Uma bênção “roubada”

16 de Dezembro de 2022

Por A’Chao, China

Foi em março de 2012. Não sei em que dia começou, mas, todo dia, após o jantar, eu percebia que a minha esposa se apressava com as tarefas e ia para o quarto para ler um livro. Aconteceu num dia, no seguinte… e continuou acontecendo. Era muito estranho. Que livro ela estava lendo? Por que ele a atraía tanto? Uma noite, não me segurei e abri a porta para ver o que estava acontecendo. Quando me viu entrar, ela quis guardar o livro. Eu agarrei a mão dela com o livro e perguntei o que ela estava lendo. Ela sorriu e disse: “Este é ‘O Pergaminho aberto pelo Cordeiro’. Essas são as palavras expressas pelo Senhor Jesus retornado. Temos ansiado pelo retorno Dele, e agora Ele voltou”. Quando ouvi isso, fiquei chocado e com medo. Lembrei-me do pastor, que disse: “Acreditamos no Senhor, então estamos salvos. Quando Ele vier, Ele nos levará direto para o reino dos céus, portanto qualquer pregação sobre a vinda do Senhor é falsa”. Irritado, eu disse: “Acho que você está cometendo um erro. Você esqueceu o que o pastor nos disse? Já fomos salvos pela fé no Senhor. Se o Senhor tivesse voltado, já teríamos sido elevados para o reino dos céus. Mas ainda estamos aqui, não estamos? Como crentes no Senhor, devemos ler a Bíblia e guardar o caminho do Senhor. Só assim poderemos ser levados para o reino dos céus quando o Senhor voltar”. Minha esposa disse: “Não tenha tanta pressa para definir isso. Leia o livro, primeiro, e então você saberá se o Senhor realmente voltou”. Mas, na época, eu estava em guarda, por isso não absorvi o que a minha esposa disse, então só lhe restou levar o livro embora.

Depois disso, uma vez, voltei para casa para pegar algo, durante o trabalho e quando vi a minha esposa lendo aquele livro de novo, eu fiz cara feia e a ignorei enquanto pegava o que precisava. A caminho de volta, fiquei pensando: “Por que a minha esposa está tão animada com isso? Ela lê sempre que tem tempo e sai para pregar o evangelho”. De repente, lembrei o que a minha mãe tinha dito: “A ‘Relâmpago do Oriente’ é uma força que não deve ser ignorada. Os irmãos que conhecem a Bíblia e buscam muito se perdem em seus livros e nunca mais conseguem sair”. Pensei: “Minha esposa está lendo um livro da Relâmpago do Oriente? Ela foi enfeitiçada por ele? E se ela for enganada e perder a salvação do Senhor? Mas eu sou imaturo na vida, não conheço a Bíblia muito bem. Não sei como trazê-la de volta”. Mais tarde, fui até a casa do pastor Chen para ajudá-lo na reforma. Ele acreditava no Senhor fazia anos, conhecia a Bíblia e era maduro na vida. Ele saberia um jeito inteligente de trazer a minha esposa de volta do abismo. Então eu disse ao pastor Chen: “Recentemente, minha esposa tem lido um livro. Ela diz que o Senhor retornou e está pregando o evangelho. Ela mudou muito. Você sabe que, no passado, a crença dela no Senhor era fraca e ela não lia muito a Bíblia. Não sei por que ela busca tanto agora”. Depois de me ouvir, ele disse, solenemente: “Ela está em perigo! Agora, no mundo religioso inteiro, só a Relâmpago do Oriente testifica o retorno do Senhor, e só eles não leem a Bíblia. Sua esposa aceitou a Relâmpago do Oriente. Se ela acreditar na Relâmpago do Oriente, ela perderá a salvação do Senhor, e não haverá lugar para ela no reino dos céus. Você deve fazer algo logo para trazê-la de volta”. Isso me deixou aterrorizado. Eu temia que a crença errada da minha esposa levasse o Senhor a abandoná-la e que ela caísse em desastres. Perguntei ao pastor Chen o que eu devia fazer. Ele pensou por um tempo, e disse: “Eu sou pastor e conheço a Bíblia melhor do que você. À noite, roube o livro que a sua esposa está lendo, e eu ajudarei você a dar uma olhada nele. Mas ela não pode descobrir”. Na hora, achei que seria melhor se o pastor me ajudasse a analisá-lo. Assim, eu saberia o que estava escrito nele e poderia ganhar algum discernimento. Se a crença da minha esposa fosse errada, nós a convenceríamos a voltar a tempo. Naquela noite, eu levei “O Pergaminho aberto pelo Cordeiro”, em segredo, até a casa do pastor. O pastor Chen pegou o livro, deu uma olhada por cima, e aí jogou na mesa. Olhando para a capa do livro, ele disse, com desdém: “Sim, isso é um livro da Relâmpago do Oriente. Tenho certeza de que a sua esposa acredita na Relâmpago do Oriente. É uma pregação altiva, e a maioria não consegue refutá-la. Alguns que buscam muito e conhecem a Bíblia param de ler a Bíblia depois de ler esses livros. Se não leem a Bíblia, eles ainda são crentes no Senhor? Sua esposa foi enganada pela Relâmpago do Oriente. Se não voltar, ela perderá as bênçãos do reino dos céus”. Fiquei confuso quando ouvi isso: “Aqueles que não conhecem a Bíblia carecem de discernimento, é normal que sejam enganados, mas se aqueles que são líderes há anos e conhecem bem a Bíblia acreditam na Relâmpago do Oriente, existe algum tipo de mistério nesse livro? Caso contrário, por que pessoas que conhecem a Bíblia seriam tão atraídas por ele e acabariam crendo na Relâmpago do Oriente? Eu não entendo isso”. Então eu disse ao pastor: “Você entende muito da Bíblia. Dê uma olhada no conteúdo do livro e me fale o que ele diz. O que devo fazer para convencer a minha esposa a voltar?”. Fiquei surpreso quando o pastor Chen disse, solene: “Eu sou pastor, sou maduro na vida, não preciso ler esse livro. Somos salvos pela fé no Senhor e só precisamos esperar até que Ele nos leve para o reino de Deus. Se a sua esposa pregar a Relâmpago do Oriente pra você, não acredite. A Relâmpago do Oriente não passa de um golpe financeiro. Nessa questão, a única coisa que você pode fazer é nunca lhe dar muito dinheiro. Deposite todo o seu dinheiro, não dê acesso a ela; e fique de olho aonde ela for”. Na hora, achei que o pastor sabia mais do que eu, e que era para me proteger, então decidi fazer o que ele disse. Quando cheguei em casa, achei que a minha esposa não tinha voltado e coloquei o livro de volta no lugar, mas nesse momento a minha esposa saiu do outro quarto. Fiquei surpreso, e aí ela me perguntou, ansiosa: “Você pegou meu livro?”. Eu temia que ela descobrisse que eu o roubara, por isso menti e disse: “Eu não peguei. Você sempre deixa as coisas jogadas por aí. Eu procuro com você”. Então revirei o quarto e finalmente peguei o livro, entreguei pra ela e disse: “Aqui está. Você sempre larga as coisas por aí. Você devia colocar as coisas no lugar certo”. Minha esposa só ficou olhando para mim, e eu fiquei vermelho de culpa. Felizmente, ela não perguntou mais nada. Só pegou o livro e saiu. Nesse momento, lembrei que o Senhor Jesus exige que sejamos pessoas honestas. “Seja o vosso falar: Sim, sim; não, não(Mateus 5:37). Mas o que eu tinha feito? Eu tinha violado os ensinos do Senhor e a minha consciência, e tinha agido como um ladrão. Mas eu me consolei dizendo a mim mesmo que eu fiz aquilo para protegê-la.

No dia seguinte, fui ao banco, mudei a senha de todas as contas e cartões, e depositei todo o nosso dinheiro; então só tínhamos dinheiro para comida. Inesperadamente, minha esposa não disse nada quando descobriu. Além de ler o livro, ela fazia todas as tarefas muito bem, como sempre, e me tratava com agrados, como sempre. Mas eu me sentia envergonhado e incomodado. Eu acreditava no Senhor fazia tantos anos, e mesmo assim tratei a minha esposa desse jeito desprezível. Não era assim que um cristão deveria se comportar. Eu percebia que a minha esposa tinha mudado muito desde que começara a ler o livro. Eu a tratei daquele jeito, e ela nem se irritou. As palavras no livro tinham mudado ela? Era eu que estava cometendo um erro? Era possível que essa Relâmpago do Oriente em que a minha esposa acreditava era realmente o retorno do Senhor Jesus? Eu sabia que tinha que descobrir tudo.

Uma noite, durante o jantar, minha esposa me encorajou a ler o livro de novo, e disse: “Você diz que é salvo pela fé no Senhor e que Ele nos levará para o reino dos céus quando Ele voltar. Mas olhe para a sua mãe e a sua cunhada, olhe para nós, acreditamos no Senhor há anos, mas sempre pecamos durante o dia e confessamos à noite. Não conseguimos escapar da escravidão do pecado. As Escrituras dizem que, sem santidade, não podemos ver o Senhor. Deus é santo, então, se ainda pecamos com frequência, como somos qualificados para entrar no reino dos céus? Agora, o Senhor Jesus retornou. Ele expressa a verdade e faz a obra de julgamento, a começar pela casa de Deus, para purificar as pessoas do pecado e nos levar para o Seu reino. Para entrar no reino dos céus, devemos aceitar a obra de julgamento de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias”. O que a minha esposa disse fazia algum sentido. Ainda vivíamos num estado de pecar durante o dia e confessar à noite, e ainda não conseguíamos escapar da escravidão do pecado. O Senhor é santo, por isso é difícil dizer se pessoas tão imundas e corruptas como nós podem entrar no reino dos céus. Quando entendi isso, eu concordei. Minha esposa viu que eu não resistia e, contente, disse que duas irmãs viriam conversar comigo sobre o retorno do Senhor no dia seguinte. Concordei em ouvi-las. Mas eu sabia que entendia pouco da Bíblia, por isso quis que o pastor Chen também viesse para me ajudar a entender e debater com as irmãs. Assim, eu ganharia discernimento e veria quais palavras estavam mais alinhadas com a Bíblia. Então, falei com o pastor Chen sobre isso.

No dia seguinte, depois do jantar, todos chegaram. Uma das irmãs comungou: “O Senhor retornou, Ele expressa a verdade e faz a obra de julgar e purificar as pessoas…”. O pastor Chen a interrompeu e gritou: “Com base em que você diz que o Senhor retornou? Nossos pecados foram perdoados pela nossa fé no Senhor Jesus. Somos salvos pela graça. Não precisamos dessa obra de julgamento. Você não entende a Bíblia nem um pouco!”. A outra irmã disse ao pastor: “Irmão, não podemos ganhar a verdade discutindo sobre ela. O Senhor realmente voltou, e se você ler a verdade que o Senhor retornado expressa, você saberá que Ele é real”. Sem paciência, o pastor Chen disse: “Por que eu deveria ler? O Senhor não retornou. Vocês não entendem a Bíblia, então por que estão pregando o evangelho? Eu sei muito mais sobre a Bíblia do que vocês e não vou ouvir nada disso”. As duas irmãs usaram a Bíblia para falar sobre a obra de Deus nos últimos dias, mas o pastor Chen não queria ouvir e as interrompia o tempo todo, não permitia que falassem, até as irmãs não terem escolha senão partir. Então ele disse à minha esposa: “Não dê ouvidos a elas. Você não entende a Bíblia, não se deixe enganar, e leia mais a Bíblia no futuro”. E assim, em menos de quinze minutos, todos tinham ido embora. Eu fiquei muito decepcionado. Como pastor da igreja, se alguém testifica que o Senhor retornou, ele deveria buscar e investigar e debater com o pessoal da Igreja de Deus Todo-Poderoso. Se realmente for a volta do Senhor, deveríamos aceitá-la juntos, e se não for, ganharemos algum discernimento. Isso seria bom para todos. Por que o pastor Chen era tão arrogante? Se ele realmente entendesse a Bíblia, ele deveria ter uma discussão correta com eles. Achei que ganharia algo naquela noite. Fiquei surpreso ao descobrir como eu estava errado e não gostei de como o pastor Chen lidou com a situação. Mas a comunhão dele se baseava na Bíblia, e as duas irmãs não comungaram nada que estivesse fora da Bíblia. Ambas tinham uma base bíblica; por que, então, seu entendimento e as explicações eram tão diferentes? Eu fiquei muito confuso.

Mais tarde, minha esposa e eu voltamos para nossa cidade natal, e o pastor Liu e o obreiro Liang, da igreja local, foram lá em casa para convencer a minha esposa a deixar de crer na Relâmpago do Oriente. Quando viram que ela não os ouvia, irritado, o obreiro Liang apontou para a minha esposa e a repreendeu e disse muitas coisas condenando a Relâmpago do Oriente, para assustá-la. Pensei: “Isso ainda é um crente no Senhor? Tudo que a minha esposa faz é crer na Relâmpago do Oriente. Você deveria estar ajudando e apoiando ela por amor, como ensina o Senhor, não apontando o dedo na cara dela”. Eu fiquei irritado e quis discutir com ele, mas, naquele instante, o pastor Liu me tirou do quarto e me disse: “Você deve convencer a sua esposa. Ela não acredita na Relâmpago do Oriente há muito tempo; diga-lhe que confesse os pecados dela ao Senhor e se arrependa, e se ela não ouvir, se precisar, você pode chamar a polícia”. Na hora, achei que o pastor Liu não devia ter dito aquilo, mas achei também que não havia outro jeito de impedi-la. Quando eles foram embora, a minha esposa me disse: “Quando eu acreditava no Senhor, eu era passiva e fraca, e a minha fé era fria, mas nenhum dos pastores ou presbíteros veio me ajudar. Agora que recebi o Senhor, você pode ver como eu fiquei diligente. Eles não se importam nem um pouco com a minha vida. Só querem me arrastar de volta para a religião para que eu continue dando ofertas, e quando não conseguem, todo o seu comportamento muda. Apontaram o dedo na minha cara, me repreenderam e disseram coisas blasfemas. Isso está alinhado com os ensinos do Senhor? Eles se comportam como crentes no Senhor? Você deve ter discernimento e não ouvir cegamente o que eles dizem. Os crentes do judaísmo seguiram cegamente os fariseus, condenando o Senhor Jesus, e, no fim, crucificaram o Senhor e ofenderam o caráter de Deus”. Depois de ouvir a minha esposa, lembrei que o pastor Liu dissera que ele tinha vindo para levar minha esposa de volta, mas não lhe ofereceu uma só palavra de amor e apoio. Foi só intimidação, ameaças e condenação. E pediu que eu chamasse a polícia para prender a minha esposa. Essas eram coisas que um crente no Senhor diria? Isso não seria jogar a minha esposa na cova? Eu fiquei furioso e, depois disso, não ousei confiar nos pastores de novo.

Depois desse incidente, minha esposa continuou me incentivando a ler as palavras de Deus Todo-Poderoso. Eu estava muito curioso. Queria ver o que esse livro continha que dava tanta firmeza à fé da minha esposa e a deixava tão determinada a me convencer a ler. Mas eu não queria que ela soubesse da minha atitude, eu estava envergonhado demais para contar a ela. Um dia, quando ela não estava em casa, eu peguei o livro e li. Abri o primeiro capítulo e li o título: “Prefácio”. Aqui está o que li no livro: “Embora muitas pessoas acreditem em Deus, poucas compreendem o que significa fé em Deus e o que elas devem fazer para se conformarem à vontade de Deus. Isso acontece porque, embora estejam familiarizadas com a palavra ‘Deus’ e expressões tais como ‘a obra de Deus’, as pessoas não conhecem a Deus e menos ainda conhecem Sua obra. Não é de admirar, então, que todos aqueles que não conhecem a Deus estejam confusos em sua crença Nele. As pessoas não levam a sério a crença em Deus e isso é inteiramente porque crer em Deus não lhes é nada familiar, é estranho demais para elas. Dessa maneira, elas ficam aquém das demandas de Deus. Em outras palavras, se as pessoas não conhecem a Deus, e não conhecem Sua obra, então elas não são aptas para serem usadas por Deus, e menos ainda são capazes de satisfazer Sua vontade. ‘Crença em Deus’ significa acreditar que há um Deus; esse é o conceito mais simples no que diz respeito a crer em Deus. Mais ainda, acreditar que há um Deus não é o mesmo que crer verdadeiramente em Deus; antes, é um tipo de fé simples com fortes sobretons religiosos. A fé verdadeira em Deus significa o seguinte: com base na crença de que Deus é soberano sobre todas as coisas, a pessoa experimenta Suas palavras e Sua obra, expurga seu caráter corrupto, satisfaz a vontade de Deus e vem a conhecer Deus. Somente uma jornada desse tipo pode ser chamada de ‘fé em Deus’(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus). Quando cheguei nesse ponto, senti que nenhum humano poderia dizer tais palavras. Na nossa crença em Deus, além de crer que todas as coisas são criadas por Deus, devemos experimentar as palavras e a obra de Deus, nos livrar dos nossos caracteres corruptos e conhecer Deus. Essas palavras explicavam o que é crença em Deus. Em todos os meus anos de crença no Senhor, eu só sabia que devia ler a Bíblia, orar e ouvir sermões. Eu acreditava em tudo que os pastores diziam e obedecia aos pastores em tudo. Como isso podia ser chamado de crença em Deus? Isso era crença nos pastores! Quanto mais eu lia essas palavras, mais meu coração se iluminava e mais eu queria ler. Sempre que a minha esposa saía de casa, eu pegava o livro para ler em segredo.

Um dia, li esta passagem das palavras de Deus Todo-Poderoso: “Existem aqueles que leem a Bíblia em igrejas majestosas e a recitam o dia inteiro, mas nem um deles entende o propósito da obra de Deus. Nem um deles é capaz de conhecer Deus; menos ainda pode qualquer um deles estar de acordo com a vontade de Deus. Todos eles são pessoas inúteis e vis, cada uma se empinando para repreender a Deus. Eles intencionalmente se opõem a Deus mesmo quando carregam o estandarte Dele. Afirmando ter fé em Deus, ainda comem a carne e bebem o sangue do homem. Todas as pessoas assim são diabos que devoram a alma do homem, demônios chefes que deliberadamente se interpõem aos que tentam entrar na senda certa e pedras de tropeço que impedem os que buscam a Deus. Elas podem parecer ter uma ‘constituição robusta’, mas como os seus seguidores podem saber que não passam de anticristos que levam as pessoas a ficarem contra Deus? Como os seus seguidores podem saber que esses anticristos são diabos vivos dedicados a devorar as almas humanas?(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Todos os que não conhecem a Deus são pessoas que se opõem a Deus”). Depois de ler essas palavras, eu lembrei imediatamente dos pastores e presbíteros. Eles conheciam a Bíblia, eram humildes, pacientes e amorosos por fora, e nos instruíam a vigiar e esperar a vinda do Senhor, mas quando alguém realmente testificava o retorno do Senhor, eles não tinham o menor desejo de buscar e investigar. O pastor Chen pediu que eu roubasse o livro, disse que queria me ajudar a analisá-lo, portanto teria sido lógico ele ler o conteúdo, mas sem nem ver o livro, ele condenou a minha esposa por estar equivocada. O obreiro Liang repreendeu a inha esposa, a intimidou e ameaçou com palavras de condenação, e o pastor Liu me instruiu a chamar a polícia, a trair a minha esposa e entregá-la. Como crentes em Deus podiam fazer tais coisas? Se Deus Todo-Poderoso realmente era a segunda vinda do Senhor Jesus, mas os pastores, em vez de nos liderar em busca e investigação, faziam de tudo para obstruir o nosso caminho e até queriam que eu chamasse a polícia para prender a minha esposa, eles não eram exatamente como descreviam essas palavras, pedras de tropeço e obstáculos que nos impediam de investigar o caminho verdadeiro? Não eram apenas pessoas que resistiam a Deus sob o pretexto de crer em Deus? Pensei em como, quando o Senhor Jesus veio operar, os fariseus também não buscaram nem investigaram, e fizeram de tudo para resistir e condená-Lo, e, no fim, o Senhor foi pregado na cruz. Se Deus Todo-Poderoso realmente era o retorno do Senhor Jesus, os pastores estavam fazendo o que os fariseus fizeram no tempo deles. Parecia que os pastores e os presbíteros deviam ser pessoas que resistiam ao Senhor. Na época, pensei: “Não posso mais ouvir os pastores. Preciso investigar com cuidado a obra de Deus Todo-Poderoso para ver se Ele é o retorno do Senhor”.

Mais tarde, minha esposa convidou o irmão Zhou, da Igreja de Deus Todo-Poderoso, para comungar comigo. Eu lhe perguntei: “A Bíblia diz: ‘Pois é com o coração que se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação’ (Romanos 10:10). Acreditamos no Senhor e fomos salvos, por que Deus ainda precisa fazer um estágio da obra de julgamento?”. O irmão Zhou comungou: “O que significa ser salvo pela fé no Senhor Jesus? Na verdade, ‘salvação’ se refere a pessoas que creem no Senhor Jesus, oram ao Senhor e confessam seus pecados. Nossos pecados foram perdoados, não somos condenados pela lei, e desfrutamos da paz, alegria e graça abundante concedida pelo Senhor. É isso que significa ser ‘salvo’ na Era da Graça. Mas a nossa natureza pecaminosa ainda existe dentro de nós, e ainda não nos livramos do pecado. Deus é santo, o reino de Deus é um lugar santo, e é impossível que Deus leve aqueles que ainda pecam e resistem a Ele para o Seu reino. Por isso, nos últimos dias, Deus realiza um estágio da obra de julgamento para purificar as pessoas. Dessa forma, as pessoas são qualificadas a entrar no reino de Deus”. O irmão Zhou disse, também, que a obra de Deus nos últimos dias foi profetizada há muito tempo na Bíblia. É como disse o Senhor Jesus: “Ainda tenho muito que vos dizer; mas vós não o podeis suportar agora. Quando vier, porém, Aquele, o Espírito da verdade, Ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por Si mesmo, mas dirá o que tiver ouvido, e vos anunciará as coisas vindouras(João 16:12-13). “Quem Me rejeita, e não recebe as Minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o julgará no último dia(João 12:48). E 1 Pedro 4:17 diz: “Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus”. Ele disse: “Isso nos mostra que o Senhor ainda expressará a verdade quando Ele retornar nos últimos dias e que Ele fará a obra de julgar e purificar as pessoas, e o julgamento começará pela casa de Deus. A obra de Deus Todo-Poderoso cumpre essas profecias”. Depois, o irmão Zhou me mostrou um vídeo da palavra de Deus. Deus Todo-Poderoso diz: “Um pecador como vocês, que acaba de ser redimido, e não foi mudado ou aperfeiçoado por Deus, pode ser segundo o coração de Deus? Para você, você que ainda é do seu antigo eu, é verdade que você foi salvo por Jesus, e que você não é contado como pecador por causa da salvação de Deus, mas isso não prova que você não é pecador e não é impuro. Como você pode ser santo se não foi mudado? Internamente, você é assolado por impurezas, é egoísta e ignóbil, mas ainda deseja descer com Jesuscomo você poderia ser tão sortudo? Você pulou uma etapa em sua crença em Deus: você foi meramente redimido, mas você não foi mudado. Para você ser segundo o coração de Deus, Deus deve fazer pessoalmente a obra de mudar e limpar você; se você é apenas redimido, será incapaz de alcançar a santidade. Dessa forma, você não será qualificado para compartilhar as boas bênçãos de Deus, pois você perdeu um passo na obra de Deus de gerenciar o homem, que é o importante passo de mudar e aperfeiçoar. Você, um pecador que acaba de ser redimido, é, portanto, incapaz de herdar diretamente a herança de Deus(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Sobre denominações e identidade”). “O homem foi apenas salvo e teve seus pecados perdoados por sua fé, mas a natureza pecaminosa do homem não foi extirpada e ainda permaneceu dentro dele. Os pecados do homem foram perdoados por meio da agência do Deus encarnado, mas isso não significou que o homem não tivesse mais pecado dentro de si. Os pecados do homem podiam ser perdoados através da oferta pelo pecado, mas quanto a como exatamente se pode fazer o homem não pecar mais, e como sua natureza pecaminosa pode ser extirpada completamente e transformada, ele não tem como resolver esse problema. Os pecados do homem foram perdoados, e isso foi por causa da obra da crucificação de Deus, mas o homem continuou a viver no seu caráter satânico corrupto antigo. Sendo assim, o homem deve ser completamente salvo de seu caráter satânico corrupto para que a natureza pecaminosa do homem seja completamente extirpada para nunca mais se desenvolver, permitindo, assim, que o caráter do homem seja transformado. Isso requer que o homem entenda a senda do crescimento na vida, entenda o caminho da vida e entenda o caminho para mudar seu caráter. Além disso, requer que o homem aja de acordo com essa senda, para que o caráter do homem possa ser mudado paulatinamente e que ele possa viver sob o brilho da luz, para que tudo o que ele faça esteja de acordo com a vontade de Deus, para que ele possa eliminar o seu caráter satânico corrupto e para que possa libertar-se da influência das trevas de Satanás, emergindo, assim, completamente do pecado. Só então o homem receberá a salvação completa(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “O mistério da encarnação (4)”). “Embora tenha feito muita obra entre os homens, Jesus apenas completou a redenção de toda a humanidade e tornou-Se oferta pelo pecado do homem; Ele não livrou o homem de todo o seu caráter corrupto. Salvar o homem plenamente da influência de Satanás não exigiu apenas que Jesus Se tornasse a oferta pelo pecado e carregasse os pecados do homem, mas também exigiu que Deus fizesse uma obra maior ainda para livrar o homem completamente de seu caráter satanicamente corrompido. E assim, agora que o homem teve seus pecados perdoados, Deus voltou para a carne para guiar o homem até a nova era e começou a obra de castigo e julgamento. Esta obra tem trazido o homem a um reino superior. Todo aquele que se submete ao Seu domínio há de desfrutar de uma verdade maior e de receber bênçãos maiores. Eles hão de viver verdadeiramente na luz e de ganhar a verdade, o caminho e a vida(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Prefácio”). O irmão Zhou comungou: “As palavras de Deus Todo-Poderoso são muito claras. O Senhor Jesus só fez a obra de redenção. Ele não salvou a humanidade completamente do pecado. Embora acreditemos no Senhor e nossos pecados sejam perdoados, nossa natureza pecaminosa ainda existe dentro de nós, e não conseguimos escapar da escravidão do pecado. Em nossos anos de crença no Senhor, mentimos e enganamos com frequência, e também fomos arrogantes, egocêntricos, invejosos e briguentos. Nós renunciamos e nos despendemos pelo Senhor só para fazer transações com Deus, em troca das bênçãos de Deus, e quando confrontados com provações e tribulações, ainda resistimos, julgamos ou até traímos o Senhor. Pessoas como nós, que vivem em pecado, que resistem e julgam a Deus, como podemos estar qualificados a entrar no reino de Deus? Nos últimos dias, com base no plano de gerenciamento de Deus para salvar a humanidade, nas necessidades da humanidade corrupta e na obra de redenção do Senhor Jesus, Deus Todo-Poderoso expressa verdade e faz a obra de julgamento para purificar e mudar as pessoas, para salvá-las do pecado e levá-las para o reino dos céus. Se só aceitarmos a obra de redenção do Senhor Jesus, é impossível que nossos caracteres satânicos mudem, sempre viveremos em pecado e na escravidão do pecado, e não seremos qualificados a entrar no reino dos céus. É por isso que devemos aceitar a obra de julgamento e castigo de Deus Todo-Poderoso, entender a senda de mudança de caráter, nos livrar dos nossos caracteres corruptos e nos tornar pessoas que obedecem e temem a Deus. Só assim podemos ser verdadeiramente salvos por Deus”.

Depois de ouvir a comunhão dele, meu coração se iluminou. Ser remido é só o perdão dos pecados. Não significa que podemos entrar no reino dos céus. Eu tinha crido por mais de dez anos e orado com frequência, confessado meus pecados e pedido o perdão de Deus, mas meus caracteres corruptos não tinham mudado. Além disso, os pastores Chen e Liu e os outros, após anos de crença no Senhor, quando confrontados com a notícia do retorno do Senhor, não buscaram nem investigaram, impediram outros crentes de investigar o caminho verdadeiro e até resistiram e o condenaram. Até me encorajaram a chamar a polícia para que prendesse a minha esposa. Como pessoas que ainda eram capazes de pecar e resistir a Deus poderiam entrar no reino dos céus? Pensando nisso, eu disse ao irmão Zhou: “Nós ainda não nos livramos dos nossos pecados, então realmente devemos aceitar a obra de julgamento de Deus Todo-Poderoso”. Em seguida, perguntei como Deus Todo-Poderoso faz a obra de julgamento, e ele leu outra passagem das palavras de Deus Todo-Poderoso para mim. Deus Todo-Poderoso diz: “Cristo dos últimos dias usa uma variedade de verdades para ensinar o homem, expor a substância do homem e dissecar suas palavras e ações. Essas palavras abrangem várias verdades: o dever do homem, como o homem deveria obedecer a Deus, como o homem deveria ser leal a Deus, como o homem deve viver a humanidade normal, bem como a sabedoria e o caráter de Deus e assim por diante. Essas palavras são todas dirigidas à substância do homem e ao seu caráter corrupto. Em especial, essas palavras que expõem como o homem desdenha de Deus são faladas em relação a como o homem é a corporificação de Satanás e uma força inimiga contra Deus. Ao realizar Sua obra de julgamento, Deus não torna clara a natureza do homem simplesmente com algumas palavras; Ele também expõe, trata e poda a longo prazo. Todos esses métodos diferentes de exposição, tratamento e poda não podem ser substituídos por palavras comuns, mas pela verdade que o homem absolutamente não possui. Apenas métodos desse tipo podem ser chamados de julgamento; só por meio de julgamento desse tipo é que o homem pode ser subjugado e completamente convencido em relação a Deus e, além disso, ganhar verdadeiro conhecimento de Deus. O que a obra de julgamento produz é o entendimento do homem da verdadeira face de Deus e da verdade sobre a própria rebelião. A obra de julgamento permite que o homem ganhe bastante entendimento da vontade de Deus, do propósito da obra de Deus e dos mistérios que lhe são incompreensíveis. Também permite que o homem reconheça e conheça sua essência corrupta e as raízes de sua corrupção, bem como descubra a fealdade do homem. Esses efeitos são todos produzidos pela obra de julgamento, pois a essência dessa obra é, de fato, a obra de revelar a verdade, o caminho e a vida de Deus a todos aqueles que têm fé Nele. Essa obra é a obra de julgamento realizada por Deus(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Cristo realiza a obra do julgamento com a verdade”). O irmão Zhou comungou: “Deus Todo-Poderoso explica tudo claramente. A obra de julgamento de Deus é Deus abrindo Sua verdade, Seu caminho e Sua vida para as pessoas. Nos últimos dias, Deus Todo-Poderoso expressa todos os aspectos da verdade, e com os caracteres justos e majestosos de Deus, Ele julga e expõe a natureza satânica das pessoas, analisa os atos e palavras das pessoas, e, uma após uma, revela nossas várias noções e nossos motivos incorretos na nossa crença em Deus, nossos caracteres satânicos arrogantes, enganosos e teimosos, e até os pensamentos e ideias escondidos no fundo do nosso coração. Quando lemos as palavras de Deus Todo-Poderoso, é como se Deus estivesse nos julgando e revelando face a face. Percebemos nossa natureza satânica, vemos o fato de sermos corrompidos por Satanás, ganhamos algum entendimento do caráter justo de Deus, que não tolera a ofensa das pessoas, temos temor de Deus no coração, conseguimos nos odiar e nos arrepender de coração, temos arrependimento verdadeiro e, aos poucos, mudamos nossos caracteres corruptos”. A obra de Deus é tão prática! No passado, eu imaginava a obra de Deus como vaga e sobrenatural demais. Achava que, se acreditasse no Senhor, eu seria salvo e poderia entrar no reino dos céus. Isso é totalmente inconsistente com os fatos da obra de Deus. Quando percebi isso, tive certeza de que Deus Todo-Poderoso é o Senhor Jesus retornado e aceitei contente a obra de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias. Estou feliz por não ter voltado para os pastores. Em retrospectiva, vejo como eu me agarrava às minhas noções e imaginações, recusava-me a ouvir a voz do Senhor e a acolher o Senhor, e impedia a minha esposa. Eu era tão ignorante e cego, e sinto um remorso profundo quando penso nisso. Mas sou ainda mais grato a Deus Todo-Poderoso por ter misericórdia por mim e por me levar para diante Dele passo a passo, para eu finalmente poder ouvir a voz de Deus e receber o Senhor.

Todos os dias temos 24 horas e 1440 minutos. Você está disposto a dedicar 10 minutos para estudar o caminho de Deus? Você está convidado a se juntar ao nosso grupo de estudo.👇

Conteúdo relacionado

Leave a Reply

Conecte-se conosco no Whatsapp