A aparição e obra de Deus na China é muito significativa

27 de Setembro de 2020

Por Alisha, Coreia do Sul

Um dia, assisti ao vídeo de um hino intitulado “Deus trouxe Sua glória ao Oriente”, que realmente me tocou. As letras dizem: “Dei a Minha glória a Israel e então a retirei, trazendo assim os israelitas para o Oriente e toda a humanidade para o Oriente. Trouxe-os todos para a luz para que possam se reunir a ela e estar associados a ela, e não mais precisar procurá-la. Farei com que todos os que estão buscando vejam a luz novamente e vejam a glória que tive em Israel; deixarei que vejam que há muito tempo desci sobre uma nuvem branca em meio à humanidade; deixarei que vejam as inúmeras nuvens brancas e os frutos em seus abundantes cachos e, sobretudo, que vejam Deus Jeová de Israel. Eu os deixarei contemplar o Mestre dos Judeus, o tão esperado Messias e a Minha plena aparição que fui perseguido pelos reis ao longo das eras. Trabalharei por todo o universo e realizarei uma grande obra, revelando toda a Minha glória e todos os Meus feitos ao homem nos últimos dias. Mostrarei Meu glorioso semblante em sua plenitude àqueles que esperaram muitos anos por Mim, àqueles que desejaram que Eu viesse numa nuvem branca, a Israel que desejou que Eu aparecesse uma vez mais, e a toda a humanidade que Me persegue, para que todos saibam que há muito tempo retirei a Minha glória e a trouxe para o Oriente, e ela não está mais na Judeia. Pois os últimos dias já chegaram!(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “O ressoar dos sete trovões: profetizando que o evangelho do reino se expandirá por todo o universo”). Esse vídeo me deixou de queixo caído. Deus traz Sua glória de Israel para o Oriente nos últimos dias. Ele apareceu na China, a nação mais resistente a Deus de todas, realizando Sua obra e expressando a verdade para conquistar e salvar todas as pessoas no universo. Esse é o poder e a sabedoria de Deus. No passado, eu não era familiarizada com a obra de Deus. Com base em minhas noções, eu pensava que o Senhor apareceria em Israel quando retornasse. Só depois de ler as palavras de Deus Todo-Poderoso que compreendi o significado incrível da aparição e do trabalho de Deus na China.

Encontrei a fé no Senhor em 1997, busquei com entusiasmo, sendo voluntária na igreja e pagando o dízimo regularmente todos os meses. Em abril de 2011, vim para a Coreia do Sul para trabalhar e, por mais ocupada que eu estivesse com o trabalho, eu ainda frequentava os cultos de domingo. Mas os sermões do pastor eram a mesma coisa de sempre. Os membros frequentemente cochilavam ou ficavam conversando. Não havia nenhum sustento nem alegria. Com o tempo, passei a não querer ir aos cultos. Mas como eu era cristã, achei que não era certo deixar de ir. Assim, me forcei a continuar frequentando.

Então, um dia, por acaso, encontrei uma das minhas amigas antigas de igreja. Ela me convidou a ir à casa dela, e sua amiga Audrey também foi. Nós nos conhecemos naquele dia, mas nos demos bem imediatamente. Conversamos sobre nossa situação e sobre a desolação na igreja. Audrey comunicou comigo sobre a desolação da igreja estar acontecendo porque Deus está realizando obra nova, e porque a obra do Espírito Santo mudou. Que devemos ser como as virgens sábias, buscando a aparição e obra de Deus e ouvindo Sua voz para acolhermos o Senhor e ganhar o sustento das águas vivas. Achei as palavras dela bastante esclarecedoras. Depois, Audrey disse: “O Senhor Jesus já retornou. Ele encarnou como Deus Todo-Poderoso e apareceu na China para realizar Sua obra, expressando a verdade e realizando a obra de julgamento a começar pela casa de Deus para purificar e salvar a humanidade plenamente. Deus Todo-Poderoso iniciou a Era do Reino e concluiu a Era da Graça. Todos os que aceitarem Sua obra nos últimos dias são as virgens sábias arrebatadas diante do trono de Deus. Eles estão recebendo a provisão da palavra de Deus e participando do banquete das bodas do Cordeiro”. Fiquei realmente chocada com o que Audrey disse e tive dificuldade de acreditar nela: o Senhor retornou? E veio para a China? Na época do Velho e do Novo Testamento, Deus realizou Sua obra em Israel, e a Bíblia diz: “Naquele dia estarão os Seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente; se o monte das Oliveiras será fendido pelo meio, do oriente para o ocidente e haverá um vale muito grande; e metade do monte se removerá para o norte, e a outra metade dele para o sul(Zacarias 14:4). Nos últimos dias, o Senhor deve aparecer no Monte das Oliveiras, em Israel. Como Ele poderia estar na China? Expressei minha confusão à Audrey.

Ela simplesmente sorriu e disse: “As profecias sobre o retorno do Senhor são misteriosas. Não conseguimos compreender seu significado até terem sido cumpridas e vermos como Deus realizou Sua obra — só então qualquer um poderá compreender o que as profecias significavam. Não devemos limitar a obra de Deus usando o significado literal das profecias com base em nossas noções e imaginações, porque, se o fizermos, corremos o risco de resistir a Deus. Veja os fariseus, por exemplo. Eles olharam para a profecia sobre a vinda do Messias, agarrando-se ao seu significado literal, pensando que, quando o Senhor viesse, teria de ser chamado Messias. Como resultado, quando o Senhor Jesus veio e Ele não se chamava Messias, eles acreditavam que isso não combinava com as palavras das profecias e deram tudo de si para negar e resistir ao Senhor Jesus. Não importava quanto poder e autoridade tivesse a pregação do Senhor Jesus — eles simplesmente não queriam aceitar e, no fim, O pregaram na cruz. Eles foram amaldiçoados e punidos por Deus. Se limitarmos a obra de Deus com base nas palavras das profecias da Bíblia, e não investigarmos os fatos da aparição e obra de Deus, corremos o risco de cometer o mesmo erro dos fariseus. Nos últimos dias, Deus Todo-Poderoso realiza a obra de julgamento, começando pela casa de Deus, expressando todas as verdades que purificam e salvam a humanidade, como uma luz brilhante surgindo no Oriente. Em pouco mais de 20 anos, a obra de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias se espalhou por toda a China e agora alcançou até mesmo outros países ao redor do mundo. ‘A Palavra manifesta em carne’, uma coletânea das palavras de Deus Todo-Poderoso, foi traduzida para mais de 20 línguas e publicada na internet para que as pessoas de todo o mundo busquem e investiguem. A obra de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias tem se espalhado como um relâmpago, reluzindo desde o Oriente até o Ocidente, abalando o mundo inteiro e cumprindo completamente a profecia do Senhor Jesus: ‘Assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até o ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem(Mateus 24:27). Cumpriu também a profecia no Livro de Malaquias 1:11: ‘Mas desde o nascente do sol até o poente é grande entre as nações o Meu nome […] diz Jeová dos exércitos’”. Ao ouvir isso, de repente percebi: o Senhor retornou na China, não em Israel, e a Bíblia profetizou isso há muito tempo.

Em seguida, Audrey leu outra passagem das palavras de Deus Todo-Poderoso: “Na verdade, Deus é o Mestre de todas as coisas. Ele é o Deus de toda a criação. Ele não é o Deus somente dos israelitas, nem somente dos judeus; Ele é o Deus de toda a criação. Os dois estágios anteriores de Sua obra aconteceram em Israel, o que gerou certas concepções nas pessoas. Elas acreditam que Jeová realizou Sua obra em Israel, que o próprio Jesus realizou a Sua obra na Judeia e, além disso, que Ele se encarnou para realizar a obra — e, seja como for, a obra não se estendeu para além de Israel. Deus não operou nos egípcios nem nos indianos; Ele só operou nos israelitas. As pessoas formam, então, várias concepções e delineiam a obra de Deus dentro de determinado escopo. Elas dizem que, quando Deus opera, Ele o deve fazer em meio ao povo escolhido e em Israel; exceto pelos israelitas, Deus não opera em mais ninguém, nem há qualquer escopo maior de Sua obra. Elas são particularmente rigorosas quando se trata de manter o Deus encarnado ‘na linha’, não permitindo que Ele vá além das fronteiras de Israel. Ora, não são todas estas apenas concepções humanas? Deus fez os céus, a terra e todas as coisas, além de toda a criação; como Ele poderia restringir Sua obra apenas a Israel? Se assim fosse, qual seria o objetivo de toda a Sua criação? Ele criou o mundo todo e realizou o Seu plano de gestão de seis mil anos não apenas em Israel, mas também em cada pessoa do universo. […] Se fosse agir de acordo com as concepções humanas, Deus seria somente o Deus dos israelitas e, assim, seria incapaz de estender Sua obra às nações gentias porque seria apenas o Deus dos israelitas, e não o Deus de toda a criação. As profecias dizem que o nome de Jeová seria magnificado em meio às nações gentias e que ele seria propagado às nações gentias. Por que isso foi profetizado? Se Deus fosse somente Deus dos israelitas, Ele só operaria em Israel. Além disso, Ele não propagaria esta obra e não faria tal profecia. Uma vez que, de fato, fez esta profecia, Ele certamente estenderá Sua obra às nações gentias, a toda nação e a todas as terras. Já que declarou isso, Ele deve cumprir; este é o Seu plano, pois Ele é o Senhor que criou os céus, a terra e todas as coisas, e o Deus de toda a criação. Independentemente de Ele operar em meio aos israelitas ou por toda a Judeia, a obra que Ele faz é a obra de todo o universo e de toda a humanidade. A obra que Ele faz hoje na nação do grande dragão vermelho — numa nação gentia — ainda é a obra de toda a humanidade. Israel pôde ser a base de Sua obra na terra; semelhantemente, a China também pode ser a base de Sua obra em meio às nações gentias. Ele não cumpriu agora a profecia de que ‘o nome de Jeová será magnificado em meio às nações gentias’?(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Deus é o Senhor de toda a criação”).

Depois de ler as palavras de Deus Todo-Poderoso, Audrey comunicou: “Deus é o Senhor de toda a criação, Ele governa sobre todo o universo e preside o destino de todos os homens. Ele não é apenas o Deus dos israelitas, mas mais do que isso, Ele é o Deus de toda a criação. Ele tem o direito de realizar sua obra em qualquer nação e entre qualquer povo. Qualquer que seja o país em que Ele aparecer e trabalhar, Sua obra se dirige a toda a humanidade e a fim de guiá-la em seu desenvolvimento. Na Era da Lei, por exemplo, Deus Jeová operou em Israel, proclamou Sua lei e iniciou a Era da Lei. Depois, usando essa nação como centro, Ele aos poucos expandiu Sua obra para outras terras, para que todas as nações e povos honrassem Seu nome como grandioso. Na Era da Graça, o Senhor Jesus realizou a obra de redenção na Judeia. Mas o Senhor Jesus não redimiu apenas os judeus, Ele redimiu toda a humanidade. Agora, dois mil anos depois, o evangelho do Senhor Jesus se espalhou a todos os cantos do mundo. Nos últimos dias, Deus Todo-Poderoso veio, e Ele apareceu e começou a operar na China, antes de expandi-la por todo o universo. Agora, as palavras e a obra de Deus Todo-Poderoso são como uma luz brilhando desde o Oriente, sendo espalhado e testificado entre muitas nações do Ocidente. Grandes multidões ouviram a voz de Deus nas palavras de Deus Todo-Poderoso e vieram para diante do trono de Deus para aceitar o julgamento e a purificação de Suas palavras. Vemos que não importa a era, quando Deus decide aparecer e trabalhar em meio a um povo ou uma nação, Ele sempre escolhe um lugar para começar a trabalhar. Depois, usando esse local como exemplo, aos poucos Ele expande Sua obra para outros locais para concluir Sua obra de salvar o homem. Esse é o princípio por trás da obra de Deus. Se nos guiarmos por nossas noções e imaginações, pensando que, como Deus trabalhou em Israel na Era da Lei e na Era da Graça, Ele deve ser apenas o Deus de Israel, que o evangelho só pode vir de Israel, só o povo de Israel é o verdadeiro povo escolhido de Deus e os únicos dignos de Suas bênçãos, e que Deus não aparecerá e trabalhará nas nações gentias; não estaríamos assim delimitando Deus? Deus diz: ‘o nome de Jeová será magnificado em meio às nações gentias’, então, como isso seria realizado e cumprido? Deus Se tornou carne nos últimos dias e realiza Sua obra na China, um país governado pelo ateísmo, esmagando as noções das pessoas. Ele mostrou que Ele não opera de acordo com regras, mas de acordo com Seu próprio plano. Ele também nos mostrou que não salva apenas o povo de Israel, mas também os gentios e que Ele não é só o Deus dos israelitas, mas o Deus de toda a humanidade. Ele é o Deus de todos os seres criados. Onde quer que Deus apareça e trabalhe, é sempre significativo, e Ele sempre escolhe o lugar que melhor servirá ao propósito de salvar o homem”.

A comunhão de Audrey me fez sentir muito envergonhada. Eu realmente não entendia Deus. Sabendo que Deus realizou Sua obra durante a Era da Lei e a Era da Graça em Israel, eu pensava que Ele só apareceria e trabalharia em Israel. Se Deus realizasse sua obra novamente em Israel nos últimos dias, eu O teria delimitado ainda mais como o Deus dos israelitas, e isso significaria negar que Deus é o Governante de toda a humanidade! Onde Deus aparece e realiza Sua obra é sempre um reflexo de Seu plano e Sua sabedoria. Somos inadequados para fazer comentários sobre a obra de Deus, e mais ainda para delimitar Sua obra. Mas eu ainda tinha algumas reservas. A China é um país governado por um regime ateu. É o país que mais nega e resiste a Deus. Se Deus não pretende aparecer e trabalhar em Israel, por que Ele não opera em nações como os EUA ou o Reino Unido, onde o cristianismo é a religião principal? Por que realizar Sua obra na China dentre todos os outros lugares? Expressei essas dúvidas à Audrey. Audrey disse: “Deus Todo-Poderoso falou claramente sobre isso. Deus Todo-Poderoso diz: ‘A obra de Jeová foi a criação do mundo, foi o início; este estágio da obra é o fim e a conclusão da obra. No início, a obra de Deus foi realizada entre os escolhidos de Israel e ela foi o alvorecer de uma nova época no mais santo de todos os lugares. O último estágio da obra é realizado no mais impuro de todos os países, para julgar o mundo e levar ao fim da era. No primeiro estágio, a obra de Deus foi feita no mais brilhante de todos os lugares, enquanto o último estágio é realizado no mais tenebroso de todos os lugares, e essas trevas serão expulsas, a luz surgirá e todo o povo conquistado. Quando as pessoas deste lugar mais impuro e mais tenebroso de todos tiverem sido conquistadas e toda a população tiver reconhecido que existe um Deus, que é o verdadeiro Deus, quando cada pessoa tiver sido totalmente convencida, esse fato será utilizado para realizar a obra de conquista em todo o universo. Este estágio da obra é simbólico: uma vez concluída a obra desta era, a obra de seis mil anos de gerenciamento chegará a um fim completo. Uma vez que aqueles que estão no mais tenebroso de todos os lugares tiverem sido conquistados, é evidente que também será assim em todos os outros lugares. Como tal, apenas a obra de conquista na China carrega um simbolismo significativo. A China incorpora todas as forças das trevas, e o povo da China representa todos aqueles que são da carne, de Satanás e de carne e sangue. O povo chinês foi o mais corrompido pelo grande dragão vermelho, que tem a mais forte oposição a Deus, cuja humanidade é mais baixa e impura e, por isso, ele é o arquétipo de toda a humanidade corrupta. […] É nas pessoas da China que a corrupção, a impureza, a injustiça, a oposição e a rebeldia se manifestam mais completamente e se revelam em todas as suas variadas formas. Por um lado, elas são de baixo calibre e, por outro, sua vida e mentalidade são atrasadas, e seus hábitos, ambiente social, família de nascimento — todos são baixos e os mais atrasados. Seu status também é baixo. A obra é simbólica neste lugar, e após esta obra de teste ter sido realizada em sua totalidade, a obra subsequente de Deus será muito mais fácil. Se este estágio da obra puder ser concluído, então a obra subsequente, nem é preciso dizer. Uma vez que esta etapa da obra tiver sido realizada, um grande êxito terá sido plenamente alcançado, e a obra de conquista por todo o universo terá chegado totalmente ao fim. De fato, assim que a obra entre vocês tiver sido bem-sucedida, isso será equivalente a um sucesso em todo o universo. Essa é a importância do porquê faço vocês servirem de modelos e exemplos. Rebelião, oposição, impureza, injustiça — tudo isso é encontrado nessas pessoas, e nelas está representada toda a rebeldia da humanidade. Elas são realmente demais. Assim, elas são apresentadas como o epítome da conquista e, uma vez conquistadas, se tornarão, naturalmente, exemplo e modelo para as outras pessoas(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “A visão da obra de Deus (2)”). As palavras de Deus nos mostram que Deus escolhe o local e escolhe o alvo de Sua obra em cada estágio com base nas necessidades de Sua obra. Sempre existe um significado específico e é sempre para avançar a salvação da humanidade. Por exemplo, Deus realizou os dois primeiros estágios da obra em Israel, porque os israelitas eram o povo escolhido de Deus. Eles criam em Deus e O adoravam. Tinham um coração que teme a Deus e eram o povo menos corrompido de toda a humanidade. Por isso foi mais fácil para Deus criar um grupo exemplar de adoradores ao trabalhar entre eles. E assim, a obra de Deus poderia se espalhar com mais rapidez e facilidade para que toda a humanidade pudesse saber sobre a existência e a obra de Deus, e mais pessoas pudessem vir para diante de Deus e receber Sua salvação. Ter realizado os dois primeiros estágios da obra de Deus em Israel foi verdadeiramente simbólico. Deus selecionou Israel totalmente de acordo com as necessidades de Sua obra. Nos últimos dias, Deus realiza a obra de julgamento e purificação. Ele expressa a verdade para julgar e expor a corrupção e iniquidade da humanidade, mostrando à humanidade Seu caráter justo, colérico e que não pode ser ofendido. Assim, Ele tem de escolher o povo mais corrupto e resistente a Deus para dar o exemplo. Somente ao fazer isso, a obra de Deus pode alcançar o melhor resultado. Como todos sabem, os chineses são aqueles que mais foram corrompidos por Satanás. Eles são o povo mais retrógrado, impuro, mais insignificante, que mais nega e resiste a Deus de toda a humanidade. São o arquétipo de toda a humanidade corrupta. Ao realizar a obra de julgamento na China, e atacar o caráter corrupto do povo chinês, Deus revela a humanidade do modo mais completo e incisivo, e a verdade que Ele expressa é a mais completa e que melhor revela seu caráter santo e justo. Deus usa a verdade expressa por meio de Sua obra no povo escolhido da China para conquistar e salvar toda a humanidade, e permitir que eles vejam seu caráter santo e justo para que todos se acheguem a Ele para louvá-Lo. Essa é a sabedoria da obra de Deus. Se o povo mais corrupto puder ser aperfeiçoado por Deus, então tornar os outros completos será algo natural, e Satanás será então completamente destruído. Ao trabalhar na China, Deus receberá o mais estrondoso testemunho e a maior glória. Se a obra de Deus fosse feita em Israel ou em países predominantemente cristãos, como os EUA e o Reino Unido, o objetivo final de conquistar e salvar toda a humanidade não poderia ser alcançado. Assim, conforme as necessidades da obra de julgamento, Deus apareceu e está operando na China, o que é muito mais significativo. Pelo objetivo e local da obra de Deus, e seu efeito definitivo em cada estágio, podemos ver que a obra de Deus é de fato sábia e maravilhosa!”. Ao ouvir isso, eu disse, entusiasmada: “Sim, Israel é uma nação que adora a Deus e um povo que está entre os menos corrompidos da humanidade. Se o Senhor retornasse para trabalhar em Israel, a obra de conquista de Deus não alcançaria um bom resultado. De todas as nações, a China é a mais atrasada e a mais resistente a Deus. Assim, ao conquistar os chineses, além de alcançar o maior resultado com Sua obra de conquista, Deus também manifesta melhor todo o Seu poder, Sua sabedoria e Seus feitos milagrosos. Agora vejo o quanto é significativo o fato de Deus trabalhar na China nos últimos dias. Eu não conhecia a obra de Deus, mas a limitei usando noções e imaginações. Como eu era arrogante!”.

Então Audrey disse: “Não importa como ou onde Deus realiza Sua obra, sempre existe mistério e verdade a se buscar. Quanto a como devemos acolher o retorno do Senhor, o Senhor Jesus nos disse: ‘Mas à meia-noite ouviu-se um grito: Eis o noivo! saí-lhe ao encontro!(Mateus 25:6). ‘As Minhas ovelhas ouvem a Minha voz(João 10:27). E há também esta profecia em Apocalipse: ‘Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a Minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele Comigo(Apocalipse 3:20). Portanto, ao acolher a vinda do Senhor e buscar sua aparição, o mais importante é ouvir a voz de Deus. Se ouvirmos testemunho de que o Senhor voltou, devemos buscar e investigar, para ver se existe a expressão da verdade e se é a voz de Deus, pois onde quer que a verdade seja expressa, lá também estará a voz de Deus, assim como Sua aparição e obra. Isso é absolutamente verdade. Exatamente como Deus Todo-Poderoso diz: ‘Quanto mais as pessoas acreditam que algo é impossível, mais provável é que isso ocorra, pois a sabedoria de Deus se eleva acima dos céus, os pensamentos de Deus são mais elevados que os pensamentos do homem e a obra de Deus transcende os limites do pensamento e das noções do homem. Quanto mais algo for impossível, mais há verdade para ser buscada; quanto mais algo estiver além das noções e da imaginação do homem, mais irá conter a vontade de Deus. Pois onde quer que Deus Se revele, Deus ainda é Deus e Sua essência nunca mudará por conta do local ou modo de Sua aparição. O caráter de Deus continua o mesmo, onde quer que estejam Suas pegadas; não importa onde estejam as pegadas de Deus, Ele é o Deus de toda a humanidade, assim como o Senhor Jesus não é apenas o Deus dos israelitas, mas é também o Deus de todos os povos da Ásia, Europa e América e, mais ainda, é o único Deus em todo o universo. Vamos então buscar a vontade de Deus, descobrir Sua aparição em Suas declarações e manter o ritmo de Seus passos! Deus é o caminho, a verdade e a vida. Suas palavras e Sua aparição existem simultaneamente, e Seu caráter e pegadas estão abertos para a humanidade o tempo todo(A Palavra, vol. 1: A aparição e a obra de Deus, “Apêndice 1: A aparição de Deus inaugurou uma nova era”)”. As palavras de Deus Todo-Poderoso solucionaram completamente a minha confusão. Elas revelaram os mistérios sobre a aparição e obra de Deus, refutando completamente minhas noções anteriores. Eu tinha ansiado para receber o retorno do Senhor por anos, mas nunca percebi que estava limitando a aparição e a obra de Deus segundo o que eu imaginava e às palavras literais da Bíblia. Como eu era cega e ignorante! Depois que a reunião terminou, tomei a iniciativa de pedir à Audrey um exemplar de “A Palavra manifesta em carne”, expressa por Deus Todo-Poderoso.

Ao ler as palavras de Deus Todo-Poderoso, vi como Ele desvenda muitos dos mistérios da Bíblia, como o plano de gestão de seis mil anos de Deus para a salvação da humanidade, a história por trás da Bíblia e os três estágios da obra de Deus, o significado dos nomes de Deus, o mistério da encarnação, o significado da obra de julgamento de Deus nos últimos dias, como Deus define o desfecho e o destino de todos os tipos de pessoas, como o reino de Cristo será concretizado aqui na Terra e muito mais. Deus Todo-Poderoso expressou um conjunto tão rico de verdades, e todas elas são mistérios e verdades que eu nunca tinha ouvido antes. Nenhum outro senão Deus poderia desvendar esses mistérios. As palavras que Deus Todo-Poderoso expressa são cheias de autoridade, poder e majestade. Elas são de fato declarações de Deus — são a voz de Deus. Tive certeza absoluta de que Deus Todo-Poderoso é o Senhor Jesus retornado. Aceitei a obra de Deus Todo-Poderoso sem hesitação, e agora sigo os passos do Cordeiro.

Todos os dias temos 24 horas e 1440 minutos. Você está disposto a dedicar 10 minutos para estudar o caminho de Deus? Você está convidado a se juntar ao nosso grupo de estudo.👇

Conteúdo relacionado

Eu acolhi o retorno do Senhor

Por Chuanyang, Estados Unidos Em 2010, o inverno nos Estados Unidos me fez sentir muito frio. Além do frio extremo — uma combinação de...

Conecte-se conosco no Whatsapp