Atenha-se aos princípios para cumprir bem um dever

04 de Fevereiro de 2022

Por Xu Nuo, China

Aconteceu em agosto de 2019. A irmã Lin, a líder de uma igreja, escreveu uma carta de demissão, e a minha líder arranjou para que eu fosse àquela igreja para investigar. Se a irmã Lin realmente não conseguisse fazer trabalho prático, ela seria demitida e haveria uma nova eleição. Quando cheguei, os diáconos me informaram sobra a situação da irmã Lin. Disseram: “Nos dois meses desde a eleição da irmã Lin como líder da igreja, quando algo envolve os interesses da sua família ou assuntos pessoais, ela deixa o trabalho da igreja de lado e deixa tudo para a sua parceira, para que ela lide com isso. Isso sobrecarrega sua parceira e torna impossível fazer as coisas corretamente. Especialmente em questões urgentes, ela não lida com as coisas em tempo oportuno. Sua parceira está sob muita pressão e está um pouco negativa. Os líderes superiores ofereceram apoio e ajuda à irmã Lin muitas vezes, mesmo assim, ela não melhorou. A irmã Lin também não tem nenhum esclarecimento em sua comunhão sobre a palavra de Deus nas reuniões, por isso, nossos irmãos carecem de sustento, e alguns hesitam em vir às reuniões. Já que a irmã Lin não consegue resolver os problemas práticos dos irmãos, ela tem medo de encontrá-los e também não quer participar. Quando os irmãos têm estados ou dificuldades, ela não comunga sobre a verdade para ajudar, ela só encoraja com palavras de doutrina ou usa seus próprios métodos e filosofia mundana para resolver as coisas. Quando estão num estado negativo por causa de uma doença, ela só indica os médicos que devem procurar e os produtos que devem consumir, mas ela não os levar para diante de Deus, não busca a vontade de Deus nem aprende lições. Além disso, quando alguns falam sobre investimentos durante as reuniões, a irmã Lin não só carece de discernimento para expô-los e impedir isso, ela participa e convida seus irmãos a fazerem o mesmo. Alguns irmãos a alertaram muitas vezes a se concentrar em buscar a verdade e cumprir seus deveres, Mas, temendo que seus irmãos dissessem que ela cobiça dinheiro, ela investiu em segredo e perdeu mais de 400.000 yuans, o que a distraiu ainda mais de seus deveres”. A irmã Lin estava negligenciando seus deveres e não estava fazendo trabalho prático, por isso a vida daquela igreja era ineficaz, e os irmãos se sentiam negativos e fracos.

Depois de ouvir seu relatório sobre a situação, eu pensei: “A irmã Lin não busca a verdade nem faz trabalho prático, e suas opiniões sobre as coisas são as de um incrédulo. Desse jeito, ela não pode receber a obra do Espírito Santo. Como pode liderar uma igreja desse jeito? Mesmo sem a carta de demissão dela, ela seria demitida como falsa líder por causa de sua conduta”. Assim encontrei o princípio para discernir se alguém tinha a obra do Espírito Santo e comunguei com base nisso e o comportamento dela. Quando terminei, vários diáconos expressaram sua aprovação e disseram que a irmã Lin carecia da obra do Espírito Santo. Mas quando falei sobre a demissão da irmã Lin de seus deveres, esses diáconos disseram: “A irmã Lin tem humanidade boa, ela ajuda como pode com as dificuldades dos irmãos, e ela é amigável e despretensiosa”. Também disseram que seu calibre era bom, que ela era esperta, aceitava a palavra de Deus rapidamente e, não importava que tipo de problema seus irmãos tivessem, ela os confortava. Se ela fosse demitida, a igreja não conseguiria encontrar outro líder apropriado. Um dos diáconos também disse: “A irmã Lin pode estar temporariamente num estado ruim. Vamos comungar com ela e primeiro tentar ajudá-la”. Todos os outros diáconos concordaram mais ou menos. Em suma, não aprovaram a demissão da irmã Lin. Se eles não recebem a obra do Espírito Santo e não conseguem fazer trabalho prático por muito tempo, líderes e obreiros devem ser demitidos. Se carecem da obra do Espírito Santo e nós ficarmos com eles, não estamos indo contra aquilo que Deus quer? Esses diáconos só viam que a irmã Lin conseguia cuidar da carne das pessoas e que era um tanto amável e tinha alguma inteligência e calibre, mas não conseguiam ver se ela era alguém que buscava a verdade, se ela conseguia fazer trabalho prático. Não estavam usando os padrões da casa de Deus para selecionar pessoas. Obviamente, a irmã Lin era alguém que não buscava a verdade e tinha opiniões iguais às dos incrédulos. Ela não comungava sobre a verdade quando coisas aconteciam e não resolvia os problemas práticos dos irmãos quanto à entrada na vida. Ela havia se revelado uma líder falsa. Se permanecesse em seus deveres, ela só impediria e interromperia o trabalho da igreja e obstruiria a entrada na vida de seus irmãos.

Depois da minha comunhão, os diáconos ficaram em silencio, mas pude ver que ainda não concordavam com a demissão dela. Pensei: “Se eu insistir no meu ponto de vista aqui e continuar a comungar sobre a verdade e sobre discernir a irmã Lin, esses diáconos dirão que eu sou arrogante e arbitrária demais e que não aceito a opinião de outros?” Também temia que, se estragasse meu relacionamento com esses diáconos logo ao chegar, o resto do meu trabalho ficaria mais difícil. Quando pensei nisso, parei de comungar com os diáconos sobre os princípios de discernir falsos líderes e relatei a situação da igreja aos líderes acima de mim. Pensei: “Se minha líder concordar com meu ponto de vista, então demitirei a irmã Li, e esses diáconos não terão uma opinião ruim de mim”. Depois disso, procurei outras irmãs daquela igreja para saber o que pensavam da irmã Lin, mas descobri que essas irmãs também não tinham discernimento sobre ela. Todas falavam muito bem dela, dizendo que ela era amorosa, entendia suas dificuldades, era esperta e tinha calibre. Sua opinião era igual à dos diáconos. Quando vi isso, não ousei comungar sobre a verdade para discernir a irmã Lin. Eu temia que elas diriam que eu era arrogante, presunçosa e ignorava a opinião dos outros e que elas teriam uma impressão ruim de mim. Assim, eu só quis esperar a carta da minha líder com a resposta. Assim, a questão da demissão da irmã Lin não pesaria sobre mim. Vi claramente que essas irmãs careciam da verdade e não sabiam discernir, mas não tive nenhum desejo de comungar com elas. Durante aqueles dias, eu senti uma escuridão espiritual e não consegui sentir a presença de Deus. Percebi que meu estado era errado, então vim para diante de Deus e orei para pedir Seu esclarecimento e orientação para que eu pudesse conhecer meu estado. Depois de uns dias, minha líder quis se encontrar comigo. Lemos uma passagem de um artigo das palavras de Deus — “A parte mais importante de crer em Deus é colocar a verdade em prática.” “Na casa de Deus, você deve entender o princípio de cada dever que cumpre, não importa o que seja. Ser capaz de praticar a verdade significa agir de acordo com os princípios. Se algo não estiver claro para você, se você não tiver certeza sobre qual é a coisa apropriada a se fazer, use a comunhão para alcançar um consenso. Uma vez que se determinou o que é mais benéfico para o trabalho da igreja e para os irmãos e irmãs, faça isso. Não se prenda a regras, não adie, não espere, não seja um observador passivo. Se você for sempre um observador passivo — acrescenta sua opinião quando alguém toma uma decisão, e somente posterga e espera quando esse alguém não o faz —, você acabará destruindo qualquer trabalho que fizer. Quanto às coisas que estão claras para você, se todos lhe dizem que essa é a maneira apropriada de fazê-las, que você deve fazê-las desse jeito e Deus o guia para fazê-las desse jeito, então é assim que você deve fazê-las — não tenha medo de assumir responsabilidade, nem de ofender os outros, nem das possíveis consequências. Deus vê, Ele observa, quando as pessoas são astutas e desonestas. Qualquer coisa que você pensa, sempre que você não age de acordo com a verdade, quando lhe falta dedicação, quando sempre há sua contaminação pessoal e você tem seus pensamentos e ideias, Deus observa e Ele sabe, e, na próxima vez em que você fizer algo, Ele não estará do seu lado. E por que não? Porque há sempre coisas em seu coração que o separam de Deus. Quais são essas coisas? Seus pensamentos, seu orgulho, seus interesses e sua mesquinhez. Quando há coisas no coração das pessoas que as separam de Deus e elas estão constantemente preocupadas com essas coisas, isso significa encrenca. Se você tiver calibre baixo e pouca experiência, mas estiver disposto a buscar a verdade e sempre ser de um só coração com Deus, se você puder dar tudo de si para aquilo que Deus lhe confiou, sem recorrer a truques mesquinhos, Deus verá isso. Se o seu coração estiver sempre emparedado contra Deus, se você sempre cultivar esquemas mesquinhos, sempre viver em prol do próprio orgulho, de seus interesses, ficar sempre calculando essas coisas em seu coração, e for possuído por elas, Deus não ficará satisfeito com você, e você criará uma confusão em muito daquilo que fizer. Pois você não é uma pessoa que pode ser usada facilmente. Você carece de dedicação, você não ama a verdade, está sempre jogando com Deus, é insincero em como você manuseia as coisas para a casa de Deus; seu coração não é honesto, você não entrega todo o seu coração ou toda a sua alma, você só faz um esforço simbólico, sem investir o coração inteiro. Isso não bastará. Deus observa o coração das pessoas: se não se arrepender, você não entrará na vida e sua vida jamais crescerá, e você não receberá a aprovação de Deus” (“Registros das falas de Cristo dos últimos dias”). Aprendi com as palavras de Deus que tudo nos deveres da casa de Deus deve se basear nos princípios da verdade. Em assuntos que não conseguimos enxergar com clareza, podemos discutir, chegar a um consenso e fazer o que mais beneficia o trabalho da igreja. Em assuntos que enxergamos claramente, devemos praticar a verdade e agir de acordo com os princípios para atendermos a vontade de Deus. Mas se não tivermos um coração honesto, enganarmos Deus e tentarmos proteger nossos interesses, se entendermos a verdade, mas não a praticarmos e não formos leais nem obedecermos a Deus, então nunca receberemos a obra do Espírito Santo nem a bênção de Deus em nossos deveres. Enquanto ouvia o relatório dos diáconos sobre a irmã Lin, eu sabia que ela não era alguém que buscava a verdade, que não fazia trabalho prático e era uma falsa líder que devia ser substituída, mas quando vi que os diáconos não concordariam, eu tive medo de que eles diriam que eu era arrogante e presunçosa, e não ousei defender os princípios da verdade e não quis comungar com eles sobre a verdade sobre como discernir falsos líderes. Quando escrevi uma denúncia à minha líder, por fora, eu parecia levar a sério os meus deveres, mas, na verdade, estava evitando me manifestar porque temia que meus irmãos me veriam de modo negativo. Em meu dever, eu só considerava meu status e reputação, e, por isso, tolerava que uma falsa líder interrompesse o trabalho da igreja e impedisse a entrada na vida dos irmãos. Vi que eu era muito egoísta, desprezível e astuta. Deus inspeciona o coração e a mente das pessoas, e meus pensamentos podem enganar pessoas, mas não a Deus. Naquele tempo, meu espírito estava escuro e eu não conseguia sentir a presença de Deus. Isso era o castigo justo de Deus para mim!

Naquele momento, fiquei sabendo de uma igreja em que um anticristo havia sido descoberto, mas ninguém o denunciou nem expôs. Mesmo quando esse anticristo foi expulso, os membros o encobriram e protegeram. Isso ofendeu o caráter de Deus, e todos na igreja foram postos em isolamento para refletir. Quando fiquei sabendo desse resultado, meu coração estremeceu de medo. Fiquei me perguntando sem parar por que eu não conseguia demitir a falsa líder depois de a descobrir. Levando em conta especialmente que a palavra de Deus diz: “Quando a verdade se tornar a sua vida, então, se alguém blasfemar contra Deus, não tiver reverência a Deus, for desleixado em seu dever, causar interrupções ou perturbar o trabalho da igreja, e quando você vir isso acontecer, você será capaz de discernir e expor a questão quando necessário, e de abordá-la de acordo com o princípio da verdade. Se a verdade não se tornou sua vida e você ainda vive em seu caráter satânico, quando encontrar pessoas perversas e diabos que causam interrupções e perturbações no trabalho da casa de Deus, você fará vista grossa e se fingirá de surdo; você as ignorará sem ser repreendido por sua consciência. Você até achará que o fato de alguém causar perturbações no trabalho da casa de Deus nada tem a ver com você. Não importa quão grande seja a perda para a obra de Deus e os interesses da Sua casa, você não sentirá nenhuma repreensão por parte da sua consciência, o que significa que você será alguém que vive segundo seu caráter satânico. Satanás controla você e faz com que você viva como algo nem tanto humano nem tanto demoníaco. Você come o que é de Deus, bebe o que é de Deus e desfruta de tudo que vem Dele, mas quando o trabalho da casa de Deus sofre qualquer perda, você acha que não tem nada a ver com você e, quando vê isso acontecer, você até ‘vira o cotovelo para fora’[a] e não fica do lado de Deus nem defende a obra de Deus nem os interesses da casa de Deus. Isso significa que Satanás tem poder sobre você, não é? Tais pessoas vivem como seres humanos? Evidentemente, são demônios e não humanos!” (‘Só aqueles que praticam a verdade são tementes a Deus’ em “Registros das falas de Cristo dos últimos dias”). Cada linha da palavra de Deus perfurou meu coração, e fiquei aterrorizada. Era como se Deus estivesse enfurecido comigo. Vi claramente uma falsa líder na igreja interrompendo o trabalho, o que impedia que meus irmãos entrassem na vida, mas, a fim de proteger meu relacionamento com os diáconos e os irmãos, eu não ousei expor nem lidar com a falsa líder e não comunguei sobre a verdade para ajudá-los a discernir. Eu tinha me tornado um escudo para a falsa líder, uma cúmplice de Satanás. O que eu estava fazendo era maligno. Vejam bem, Deus veio encarnado e expressou tanta verdade para nos regar e suprir, e eu recebi tudo que tenho de Deus, mas quando o trabalho da casa de Deus foi prejudicado, decidi tolerar que uma falsa líder interrompesse seu trabalho. Vi como eu era ingrata naquele momento. Eu carecia de qualquer consciência, razão e não tinha um pingo de humanidade. Eu era uma decepção para Deus.

Depois disso, lembrei-me de outra passagem da palavra de Deus: “Todos vocês dizem que têm consideração pelo fardo de Deus e que defenderão o testemunho da igreja, mas quem dentre vocês realmente foi atencioso com o fardo de Deus? Perguntem a si mesmos: Você é alguém que demonstrou consideração pelo fardo de Deus? Você pode praticar a justiça para Deus? Você pode se levantar e falar por Mim? Você pode colocar a verdade em prática firmemente? Você tem coragem suficiente para lutar contra todos os atos de Satanás? Você seria capaz de colocar suas emoções de lado e expor Satanás em prol da Minha verdade? Você pode permitir que Minhas intenções sejam cumpridas em você? Você ofereceu seu coração nos momentos mais cruciais? Você é alguém que faz a Minha vontade? Faça a si mesmo essas perguntas e pense sobre elas com frequência” (‘Capítulo 13’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”). Cada linha da palavra de Deus me fazia entender Sua vontade. Uma falsa líder tinha aparecido nessa igreja, e Deus esperava que ficássemos do Seu lado, considerássemos a Sua vontade e protegêssemos os interesses da casa de Deus. A igreja tinha arranjado esse dever para mim, para que eu demitisse rapidamente falsos líderes se necessário, usasse os princípios para escolher a pessoa certa e desse aos meus irmãos uma boa vida na igreja. Se eu sempre considerasse e planejasse para meu benefício e não conseguisse defender os interesses da casa de Deus, eu certamente seria rejeitada por Deus. Percebi que a irmã Lin não buscava a verdade e que suas opiniões não tinham mudado, como, então, ela podia regar seus irmãos? Se permitisse que alguém assim permanecesse, ela continuaria a perturbar o trabalho da casa de Deus e impedir que as pessoas entrassem na vida. Quando percebi isso, eu não temi mais ser chamada de arrogante e presunçosa por demitir a irmã Lin, pois sabia claramente que fazer isso era defender os princípios, praticar a verdade e proteger a obra da casa de Deus, não era arrogância nem presunção. Somente aqueles que agem sem base nas palavras de Deus ou na verdade, fazem o que querem e se agarram às suas próprias noções e ideias são arrogantes, presunçosos e contrariam a verdade.

Então, depois disso, usei a palavra de Deus para comungar com eles sobre as consequências de não demitir a irmã Lin e comunguei sobre como líderes e obreiros devem fazer trabalho prático, o que é humanidade boa, o que é calibre bom e o que é um coração amoroso. Depois da minha comunhão, meus irmãos conseguiram discernir a irmã Lin. Também viram que existem princípios para transferências e demissões na casa de Deus. A casa de Deus não olha para os dons ou o calibre de uma pessoa, mas vê se ela pode buscar a verdade, praticar a verdade e fazer trabalho prático. A irmã Lin era uma falsa líder e devia ser demitida. Então fui comungar com a irmã Lin, mas descobri que ela estava basicamente entorpecida. Ela não se sentia culpada nem culpava a si mesma. Eu a demiti durante aquela conversa. Depois disso, comunguei com os irmãos sobre os princípios para as eleições e selecionamos um novo líder de igreja.

Depois de encerrar o trabalho de eleição, pensei em como os irmãos denunciaram alguns dos comportamentos do irmão Xiao Lei. Disseram que ele nunca buscava a verdade, acreditava em Deus havia anos sem mudança em suas opiniões, que cobiçava dinheiro e coisas mundanas, que só se preocupava em enriquecer e levar uma vida extraordinária. Sempre que recebia um dever, ele estava ocupado fazendo negócios para ganhar dinheiro, estava infeliz cumprindo seus deveres e, além disso, vendia esquemas de investimento e de fazer dinheiro para as pessoas na igreja. Seu comportamento já estava causando perturbação e interrupção na vida da igreja. Pensei: “Devo comungar com ele e alertá-lo”. No dia da reunião, ele não voltou para casa de propósito e perdeu a reunião. Tive que esperar por ele até a noite. Eu lhe perguntei: “Como você vê as interrupções que você tem causado na vida da igreja? Você refletiu e tentou entender a si mesmo?”. Ele não tinha nenhum entendimento e não se arrependia de nenhuma de suas ações e estava cheio de equívocos e queixas. Disse que tinha acreditado em Deus por anos e não tinha ganhado nada. Seu filho lhe desobedecia, sua esposa não o entendia… Ele jogou toda a culpa em outras pessoas e não disse nada sobre seus próprios problemas. Quando comunguei com ele, eu o orientei a refletir e a vir a conhecer a si mesmo, mas ele resistiu muito. Ele também disse: “Qual é o sentido de praticar a verdade?”. Lembro-me de que, uma vez, uma irmã tinha usado a palavra de Deus para apontar sua conduta de incrédulo, mas ele não entendeu nem se arrependeu. Xiao Lei nunca buscou a verdade e, em muitos aspectos, se comportava como um incrédulo. De acordo com os princípios, para alguém que não busca a verdade, não cumpre seus deveres e interrompe a vida da igreja, deve-se arranjar reuniões solitárias. Não se deve permitir que ele interrompa a vida da igreja. Alguém como Xiao Lei deveria receber reuniões solitárias, caso contrário, ele influenciaria e perturbaria pessoas de estatura baixa, que carecem de discernimento. Então, comunguei e ofereci discernimento aos líderes e diáconos da igreja. Todos concordaram que Xiao Lei deveria ter reuniões solitárias e tempo para refletir. Mas vários dias depois, uma irmã me enviou uma carta dizendo que Xiao Lei queria praticar a verdade, mas era controlado por caracteres corruptos e não conseguia, portanto, não merecia ter reuniões solitárias. Quando vi a carta, hesitei. Se Xiao Lei queria se arrepender e mudar, se eu arranjasse reuniões solitárias para que ele refletisse, isso não o tornaria mais negativo? Se Xiao Lei e os outros soubessem que a sugestão partira de mim, eles diriam que que não dava tempo às pessoas para se arrepender? Eu tinha chegado nessa igreja havia pouco tempo, mas eu estava demitindo falsos líderes e lidando com incrédulos. Os irmãos diriam que eu estava tentando assustá-los e sendo impiedosa demais? Também considerei que Xiao Lei era eloquente e sabia convencer as pessoas. Quando fosse comungar com ele e expô-lo, se ele não concordasse, se opusesse a mim ou se irritasse comigo, o que eu faria? Quando pensei nessas coisas, eu me vi em dificuldades novamente, então vim para diante de Deus e orei para pedir que Ele me guiasse para entender a Sua vontade e me permitisse agir de acordo com os princípios da verdade.

Depois disso, li uma passagem da palavra de Deus. “A igreja está em construção e Satanás está tentando demoli-la com todos os seus esforços. Ele quer demolir a Minha construção por quaisquer meios possíveis; por essa razão, a igreja precisa ser purificada rapidamente. Nem os menores resíduos do mal devem permanecer; assim, a igreja precisa ser purificada para que se torne impecável e continue a ser tão pura quanto no passado. Vocês precisam estar atentos e em espera o tempo todo e precisam orar mais perante Mim. Vocês precisam reconhecer os diversos complôs e esquemas astutos de Satanás, reconhecer os espíritos, conhecer as pessoas e ser capazes de discernir todos os tipos de pessoas, acontecimentos e coisas; vocês também precisam comer e beber mais das Minhas palavras e, mais importante, precisam ser capazes de comer e beber delas por si mesmos. Equipem-se com tudo da verdade e venham perante Mim para que Eu possa abrir os olhos espirituais de vocês e permitir que vejam todos os mistérios que repousam no espírito… Quando a igreja entra na fase de construção, os santos marcham para a batalha. As muitas feições horrendas de Satanás se apresentam a vocês: vocês param e voltam para trás ou se levantam e, confiando em Mim, continuam a avançar? Exponham completamente as feições feias e corruptas de Satanás, não poupem sentimentos e não mostrem misericórdia! Lutem contra Satanás até a morte! Eu sou seu apoio e você precisa ter o espírito do filho varão! Satanás está atacando em sua agonia final de morte, mas ele ainda será incapaz de escapar do Meu julgamento. Satanás está sob os Meus pés e também está sendo pisoteado sob os pés de vocês — isso é fato!” (‘Capítulo 17’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”). A palavra de Deus me mostrou que, assim como Deus opera para salvar as pessoas, Satanás também faz de tudo para interromper a obra de Deus. Deus permite que falsos líderes, anticristos, malfeitores e incrédulos apareçam na igreja para que nós possamos nos equipar com a verdade, discernir pessoas, assuntos e coisas em nossa volta usando os princípios da verdade, entender quais coisas vêm de Deus e quais vêm de Satanás, ficar do lado de Deus, discernir e rejeitar todas as coisas negativas de Satanás e deixar de ter misericórdia com Satanás. Pensei de novo em Xiao Lei, em como ele nunca buscava nem praticava a verdade, em como ele acreditava em Deus por anos, mas ainda tinha as opiniões de um incrédulo e em como, quando seus irmãos comungavam com ele, ele sempre tinha alguma falácia pronta para refutá-los. Na vida da igreja, ele sempre falava sobre coisas que nada tinham a ver com a verdade, nunca exercia um papel positivo e não tinha o menor entendimento nem se arrependia de suas ações. No que dizia respeito a alguém como Xiao Lei, se ele não fosse tratado e colocado em reuniões solitárias imediatamente, ele impediria a entrada na vida de seus irmãos ainda mais e confundiria os irmãos de estatura baixa. Percebi que a casa de Deus tem esse princípio para lidar com os incrédulos porque incrédulos e irmãos que acreditam e amam a verdade sinceramente são tipos totalmente diferentes de pessoas. Reuniões separadas para aqueles que não exercem um papel positivo na igreja serve para limitar seus feitos malignos, garantir que não perturbem a vida da igreja e permitir que os outros busquem melhor a verdade e sejam salvos. Meu dever era o de uma líder, então eu devia tratar incrédulos de acordo com os princípios. Se eu recuasse e ignorasse meu dever para proteger meus interesses e não ofender os outros, eu não estaria protegendo Satanás e tolerando incrédulos que perturbavam meus irmãos na igreja? Mais tarde, vi outra passagem da palavra de Deus e aprendi qual era a causa de eu não conseguir praticar a verdade nem defender os princípios. As palavras de Deus dizem: “A maioria das pessoas deseja buscar e praticar a verdade, mas, na maior parte do tempo, só têm a determinação e o desejo de fazê-lo; sai verdade não se tornou sua vida. Como resultado, quando deparam com forças malignas ou encontram pessoas perversas e más cometendo atos malignos ou falsos líderes e anticristos fazendo coisas de uma maneira que viole princípios — assim fazendo com que a obra da casa de Deus sofra perdas e prejudicando os escolhidos de Deus — elas depois perdem a coragem de se manifestar e se pronunciar. O que significa quando você não tem coragem? Significa que você é tímido ou inarticulado? Ou é que você não entende completamente e portanto não tem confiança para se pronunciar? Não é nada disso; é que você está sendo controlado por vários tipos de caracteres corruptos. Um desses caracteres é astúcia. Você pensa primeiro em si mesmo, pensando: ‘Se eu me pronunciar, como isso me beneficiará? Se eu me pronunciar e desagradar alguém, como conviveremos no futuro?’ Essa é uma mentalidade astuta, certo? Isso não é o resultado de um caráter astuto? Outro é um caráter egoísta e mau. Você pensa: ‘O que uma perda dos interesses da casa de Deus tem a ver comigo? Por que deveria me importar? Não tem nada a ver comigo. Ainda que eu veja ou ouça acontecer, não preciso fazer nada. Não é responsabilidade minha — não sou um líder’. Essas coisas estão dentro de você, como se tivessem brotado de sua mente inconsciente e como se ocupassem posição permanente em seu coração — elas são o caráter satânico corrupto do homem. […] Você nunca diz o que realmente pensa. Tudo foi pré-editado pelo seu cérebro, em sua mente. Tudo que você diz é uma mentira, é contrário aos fatos, tudo é em prol de sua defesa espúria, para a sua vantagem. Algumas pessoas são enganadas, e isso lhe basta: suas palavras e ações alcançaram seus objetivos. É isso que está em seu coração, esses são os seus caracteres. Você é totalmente controlado por seus caracteres satânicos. Você não tem poder sobre aquilo que diz e faz. Mesmo que quisesse, você não conseguiria dizer a verdade nem aquilo que realmente pensa; mesmo que quisesse, não conseguiria praticar a verdade; mesmo que quisesse, não conseguiria cumprir suas responsabilidades. Tudo que você diz, faz e pratica é uma mentira, e você simplesmente é desleixado e superficial. Evidentemente, você está completamente acorrentado e controlado por seu caráter satânico. Você pode querer aceitar e buscar a verdade, mas não é capaz disso: você nada mais é do que um fantoche de carne corrupta, você se tornou um instrumento de Satanás, você diz e faz tudo que seu caráter satânico o instrui a fazer” (‘Só aqueles que praticam a verdade são tementes a Deus’ em “Registros das falas de Cristo dos últimos dias”). Lembrei-me do meu comportamento. Sempre que devia praticar a verdade, eu só me preocupava com meu status e reputação. Eu era muito egoísta e astuta. Filosofias satânicas como “cada um por si e o demônio pega quem fica por último” e “proteja a si mesmo, só tente escapar da culpa” já tinham se arraigado em minha mente. Eu vivia segundo essas coisas, por isso não ousava defender os princípios da verdade. No que dizia respeito à demissão da irmã Lin, eu temia que meus colegas dissessem que eu era arrogante e presunçosa, então não ousei defender os princípios. Protegi minha própria imagem às custas da obra da casa de Deus e não consegui demitir a irmã Lin a tempo. Além disso, o comportamento de Xiao Lei já tinha interrompido a vida de igreja, então, de acordo com os princípios, ele devia ter reuniões isoladas para garantir que os outros tivessem uma vida de igreja correta e não fossem confundidos nem perturbados. Isso ajudaria tanto Xiao Lei quanto a entrada na vida dos outros na igreja. Mas, de novo, eu temia que meus irmãos diriam que eu não dava às pessoas uma chance de se arrepender e não considerava suas fraquezas, o que afetaria meu status e imagem em sua mente, por isso eu estava disposta a permitir que a vida de igreja fosse prejudicada e eu não conseguia defender os princípios nem praticar a verdade. Tudo que importava era proteger meu próprio status e imagem, e eu não me importava com os danos causados ao trabalho da igreja e aos interesses da casa de Deus. Como eu podia dizer que era uma crente sincera em Deus? Só então percebi que eu havia sido profundamente envenenada pelas filosofias satânicas. Eu era egoísta, enganosa e não tinha nenhuma semelhança humana. Deus gosta de pessoas que ousam defender os princípios da verdade e têm um senso de justiça, que têm a coragem de defender todas as coisas positivas e de rejeitar todas as coisas negativas. Isso é o que Deus exige de nós. A questão de Xiao Lei era Deus me testando. Ele estava verificando se eu conseguia proteger os interesses da casa de Deus. Pensei: “Devo ser uma pessoa com um senso de justiça. Não importa o que os outros pensem de mim, devo defender os princípios da verdade”. Depois disso, por meio de comunhão, os outros aprenderam a discernir o comportamento incrédulo de Xiao Lei, e 80 % dos irmãos concordaram em arranjar reuniões solitárias e observação para Xiao Lei. Em seguida, fui comungar com Xiao Lei e usei seu comportamento consistente para expor seus problemas. Mas ele nem me deixou terminar e começou a se defender e a me refutar, dizendo que os irmãos investiam voluntariamente, que isso nada tinha a ver com ele… Quando ele se comportou daquele jeito, ele provou que era um incrédulo. Então, arranjei reuniões solitárias para ele e que ele fosse observado por um tempo, e se ainda assim não mostrasse nenhum conhecimento nem arrependimento, ele seria expulso da igreja. Depois de praticar de acordo com os princípios da verdade, tive um senso indescritível de paz e alegria no meu coração.

Depois dessa experiência, comecei a entender meus caracteres corruptos, pude renunciar aos meus interesses e praticar a verdade e consegui viver um pouco de semelhança humana. Tudo isso foi a salvação de Deus. Vejo também que a casa de Deus é diferente do mundo. Na casa de Deus governa a verdade. Quando praticamos a verdade e agimos com princípios, ganhamos a bênção e orientação de Deus. Graças a Deus!

Nota de rodapé:

a. “Virar o cotovelo para fora” é uma expressão chinesa, que significa que uma pessoa ajuda outras à custa de pessoas próximas a essa pessoa, por exemplo, pais, filhos, parentes ou irmãos.

Todos os dias temos 24 horas e 1440 minutos. Você está disposto a dedicar 10 minutos para estudar o caminho de Deus? Você está convidado a se juntar ao nosso grupo de estudo.

Conteúdo relacionado

O dano feito pela inveja

Por Yi Ning, China Eu fui eleita líder de igreja pouco tempo atrás e sou responsável pelo trabalho de algumas igrejas. Não demorou, e...

Entre em contato conosco pelo WhatsApp