Pergunta 3: Você diz que Cristo é a verdade, o caminho e a vida. Esse é o testemunho do Espírito Santo, e é inQuestionável. Mas a Bíblia também registrou as palavras de grandes adeptos espirituais e apóstolos do Senhor Jesus. Suas expressões contam como a palavra de Deus? Se o que eles dizem realmente conta como a palavra de Deus também, então eles não são também a verdade, o caminho e a vida? Pelo que posso dizer, não há diferença entre as palavras deles e as do Senhor Jesus, todas contam como a palavra de Deus. Por que eles não contam como a verdade, o caminho e a vida?

Resposta: Se os crentes realmente reconhecem que Cristo é a verdade, o caminho e a vida, isso é muito precioso e mostra que eles possuem um verdadeiro conhecimento da essência de Cristo. Só eles podem afirmar que realmente conhecem Deus. Cristo é o Deus prático encarnado. Só quem reconhece Cristo e obedece a ele realmente conhece Deus, pois a verdade, o caminho e a vida surgem de Deus. Tudo isso vem das declarações do Cristo encarnado. Além de Cristo, ninguém pode afirmar ser a verdade, o caminho e a vida. Poucas pessoas entendem isso. Deus usa a habilidade do homem de reconhecer a encarnação de Deus como o padrão pelo qual Ele testa o homem. Só quem cumprir esse padrão na sua crença alcança o louvor de Deus. Todos que aceitam e obedecem à encarnação de Deus são os vencedores arrebatados por Deus para ser aperfeiçoados primeiro. Quem não aceitar e obedecer a Cristo será enviado para sofrer com as calamidades, pois não reconhece a encarnação de Deus e é considerado como as virgens tolas. Igual a quando o Senhor Jesus veio com todos aqueles amantes da verdade e aqueles que aceitaram Sua palavra e O seguiram para o alto da montanha, orientando e ensinando pessoalmente, enquanto não dava a menor atenção àqueles do mundo religioso e aos que só acreditavam em Deus para benefício próprio, pois acreditavam apenas no Deus incerto dos altos céus e não aceitavam a encarnação Dele. A cegueira deles os impedia de reconhecer Deus. Então só quem aceitar e obedecer ao Cristo encarnado receberá o louvor de Deus e será aperfeiçoado por Ele. Por que só Cristo é a verdade, o caminho e a vida? Vamos ler uma passagem da palavra de Deus Todo-Poderoso. “O caminho da vida não é algo que qualquer pessoa possa possuir, nem é algo que qualquer pessoa possa alcançar facilmente. Isso é porque a vida só pode vir de Deus, o que quer dizer que somente o Próprio Deus possui a substância de vida, e só o Próprio Deus tem o caminho da vida. E só Deus é a fonte de vida e o manancial inesgotável de água viva da vida. Desde que criou o mundo, Deus tem feito muita obra envolvendo a vitalidade da vida, tem feito muita obra que traz vida ao homem e tem pagado um grande preço para o homem poder ganhar vida, pois o Próprio Deus é vida eterna e Ele é o caminho pelo qual o homem é ressuscitado. […] só Deus é vida imutável, e só Deus possui o caminho de vida. Já que Sua vida é imutável, também é eterna; já que só Deus é o caminho de vida, assim o Próprio Deus é o caminho de vida eterna” (‘Só Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna’ em “A Palavra manifesta em carne”). Pela palavra de Deus Todo-Poderoso, vemos que a verdade, o caminho e a vida vêm de Deus. Somente o Próprio Deus possui o caminho da vida. A Bíblia diz: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus” (João 1:1). O Verbo é Deus. O Verbo é a palavra de Deus. A Palavra é a verdade, o caminho e a vida. A Palavra que se torna carne se refere ao Espírito de Deus materializado na carne, ou seja, a verdade, o caminho e a vida vieram na carne. Assim como Deus Todo-Poderoso diz: “A Palavra Se tornou carne e o Espírito da verdade Se realizou na carne — que toda a verdade, o caminho e a vida vieram na carne e que o Espírito de Deus verdadeiramente chegou na terra e o Espírito chegou na carne” (‘Prática (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”). As duas encarnações de Deus são testemunho do fato de que Ele é a verdade, o caminho e a vida. Isso deu ao homem uma profunda revelação. Mostrou que somente Cristo é a verdade, o caminho e a vida, as palavras e obras de Cristo, tudo o que Ele tem e é, são a verdade, o caminho e a vida. Essa é a essência de Cristo. Quando Cristo profere a palavra de Deus, é como se o Próprio Deus fizesse Sua obra, concluindo a era anterior e iniciando uma nova, fazendo a obra de toda uma era para toda a humanidade. A palavra de Deus que Cristo profere é a totalidade da Sua palavra em um estágio da obra. É a expressão dos caracteres de Deus, tudo o que Deus tem e é, o mistério do plano de gestão de Deus, Suas exigências e intenção para a humanidade. Toda a Sua palavra é a verdade. Isso não só pode constituir a vida do homem, como pode alimentá-la. Igual a quando o Senhor Jesus veio e proferiu toda a verdade que o homem necessitava na Era da Graça, permitindo o homem confessar, arrepender e voltar para diante de Deus, qualificando-o para orar a Deus e se colocando diante Dele para gozar Sua graça e ver Sua compaixão e amor. Esse foi o efeito alcançado pela obra de redenção. A obra do Senhor Jesus fez com que os pecados do homem fossem perdoados, redimindo-nos do pecado. O Senhor Jesus realizou um estágio da obra para redimir a humanidade, iniciando a Era da Graça e concluindo a Era da Lei. O Deus Todo-Poderoso encarnado dos últimos dias chegou, proferiu todas as verdades que purificam e salvam a humanidade e realizou a obra de julgamento começando pela casa de Deus, permitindo ao homem ver os justos caracteres, a onipotência e a sabedoria de Deus, purificando e mudando o caráter da vida do homem, para que ele tema a Deus, evite o mal e se livre da influência de Satanás, para voltar diante de Deus e ser aceito por Ele. A obra de Deus Todo-Poderoso inicia a Era do Reino e conclui a Era da Graça. Isso mostra que tudo o que Cristo diz, faz, profere e manifesta é toda a verdade. Só Cristo pode conduzir o homem ao caminho certo e provê-lo de vida e salvação. Ninguém possui nem pode expressar tais coisas. Cristo é a fonte da vida do homem, é a manifestação de Deus. Ele é a verdade, o caminho e a vida. A única redenção e salvação do homem. Além de Cristo, ninguém possui a verdade, o caminho e a vida, é fácil ver esse fato!

Cristo é a encarnação de Deus, então Ele tem essência divina, ao passo que os profetas e apóstolos não são encarnação de Deus e só possuem essência humana. Por isso não podemos botar profetas e apóstolos no mesmo nível que Cristo. O Deus encarnado é a personificação da verdade e a fonte da palavra de Deus, então Ele pode proferir a verdade para dar vida ao homem, ao passo que os profetas e apóstolos só podem transmitir a palavra de Deus ou, com a iluminação do Espírito Santo, falar palavras que estejam de acordo com a verdade, mas suas essências são humanas, eles não são Deus encarnado. Então eles não possuem a verdade e não podem exprimi-la. São apenas aqueles que Deus emprega para regar, suprir e orientar os escolhidos. Eles cumprem seus deveres humanos e não são qualificados para proferir diretamente a voz do Espírito Santo. Vamos ler outras passagens da palavra de Deus Todo-Poderoso:

A palavra de Deus não pode ser feita para ser a palavra do homem e menos ainda alguém pode fazer com que a palavra do homem seja a palavra de Deus. Um homem usado por Deus não é o Deus encarnado, e o Deus encarnado não é um homem usado por Deus. Nisso, há uma diferença essencial. […] As palavras do Deus encarnado inauguram uma nova era, guiam toda a humanidade, revelam mistérios e mostram ao homem a direção que ele deve tomar na nova era. O esclarecimento obtido pelo homem nada mais é do que simples instruções para a prática ou conhecimento. Não pode guiar toda a humanidade para uma nova era nem revelar os mistérios do Próprio Deus. No final das contas, Deus é Deus, e o homem é o homem. Deus tem a essência de Deus, e o homem tem a essência do homem. Se o homem acha que as palavras ditas por Deus são simples esclarecimento pelo Espírito Santo e toma as palavras dos apóstolos e profetas como palavras ditas pessoalmente por Deus, isso seria um erro do homem” (‘Prefácio’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Isso significa que a comunhão do homem difere da palavra de Deus. O que as pessoas comunicam transmite suas percepções e experiência individuais, expressando suas expressões e experiência com base na obra de Deus. Sua responsabilidade é descobrir, após Deus operar ou falar, o que disso elas devem praticar ou em que devem entrar e, depois, transmitir isso aos seguidores. […] Tudo que Deus expressa é o que o Próprio Deus é, e isso é inalcançável para o homem — isto é, está além do alcance do pensamento do homem. Ele expressa Sua obra de liderar toda a humanidade, e isso não está relacionado aos detalhes da experiência humana, mas, em vez disso, diz respeito à Sua própria gestão. O que o homem expressa é sua experiência, enquanto o que Deus expressa é Seu ser, que é Seu caráter inerente, que está fora do alcance do homem. A experiência do homem é sua percepção e seu conhecimento que ele adquire com base na expressão de Deus de Seu ser. Essa percepção e esse conhecimento são chamados o ser do homem, e a base de sua expressão é o caráter e calibre inerente do homem — é por isso que são chamados também o ser do homem” (‘A obra de Deus e a obra do homem’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Considere Paulo e Pedro, por exemplo. Eles não tiveram suas próprias experiências antes de Jesus liderar a senda. Foi somente depois de Jesus liderar a senda que vivenciaram as palavras proferidas por Jesus e a senda conduzida por Ele; a partir disso, tiveram muitas experiências e escreveram as epístolas” (‘Sobre denominações e identidade’ em “A Palavra manifesta em carne”).

A palavra de Deus Todo-Poderoso elucida claramente a diferença entre os homens que Deus usa e o Próprio Cristo quanto ao discurso e à essência. Cristo é a expressão direta do Espírito Santo, então tudo o que Cristo expressa é a palavra de Deus e é a verdade. Quanto aos apóstolos e adeptos espirituais, não importa se são com palavras, discursos ou escritos, eles apenas refletem sua experiência pessoal e compreensão da palavra de Deus. Embora muito do que dizem está de acordo com a verdade, não pode ser chamado de palavra de Deus. Ainda existe um abismo entre eles e as verdades que Cristo expressa. As pessoas acreditam que o que dizem está de acordo com a verdade porque receberam a iluminação e o esclarecimento do Espírito Santo e têm a experiência e a compreensão da palavra de Deus. Mas sem a expressão da verdade por Cristo, os apóstolos e os adeptos espirituais não teriam experiência nem compreensão da palavra de Deus, que é afirmar que a palavra e a obra de Cristo são a base sobre a qual a obra deles é construída. Só após Cristo ter proferido a verdade, os apóstolos poderiam ter experiência e compreensão disso. Assim, no contexto da obra de Deus, somente Cristo pode proferir a palavra de Deus. As palavras daqueles que Deus usa apenas refletem a compreensão pessoal e a experiência deles. Testemunham e espalham a palavra que Cristo expressou. Nada do conhecimento que eles discutem excede o escopo da palavra de Cristo, e nada do que dizem tem a profundidade da própria palavra de Cristo. Então não importa o quanto a palavra deles coincida com a verdade, ela nunca alcança a essência da verdade da palavra de Deus. Isso é fato.

A verdade que Cristo profere é inesgotável. É a fonte eterna da água viva da vida para o homem. Os profetas podem receber as instruções de Deus e transmitir a palavra Dele, mas a palavra de Deus que eles transmitem é bem diferente da que Deus expressa em Sua obra. Os profetas não podem fazer a obra de Deus, apenas transmitir a palavra Dele em circunstâncias especiais. Eles dão advertências ao povo escolhido de Deus no contexto de circunstâncias ou eventos especiais e também transmitem exortação, consolo e profecias para guiar o povo de Israel. Os profetas são meramente o povo que Deus utilizou na Era da Lei à medida que Ele surgia em épocas diferentes. Eles transmitiam a palavra de Deus por meio das instruções de Deus Jeová. Eles estavam apenas ajudando Deus a concluir algumas obras menores. Só cumpriram os seus deveres humanos. Sem a instrução de Deus, eles perderiam a função de transmitir a palavra de Deus. Isso prova que os profetas não possuem a verdade, nem o modo de vida. Isso é inegável. Quando Deus inicia uma era, toda a obra é feita diretamente pela encarnação de Deus, e Ele expressa toda a Sua vontade para a humanidade e Sua obra a ser feita. Ou seja, somente Cristo pode proferir diretamente a palavra de Deus. Só Cristo pode realizar a obra: “A Palavra manifesta em carne.” As mensagens fragmentadas dos profetas não representam a obra de Deus para iniciar uma era. Isso é inquestionável. Não importa quantas epístolas ou livros os apóstolos e adeptos espirituais escreveram, no fim, o que eles expressam equivale apenas à experiência e compreensão pessoal, ao testemunho individual. Não se pode comparar à palavra de Deus expressa por Cristo. Então, não importa se Deus emprega pessoas, apóstolos ou adeptos espirituais, nenhum deles conta como a verdade, o caminho e a vida. Nem eles mesmos ousariam dizer que são a verdade, o caminho e a vida e certamente não ousariam dizer que as palavras que eles falavam eram as palavras de Deus ou a verdade. Todos podemos ver que, sejam apóstolos ou adeptos espirituais, não importa por quantos anos eles obrem, há um limite para o que podem fazer. Eles não podem salvar ou aperfeiçoar a humanidade. Somente Cristo pode fazer isso, é fato. Assim, somente Cristo é a verdade, o caminho e a vida. Nenhum apóstolo ou adepto espiritual é a verdade, o caminho e a vida.

Extraído do roteiro do filme O mistério da divindade

Anterior: Pergunta 2: Por que Deus tem que se tornar carne para realizar Sua obra de julgamento nos últimos dias? Na Era da Lei, Deus usou Moisés para fazer Sua obra, então por que Deus não pode usar o homem para fazer Sua obra de julgamento nos últimos dias?

Próximo: Pergunta 4: Eu leio as palavras de Deus Todo-Poderoso, “A humanidade corrupta está mais necessitada da salvação do Deus encarnado”. Acho esta uma passagem fantástica da palavra de Deus, muito prática e muito importante. Com relação a por que a humanidade corrupta deve receber a salvação da encarnação de Deus, esse é um aspecto da verdade que a maioria das pessoas precisa urgentemente entender. Por favor, partilhe um pouco mais sobre isso conosco.

Quando ocorre um desastre, como nós, cristãos, devemos enfrentá-lo? Fique à vontade para nos contatar via WhatsApp, podemos explorar e encontrar caminhos juntos.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro