7. Algumas pessoas pensam que crer em Deus significa assumir o compromisso de frequentar a igreja aos domingos, fazer doações, ser caridoso e participar regularmente das atividades da igreja. Creem que, por fazerem essas coisas, elas podem ser salvas. Tais visões estão alinhadas com a vontade de Deus?

Versos da Bíblia para referência:

“Nem todo o que Me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de Meu Pai, que está nos céus. Muitos Me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em Teu nome? e em Teu nome não expulsamos demônios? e em Teu nome não fizemos muitos milagres? Então lhes direi claramente: Nunca vos conheci; apartai-vos de Mim, vós que praticais a iniquidade” (Mateus 7:21-23).

“O reino dos céus é tomado a força, e os violentos o tomam de assalto” (Mateus 11:12).

“Em verdade vos digo que se não vos converterdes e não vos fizerdes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus” (Mateus 18:3).

Palavras de Deus relevantes:

Embora muitas pessoas acreditem em Deus, poucas compreendem o que significa fé em Deus e o que elas devem fazer para se conformarem à vontade de Deus. Isso acontece porque, embora estejam familiarizadas com a palavra “Deus” e expressões tais como “a obra de Deus”, as pessoas não conhecem a Deus e menos ainda conhecem Sua obra. Não é de admirar, então, que todos aqueles que não conhecem a Deus estejam confusos em sua crença Nele. As pessoas não levam a sério a crença em Deus e isso é inteiramente porque crer em Deus não lhes é nada familiar, é estranho demais para elas. Dessa maneira, elas ficam aquém das demandas de Deus. Em outras palavras, se as pessoas não conhecem a Deus, e não conhecem Sua obra, então elas não são aptas para serem usadas por Deus, e menos ainda são capazes de satisfazer Sua vontade. “Crença em Deus” significa acreditar que há um Deus; esse é o conceito mais simples no que diz respeito a crer em Deus. Mais ainda, acreditar que há um Deus não é o mesmo que crer verdadeiramente em Deus; antes, é um tipo de fé simples com fortes sobretons religiosos. A fé verdadeira em Deus significa o seguinte: com base na crença de que Deus é soberano sobre todas as coisas, a pessoa experimenta Suas palavras e Sua obra, expurga seu caráter corrupto, satisfaz a vontade de Deus e vem a conhecer Deus. Somente uma jornada desse tipo pode ser chamada de “fé em Deus”. No entanto, as pessoas frequentemente veem a crença em Deus como uma questão simples e frívola. As pessoas que acreditam em Deus dessa maneira perderam o significado de acreditar em Deus e, embora possam continuar acreditando até o fim, elas jamais ganharão a aprovação de Deus, porque trilham a senda errada. Ainda existem hoje aquelas que creem em Deus de acordo com as letras e em doutrina vazia. Elas não sabem que lhes falta a essência da crença em Deus e não podem receber a aprovação de Deus. Ainda assim, elas oram a Deus pedindo as bênçãos da segurança e da graça suficiente. Vamos parar, aquietar nosso coração e perguntar a nós mesmos: será que acreditar em Deus é realmente a coisa mais fácil do mundo? Será que acreditar em Deus não significa nada mais que receber muita graça de Deus? As pessoas que creem em Deus sem O conhecer ou que acreditam em Deus e ainda assim se opõem a Ele são realmente capazes de satisfazer a vontade de Deus?

Extraído do Prefácio em “A Palavra manifesta em carne”

Algumas pessoas sempre pensam: “Crer em Deus não é simplesmente uma questão de participar de reuniões, cantar músicas, ouvir a palavra de Deus, orar e cumprir alguns deveres? Não é disso que se trata?”. Não importa há quanto tempo têm acreditado em Deus, vocês ainda não ganharam um entendimento completo do significado da crença em Deus. De fato, o significado da crença em Deus é tão profundo que as pessoas são incapazes de sondá-lo. No final, as coisas nas pessoas que são de Satanás e as coisas de sua natureza devem mudar e devem se tornar compatíveis com as exigências da verdade; só nesse caminho alguém pode chegar à salvação de verdade. Se você, como costumava quando estava na religião, apenas recitar algumas palavras de doutrina ou gritar slogans repentinamente, e depois fizer uns poucos bons feitos, apresentar bom comportamento um pouco mais e abster-se de cometer alguns pecados, alguns pecados óbvios, isso ainda não significa que você pisou na trilha certa da crença em Deus. Ser capaz de obedecer às regras indica que você está percorrendo a senda correta? Isso significa que você escolheu corretamente? Se as coisas na sua natureza não mudaram e, no final, você ainda está resistindo e ofendendo a Deus, então esse é o maior problema. Se, em sua crença em Deus, você não resolve esse problema, então você pode ser considerado ter sido salvo? O que Eu quero dizer ao dizer isso? Eu quero dizer que fazer com que todos vocês entendam em seu coração que uma crença em Deus não pode ser separada de Suas palavras, Dele ou da verdade. Você deve escolher bem a sua senda, empregar esforço na verdade e empregar esforço nas palavras de Deus. Não ganhe apenas o conhecimento mal pensado ou obtenha um entendimento mais ou menos e então pense que você está pronto; se você se enganar, só se machucará. As pessoas não deveriam se desviar em sua crença em Deus; no fim, se elas não tiverem Deus no coração e simplesmente exibirem um livro e olharem de relance para ele, sem deixar espaço para Deus em seu coração, então estão acabadas.

Extraído de ‘Aqueles que perderam a obra do Espírito Santo estão em maior risco’ em “Registros das falas de Cristo”

O significado da crença em Deus é o de ser salvo, o que, então, significa ser salvo? “Ser salvo”, “livrar-se da influência sombria de Satanás” — as pessoas falam sobre esses temas com frequência, mas não sabem o que significa ser salvo. O que significa ser salvo? Isso se relaciona à vontade de Deus. Em palavras simples, ser salvo significa que você pode continuar vivendo, e que é trazido de volta à vida. Então, antes disso, você está morto? Você pode falar e pode respirar, então como podem dizer que você está morto? (O espírito está morto.) Por que se diz que as pessoas estão mortas se o espírito delas está morto? Qual é a base para se dizer isso? Sob o império de quem as pessoas vivem antes de terem obtido a salvação? (Sob o império de Satanás.) E com que as pessoas contam para viver sob o império de Satanás? (Com as filosofias e venenos de Satanás.) Contam com sua natureza satânica e caracteres corruptos para viver. Quando uma pessoa vive segundo essas coisas, seu ser inteiro — sua carne e todos os outros aspectos, como sua alma e seu pensamento — está vivo ou morto? Do ponto de vista de Deus, ele está morto. Aparentemente, você parece estar respirando e pensando, mas tudo em que você está constantemente pensando é maligno; você pensa em coisas que desafiam a Deus e se rebelam contra Deus, coisas que Deus detesta, odeia e condena. Aos olhos de Deus, todas essas coisas não só pertencem à carne, mas também pertencem inteiramente a Satanás e aos diabos. Então o que são pessoas aos olhos de Deus? São humanas? Não, não são. Deus as vê como diabos, como animais e como satanases, satanases vivos! As pessoas vivem pelas coisas e pela essência de Satanás e, aos olhos de Deus, elas mesmas são satanases vivos revestidos de carne humana. Deus define essas pessoas como cadáveres ambulantes; como pessoas mortas. Deus faz a Sua obra de salvação atual para abranger tais pessoas — esses cadáveres ambulantes que vivem segundo seus caracteres satânicos corruptos e segundo sua essência satânica corrupta — Ele pega essas tais pessoas mortas e as transforma em vivas. É isso o que significa ser salvo.

O objetivo de acreditar em Deus é alcançar a salvação. Ser salvo significa que você passa de uma pessoa morta para uma pessoa viva. A implicação disso é que sua respiração é revivida e você está vivo; você é capaz de conhecer Deus e é capaz de curvar-se para adorá-Lo. Em seu coração, você não tem mais resistência a Deus; você não O desafia mais, não O ataca mais, nem se rebela contra Ele. Só pessoas como essas estão genuinamente vivas aos olhos de Deus. Se alguém disser apenas que reconhece Deus, então ela está entre os vivos ou não? (Não, não está.) Então, que tipo de pessoas são os vivos? Que espécie de realidade os vivos possuem? No mínimo, os vivos podem falar uma linguagem humana. O que é isso? Significa que as palavras que proferem envolvem ideias, pensamentos e discernimento. Sobre que coisas os vivos pensam e o que fazem com frequência? São capazes de se engajar em atividades humanas e de cumprir seus deveres. Qual é a natureza do que eles fazem e dizem? É que tudo que eles revelam, tudo que pensam e tudo que fazem é feito com a natureza de temer a Deus e evitar o mal. Colocando mais apropriadamente, como um dos vivos, todos os seus atos e pensamentos não são condenados por Deus nem detestados e rejeitados por Deus; ao contrário, são aprovados e elogiados por Deus. É isso que os vivos fazem e também é o que os vivos deveriam fazer.

Extraído de ‘Só ser verdadeiramente obediente é uma crença real’ em “Registros das falas de Cristo”

Uma vida espiritual normal não se limita a tais práticas como orar, cantar hinos, participar da vida da igreja e comer e beber as palavras de Deus. Antes, ela envolve viver uma vida espiritual nova e vibrante. O que importa não é como você pratica, mas que frutos a sua prática produz. A maioria das pessoas acredita que uma vida espiritual normal envolve necessariamente orar, cantar hinos, comer e beber as palavras de Deus ou ponderar Suas palavras, independentemente de tais práticas terem de fato qualquer efeito ou conduzirem a conhecimento verdadeiro. Essas pessoas focam em seguir procedimentos superficiais sem qualquer reflexão em seus resultados; são pessoas que vivem em rituais religiosos, não pessoas que vivem dentro da igreja, e muito menos são pessoas do reino. Suas orações, o cantar hinos e o comer e beber as palavras de Deus são todos apenas cumprimento de regras, feitos por compulsão e para acompanhar tendências, não por disposição nem de coração. Entretanto, por mais que essas pessoas orem ou cantem, seus esforços não produzirão frutos, pois o que elas praticam são apenas as regras e rituais religiosos; na verdade elas não estão praticando as palavras de Deus. Elas focam somente em fazer estardalhaço sobre como praticam e elas tratam as palavras de Deus como regras a se seguir. Tais pessoas não estão pondo as palavras de Deus em prática; estão apenas gratificando a carne e representando para que outras pessoas vejam. Esses rituais e regras religiosos são todos de origem humana; eles não veem de Deus. Deus não segue regras nem está sujeito a qualquer lei. Antes, Ele faz coisas novas todos os dias, realizando obra prática. Como as pessoas da Igreja dos Três Autos,* que se limitam a práticas como participar de cultos matutinos todos os dias, fazer orações vespertinas e orações de gratidão antes das refeições, e dar graças em todas as coisas — por mais que façam e independentemente de por quanto tempo façam, elas não terão a obra do Espírito Santo. Quando pessoas vivem em meio a regras e têm o coração fixado em métodos de prática, o Espírito Santo não pode operar porque seus corações estão ocupados por regras e noções humanas. Assim, Deus não pode intervir e operar nelas, e elas só podem continuar a viver sob o controle de leis. Tais pessoas serão para sempre incapazes de receber o elogio de Deus.

Extraído de ‘A respeito de uma vida espiritual normal’ em “A Palavra manifesta em carne”

Já que de fato acredita em Deus, você deve comer e beber de Suas palavras, experimentar Suas palavras e viver Suas palavras. Só isso pode ser chamado de crença em Deus! Se você diz que acredita em Deus com a sua boca e ainda é incapaz de colocar alguma de Suas palavras em prática ou de produzir qualquer realidade, isso não é chamado acreditar em Deus. Antes, é “buscar o pão para satisfazer a fome”. Só falar de testemunhos triviais, coisas inúteis e questões superficiais, sem ter sequer a menor medida de realidade: isso não constitui a crença em Deus, e você simplesmente não captou o caminho correto de crer em Deus. Por que você deve comer e beber tantas das palavras de Deus quanto possível? Se você não come e bebe de Suas palavras e só busca ascender ao Céu, isso é acreditar em Deus? Qual é o primeiro passo que alguém que acredita em Deus deveria dar? Por qual senda Deus aperfeiçoa o homem? Você pode ser aperfeiçoado sem comer e beber das palavras de Deus? Você pode ser considerado alguém do reino sem as palavras de Deus para servir como sua realidade? O que significa exatamente crer em Deus? Os crentes em Deus deveriam, no mínimo, ser bem comportados externamente; o mais importante de tudo é ser dotado das palavras de Deus. Haja o que houver, você nunca pode se afastar das Suas palavras. Conhecer Deus e realizar Suas intenções, tudo é alcançado por meio de Suas palavras. No futuro, todas as nações, denominações, religiões e todos os setores serão conquistados pelas palavras de Deus. Deus falará diretamente, e todas as pessoas terão as palavras de Deus em suas mãos, e, por meio disso, a humanidade será aperfeiçoada. Dentro e fora, as palavras de Deus permeiam tudo: a humanidade falará as palavras de Deus com sua boca, praticará segundo as palavras de Deus e manterá as palavras de Deus em seu íntimo, permanecendo imersa nas palavras de Deus tanto por dentro quanto por fora. Assim, a humanidade será aperfeiçoada. Aqueles que cumprem as intenções de Deus, e são capazes de dar testemunho Dele, são as pessoas que têm as palavras de Deus como sua realidade.

Extraído de ‘A Era do Reino é a Era da Palavra’ em “A Palavra manifesta em carne”

O que é a crença real em Deus hoje? É a aceitação da palavra de Deus como sua vida-realidade e o conhecimento de Deus a partir de Sua palavra, a fim de alcançar um verdadeiro amor a Ele. Para ser claro: a crença em Deus é para que você possa obedecer a Deus, amar a Deus e realizar o dever que deveria ser realizado por uma criatura de Deus. Esse é o objetivo de acreditar em Deus. Você deve alcançar um conhecimento da beleza de Deus, de quão digno Deus é de reverência, de como, em Suas criaturas, Deus realiza a obra da salvação e as torna perfeitas — essas são as essências mínimas da sua crença em Deus. A crença em Deus é principalmente passar de uma vida da carne para uma vida de amor a Deus; de viver dentro da corrupção para viver dentro da vida das palavras de Deus; é sair do império de Satanás e viver sob o cuidado e proteção de Deus, é ser capaz de alcançar a obediência a Deus e não a obediência à carne, é permitir que Deus ganhe todo o seu coração, permitindo que Deus o torne perfeito e se libertar do caráter satânico corrupto. Crer em Deus é, principalmente, para que o poder e a glória de Deus se manifestem em você, para que você possa fazer a vontade de Deus e realizar o plano de Deus e ser capaz de dar testemunho de Deus diante de Satanás. Crer em Deus não deveria girar em torno do desejo de contemplar sinais e maravilhas, nem deveria ser por causa da própria carne. Deveria ser a busca de conhecer a Deus, e ser capaz de obedecer a Deus e, como Pedro, obedecer-Lhe até a morte. Esses são os objetivos principais de se crer em Deus. Come-se e bebe-se a palavra de Deus a fim de se conhecer a Deus e satisfazer a Deus. Comer e beber a palavra de Deus lhe dá um maior conhecimento de Deus, e somente depois disso você pode obedecer a Deus. Somente com conhecimento de Deus você pode amá-Lo, e esse é o objetivo que o homem deve ter em sua crença em Deus. Se, em sua crença em Deus, você sempre tenta ver sinais e maravilhas, então o ponto de vista dessa crença em Deus é errado. A crença em Deus é, principalmente, a aceitação da palavra de Deus como a vida-realidade. O objetivo de Deus só é alcançado por meio de se colocar em prática as palavras de Deus que saem de Sua boca e executá-las dentro de si. Ao acreditar em Deus, o homem deveria buscar ser aperfeiçoado por Deus, ser capaz de se submeter a Deus e ser completamente obediente a Deus. Se você puder obedecer a Deus sem reclamar, estar atento aos desejos de Deus, alcançar a estatura de Pedro e ter o estilo de Pedro mencionado por Deus, será então que você terá alcançado sucesso na crença em Deus, e isso significará que você foi ganho por Deus.

Extraído de ‘Tudo é realizado pela palavra de Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Você deve saber que tipo de pessoa Eu desejo; a quem é impuro não se permite entrar no reino, a quem é impuro não se permite macular o solo santo. Ainda que possa ter feito muito trabalho e trabalhado por muitos anos, no fim, se você ainda é deploravelmente imundo, será intolerável para a lei do Céu que você deseje entrar no Meu reino! Desde a fundação do mundo até hoje, nunca ofereci fácil acesso ao Meu reino àqueles que Me bajulam. Esta é uma regra celestial, e ninguém pode infringi-la! Você deve buscar a vida. Hoje, os que serão tornados perfeitos são do mesmo tipo que Pedro. Eles são aqueles que procuram mudanças em seu próprio caráter e que se dispõem a dar testemunho de Deus e a cumprir seu dever como criaturas de Deus. Somente pessoas como essas serão tornadas perfeitas. Se você só busca recompensas e não procura mudar seu próprio caráter de vida, então todos os seus esforços serão inúteis — essa é uma verdade inalterável!

Extraído de ‘O sucesso ou o fracasso dependem da senda que o homem percorre’ em “A Palavra manifesta em carne”

*Nota do tradutor: Em 1950, a Igreja Cristã chinesa promoveu o Movimento de autoadministração, autossustentação e autopropagação (Movimento dos Três Princípios Administrativos).

Anterior: 6. Creio que há um Deus, mas ainda sou jovem, tenho que trabalhar duro por minha família e carreira, e ainda há tanto que desejo fazer. Ainda serei salvo se esperar até que seja velho e tenha tempo para crer em Deus?

Próximo: 1. Você diz que, durante os últimos dias, Deus faz a obra de julgamento, a começar pela casa de Deus, classificando cada um de acordo com sua espécie, recompensando o bem e punindo o mal. Então, exatamente qual tipo de pessoa Deus salva e qual tipo Ele elimina?

Durante desastres, além de rezar, a coisa mais crítica para nós é encontrar a maneira de sermos protegidos. Junte-se ao nosso grupo de estudo gratuitamente.

Conteúdo relacionado

4. Como conhecer o significado da obra de julgamento de Deus nos últimos dias

Deus realiza a obra de julgamento e castigo para que o homem possa ganhar conhecimento Dele e em favor de Seu testemunho. Sem o Seu julgamento do caráter corrupto do homem, o homem não poderia, de modo algum, conhecer o Seu caráter justo que não permite ofensa, nem seria capaz de transformar seu antigo conhecimento de Deus em um novo. Por causa de Seu testemunho e por causa de Seu gerenciamento, Ele torna a Sua plenitude pública, assim permitindo ao homem, por meio de Sua aparição pública, chegar ao conhecimento de Deus, ser transformado em seu caráter e dar testemunho retumbante de Deus.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro