Liberta pela prática da verdade

20 de Janeiro de 2022

Por Liu Jing, China

Um mês após aceitar a obra de Deus nos últimos dias, Zhang Lin, nosso líder de igreja, me designou para trabalhar como líder de grupo após ver meu entusiasmo. Na época, eu me senti lisonjeada quando meu líder meu deu uma posição de liderança depois de apenas um mês na igreja. Depois disso, trabalhei ainda mais cumprindo o meu dever.

Visto que o número de membros da nossa igreja continuava crescendo, a igreja foi dividida, e eu fui eleita como líder de uma das duas igrejas. Zhang Lin era responsável por essas duas igrejas. Numa das nossas reuniões, o irmão Luo perguntou a Zhang Lin: “Quais passagens das palavras de Deus devemos ler hoje?” Zhang Lin sorriu e disse: “Não vamos ler as palavras de Deus hoje — vamos falar sobre as nossas experiências em vez disso”. O irmão Luo respondeu: “É contra os princípios da vida da igreja não ler nenhuma das palavras de Deus durante as reuniões…” O irmão Luo não conseguiu nem terminar de falar. Zhang Lin lhe lançou um olhar ressentido e disse: “Você é de estatura baixa e não entende a verdade, estou aqui para lhe oferecer assistência. Acredito que isso também será benéfico para a sua entrada na vida. Sempre podemos ler as palavras de Deus em casa, mas, nos grupos, devemos discutir nossas experiências e aprender com as experiências dos outros. Isso ajudará a apressar a nossa entrada na vida. Você não me ouve e até tenta passar um sermão em mim, você só interrompe! Faça isso mais uma vez e esta será sua última reunião”. O irmão Luo baixou a cabeça e ficou calado. Na época, pensei: “Nas reuniões, devemos ler as palavras de Deus e comungar sobre a verdade. Sempre devemos basear o que dizemos nas palavras de Deus. Esse é um dos nossos princípios de vida na igreja. Zhang Lin não está violando nossos princípios se ele não ler as palavras de Deus durante a reunião? Ele até vez a alegação grandiosa de que estava fazendo isso em prol da nossa entrada na vida — que mentira descarada!” Eu me irritei um pouco ao refletir sobre isso e decidi tentar e comungar com ele, mas quando vi sua carranca assustadora, decidi ficar de boca fechada. Só pensei: “Ele sempre me teve em alta estima — se eu apontar seus problemas e isso o ofender, ele não dirá que sou ingrata e que não sei o que é bom para mim?” Pensei: “Esqueça, é melhor não dizer nada enquanto estiver irritado. Ele pode me tratar como tratou o irmão Luo e me repreender. Se eu for marcada por perturbar a vida da igreja, eu não só perderei meu cargo de liderança, poderei até ser banida das reuniões”.

Dois meses depois, encontrei a irmã Zheng, que frequentava a outra igreja. Frustrada, ela me contou que Zhang Lin tinha arbitrariamente demitido e substituído dois diáconos e tinha nomeado uma parente para regar os irmãos, mas aquela parente não buscava a verdade e não tinha experiência nem entendimento da palavra de Deus, por isso, ninguém estava ganhando nada com as reuniões. A irmã Zheng também me contou que, durante uma reunião, ela tentou fazer uma sugestão para a parente de Zhang Lin, que não só não aceitou, mas fez até parecer que a irmã Zheng a estava tentando oprimir. Quando Zhang Lin soube disso, ele disse que os irmãos no grupo da irmã Zheng estavam perturbando a vida da igreja e deveriam refletir sobre suas ações. Sem mais nem menos, ele os isolou da igreja, não permitiu que se reunissem e lhes negou os sermões mais recentes de Deus. Os irmãos não podiam receber as provisões necessárias. Isso não era uma violação dos princípios da igreja? Com lágrimas nos olhos, a irmã Zheng me perguntou se havia algo que eu podia fazer para ajudar a resolver esse problema. Fiquei surpresa e muito triste ao ver a irmã Zheng daquele jeito. Como as coisas tinham regredido tão rapidamente depois da divisão da igreja dois meses atrás? Eu também não sabia o que fazer. Quanto a uma intervenção — eu não era responsável pelo trabalho da igreja dela e não conhecia os detalhes. Se eu não resolvesse a situação, eu poderia ser criticada. E se Zhang Lin descobrisse, quem sabe o que ele faria comigo. Então pensei: “Vou esperar a líder superior chegar e então discutir isso com ela”. Decidi pela linha de ação menos ofensiva para todos. Então eu disse à irmã Zheng: “Quando a líder superior vier nos visitar, discutirei isso com ela. Aquela líder entende a verdade e vê a essência dos problemas; ela poderá ajudar muito mais do que eu”. Mas a irmã Zheng respondeu rapidamente: “Isso não pode esperar. Talvez você possa escrever uma carta à liderança superior para informá-la sobre o problema.” O pedido sincero da irmã Zheng me deixou indecisa. De um lado, se eu não informasse a liderança superior, a vida dos meus irmãos seria prejudicada, mas se a informasse, eu sabia que Zhang Lin não estava aberto a crítica e oprimiria qualquer um que tentasse questioná-lo e, assim que descobrisse quem tinha informado a liderança superior, eu receberia um tratamento muito mais duro do que o irmão Luo tinha recebido dele. Ele poderia até me marcar por uma ofensa muito mais séria. Quando a irmã Zheng me viu tão hesitante e insegura, ela só balançou a cabeça e foi embora. Aquele olhar decepcionado, entristecido e impotente no rosto da irmã Zheng foi como uma faca sendo cravada no meu peito. Nem consigo dizer como me senti. Fui para casa me sentindo muito abatida. Nem consegui jantar. Naquela noite, fiquei me revirando na cada e não consegui dormir. Não conseguia esquecer aquela expressou de dor e decepção no rosto da irmã Zheng, então vim para diante de Deus em oração. Então orei: “Amado Deus, por favor, guia-me. Que linha de ação corresponde à Tua vontade?”

Mais tarde, vi esta passagem das palavras de Deus: “Consciência e razão deveriam ser os componentes da humanidade de uma pessoa. Ambos são os mais fundamentais e importantes. Que tipo de pessoa é essa que não possui consciência e não tem a razão da humanidade normal? Em termos gerais, é uma pessoa à qual falta humanidade, uma pessoa de humanidade extremamente pobre. Analisemos isso de perto. Quais manifestações de humanidade perdida essa pessoa exibe, de modo que as pessoas digam que ela não tem humanidade? Quais características tais pessoas possuem? Quais manifestações específicas apresentam? Tais pessoas são superficiais em suas ações e se mantêm afastadas de tudo que não lhes diz respeito diretamente. Elas não consideram os interesses da casa de Deus, nem mostram consideração pela vontade de Deus. Não assumem nenhum fardo de dar testemunho de Deus nem de cumprir seus deveres e elas não têm senso de responsabilidade. […] Existem até pessoas que, ao ver um problema no desempenho de seu dever, permanecem em silêncio. Elas veem que os outros estão causando interrupções e perturbações, mas não fazem nada para impedi-los. Não consideram minimamente os interesses da casa de Deus, nem pensam nada sobre os próprios deveres ou responsabilidades. Elas falam, agem, se destacam, aplicam esforço e despendem energia só para a própria vaidade, prestígio, posição, interesses e honra” (‘Dê seu real coração a Deus e você poderá obter a verdade’ em “Registros das falas de Cristo dos últimos dias”). As palavras me levaram a uma percepção repentina: Aqueles que não assumem responsabilidade e só pensam em seu próprio status sem pensar na casa de Deus nem na entrada na vida de outros irmãos, com uma atitude de não intervir, não têm consciência nem razão e são realmente egoístas e baixos. Eu não era esse tipo de pessoa? Quando Zhang Lin não nos permitiu ler as palavras de Deus e repreendeu o irmão Luo por fazer uma sugestão, eu pude ver claramente que ele estava violando os princípios da igreja e rejeitando a verdade; eu deveria ter tomado uma posição, expondo-o, mas eu não quis ofendê-lo, e assim nem consegui dizer o que era correto. Quando ouvi que Zhang Lin tinha demitido pessoas por conta própria e escolhido sua própria parente para cumprir um dever importante, que ele tinha oprimido todos que faziam sugestões à sua parente e não lhes enviava as palavras de Deus, eu deveria ter investigado e contado à liderança superior. Mas não cumpri o meu dever porque tinha medo de Zhang Lin. Fugi da responsabilidade, esperando que a líder superior resolvesse tudo. Vi que meus irmãos estavam sendo constrangidos, que tinham perdido sua vida de igreja, que não conseguiam acessar as palavras mais recentes de Deus e que viviam em agonia, mas eu só pensava em meus próprios interesses e perspectivas do futuro, sem pensar em sua entrada na vida nem em defender os interesses da igreja. Percebi como eu tinha sido egoísta e desprezível, quão desprovida de consciência e razão. Estava envergonhada demais para encarar meus irmãos.

Mais tarde, encontrei o sexto decreto em “Os dez decretos administrativos que devem ser obedecidos pelo povo escolhido de Deus na Era do Reino”: “Faça aquilo que deve ser feito pelo homem, cumpra suas obrigações, cumpra suas responsabilidades e atenha-se ao seu dever. Como você crê em Deus, faça sua contribuição à obra de Deus; se não o fizer, você não está apto a comer e beber as palavras de Deus e não está apto a viver na casa de Deus” (“A Palavra manifesta em carne”). Depois de ler essa passagem, eu me senti tão culpada. Sou uma criatura de Deus e desfrutei tanto do suprimento de Suas palavras. Certamente deveria ficar do lado de Deus, salvaguardar o trabalho da casa de Deus e proteger meus irmãos. Mas eu tinha medo de Zhang Lin e de seu abuso de poder e temia perder meu status de liderança, então me esquivei de meu dever. Eu me preocupava com ofender pessoas, mas não Deus. Não havia lugar para Deus no meu coração. Vi que eu não era digna de ser chamada uma crente. Tendo percebido tudo isso, eu sabia que não podia mais ser tão egoísta e desprezível e só pensar em mim. A irmã Zheng e os outros não tinham acesso às palavras mais recentes de Deus, seu suprimento espiritual estava interrompido. Eu devia assumir responsabilidade e ajudá-los. No dia seguinte, fui até o local de reunião da irmã Zheng para descobrir mais sobre a situação de Zhang Lin para confirmar que tudo que a irmã Zheng tinha dito era realmente verdade. Então escrevi uma carta à liderança superior. Também enviei as palavras mais recentes de Deus à irmã Zheng e aos outros e fizemos uma reunião juntos.

Mais tarde, quando Zhang Lin descobriu que eu tinha me reunido com o grupo da irmã Zheng, ele ficou furioso. Um dia, por volta das seis da noite, ele mandou uma irmã idosa para a minha casa para me dizer que, por ter me reunido secretamente com membros de outra igreja e tinha sido tão arrogante e engrandecido a mim mesma, ele tinha me marcado por oito ofensas. Ele me impediu de cumprir deveres e também iria me denunciar e reunir os diáconos e líderes de ambas as igrejas para me expor. A mensagem que a irmã idosa transmitiu foi um choque — Zhang Lin descobriu que eu o tinha denunciado? Ele realmente reuniria os líderes e diáconos das duas igrejas só para me expor? Eles me expulsariam da igreja? Se realmente me expulsassem, eu ainda teria uma chance de ser salva? Esse pensamento me deixou desesperada e tão fraca que não sabia o que fazer. No dia seguinte, eu devia ir novamente para a reunião da irmã Zheng e minha mente estava a mil: Zhang Lin já tinha me impedido publicamente de cumprir meu dever, então, se eu realmente participasse da reunião, quem sabe de que ofensa Zhang Lin me acusaria se ele descobrisse. Decidi que era melhor não me arriscar por ora. Assim, fiquei em casa e perdi a vida da igreja. Meu coração estava vazio, e meu apetite e sono sofreram muito. Eu estava vivendo sem objetivo e me sentia angustiada e atormentada. Uns dez dias depois, a igreja publicou a comunhão mais recente de Deus. Pensei: Zhang Lin está oprimindo os irmãos no local de reunião da irmã Zheng, eles não podem se reunir nem ler as palavras mais recentes de Deus. Eu devia levar as palavras de Deus para eles o quanto antes. Mas também pensei que, se Zhang Lin descobrisse que fui e me marcasse por outra ofensa, eu poderia ser expulsa da igreja e perderia minha conexão com a casa de Deus. Eu não conseguia tomar uma decisão. Eu decidiria de um ou de outro jeito. No final, decidi que era melhor não entregar as palavras de Deus à irmã Zheng. Durante os próximos dias, fiquei andando por aí como um zumbi e não tive vontade de fazer nada. Sempre que pensava em como a irmã Zheng e os outros estavam sendo privados das palavras de Deus mais recentes, pensava que eles deveriam estar sofrendo como eu. Eu me senti muito culpada.

Mais tarde, vi uma passagem das palavras de Deus que dizia: “A maioria das pessoas deseja buscar e praticar a verdade, mas, na maior parte do tempo, só têm a determinação e o desejo de fazê-lo; sai verdade não se tornou sua vida. Como resultado, quando deparam com forças malignas ou encontram pessoas perversas e más cometendo atos malignos ou falsos líderes e anticristos fazendo coisas de uma maneira que viole princípios — assim fazendo com que a obra da casa de Deus sofra perdas e prejudicando os escolhidos de Deus — elas depois perdem a coragem de se manifestar e se pronunciar. O que significa quando você não tem coragem? Significa que você é tímido ou inarticulado? Ou é que você não entende completamente e portanto não tem confiança para se pronunciar? Não é nada disso; é que você está sendo controlado por vários tipos de caracteres corruptos. Um desses caracteres é astúcia. Você pensa primeiro em si mesmo, pensando: ‘Se eu me pronunciar, como isso me beneficiará? Se eu me pronunciar e desagradar alguém, como conviveremos no futuro?’ Essa é uma mentalidade astuta, certo? Isso não é o resultado de um caráter astuto? Outro é um caráter egoísta e mau. Você pensa: ‘O que uma perda dos interesses da casa de Deus tem a ver comigo? Por que deveria me importar? Não tem nada a ver comigo. Ainda que eu veja ou ouça acontecer, não preciso fazer nada. Não é responsabilidade minha — não sou um líder’. Essas coisas estão dentro de você, como se tivessem brotado de sua mente inconsciente e como se ocupassem posição permanente em seu coração — elas são o caráter satânico corrupto do homem. […] Você é totalmente controlado por seus caracteres satânicos. Você não tem poder sobre aquilo que diz e faz. Mesmo que quisesse, você não conseguiria dizer a verdade nem aquilo que realmente pensa; mesmo que quisesse, não conseguiria praticar a verdade; mesmo que quisesse, não conseguiria cumprir suas responsabilidades. Tudo que você diz, faz e pratica é uma mentira, e você simplesmente é desleixado e superficial. Evidentemente, você está completamente acorrentado e controlado por seu caráter satânico. Você pode querer aceitar e buscar a verdade, mas não é capaz disso: você nada mais é do que um fantoche de carne corrupta, você se tornou um instrumento de Satanás, você diz e faz tudo que seu caráter satânico o instrui a fazer. Em seu coração, você pensa: ‘Vou me esforçar muito desta vez, e vou orar a Deus. Devo assumir uma postura e repreender aqueles que interrompem o trabalho da casa de Deus, que são irresponsáveis em seu dever. Devo assumir essa responsabilidade’. Assim, com grande dificuldade, você junta sua coragem e se manifesta. Como resultado, assim que a outra pessoa bate na mesa e se irrita, você recua. Você está realmente no controle? Que utilidade teve a sua determinação, sua resolução? Elas foram inúteis. […] Você nunca busca a verdade, menos ainda a pratica. Você apenas continua orando, consolidando sua determinação, fazendo resoluções, prestando juramentos. E em que isso tudo tem resultado? Você ainda é um bajulador; você não provoca ninguém nem ofende ninguém Se uma questão não for de seu interesse, fica fora dela e pensa: ‘Não direi nada sobre coisas que não tenham a ver comigo, e isso sem exceção. Se alguma coisa puder prejudicar meus próprios interesses, meu orgulho ou meu autorrespeito, não darei nenhuma atenção a nada disso e abordarei tudo isso com cautela; não devo agir precipitadamente. O prego que se salienta é atingido primeiro, e eu não sou tão tolo assim!’ Você está totalmente sob o controle de seus caracteres corruptos de maldade, astúcia, dureza e detestação da verdade. Eles estão acabando com você, e tornou-se ainda mais difícil aguentá-los do que o Arco Dourado usado pelo Rei Macaco. Viver sob o controle de um caráter corrupto é tão exaustivo e excruciante!” (‘Só aqueles que praticam a verdade são tementes a Deus’ em “Registros das falas de Cristo dos últimos dias”). As palavras de Deus expuseram meu caráter corrupto. Quando Zhang Li me marcou por algumas ofensas e me demitiu do meu dever, eu temia ser oprimida ainda mais ou ser expulsa da igreja, e porque eu queria proteger minhas perspectivas do futuro, eu não entreguei as palavras mais recentes de Deus à irmã Zheng e aos outros, eu temia ainda mais expor a conduta perversa de Zhang Lin e não me importei se a vida dos meus irmãos fosse prejudicada, eu simplesmente abandonei a comissão de Deus. Vi que eu não tinha nenhuma lealdade a Deus, que eu tinha traído a Deus. Naquele momento crucial, eu devia praticar a verdade, mas eu estava totalmente sob a influência do meu caráter corrupto de astúcia e perversidade e não conseguia praticar a verdade nem um pouco. Como resultado, meus irmãos tinham que viver em fraqueza, já que não recebiam seu suprimento de Vida. Eu não estava prejudicando meus irmãos? Quando percebi que tinha sido tão covarde, egoísta e tão desprezível, eu me senti um pouco culpada e arrependida.

Deparei-me com outra passagem das palavras de Deus: “Todos vocês dizem que têm consideração pelo fardo de Deus e que defenderão o testemunho da igreja, mas quem dentre vocês realmente foi atencioso com o fardo de Deus? Perguntem a si mesmos: Você é alguém que demonstrou consideração pelo fardo de Deus? Você pode praticar a justiça para Deus? Você pode se levantar e falar por Mim? Você pode colocar a verdade em prática firmemente? Você tem coragem suficiente para lutar contra todos os atos de Satanás? Você seria capaz de colocar suas emoções de lado e expor Satanás em prol da Minha verdade? Você pode permitir que Minhas intenções sejam cumpridas em você? Você ofereceu seu coração nos momentos mais cruciais? Você é alguém que faz a Minha vontade? Faça a si mesmo essas perguntas e pense sobre elas com frequência” (‘Capítulo 13’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”). Também vi uma passagem de “É muito importante entender o caráter de Deus”: “Sua tristeza é devida à humanidade, por quem Ele tem esperanças, mas que caiu nas trevas, porque a obra que Ele faz no homem não corresponde às Suas expectativas e porque a humanidade que Ele ama não pode, toda ela, viver na luz. Ele sente tristeza pela humanidade inocente, pelo homem honesto, mas ignorante, e pelo homem que é bom, mas que é deficiente nas próprias visões. Sua tristeza é um símbolo de Sua bondade e de Sua misericórdia, um símbolo de beleza e amabilidade” (“A Palavra manifesta em carne”). Enquanto ponderava as palavras de Deus, eu me senti ainda mais culpada. A irmã Zheng me procurou com seus problemas porque confiava em mim. Eu deveria ter protegido os interesses da casa de Deus, mas agi contra a minha consciência, não pratiquei a verdade, fiquei do lado de Satanás e me tornei sua guardiã. Agora meus irmãos vivem em trevas e sofrimento e não podem receber a provisão de vida de que precisam. Deus está triste e aflito — Ele espera que eu tome uma posição, considere Suas intenções e proteja Seu povo escolhido. Zhang Lin pode ter me impedido de cumprir meu dever como uma líder da igreja, mas ainda sou membro da casa de Deus, portanto, tenho uma responsabilidade de proteger o trabalho da casa de Deus e o povo escolhido de Deus. Não posso mais negligenciar meus deveres só para me proteger. Vim para diante de Deus em oração, dizendo: “Deus Todo-Poderoso! Tu me exaltaste com deveres de liderança, mas tenho sido egoísta e desprezível e só pensei em mim mesma, por isso não mereço a comissão que Tu me deste. Meu Deus, não considerarei mais as minhas perspectivas do futuro e estou disposta a me arrepender de verdade, a me levantar e cumprir o meu dever. Peço que Tu me guies, Deus”. Depois de orar, tive uma sensação de calma. Então dei ao grupo da irmã Zheng os sermões mais recentes de Deus e me reuni com ela e aqueles irmãos. Mais tarde, a liderança superior recebeu minha denúncia e, depois de confirmar os atos malignos de Zhang Lin, ela o demitiu juntamente com seu bando.

Meus líderes me designaram para assumir a responsabilidade temporária pelo trabalho das duas igrejas. Zhang Lin não se arrependeu e me culpou por perder seu status. Ele enganou nossos irmãos na igreja, dizendo que eu não tinha sido uma crente por muito tempo, que eu não entendia nada e que só tinha um pouco mais conhecimento dos livros do que eles, mas que não conseguia resolver problemas nas reuniões. Então ele disse que, já que o PCCh estava prendendo crentes e havia câmeras de segurança espalhadas por todo o país, eu até poderia estar expondo-os ao perigo por participar das reuniões. Durante aquele tempo, ele realmente conseguiu convencer alguns deles e, juntos, eles inventaram algumas acusações contra mim. Antes, havia oito ofensas contra mim. Zhang Lin aumentou o número para treze. Até enviaram todas as suas acusações à liderança superior, e nossos líderes designaram algumas irmãs para investigar a situação. Quando soube disso, caí em desânimo. Era como se um peso enorme estivesse esmagando meu peito, e eu mal conseguia respirar. Zhang Lin tinha se juntado a alguns outros para me acusar falsamente. Se nossos líderes acreditassem em sua história e me expulsassem, a minha vida como uma crente estaria acabada para sempre? Quando pensei nisso, lágrimas começaram a escorrer pelo meu rosto. Também me lembrei de que muitos irmãos estiveram na mesma igreja como Zhang Lin antes de aceitar a nova obra de Deus e Zhang Lin tinha espalhado a obra de Deus nos últimos dias para eles. Alguns irmãos não tinham nenhum discernimento sobre ele e até o admiravam. Essas pessoas realmente conseguiriam dizer a verdade? Quando as irmãs investigassem a questão, elas veriam o que realmente estava acontecendo? Minha mente estava um caos, Então orei a Deus. Depois de orar, vi esta passagem das palavras de Deus: “Eu sou justo, Eu sou digno de confiança e Eu sou o Deus que examina o que há de mais profundo no coração do homem! Eu revelarei imediatamente quem é verdadeiro e quem é falso. Não fiquem alarmados; todas as coisas funcionam de acordo com o Meu tempo. Quem Me quer sinceramente e quem não Me quer sinceramente — Eu lhes direi, um por um. Cuidem apenas de comer tudo, beber tudo e chegar perto de Mim quando vierem à Minha presença e Eu Mesmo farei a Minha obra. Não fiquem muito ansiosos para ter resultados rápidos; Minha obra não é algo que pode ser executado de uma só vez. Dentro dela há Meus passos e Minha sabedoria, e é por isso que Minha sabedoria pode ser revelada. Eu deixarei vocês verem o que é feito pelas Minhas mãos — a punição do mal e a recompensa do bem. Eu certamente não favoreço ninguém. Você que Me ama sinceramente, Eu o amarei sinceramente, e, quanto àqueles que não Me amam sinceramente, a Minha ira sempre estará com eles, de modo que possam lembrar por toda a eternidade que Eu sou o Deus verdadeiro, o Deus que examina o que há de mais profundo no coração do homem” (‘Capítulo 44’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”). O poder e a autoridade das palavras de Deus rapidamente aquietaram meu coração. Deus é justo e confiável. A casa de Deus é governada por Cristo, pela verdade e pela justiça. Já que eu não conhecia a justiça de Deus e não acreditava que Ele examina tudo, eu temia que as irmãs acreditariam em Zhang Lin quando investigassem minha situação e então decidiriam me expulsar. Eu não estava equiparando a casa de Deus ao país do grande dragão vermelho? O PCCh governa de modo tirânico. Ele distorce a verdade e os fatos para oprimir qualquer dissidente. Ele fabrica acusações falsas e destrói a vida das pessoas com elas. Pessoas medianas são obrigadas a lidar com o assédio; não têm como recorrer à justiça. Mas a casa de Deus é governada pela verdade; se anticristos vêm ao poder, é apenas uma questão de tempo até que sejam expostos. Esse é o caráter justo de Deus. E a casa de Deus expulsa pessoas com base nas verdades-princípio — pessoas são julgadas com base nos fatos de seus malfeitos. Ninguém é expulso só porque alguém o marcou por algumas ofensas. Eu não tinha cometido nenhum dos malfeitos dos quais me acusavam; eles distorceram a verdade e viraram os fatos de ponta-cabeça. No final, a verdade será revelada. Sei que Deus está examinando tudo isso. Quando me lembrei disso, eu não me senti mais tão triste e renovei minha fé em Deus. Então orei a Deus, dizendo: “Amado Deus! Não importa se eu seja expulsa ou não, estou disposta a me submeter à Tua vontade e a experienciar a Tua obra”. Alguns dias depois, nossos líderes vieram a entender a verdade da questão e descobriram que as acusações feitas por Zhang Lin distorciam os fatos e que todas eram inventadas. Descobriram que Zhang Lin sempre agia de modo arbitrário e tinha isolado e removido pessoas de seus deveres por conta própria, favorecendo e cultivando, ao mesmo tempo, sua própria parente. Ele tinha oprimido e excluído quaisquer irmãos que tinham feito sugestões, e nem mesmo após ser demitido, ele não se arrependeu. Ele continuou enganando e ludibriando as pessoas numa tentativa vã de controlar o povo escolhido de Deus e iniciar seu próprio reino — na verdade, ele era um verdadeiro anticristo intrigante. Nossos líderes estavam preparando os documentos necessários para expulsá-lo da igreja. Quando soube disso, fiquei muito comovida. Vi que Deus é realmente justo! Não importa quão hostis os anticristos sejam, sua influência sempre será de curta duração, pois eles não têm lugar na casa de Deus e no fim serão expostos e abandonados para sempre pelo povo escolhido de Deus. Também me senti envergonhada e culpada porque não conhecia Deus, O entendi errado e O culpei, pensando que a igreja era igual ao mundo secular; eu estava blasfemando contra Deus. Mas Deus não me tratou com base em nenhuma das minhas transgressões; Ele continuou a me guiar para experimentar esse ambiente. Eu estava profundamente grata a Deus. Mais tarde, todos os meus irmãos ganharam discernimento de Zhang Lin e concordaram em expulsá-lo da igreja. Sempre é gratificante quando um anticristo é expulso! Meus irmãos deixaram de ser enganados e controlados pelo anticristo e puderam cumprir seus deveres livremente e comungar sobre a verdade e viver uma vida de igreja normal.

Tendo vivenciado a opressão e as falsas acusações do anticristo, ganhei discernimento de anticristos. Vi claramente como eles podem enganar e devastar pessoas e vi sua natureza e essência de odiar a verdade. Também testemunhei a justiça, onipotência e sabedoria de Deus. Deus usa os esquemas astutos de Satanás para nos ajudar a entender a verdade e ganhar discernimento para que possamos nos libertar da influência sombria de Satanás, abandonar todos os anticristos e pessoas perversas e retornar para diante Dele e nos submeter a Ele. Por meio da revelação de Deus também aprendi um pouco sobre meu caráter corrupto e como eu era egoísta e desprezível demais. Experienciei a serenidade e a liberdade que vêm quando renunciamos à carne e praticamos de acordo com as palavras de Deus. Por meio dessa experiência, aprendi também que sempre temos a permissão de Deus em tempos bons e ruins. É assim que Deus nos aperfeiçoa e salva.

Todos os dias temos 24 horas e 1440 minutos. Você está disposto a dedicar 10 minutos para estudar o caminho de Deus? Você está convidado a se juntar ao nosso grupo de estudo.

Conteúdo relacionado

Meus ganhos com uma eleição

Por Mu Tong, Japão Recentemente, a igreja realizou uma eleição especial para preencher um cargo de liderança. Quando soube que a liderança...

Entre em contato conosco pelo WhatsApp