Pergunta 2: O Senhor Jesus e Deus Todo-Poderoso são o mesmo Deus, mas realizam diferentes obras em épocas distintas. O Senhor Jesus fez a obra da redenção e pregou o caminho do arrependimento. Nos últimos dias, Deus Todo-Poderoso realiza a obra de julgamento e purificação da humanidade, e lhes traz o caminho da vida eterna. Eu ainda tenho outra pergunta: qual é a diferença entre o caminho do arrependimento e o caminho da vida eterna?

Resposta: Existe apenas um Deus e Sua obra de salvação da humanidade não pode ser feita em uma ou duas etapas. Como existem três estágios da obra do plano de gestão de Deus para salvar a humanidade, a verdade expressada por Deus em cada estágio é diferente, e aprofunda-se para tornar-se perfeita. Deus realiza obras diferentes através das eras, baseado nas necessidades do homem em cada tempo, portanto, o caminho que Deus dá ao homem em cada era é diferente. Vocês perguntam qual a diferença entre o caminho de arrependimento e o caminho da vida eterna, o que é a questão crucial. É uma verdade que cada fiel precisa entender, pois está relacionada com a forma como o homem entende a verdade e ganha a vida eterna. Hoje, todos nós sabemos que o Senhor Jesus realizou a obra da redenção na Era da Graça e deu ao homem o caminho do arrependimento. Como disse o Senhor Jesus: “Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus” (Mateus 4:17). O que quer dizer que o homem deve confessar seus pecados e se arrepender diante de Deus, se quiser entrar no reino dos céus. Depois de confessar os pecados passados, eles serão perdoados. O homem não pecará mais, se arrependerá e nascerá novamente. Isso é arrependimento. Mas naquele tempo, o Senhor Jesus ensinou o homem a confessar Seus pecados e arrepender-se, não cometer pecados, não fazer o mal, negar a si mesmo, pegar sua cruz e seguir ao Senhor, amar o Senhor de todo coração, alma e mente, amar os outros como a si mesmos, com humildade, paciência e perdoar setenta vezes sete. Esses são os caminhos para o arrependimento do homem. Quando o homem confessa seus pecados e se arrepende diante do Senhor Jesus, esses pecados serão perdoados, qualifica o homem para orar diante de Deus, comungar com Ele, e gozar da graça abundante e da verdade dada por Deus. Mas não podemos negar que mesmo que os pecados do homem sejam perdoados, sua natureza pecaminosa ainda existe, e ele ainda trai e se opõe a Deus. Isso prova que embora os pecados do homem possam ser perdoados, ele ainda pode pecar e não pode ser santo. O Senhor Jesus realizou apenas a obra de redenção, que meramente permite ao homem confessar seus pecados, arrepender-se, retornar para Deus, e gozar da graça dada por Deus. Isso mostra que a verdade expressa pelo Senhor Jesus é o caminho para o homem se arrepender. Como diz e Deus Todo-Poderoso: “Na época, Jesus só deu aos discípulos uma série de sermões na Era da Graça sobre assuntos tais como a maneira de praticar, como se reunir, como suplicar em oração, como tratar os outros e assim por diante. A obra que Ele realizou foi a da Era da Graça, e Ele explicou apenas como os discípulos e aqueles que O seguiam deveriam praticar. Jesus só fez a obra da Era da Graça e nada da obra dos últimos dias. […] A obra de Deus em cada era tem limites claros; Ele só realiza a obra da era atual e nunca executa a próxima etapa da obra antecipadamente. Somente assim é que a Sua obra representativa de cada era pode ser evidenciada. Jesus falou apenas dos sinais dos últimos dias, de como ser paciente e de como ser salvo, de como se arrepender e como confessar, e também de como carregar a cruz e suportar o sofrimento; mas Ele nunca falou de como o homem dos últimos dias deveria alcançar entrada, nem de como deveria buscar satisfazer a vontade de Deus” (‘Como o homem que delimitou Deus em suas noções pode receber as revelações de Deus?’ em “A Palavra manifesta em carne”). “Os pecados do homem podiam ser perdoados através da oferta pelo pecado, mas quanto a como exatamente se pode fazer o homem não pecar mais, e como sua natureza pecaminosa pode ser extirpada completamente e transformada, ele não tem como resolver esse problema. Os pecados do homem foram perdoados, e isso foi por causa da obra da crucificação de Deus, mas o homem continuou a viver no seu caráter satânico corrupto antigo. Sendo assim, o homem deve ser completamente salvo de seu caráter satânico corrupto para que a natureza pecaminosa do homem seja completamente extirpada para nunca mais se desenvolver, permitindo, assim, que o caráter do homem seja transformado. Isso requer que o homem entenda a senda do crescimento na vida, entenda o caminho da vida e entenda o caminho para mudar seu caráter. Além disso, requer que o homem aja de acordo com essa senda, para que o caráter do homem possa ser mudado paulatinamente e que ele possa viver sob o brilho da luz, para que tudo o que ele faça esteja de acordo com a vontade de Deus, para que ele possa eliminar o seu caráter satânico corrupto e para que possa libertar-se da influência das trevas de Satanás, emergindo, assim, completamente do pecado. Só então o homem receberá a salvação completa” (‘O mistério da encarnação (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”). As palavras de Deus Todo-Poderoso dizem claramente que o Senhor Jesus realizou a obra de redenção e que Ele nos deu apenas o caminho do arrependimento, mas Ele não deu ao homem o caminho da vida eterna para acabar com sua natureza satânica e se tornar santo. Portanto, nos últimos dias, e Deus Todo-Poderoso veio, e na fundação da obra de redenção do Senhor Jesus, Ele realizou a obra do “julgamento, começando pela casa de Deus” e nos dando o caminho para a vida eterna. Apenas aceitando o caminho da vida eterna concedido por Deus Todo-Poderoso nos últimos dias as pessoas podem se tornar obedientes à vontade de Deus, escapar da influência sombria de Satanás, atingir a santidade e entrar no reino de Deus.

Acabamos de comungar a respeito do caminho do arrependimento. Agora, gostaria de falar sobre o que é o caminho para a vida eterna. Depois, falarei sobre as diferenças entre aos caminhos do arrependimento e da vida eterna. Quando falamos do caminho da vida eterna, não estamos falando da simples confissão dos pecados e arrependimento, mas do caminho da verdade que dá às pessoas a vida eterna. Falando especificamente, como as pessoas ganham a salvação e livram-se da influência de Satanás. Como elas obtêm a verdade como vida, tornam-se compatíveis com Deus e ser ganho por Deus. Esse é o caminho da vida eterna. Portanto, aqueles que atingem o caminho da vida eterna são os que recebem a verdade, que obtêm a verdade como vida, e são as pessoas completada por Deus, que podem entrar no reino dos céus. Não essas as pessoas que atingem o caminho da vida eterna? Tais pessoas que obtêm a verdade como sua vida vão trair ou se opor a Deus? Tais pessoas que entram no reino dos céus morrerão ou irão para o inferno? Claro que não. Portanto, qualquer um que obtenha a verdade como vida conhecerá a Deus e, assim, atingirá o caminho da vida eterna, certo? Vamos ver as palavras de Deus Todo-Poderoso sobre o assunto.

Deus Todo-Poderoso diz: “Cristo dos últimos dias traz vida e traz o duradouro e perpétuo caminho de verdade. Essa verdade é a senda pela qual o homem ganha vida e a única senda pela qual o homem há de conhecer Deus e ser aprovado por Deus” (‘Só Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna’ em “A Palavra manifesta em carne”).

A obra nos últimos dias revela a obra de Jeová e de Jesus e todos os mistérios não compreendidos pelo homem, de modo a revelar o destino e fim da humanidade e concluir toda a obra de salvação entre a humanidade. Esse estágio da obra nos últimos dias encerra tudo. Todos os mistérios não compreendidos pelo homem precisam ser desvendados para permitir que o homem os sonde até sua profundidade e tenha uma compreensão completamente clara em seu coração. Só então a raça humana pode ser classificada de acordo com seus tipos. […] todos os mistérios não compreendidos pelo homem terão sido revelados, todas as verdades anteriormente não compreendidas terão sido esclarecidas, e a raça humana terá sido informada de sua senda e destino futuros. Essa é toda a obra que deve ser feita no atual estágio” (‘O mistério da encarnação (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Nesta fase final da obra, os resultados são alcançados através da agência da palavra. Através da palavra, o homem vem a entender muitos mistérios e a obra que Deus tem feito através das gerações passadas; através da palavra, o homem é iluminado pelo Espírito Santo; através da palavra, o homem vem a entender os mistérios nunca antes desvendados por gerações passadas, bem como a obra de profetas e apóstolos do passado, e os princípios pelos quais eles trabalhavam; através da palavra, o homem também vem a entender o caráter do Próprio Deus, bem como a rebeldia e a resistência do homem, e ele vem a conhecer sua própria substância. Através dessas etapas de obra e de todas as palavras faladas, o homem vem a conhecer a obra do Espírito, a obra que a carne encarnada de Deus realiza e, além disso, todo o Seu caráter” (‘O mistério da encarnação (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Nos últimos dias, Cristo usa uma variedade de verdades para ensinar o homem, expor a essência do homem e dissecar suas palavras e ações. Essas palavras abrangem várias verdades: o dever do homem, como o homem deveria obedecer a Deus, como o homem deveria ser leal a Deus, como o homem deve viver a humanidade normal, bem como a sabedoria e o caráter de Deus e assim por diante. Essas palavras são todas dirigidas à essência do homem e ao seu caráter corrupto. Em especial, essas palavras que expõem como o homem desdenha de Deus são faladas em relação a como o homem é a corporificação de Satanás e uma força inimiga contra Deus. Ao realizar Sua obra de julgamento, Deus não torna clara a natureza do homem simplesmente com algumas palavras; Ele também expõe, trata e poda a longo prazo. Esses métodos de exposição, tratamento e poda não podem ser substituídos por palavras comuns, mas pela verdade que o homem absolutamente não possui. Apenas métodos desse tipo podem ser chamados de julgamento; só por meio de julgamento desse tipo é que o homem pode ser subjugado e completamente convencido a se submeter a Deus e, além disso, ganhar verdadeiro conhecimento de Deus. O que a obra de julgamento produz é o entendimento do homem da verdadeira face de Deus e da verdade sobre a própria rebelião. A obra de julgamento permite que o homem ganhe bastante entendimento da vontade de Deus, do propósito da obra de Deus e dos mistérios que lhe são incompreensíveis. Também permite que o homem reconheça e conheça sua substância corrupta e as raízes de sua corrupção, bem como descubra a fealdade do homem. Esses efeitos são todos produzidos pela obra de julgamento, pois a substância dessa obra é, de fato, a obra de revelar a verdade, o caminho e a vida de Deus a todos aqueles que têm fé Nele” (‘Cristo realiza a obra do julgamento com a verdade’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Pelas palavras de Deus Todo-Poderoso podemos ver que o caminho para a vida eterna não pode ser ensinado com poucas regras, nem a tendência do homem a pecar e se opor a Deus pode ser resolvida com poucas passagens. A humanidade foi profundamente corrompida por Satanás e alimentada com todos os tipos de venenos. Eles são arrogantes, orgulhosos e egoístas, e, em relação a Deus, são cheio de preconceitos, ideias fantasiosas e pedidos ultrajantes. Eles não têm conhecimento real de Deus, muito menos temor verdadeiro, obediência ou amor. Se as pessoas quiserem escapar de seus caracteres satânicos e tornarem-se santas ou, verdadeiramente, conhecerem, temerem e amarem a Deus, devem entender os diversos aspectos da verdade. Como é necessário para a humanidade corrupta, nos últimos dias, Deus realiza a obra de “julgamento começando pela casa de Deus” e expressa todas as verdades demandadas para o homem escapar totalmente da influência de Satanás e obter a salvação. Portanto, o caminho da vida eterna é mais do que uma ou duas faces da verdade, é composta por muitos aspectos dela. Se, enquanto experimentam a obra de Deus nos últimos dias, as pessoas entenderem todas as verdades que Ele expressou para salvar a humanidade e entrar na realidade da verdade, então, sem dúvida, elas poderão alcançar a mudança de caráter na vida e realmente obedecerem e adorarem a Deus. São aqueles que ganham o caminho para a vida eterna. Qual é o caminho para a vida eterna? São todas as verdades que Deus expressa nos últimos dias para conceder a salvação da humanidade. A obra de Deus nos últimos dias é para incutir essas verdades no homem, para que elas tornem-se a vida dele. As pessoas que viverem as palavras de Deus vão ganhar o caminho para a vida eterna. Não importa o quão profundamente uma pessoa experimente a verdade das palavras de Deus, desde que ela possua uma parte da realidade de várias verdades, viva a aparência de um verdadeiro homem, seja honesta, verdadeiramente obedeça a Deus, conduza sua vida por princípios, tema a Deus e evite o mal, ela será uma pessoa que possui a verdade e humanidade, e, portanto, ganhará caminho para a vida eterna. Quando atingemos o caminho para a vida eterna, escapamos do pecado e da influência de Satanás, ou seja, não pecamos mais, nem traímos a Deus. Com o verdadeiro conhecimento de Deus, nós atingimos a mudança de caráter. Nós podemos obedecer a Deus, adorá-Lo, amá-Lo, ser compatíveis com Ele e tornarmos alguém que cumpre a Sua vontade. Quando ganhamos o caminho para a vida eterna, nós nunca morreremos. Nós gozaremos das bençãos de Deus e recebemos a promessa de entrar no reino dos céus.

Deus Todo-Poderoso diz: “Uma vez que a humanidade entrar na trilha certa, as pessoas terão uma vida humana normal. Todas elas cumprirão seus próprios respectivos deveres e serão absolutamente fiéis a Deus. Elas abandonarão completamente sua desobediência e seus caracteres corruptos e viverão para Deus e por causa de Deus, desprovidas de desobediência e resistência. Todas elas serão capazes de se submeter completamente a Deus. Essa será a vida de Deus e da humanidade; será a vida do reino e será a vida de descanso” (‘Deus e o homem entrarão em descanso juntos’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Descanso no trono, Me reclino acima de todo o universo e estou plenamente satisfeito, porque todas as coisas recuperaram a sua santidade e posso voltar a residir pacificamente em Sião, e as pessoas da terra podem levar uma vida serena e contente sob Minha orientação. Todos os povos estão gerindo tudo que está em Minha mão, todos os povos recuperaram sua antiga inteligência e aparência original; eles não estão mais cobertos de poeira, mas, no Meu reino, são tão santos quanto o jade, cada qual com um rosto semelhante ao do santo que está no coração do homem, porque o Meu reino foi estabelecido entre os homens” (‘Capítulo 16’ das Palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”).

No reino, a vida que o povo de Deus tem com Deus é feliz sem medida. As águas dançam com alegria pela vida abençoada das pessoas, as montanhas desfrutam com as pessoas a Minha abundância. Todos os homens estão se esforçando, trabalhando arduamente, mostrando sua lealdade em Meu reino. No reino, a rebelião não existe mais, a resistência não existe mais; os céus e a terra dependem um do outro, o homem e Eu nos aproximamos em profundo sentimento, por meio das doces alegrias da vida, um apoiando o outro…” (‘Alegrai-vos, todos os povos!’ das Palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”).

Extraído do roteiro do filme Do trono flui a água da vida

Anterior: Pergunta 1: A palavra de Deus Todo-Poderoso diz: “Só Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna.” Eu me lembrei do que o Senhor Jesus disse uma vez: “Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que jorre para a vida eterna” (João 4:14). Já sabemos que o Senhor Jesus é a fonte da água viva da vida e o caminho da vida eterna. Deus Todo-Poderoso e o Senhor Jesus seriam da mesma fonte? Suas obras e palavras são ambas do Espírito Santo? Suas obras são feitas pelo mesmo Deus?

Próximo: Pergunta 3: Você diz que somente aqueles que obedecem à vontade de Deus recebem o caminho da vida eterna. Depois que começamos a crer no Senhor, sofremos e pagamos um preço para difundir o evangelho do Senhor. Nós pastoreamos o rebanho do Senhor, pegamos a cruz e seguimos o Senhor, praticamos a humildade, paciência e tolerância. Você está dizendo que não estivemos seguindo a vontade de Deus? Sabemos que, se continuarmos, nos tornaremos santos e seremos arrebatados para o reino dos céus. Essa maneira de entender e praticar está errada?

Durante desastres, além de rezar, a coisa mais crítica para nós é encontrar a maneira de sermos protegidos. Junte-se ao nosso grupo de estudo gratuitamente.

Conteúdo relacionado

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro