Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

A Palavra manifesta em carne

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Busca por

Nenhum resultado encontrado

`

Como conhecer a realidade

Deus é um Deus prático: toda a Sua obra é prática, todas as palavras que Ele diz são práticas e todas as verdades que expressa são práticas. Tudo o que não é Suas palavras é vazio, inexistente e infundado. Hoje, o Espírito Santo vai guiar pessoas para entrarem nas palavras de Deus. Quem pretende ir em busca da entrada na realidade deve procurar, conhecer e depois experimentar a realidade, viver a realidade. Quanto mais as pessoas conhecem a realidade, mais capazes são de discernir se as palavras de outras são reais; quanto mais as pessoas conhecem a realidade, menos concepções elas têm; quanto mais as pessoas experimentam a realidade, mais elas conhecem os feitos do Deus da realidade e com mais facilidade deixam para trás seu caráter corrupto e satânico; quanto mais realidade as pessoas têm, mais conhecem Deus e mais detestam a carne e amam a verdade; quanto mais realidade as pessoas têm, mais se aproximam dos padrões das exigências de Deus. São conquistadas por Deus as pessoas que possuem a realidade e a conhecem; aquelas que foram conquistadas por Deus tomaram conhecimento de Seus feitos reais ao experimentar a realidade. Quanto mais efetivamente você cooperar com Deus e disciplinar seu corpo, mais atrairá para si a obra do Espírito Santo, mais ganhará realidade e mais será iluminado por Deus e, assim, maior será seu conhecimento dos feitos reais de Deus. Se você for capaz de viver na luz presente do Espírito Santo, verá mais clara a senda atual para a prática e será mais capaz de afastar-se das concepções religiosas e das velhas práticas do passado. Hoje, o foco está na realidade: quanto mais realidade a pessoa tem, mais claro é seu conhecimento da verdade e maior a sua compreensão da vontade de Deus. A realidade pode vencer todas as letras e doutrinas, pode vencer toda teoria e experiência prática e, quanto mais as pessoas se concentram na realidade, mais verdadeiramente elas amam a Deus e têm fome e sede de Suas palavras. Se você sempre se focar na realidade, sua filosofia de vida, suas concepções religiosas e sua índole natural serão naturalmente apagadas após a obra de Deus. Quem não vai à procura da realidade e não tem nenhum conhecimento dela provavelmente buscará o sobrenatural e será iludido com facilidade. O Espírito Santo não tem condições de operar em tais pessoas e por isso elas se sentem vazias, sentem que sua vida não tem significado.

O Espírito Santo só pode operar em você quando você realmente treina, realmente procura, realmente ora e se dispõe a sofrer pela busca da verdade. Aqueles que não procuram a verdade nada têm além de letras e doutrinas e teoria vazia, e aqueles que estão sem a verdade têm muitas concepções sobre Deus, naturalmente. Pessoas como essas almejam apenas que Deus transforme seu corpo carnal num corpo espiritual para poderem regressar ao terceiro céu. Como elas são tolas! Quem diz tais coisas nada conhece de Deus nem da realidade; pessoas como essas não podem cooperar com Deus, podem só esperar passivamente. Para conhecer a verdade e ver a verdade com clareza e, além disso, entrar na verdade e pô-la em prática, as pessoas devem realmente treinar, procurar e sentir fome e sede. Quando você tiver fome e sede e quando de fato cooperar com Deus, certamente o Espírito Santo tocará em você e operará dentro de você, o que lhe trará mais iluminação e lhe dará maior conhecimento da realidade, sendo também mais útil para sua vida.

Para conhecerem Deus, as pessoas devem saber primeiro que Ele é um Deus prático e devem conhecer Suas palavras, Sua aparência prática na carne e Sua obra prática. Somente depois de saber que tudo na obra de Deus é prático você terá condições de cooperar efetivamente com Ele, e só seguindo por esta senda você será capaz de conseguir o crescimento de sua vida. Quem não tem conhecimento algum da realidade não tem como experimentar as palavras de Deus, está preso em suas concepções, vive em sua imaginação e, portanto, não tem conhecimento das palavras de Deus. Quanto maior o seu conhecimento da realidade, mais perto de Deus você está e mais íntimo é Dele; quanto mais você procurar imprecisão e abstração e doutrina, mais se desviará de Deus e mais sentirá que experimentar as palavras de Deus é árduo e difícil e que você é incapaz de entrar. Se você deseja entrar na realidade das palavras de Deus e na trilha certa de sua vida espiritual, primeiro deve conhecer a realidade e desligar-se de coisas vagas e sobrenaturais, ou seja, você deve entender primeiro como o Espírito Santo realmente o ilumina e guia a partir de seu interior. Assim, se você puder mesmo compreender a obra do Espírito Santo dentro de si, terá entrado na trilha certa para que Deus o torne perfeito.

Hoje, tudo começa pela realidade. A obra de Deus é a mais real e pode ser tocada pelas pessoas; ela é o que as pessoas podem experimentar e conseguir. Há nas pessoas muita coisa vaga e sobrenatural que as impede de conhecer a obra atual de Deus. Assim, elas sempre se desviam em suas experiências e sempre encontram dificuldades, e tudo isso é causado por suas concepções. Como não conseguem compreender os princípios da obra do Espírito Santo e não conhecem a realidade, as pessoas são sempre negativas em sua senda rumo à entrada. Elas olham para as exigências de Deus de longe, sem conseguir atendê-las; veem que as palavras de Deus certamente são boas, mas não sabem encontrar a senda para a entrada. O Espírito Santo opera segundo este princípio: com a cooperação das pessoas, com elas orando, buscando e aproximando-se de Deus ativamente, é possível obter resultados, e elas podem receber esclarecimento e iluminação do Espírito Santo. Nem o Espírito Santo nem o homem agem unilateralmente. Ambos são indispensáveis e quanto mais as pessoas cooperam e se empenham em atingir os padrões das exigências de Deus, maior a obra do Espírito Santo. Só a verdadeira cooperação das pessoas, somada à obra do Espírito Santo, pode gerar experiências reais e o conhecimento essencial das palavras de Deus. Gradualmente, experimentando dessa maneira, é que por fim se cria uma pessoa perfeita. Deus não faz coisas sobrenaturais; nas concepções das pessoas, Deus é todo-poderoso e tudo é feito por Ele; por consequência, as pessoas esperam passivamente, não leem as palavras de Deus nem oram, limitando-se a esperar o toque do Espírito Santo. Aquelas que têm correta compreensão, entretanto, acreditam no seguinte: as ações de Deus só podem ir até onde minha cooperação for, e o efeito da obra de Deus em mim depende do meu modo de cooperar. Quando Deus fala, eu deveria fazer tudo o que pudesse para procurar e esforçar-me por Suas palavras; é isto que eu deveria conseguir.

Em Pedro e Paulo vocês podem ver claramente que foi Pedro quem prestou mais atenção para a realidade. Em vista do que Pedro passou, pode-se observar que suas experiências se basearam nas lições daqueles que haviam fracassado no passado e que ele incorporou as forças dos santos do passado, o que permite perceber quão reais eram as experiências dele, que o eram na medida suficiente para as pessoas poderem tocá-las e serem capazes de fazê-lo e que eram realizáveis pelas pessoas. Paulo foi diferente: tudo o que ele falava era vago e invisível, coisas como ir para o terceiro céu, a ascensão ao trono e a coroa da justiça. Ele concentrava-se no que era externo: no status, em repreender pessoas, em alardear da sua antiguidade, ser tocado pelo Espírito Santo e assim por diante. Nada do que ele perseguia era real, e boa parte era fantasia, sendo possível perceber que tudo o que é sobrenatural – como o grau em que o Espírito Santo toca as pessoas, a imensa alegria que elas sentem, ir até o terceiro céu ou ter treinamento habitual e desfrutar dele até certo ponto, ler as palavras de Deus e desfrutar delas até certo ponto – é irreal. Tudo na obra do Espírito Santo é normal e real. Ao ler as palavras de Deus e orar, você brilha e é inabalável por dentro, e o mundo exterior não pode interferir com você, que interiormente se dispõe a amar a Deus e ocupar-se de coisas positivas e detesta o mundo maligno; isso é viver dentro de Deus e não, como se diz, desfrutar muito – uma conversa fiada que não é real. Hoje, tudo começa a partir da realidade. Tudo o que Deus faz é real, e você deveria, nas suas experiências, prestar atenção para conhecer Deus realmente e seguir as pegadas de Sua obra e o meio pelo qual o Espírito Santo toca e ilumina as pessoas. Se você comer e beber as palavras de Deus, e orar, e cooperar de maneira mais real, assimilando o que foi bom em outros tempos e rejeitando o que foi ruim, como Pedro fez, se você escutar com os ouvidos e observar com os olhos e orar e ponderar com frequência no coração, e fizer tudo o que puder para cooperar com a obra de Deus, Ele certamente vai guiá-lo.

Anterior:Como servir em harmonia com a vontade de Deus

Próximo:Discutindo a vida da igreja e a vida real

Coisas que talvez lhe interessem