A Bíblia pode representar o Senhor?

28 de Julho de 2020

Deus Todo-Poderoso diz: “O Próprio Deus é vida e a verdade, e Sua vida e verdade coexistem. Aqueles que são incapazes de ganhar a verdade nunca ganharão vida. Sem a orientação, o apoio e provisão da verdade, você ganhará apenas letras e doutrinas e, além disso, morte. A vida de Deus está sempre presente, e Sua verdade e vida coexistem. Se você não pode achar a fonte de verdade, não ganhará o alimento de vida; se você não pode ganhar a provisão de vida, certamente não terá verdade alguma, e, além de noções e imaginações, seu corpo não será nada além de sua carnesua carne fétida. Saiba que as palavras de livros não contam como vida, os registros da história não podem ser celebrados como a verdade, e as doutrinas do passado não podem servir como relato das palavras faladas atualmente por Deus. Só o que é expressado por Deus quando Ele vem para a terra e vive entre os homens é a verdade, vida, vontade de Deus e Seu atual modo de operar” (A Palavra manifesta em carne). Na minha fé, eu costumava me agarrar ao significado literal da Bíblia, pensando que a Bíblia representava o Senhor e era a única maneira de ganhar vida. As palavras de Deus me mostraram que isso eram apenas minhas noções e imaginações. Só Deus é a verdade e a fonte da vida humana. A Bíblia é apenas um registro da obra de Deus e não pode assumir o lugar de Suas palavras e obra atuais. Se nós, como crentes, aderirmos apenas às palavras da Bíblia, mas não seguirmos os passos de Deus nem aceitarmos as verdades que Deus expressa nos últimos dias, acreditaremos até o fim sem ganhar a verdade e a vida.

Certo dia, no verão de 2017, um colaborador me disse com rigidez: “Acho que sua mãe mantém contato com a Relâmpago do Oriente. Fique atenta. O caminho deles não segue a Bíblia – vai além da Bíblia”. Achei difícil acreditar. Minha mãe era diaconisa na igreja com um fundamento bíblico sólido. Como poderia estar em contato com a Relâmpago do Oriente? Eu me senti muito ansiosa, então decidi correr para casa e verificar.

Em casa, minha mãe me disse que o Senhor Jesus tinha retornado, que Ele estava expressando muitas palavras e fazendo a obra de julgamento, a começar pela casa de Deus. Ela me aconselhou a investigar a obra de Deus Todo-Poderoso dos últimos dias. Respondi: “O pastor sempre diz que a Bíblia foi inspirada por Deus, que ela toda é a palavra de Deus. Cremos no Senhor, o que significa crer na Bíblia. Qualquer outra coisa não é fé no Senhor. O caminho da Relâmpago do Oriente vai além da Bíblia e se desvia do caminho do Senhor. Não tenha mais contato com eles”. Mas minha mãe disse delicadamente: “Eu tenho me reunido com membros da Igreja de Deus Todo-Poderoso faz alguns dias e aprendi algumas verdades. Muita confusão que tive em minha fé foi esclarecida. A comunhão deles tem luz. Tem a orientação e iluminação do Espírito Santo. São coisas sobre as quais o pastor nunca fala. As reuniões com eles têm sido muito prazerosas e nutritivas para mim. Acolher a vinda do Senhor não é coisa insignificante. Leia primeiro as palavras de Deus Todo-Poderoso e ouça a comunhão dos irmãos e irmãs”. Diante da insistência dela, eu me calei. Fui para o meu quarto e, com calma, refleti sobre as palavras dela. Ela estava certa. Eu estava julgando a Relâmpago do Oriente casualmente sem ouvi-la primeiro. Isso não era sensato. Mas então pensei: “O pastor sempre diz que tudo na Bíblia foi inspirado por Deus, que isso é o fundamento da nossa fé. Isso também está correto”. Eu estava repleta de emoções conflitantes e não sabia a quem dar ouvidos. Orei ao Senhor e pedi que Ele me guiasse para discernir entre o certo e o errado.

No dia seguinte, minha mãe me disse de novo que eu deveria investigar a obra de Deus Todo-Poderoso. Também disse que, se eu perdesse essa chance de acolher o Senhor, meus arrependimentos viriam tarde demais. Pensei: “Acho que não faz mal ver o que pregam para descobrir se Deus Todo-Poderoso realmente é o Senhor Jesus retornado”. Concordei em ouvir a comunhão deles. Numa reunião, o irmão Yang, da Igreja de Deus Todo-Poderoso, falou sobre o plano de gerenciamento de 6.000 anos de Deus para salvar o homem, sobre como Satanás corrompe as pessoas e como Deus opera passo a passo para salvar a humanidade. Eu jamais tinha ouvido uma comunhão tão esclarecedora. Ela me atraía cada vez mais. Decidi que eu deveria investigar a Relâmpago do Oriente.

Numa outra reunião, perguntei ao irmão Yang: “O pastor sempre diz que a Bíblia inteira foi inspirada por Deus e que tudo nela é Sua palavra. Por que, então, você diz que nem tudo é a palavra de Deus, mas que ela contém também as palavras do homem? Com paciência, ele respondeu: “Muitas pessoas religiosas acreditam que a Bíblia inteira foi inspirada por Deus, que toda ela é a palavra de Deus. Mas ninguém jamais investigou se ela realmente se baseia na palavra de Deus. Na verdade, nem o Espírito Santo nem o Senhor Jesus jamais disseram isso, e também não está escrito nos livros proféticos. All scripture is given by inspiration of God’ é algo que Paulo disse. Paulo era apenas uma pessoa comum, suas palavras não eram a verdade. Se não investigarmos os fatos, mas determinarmos cegamente que tudo na Bíblia é a palavra de Deus com base nessa declaração, isso não seria arbitrário? A realidade é que existe uma porção dos livros proféticos que foi inspirada por Deus, que é a Sua palavra. Tudo é claramente indicado por ‘assim disse Jeová’, ‘Jeová falou comigo, dizendo’ ou ‘a visão de Isaías’, entre outras expressões. As palavras do homem compõem o resto e são os registros humanos da obra de Deus. Não é confuso e enganoso dizer, sem qualquer base, que as palavras do homem na Bíblia foram inspiradas por Deus, que são a palavra de Deus?” “No Novo Testamento, com exceção das palavras do Senhor Jesus e das profecias em Apocalipse, a maior parte são cartas dos discípulos e apóstolos às igrejas, que são a experiência e o conhecimento do homem. Há a iluminação do Espírito Santo nessas coisas e elas estão alinhadas com a verdade. São edificantes, mas ainda são apenas as palavras do homem. Como poderiam ser chamadas de palavra de Deus ou inspiradas por Deus? Deus é a verdade, o caminho e a vida. Só Ele pode expressar a verdade. Nenhum humano pode expressar a palavra de Deus nem a verdade. Deus é Deus, homem é homem. As palavras do homem jamais podem estar à altura das palavras de Deus. Se as palavras do homem, de Paulo, na Bíblia são vistas como sendo de Deus, isso é blasfêmia!” “E, assim, a ideia de que toda a Bíblia foi inspirada por Deus e de que toda ela é a Sua palavra é apenas uma interpretação humana absurda. Não tem base factual”.

Concordei com a comunhão do irmão Yang. Com certeza, há palavras do homem na Bíblia, não só as de Deus, mas não consegui aceitar tudo de imediato. Pensei: “O mundo religioso inteiro pensa que a Bíblia toda foi inspirada por Deus. Todos poderiam estar errados?” Orei em silêncio ao Senhor: “Ó, Senhor, se é verdade que nem tudo na Bíblia veio de Ti, por favor, ilumina-me e guia-me para entender isso”.

O irmão Yang continuou: “Se toda a Bíblia tivesse sido inspirada por Deus, não haveria o menor erro nela toda. Mas a verdade é que existem bastante. Veja, por exemplo, a ascensão ao trono de Jeconias. 2 Crônicas 36:9 diz: ‘Tinha Joaquim oito anos quando começou a reinar, e reinou três meses e dez dias em Jerusalém’. 2 Reis 24:8 diz: ‘Tinha Joaquim dezoito anos quando começou a reinar e reinou três meses em Jerusalém’. Esses versículos dizem que Jeconias governou como rei, mas um diz ‘oito’ e o outro diz ‘dezoito’. Um diz que ele reinou por três meses e dez dias, mas o outro diz que ele reinou por três meses. Há também o registro da negação do Senhor por Pedro nos quatro evangelhos. Mateus 26:75 diz: ‘Antes que o galo cante, três vezes Me negarás’. Mas Marcos 14:72 diz: ‘Antes que o galo cante duas vezes, três vezes Me negarás’. É o mesmo evento, mas há conflitos claros na cronologia. É evidente que algumas partes da Bíblia são registros humanos, não inspiração de Deus”.

A comunhão do irmão Yang me deixou sem palavras. Pensei: “É verdade! Há discrepâncias tão óbvias em versículos diferentes que registram o mesmo evento. Não haveria nenhuma diferença se tivesse vindo do Espírito Santo”. Eu nunca tinha percebido isso antes. Pensava que a Bíblia inteira era inspirada por Deus e que toda ela era Sua palavra, mas então vi o erro nesse entendimento.

Pensei seriamente sobre a comunhão do irmão Yang depois da reunião e reli algumas das palavras de Deus Todo-Poderoso que tínhamos estudado. Deus Todo-Poderoso diz: “Hoje, as pessoas acreditam que a Bíblia é Deus e que Deus é a Bíblia. Então, também acreditam que todas as palavras da Bíblia foram as únicas palavras que Deus proferiu e que todas elas foram ditas por Deus. Aqueles que creem em Deus pensam até que embora todos os sessenta e seis livros do Antigo e Novo Testamentos tenham sido escritos por pessoas, todos foram inspirados por Deus e são um registro das declarações do Espírito Santo. Esta é a compreensão errônea do homem, e não corresponde inteiramente aos fatos. Na verdade, à parte dos livros de profecia, a maior parte do Antigo Testamento é um registro histórico. Algumas epístolas do Novo Testamento vêm da experiência do homem; algumas são iluminadas pelo Espírito Santo. As epístolas paulinas, por exemplo, surgiram do trabalho de um homem todas foram iluminadas pelo Espírito Santo. Eram suas cartas às igrejas e continham suas exortações e seu encorajamento para os irmãos e irmãs. Não eram palavras ditas pelo Espírito Santo; Paulo não podia falar em nome do Espírito Santo, nem era ele um profeta, muito menos teve as visões que João contemplou. Suas epístolas foram escritas para as igrejas de Éfeso, Filadélfia, Galácia e outras… Se as pessoas consideram as epístolas ou palavras como as de Paulo como declarações do Espírito Santo e as adoram como Deus, só se pode dizer que lhes falta muito senso crítico. Para falar de forma mais áspera, será que isso não passa de blasfêmia? Como um homem poderia falar em nome de Deus? Como o homem pode se prostrar diante de um registro de fala humana e de epístolas, como se fossem um livro sagrado dos céus? Poderiam as palavras de Deus ser proferidas casualmente por um homem? Como um homem poderia falar em nome de Deus?” (A Palavra manifesta em carne). Deus Todo-Poderoso esclarece o que, na Bíblia, é a palavra de Deus, e o que são palavras, experiências e entendimento do homem. Tive certeza de que a Bíblia não é inteiramente a palavra de Deus. As palavras de Deus Jeová, do Senhor Jesus e dos profetas inspirados por Deus, como também as profecias em Apocalipse são a palavra de Deus. O resto são principalmente palavras e registros do homem.

Numa reunião no dia seguinte, eu disse ao irmão Yang: “Agora entendo que não foi correto Paulo dizer que ‘All scripture is given by inspiration of God’, mas algo ainda me confunde. Nosso pastor nos diz que a Bíblia é o fundamento da fé cristã, que ela representa Deus, e que ater-se à Bíblia é a única maneira de crer em Deus. É o que também acho, mas não sei se isso é correto”.

O irmão Yang disse: “Muitas pessoas na religião pensam assim. Elas igualam a Bíblia a Deus ou até a colocam acima de Deus. Isso está alinhado à vontade do Senhor? Deus é o Criador, a fonte de toda vida. Ele é a fonte das águas vivas que nunca secará. A abundância de Deus é inesgotável. Mas a Bíblia é apenas um registro da obra de Deus. É um livro histórico. Seus registros da obra e das palavras de Deus são muito limitados. Como ela poderia ser igual a Deus? Como poderia representar Deus? Ele também passou dois vídeos de leituras das palavras de Deus. Deus Todo-Poderoso diz: “Desde que existe a Bíblia, a crença das pessoas no Senhor tem sido a crença na Bíblia. Em vez de dizer que as pessoas acreditam no Senhor, é melhor dizer que acreditam na Bíblia; em vez de dizer que começaram a ler a Bíblia, é melhor dizer que começaram a acreditar na Bíblia; e em vez de dizer que retornaram ao Senhor, seria melhor dizer que retornaram à Bíblia. Desta forma, as pessoas adoram a Bíblia como se fosse Deus, como se fosse sua força vital, e perdê-la seria o mesmo que perder sua vida. As pessoas veem a Bíblia tão elevada quanto Deus, e há até aqueles que a veem mais elevada que Deus. Se as pessoas estão sem a obra do Espírito Santo, se não conseguem sentir Deus, podem continuar vivendo, mas, assim que perdem a Bíblia ou os famosos capítulos e dizeres da Bíblia, é como se tivessem perdido a vida.” “Eles acreditam em Minha existência apenas no escopo da Bíblia. Para eles, Sou o mesmo que a Bíblia; sem a Bíblia Eu não existo e sem Mim não há Bíblia. Eles não prestam atenção em Minha existência nem nas Minhas ações, mas, ao contrário, devotam extrema e especial atenção a toda e qualquer palavra das Escrituras e muitos deles até acreditam que Eu não deva fazer nada que deseje fazer, a menos que esteja previsto pelas Escrituras. Eles atribuem importância demasiada às Escrituras. Pode-se dizer que veem palavras e expressões como importantes demais, a ponto de usarem versículos da Bíblia para avaliar toda palavra que Eu digo e para Me condenar. O que eles buscam não é o caminho da compatibilidade Comigo nem o caminho da compatibilidade com a verdade, mas o caminho da compatibilidade com as palavras da Bíblia, e acreditam que qualquer coisa que não esteja em conformidade com a Bíblia, sem exceção, não é a Minha obra. Tais pessoas não são os descendentes zelosos dos fariseus? Os fariseus judeus usaram a lei de Moisés para condenar Jesus. Eles não buscavam compatibilidade com o Jesus daquela época, mas seguiam diligentemente a lei à risca, a ponto de, no fim, pregarem o inocente Jesus à cruz, acusando-O de não seguir a lei do Antigo Testamento e de não ser o Messias. Qual era a essência deles? Não era que eles não buscavam o caminho da compatibilidade com a verdade? Eram obcecados por toda e qualquer palavra das Escrituras, sem, no entanto, prestar atenção na Minha vontade, nas etapas e nos métodos da Minha obra. Eles não eram pessoas que buscavam a verdade, mas pessoas que se agarravam rigorosamente às palavras; não eram pessoas que acreditavam em Deus, mas gente que acreditava na Bíblia. Eram, em essência, os cães de guarda da Bíblia. A fim de salvaguardar os interesses da Bíblia, de preservar a dignidade e proteger a reputação da Bíblia, chegaram a ponto de pregar o misericordioso Jesus na cruz. Fizeram isso simplesmente para defender a Bíblia, para manter a posição de toda e qualquer palavra da Bíblia no coração das pessoas. Então, preferiram renunciar ao futuro e à oferta pelo pecado para condenar Jesus, que não Se adaptava à doutrina das Escrituras, à morte. Eles não eram lacaios de toda e qualquer palavra das Escrituras?” (A Palavra manifesta em carne).

Depois, ele comunicou o seguinte: “Se idolatrarmos a Bíblia cegamente ou a usarmos para substituir o Senhor e Sua obra, isso é acreditar na Bíblia, não no Senhor. Agarrar-se à Bíblia sem buscar a obra do Espírito Santo nem seguir os passos de Deus é opor-se ao Senhor. Os fariseus colocavam as Escrituras acima de tudo e se agarravam às suas palavras exatas. Quando o Senhor Jesus apareceu e operou, eles sabiam que a obra e as palavras Dele tinham autoridade, mas não as buscaram nem investigaram. Só tentaram encontrar erros, dizendo que a obra e as palavras Dele iam além das Escrituras, então O condenaram e conspiraram para crucificá-Lo. Isso ofendeu o caráter de Deus, e eles foram punidos”. “Muitos religiosos também adoram cegamente a Bíblia nos últimos dias e a colocam até acima do Próprio Deus. Quando ouvem que Deus está expressando verdades para fazer a obra de julgamento nos últimos dias, eles não investigam. Resistem e condenam selvagemente a obra e as palavras de Deus Todo-Poderoso porque não estão na Bíblia. Como isso é diferente dos fariseus, que se agarravam às Escrituras e se colocavam contra o Senhor?” “É evidente que adorar a Bíblia sem buscar a obra do Espírito Santo nem seguir os passos de Deus é errado e um abandono total do caminho do Senhor”.

Ouvindo isso, fiquei envergonhada e me convenci totalmente. Vi que eu tinha acreditado na Bíblia, não no Senhor. Não tinha buscado a vontade do Senhor na minha fé, mas acreditado cegamente nos pastores e presbíteros. Pensava que toda a obra e palavras de Deus estavam na Bíblia, que ela representava o Senhor e qualquer outra coisa não era fé Nele. Eu não estava cometendo o mesmo erro dos fariseus? As palavras de Deus Todo-Poderoso me deixaram admirada. Pensei: “Suas palavras explicam toda a verdade sobre a Bíblia e até expõem perfeitamente a postura da humanidade para com ela. Será que essas são realmente as palavras de Deus?”

O irmão Yang continuou sua comunhão: “Isso não nega o valor da Bíblia. É para que a abordemos corretamente. O Senhor Jesus: ‘Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna; e são elas que dão testemunho de Mim; mas não quereis vir a Mim para terdes vida!’ (João 5:39-40). As palavras do Senhor Jesus são muito claras. A Bíblia só dá testemunho de Deus e é um registro da obra de Deus nas Eras da Lei e da Graça. Se nos agarrarmos à Bíblia sem seguirmos a Cristo ou sem nos submetermos à obra atual de Deus, nunca em nossa vida ganharemos a verdade, muito menos a vida eterna. Só podemos ganhar vida eterna se seguirmos a Cristo. O Senhor Jesus foi crucificado na Era da Graça para remir toda a humanidade e nos deu o caminho do arrependimento. Embora nossos pecados possam ser perdoados pela fé no Senhor, nossa natureza pecaminosa permanece. Ainda vivemos num estado de pecar e confessar. Não escapamos do pecado, não fomos purificados. O Senhor é santo, como, então, Ele poderia deixar entrar em Seu reino pessoas que pecam e resistem a Ele? É por isso que o Senhor Jesus profetizou que viria novamente para falar e fazer a obra de julgamento para purificar e salvar a humanidade e nos levar para o reino de Deus”. “É como profetizou o Senhor Jesus: ‘Ainda tenho muito que vos dizer; mas vós não o podeis suportar agora. Quando vier, porém, Aquele, o Espírito da verdade, Ele vos guiará a toda a verdade’ (João 16:12-13).” “‘Quem Me rejeita, e não recebe as Minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o julgará no último dia’ (João 12:48). E 1 Pedro diz: ‘Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus’ (1 Pedro 4:17).” “O Senhor Jesus retornou. Ele é Deus Todo-Poderoso, Cristo dos últimos dias. Ele está fazendo a obra de julgamento e expressando todas as verdades para purificar e salvar a humanidade, por exemplo, como conhecer Deus e Sua obra, a história por trás dos três estágios da obra de salvação de Deus e o fruto que ela produz. como Satanás corrompe a humanidade, como Deus a salva, E também, como entender a verdade da nossa própria corrupção por Satanás e como podemos ser purificados de nosso caráter corrupto. Dizem também o que significa temer, amar e se submeter a Deus de verdade e outras coisas mais. A obra e as palavras de Deus Todo-Poderoso cumprem as profecias do retorno do Senhor. Devemos seguir de perto os passos do Cordeiro, aceitar a obra de Deus Todo-Poderoso e passar pelo julgamento e purificação de Deus para ganhar a verdade e a vida e entrar em Seu reino”.

Eu gostaria de assistir com vocês a alguns outros vídeos das palavras de Deus com os quais o irmão Yang, Deus Todo-Poderoso diz: “O Próprio Deus é vida e a verdade, e Sua vida e verdade coexistem. Aqueles que são incapazes de ganhar a verdade nunca ganharão vida. Sem a orientação, o apoio e provisão da verdade, você ganhará apenas letras e doutrinas e, além disso, morte. A vida de Deus está sempre presente, e Sua verdade e vida coexistem. Se você não pode achar a fonte de verdade, não ganhará o alimento de vida; se você não pode ganhar a provisão de vida, certamente não terá verdade alguma e, assim, para além de imaginações e noções, a totalidade do seu corpo será nada além de carne, sua carne fétida. Saiba que as palavras de livros não contam como vida, os registros da história não podem ser celebrados como a verdade, e as doutrinas do passado não podem servir como relato das palavras faladas atualmente por Deus. Só o que é expressado por Deus quando Ele vem para a terra e vive entre os homens é a verdade, vida, vontade de Deus e Seu atual modo de operar”. “Cristo dos últimos dias traz vida e traz o duradouro e perpétuo caminho de verdade. Essa verdade é a senda pela qual o homem ganhará vida e a única senda pela qual o homem há de conhecer Deus e ser aprovado por Deus. Se você não busca o caminho de vida providenciado por Cristo dos últimos dias, jamais ganhará a aprovação de Jesus e nunca estará qualificado para adentrar a porta do reino dos céus, pois é tanto um fantoche quanto um prisioneiro da história. As pessoas controladas por regulamentos, por letras, e agrilhoadas pela história jamais serão capazes de ganhar vida e de ganhar o caminho perpétuo de vida. Isso porque tudo o que elas têm é água turva à qual se agarraram por milhares de anos em vez da água da vida que flui do trono” (‘Só Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Isso realmente iluminou meu coração. Percebi que, mesmo que a Bíblia seja um registro da obra passada de Deus, ela não é a fonte da vida. Só Deus é a fonte da nossa vida. Não podemos ficar presos à Bíblia. O mais importante é obedecer à obra e às palavras atuais de Deus. Eu soube sem dúvida alguma que as palavras de Deus Todo-Poderoso são as palavras de Deus para hoje. Elas explicam minuciosamente as nossas noções e a história por trás da Bíblia. Quem, além de Deus, poderia ter dito tudo isso? Ao longo dos dias seguintes, eu aproveitava cada chance para ouvir comunhão sobre as palavras de Deus com irmãos e irmãs. Ganhei algum entendimento do mistério da encarnação de Deus, como Deus julga e purifica o homem nos últimos dias, que tipo de fé se alinha à vontade de Deus, dos desfechos e destinos das pessoas, e outras verdades. Adquiri a certeza de que Deus Todo-Poderoso é o Senhor Jesus retornado e aceitei a obra de Deus Todo-Poderoso dos últimos dias. Graças a Deus Todo-Poderoso!

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

A senda para a purificação

Eu fui batizada no nome do Senhor Jesus em 1990, e em 1998 eu já era colaboradora da igreja. Graças à obra e orientação do Espírito Santo,...

O mistério dos nomes de Deus

“Embora todos, Jeová, Jesus, e o Messias, representem o Espírito de Deus, tais nomes apenas denotam as diferentes eras do plano de gestão...

Deixar uma resposta