos cristos, quando o Senhor Jesus retornar encarnado, e nós nos recusarmos a ouvir ou ler, não estaremos excluindo o Senhor Jesus? Como podemos acolher o Senhor desse jeito? Confrontados com a aparição de falsos cristos nos últimos dias, termos medo de sermos enganados não funcionará. O que importa é aprender a discernir entre o Cristo verdadeiro e falsos cristos. Isso impedirá você de ser enganado por falsos cristos.” Isso está correto. Aprender a discerni-los é essencial!

Meu coração se iluminou quando ouvi isso. A comunhão dele fazia sentido. Se eu me protegesse cegamente de falsos cristos e os temesse e me recusasse a ouvir, buscar ou investigar, se Deus Todo-Poderoso realmente fosse o Senhor Jesus retornado, eu não perderia a chance de entrar no reino dos céus? Eu logo perguntei: “Como, então, podemos discernir falsos cristos?”. O irmão Lin disse: “A profecia bíblica é o alerta do Senhor Jesus para as pessoas. Nos últimos dias, falsos cristos surgirão para enganar as pessoas, mas o Senhor Jesus nos revelou um dos princípios mais importantes para discernir, que é que falsos cristos enganam as pessoas fazendo sinais e maravilhas. Assim, deveria ser óbvio que Cristo nos últimos dias vem sem milagres, pois a obra de Deus é sempre nova, nunca velha, e nunca se repete. É sempre uma obra mais nova, mais elevada. Cristo vem nos últimos dias para expressar a verdade para fazer a obra de julgamento e purificar e salvar plenamente a humanidade. Mas falsos cristos e profetas não possuem a essência de Deus. Todos eles são espíritos malignos. Portanto, eles não têm nenhuma verdade e não podem expressar a verdade. Eles só podem imitar o Senhor e fazer milagres para enganar as pessoas. Entenderemos se lermos uma passagem das palavras de Deus Todo-Poderoso. ‘Se, durante o dia de hoje, surgir uma pessoa que seja capaz de mostrar sinais e maravilhas, expulsar demônios, curar os doentes e realizar muitos milagres e, se essa pessoa afirmar que ela é Jesus que veio, então isso seria uma fraude produzida pelos espíritos malignos que imita Jesus. Lembre-se disso! Deus não repete a mesma obra. O estágio da obra de Jesus já foi concluída, e Deus nunca mais realizará aquele estágio da obra. […] Nas noções do homem, Deus deve sempre mostrar sinais e maravilhas, deve sempre curar os doentes e expulsar demônios e deve sempre ser igual a Jesus. Mas desta vez, Deus não é nada assim. Se, durante os últimos dias, Deus ainda mostrasse sinais e maravilhas e ainda expulsasse demônios e curasse os doentesse Ele fizesse exatamente o mesmo que Jesusentão Deus estaria repetindo a mesma obra, e a obra de Jesus não teria significado nem valor. Assim, Deus realiza um estágio de obra em cada era. Uma vez que cada estágio de Sua obra foi concluído, logo ele é imitado por espíritos malignos e, depois que Satanás começa a seguir os passos de Deus, Deus adota um método diferente. Uma vez que Deus completou um estágio de Sua obra, ele é imitado por espíritos malignos. Isso deve estar claro para vocês’” (A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Conhecer a obra de Deus hoje”). O irmão Lin continuou: “As palavras de Deus Todo-Poderoso são muito claras. Aqueles que alegam ser o Senhor Jesus retornado enquanto fazem milagres, curam os enfermos e expulsam demônios certamente são falsos cristos, pois o Senhor Jesus já fez esse tipo de obra, e a obra de Deus não se repete. Quando o Senhor Jesus veio para operar, Ele não repetiu a obra da Era da Lei. Em vez disso, de acordo com o plano de Deus para a obra de salvação, e com base nas necessidades da humanidade, Ele fez a obra de redenção. Ele foi pregado na cruz pela humanidade como eterno sacrifício pelo pecado, redimindo a humanidade do pecado, encerrando a Era da Lei e iniciando a Era da Graça. Nos últimos dias, Deus aparece e opera na carne, e não há sinais nem maravilhas. Com base na obra do Senhor Jesus, Ele faz um estágio de obra que é mais elevado e mais profundo, a obra de julgamento nos últimos dias, em que Ele expressa a verdade para julgar e purificar os pecados das pessoas, salvar-nos plenamente do pecado para que nós possamos retornar para Deus e ser levados para o Seu reino. A obra de julgamento de Deus Todo-Poderoso encerra a Era da Graça e inicia a Era do Reino. Essa obra é diferente da obra de redenção do Senhor Jesus, e ela não repete. A partir disso, podemos ver que a obra de Deus é sempre nova e nunca velha. Essa é a característica mais evidente da obra de Deus: a novidade. Em cada estágio de Sua obra, Deus expressa palavras novas, inicia uma nova era e aponta para as pessoas a senda e a direção de prática apropriada para a era, para que, a cada passo, as pessoas sejam salvas do pecado e levadas para o reino de Deus. Os falsos cristos, por sua vez, não podem expressar a verdade nem fazer nenhuma obra nova e certamente não podem purificar nem salvar as pessoas. Eles só podem imitar a obra feita pelo Senhor Jesus e mostrar sinais e maravilhas menores para enganar as pessoas. Quando entendemos esse aspecto da verdade e dominamos esse princípio, não precisamos mais ter medo de ser enganados por falsos cristos”.

Depois de ouvir a comunhão do irmão Lin, de repente, percebi: “A característica da obra de Deus é a novidade. Correto. A obra que Deus fez na Era da Lei e na Era da Graça eram completamente diferentes. Numa, Ele conduziu as pessoas a viverem na Terra e lhes ensinou a guardar as leis e os mandamentos, e, na outra, Ele foi crucificado para redimir toda a humanidade. A obra de Deus nos últimos dias é diferente da obra feita pelo Senhor Jesus. É obra nova feita a partir de um novo ponto de partida. Essa comunhão é muito prática”. A essa altura, eu me abri com ele e disse: “Sua comunhão é muito prática, e consigo entendê-la totalmente. Falsos cristos não podem fazer obra nova, eles só podem imitar a obra passada de Deus mostrando sinais e maravilhas para enganar as pessoas. Mas ainda há uma coisa que eu não entendo. Como podemos ter certeza de que Deus Todo-Poderoso é o Cristo dos últimos dias, o Senhor Jesus retornado?”.

Feliz, o irmão Lin disse: “Sua pergunta é boa. As palavras de Deus Todo-Poderoso podem resolver toda nossa confusão, e nós entenderemos se lermos a palavra de Deus Todo-Poderoso”. Deus Todo-Poderoso diz: “Não é difícil inquirir tal coisa, mas requer que cada um de nós conheça esta única verdade: Aquele que é Deus encarnado há de possuir a essência de Deus e Aquele que é Deus encarnado há de possuir a expressão de Deus. Uma vez que Se torna carne, Deus há de levar adiante a obra que intenciona fazer, e, já que Deus Se torna carne, Ele há de expressar o que Ele é e de ser capaz de trazer a verdade ao homem, de conceder-lhe vida e de lhe indicar o caminho. A carne que não contém a essência de Deus decididamente não é o Deus encarnado; disso não há dúvida. Se o homem pretende inquirir se é a carne de Deus em pessoa, então deve corroborar isso a partir do caráter que Ele expressa e das palavras que Ele profere. O que quer dizer que, para corroborar se é ou não a carne de Deus em pessoa e se é ou não o verdadeiro caminho, é preciso discriminar com base em Sua essência. E assim, ao determinar se é a carne do Deus em pessoa, a chave está em Sua essência (Sua obra, Suas declarações, Seu caráter e muitos outros aspectos), em vez de na aparência exterior(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Prefácio”). “Deus tornado carne é chamado de Cristo, e assim o Cristo que pode dar a verdade às pessoas é chamado de Deus. Não há nada de excessivo nisso, pois Ele possui a essência de Deus e possui o caráter de Deus e sabedoria em Sua obra, que não podem ser alcançados pelo homem. Aqueles que chamam a si mesmos de Cristo, mas não podem fazer a obra de Deus são fraudes. Cristo não é meramente a manifestação de Deus na terra, mas também a carne específica assumida por Deus enquanto Ele realiza e conclui Sua obra entre os homens. Essa carne não pode ser suplantada por qualquer homem, mas é uma carne capaz de suportar adequadamente a obra de Deus na terra, de expressar o caráter de Deus, de representar bem a Deus e de fornecer vida ao homem(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Só Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna”). Depois de ler as palavras de Deus Todo-Poderoso, o irmão Lin comungou: “Para determinar se Deus Todo-Poderoso é o Senhor Jesus retornado, devemos analisar a essência, não a aparência externa. Cristo é quando o Deus nos céus vem para a Terra, veste carne comum, Se torna humano e aparece e opera entre as pessoas. Por fora, Cristo é uma pessoa comum e normal, Ele tem os ritmos de vida de uma pessoa normal, e as alegrias e tristezas de uma pessoa normal. Coisas alegres O deixam feliz, e coisas nocivas O deixam triste. Mas não importa quão comum e normal Cristo pareça ser, Sua essência de vida é completamente diferente da dos humanos. O Cristo é o Espírito de Deus revestido em carne, o Espírito de Deus habita no Cristo, e o Cristo é plenamente divino, assim Ele pode expressar a verdade a qualquer hora, Ele pode expor e analisar a corrupção humana, Ele pode apontar a senda e a direção para as pessoas se livrarem de seus pecados e serem salvas por Deus, e Ele pode purificar e salvar a humanidade plenamente. O que Cristo expressa e revela é o caráter de Deus e tudo que Deus tem e é, e o que Ele faz é a própria obra de Deus. Essas são coisas que nenhum humano pode possuir nem alcançar. Na Era da Graça, quando Deus encarnou pela primeira vez, por fora, Ele era uma pessoa comum e normal, que nasceu numa família comum, sem status social nem imagem altiva e nobre, mas a essência do Senhor Jesus era Deus. Ele nos deu o evangelho do reino celestial e o caminho do arrependimento, Ele expressou a verdade a qualquer hora e em qualquer lugar para suprir e pastorear as pessoas, e, por fim, Ele foi pregado na cruz pela humanidade e redimiu todas as pessoas, para que os seus pecados pudessem ser perdoados e as pessoas fossem qualificadas pra sobreviver e continuar a se desenvolver. A partir das palavras e da obra do Senhor Jesus, podemos ter certeza absoluta de que Ele era Deus encarnado, o Cristo. Para determinar se Deus Todo-Poderoso é o Senhor Jesus retornado, devemos olhar também para as Suas palavras e obra. Nos últimos dias, Deus Todo-Poderoso veio para expressar milhões de palavras com base na obra redentora do Senhor Jesus e revelar mistérios na Bíblia que permaneceram ocultos por milhares de anos, tais como os mistérios da encarnação, os três estágios da obra, os nomes de Deus, e assim por diante. Deus Todo-Poderoso também julga e expõe a essência e a verdade de como Satanás corrompe o homem, e aponta a senda de arrependimento e mudança, como alcançar arrependimento verdadeiro, como viver uma humanidade normal, de quem Deus gosta e quem Deus odeia, que tipo de pessoa é salvo e que tipo é expulso, o fim e o destino da humanidade, e a beleza do reino. Deus Todo-Poderoso explica todas as verdades exigidas para salvar a humanidade para que as pessoas tenham uma senda, possam ser libertas da escravidão do pecado, alcancem mudança de caráter e sejam salvas por Deus. Isso cumpre totalmente as palavras do Senhor Jesus: ‘Ainda tenho muito que vos dizer; mas vós não o podeis suportar agora. Quando vier, porém, Aquele, o Espírito da verdade, Ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por Si mesmo, mas dirá o que tiver ouvido, e vos anunciará as coisas vindouras(João 16:12-13). Cumpre também a profecia no Apocalipse: ‘Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas(Apocalipse Capítulos 2, 3). Contemplemos isso. Quem dentre toda a humanidade corrupta poderia expressar essas verdades e mistérios? Quem poderia fazer a obra de julgamento para purificar e salvar plenamente as pessoas? Quem tem a capacidade de determinar o desfecho das pessoas e dar-lhes um destino lindo? Além de Deus, ninguém tem esse poder e autoridade. Aqueles que têm um coração e um espírito são convencidos quando leem o que Deus Todo-Poderoso expressa e têm certeza no coração de que Deus Todo-Poderoso é o Senhor Jesus retornado. Não há dúvida disso”. As palavras e a obra de Deus Todo-Poderoso provam que Deus Todo-Poderoso é a aparição de Cristo dos últimos dias.

Meu coração se iluminou após ouvir essas coisas, e, comovido, eu disse ao meu irmão: “Sua comunhão me permite discernir entre o Cristo verdadeiro e os falsos cristos, e agora sei determinar quem é Cristo. Cristo tem a essência de Deus, pode expressar a verdade e fazer a obra de Deus, e pode purificar e salvar as pessoas. Mas falsos cristos não são a encarnação de Deus e não possuem a essência divina, assim não podem expressar a verdade nem fazer a obra de salvar as pessoas. Só podem enganar as pessoas imitando a obra passada de Deus e mostrando sinais e maravilhas”. Depois de me ouvir dizer isso, o irmão Lin disse sinceramente: “Graças a Deus! O fato de você entender isso é a graça, a misericórdia de Deus. Quando o Deus encarnado aparece e opera, não importa quantas pessoas O neguem ou condenem, mesmo que toda a raça humana O rejeite, Ele ainda é Deus e Cristo. Não importa como falsos cristos testifiquem de si mesmos, eles são falsos e não resistirão”. O real não pode ser falso; o falso não pode ser real. Isso é um fato que ninguém pode mudar.

Em seguida, o irmão Lin leu uma passagem das palavras de Deus Todo-Poderoso para mim que me deu algum entendimento do mistério dos três estágios da obra de Deus e me deu uma certeza ainda maior de que Deus Todo-Poderoso é o Senhor Jesus retornado. Deus Todo-Poderoso diz: “Após a obra de Jeová, Jesus Se tornou carne para fazer Sua obra entre os homens. Sua obra não foi realizada isoladamente, mas foi edificada sobre a obra de Jeová. Foi uma obra para uma nova era que Deus fez depois que Ele tinha concluído a Era da Lei. Semelhantemente, depois que a obra de Jesus terminou, Deus continuou Sua obra para a próxima era, porque o gerenciamento completo de Deus está sempre avançando. Quando a era antiga passar, ela será substituída por uma nova era e, uma vez que a obra anterior for completada, haverá uma nova obra para continuar o gerenciamento de Deus. Esta encarnação é a segunda encarnação de Deus, que segue após a obra de Jesus. Naturalmente, esta encarnação não ocorre independentemente; ela é o terceiro estágio da obra após a Era da Lei e a Era da Graça. Cada vez que Deus inicia um novo estágio da obra, deve sempre haver um novo começo e esse deve sempre trazer uma nova era. Assim, também há mudanças correspondentes no caráter de Deus, na maneira em que Ele opera, na localização de Sua obra e em Seu nome. Não é de admirar, então, que seja difícil para o homem aceitar a obra de Deus na nova era. Mas, independentemente de como o homem se opõe a Ele, Deus está sempre fazendo Sua obra e sempre está liderando a humanidade inteira adiante. Quando veio para o mundo do homem, Jesus introduziu a Era da Graça e encerrou a Era da Lei. Durante os últimos dias, Deus mais uma vez Se tornou carne e, com esta encarnação, Ele encerrou a Era da Graça e introduziu a Era do Reino. Todos aqueles que são capazes de aceitar a segunda encarnação de Deus serão conduzidos para a Era do Reino e, além disso, se tornarão capazes de aceitar pessoalmente a orientação de Deus. Embora tenha feito muita obra entre os homens, Jesus apenas completou a redenção de toda a humanidade e tornou-Se oferta pelo pecado do homem; Ele não livrou o homem de todo o seu caráter corrupto. Salvar o homem plenamente da influência de Satanás não exigiu apenas que Jesus Se tornasse a oferta pelo pecado e carregasse os pecados do homem, mas também exigiu que Deus fizesse uma obra maior ainda para livrar o homem completamente de seu caráter satanicamente corrompido. E assim, agora que o homem teve seus pecados perdoados, Deus voltou para a carne para guiar o homem até a nova era e começou a obra de castigo e julgamento. Esta obra tem trazido o homem a um reino superior. Todo aquele que se submete ao Seu domínio há de desfrutar de uma verdade maior e de receber bênçãos maiores. Eles hão de viver verdadeiramente na luz e de ganhar a verdade, o caminho e a vida(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Prefácio”). O irmão Lin comungou: “As palavras de Deus Todo-Poderoso nos mostram que a obra de Deus de salvar a humanidade tem três estágios. Esses estágios não são independentes. Cada um é feito com base na obra anterior, e cada passo é mais profundo e mais elevado, de modo que, no fim, as pessoas são completamente salvas do pecado e levadas para o reino de Deus. Na Era da Lei, Deus promulgou leis para conduzir a humanidade na vida na Terra, para ensinar o que é pecado e como adorar Deus Jeová. Na Era da Graça, Deus veio encarnado para dar às pessoas o caminho do arrependimento, fez a obra de crucificação, redimiu toda a humanidade, perdoou nossos pecados e permitiu que fôssemos salvos pela graça para que não fôssemos mais condenados pela lei. Mas a obra do Senhor Jesus só é a obra de redenção, o perdão dos pecados do homem. Nossa natureza pecaminosa ainda não foi resolvida e ainda vivemos em pecado, sob o poder de Satanás. Na Era do Reino, Deus Todo-Poderoso aparece e opera, expressa a verdade e faz a obra de julgamento para purificar e salvar plenamente as pessoas, para que possamos escapar da influência de Satanás e entrar no reino de Deus. Isso nos mostra que cada estágio da obra de Deus se baseia nas necessidades da humanidade. Nenhum se repete nem contradiz o outro, e todos eles servem para nos salvar plenamente do pecado para que possamos ser ganhos por Deus. Esses três estágios de obra são todo o plano de gerenciamento de Deus para salvar a humanidade. A obra de julgamento nos últimos dias é o último estágio do plano de gerenciamento de Deus. Se as pessoas não aceitarem o julgamento e a purificação de Cristo dos últimos dias, elas jamais serão qualificadas para entrar no reino de Deus”.

Depois de ouvir a comunhão dele, meu coração se iluminou ainda mais. Agora eu sabia que Deus faz três estágios de obra para salvar a humanidade. Cada estágio da obra é mais profundo do que o anterior, e isso salva as pessoas do pecado. Tal comunhão estava alinhada com a Bíblia e com os fatos. Eu tinha crido no Senhor por tantos anos, mas nunca tinha ouvido um sermão assim. Nenhum pastor ou pregador tinha explicado a obra de Deus de salvar a humanidade tão profundamente. Eu odiei minha arrogância, minha confiança cega nas falácias dos meus líderes e obreiros. Eu tinha rejeitado o evangelho de Deus dos últimos dias por vários anos. Eu era tão ignorante! Desse jeito, eu perderia minha chance de acolher o Senhor e de entrar no reino dos céus. Assim, decidi continuar a investigar a obra de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias. Antes de se despedir, o irmão Lin me deu um livro da palavra de Deus.

Depois disso, li com fome as palavras de Deus Todo-Poderoso, entendi muitas verdades e mistérios, e, quanto mais lia, mais eu acreditava que Deus Todo-Poderoso é o Senhor Jesus retornado, a aparição de Cristo dos últimos dias. Desde então, aceitei oficialmente a obra de Deus Todo-Poderoso. Fiquei feliz e envergonhado ao acolher o Senhor. Ao longo dos últimos anos, os irmãos tinham pregado o evangelho repetidas vezes, mas eu era teimoso. Eu não só não busquei nem investiguei, eu os tratei como inimigos. Até selei a igreja e impedi os outros de ouvirem a voz do Senhor e acolhê-Lo. Eu estava cometendo o mal! Quando o Senhor Jesus apareceu e operou, os fariseus espalharam todos os tipos de falácias, resistindo e condenando o Senhor Jesus, para impedir que os crentes seguissem o Senhor. O que eu fiz não era diferente dos fariseus. Eu realmente merecia ser amaldiçoado e punido por Deus. Mas Deus não se lembrou das minhas transgressões e, vez por outra, enviou irmãos para pregar o evangelho até eu ouvir a voz de Deus. O amor e a misericórdia de Deus para mim eram grandes demais! Eu tinha que ter consciência e razão e pregar o evangelho de Deus àqueles que anseiam pela vinda do Senhor, mas são enganados por boatos, para que eu pudesse trazê-los para a casa de Deus e confortar o coração de Deus.

Todos os dias temos 24 horas e 1440 minutos. Você está disposto a dedicar 10 minutos para estudar o caminho de Deus? Você está convidado a se juntar ao nosso grupo de estudo.👇

Conteúdo relacionado

Seu dever não é sua carreira

Por Kylie, França No ano passado, eu era responsável pelo trabalho de duas igrejas. Às vezes, as pessoas precisavam ser transferidas das...

Derrotando Satanás na batalha

Por Chang Moyang, Província de Henan As palavras de Deus Todo-Poderoso dizem: “Quando você se rebelar contra a carne, inevitavelmente,...

Leave a Reply

Conecte-se conosco no Whatsapp