A escolha de um padre católico

26 de Março de 2022

Por Weimo, China

Meus pais me criaram na igreja católica e, quando cresci, eu me tornei padre. Com o tempo, a igreja foi ficando desolada. Bispos e padres se envolviam em rivalidades e constantes lutas pelo poder e frades e freiras tinham inveja e brigavam uns com os outros. Um dos nossos bispos sufragâneos se irritou porque a consagração dele não foi feita pelo bispo diocesano. Então ele se uniu a outros padres e disse que, já que o bispo diocesano gastava o dinheiro da igreja em carros e apartamentos e tinha se juntado à Igreja das Três Autonomias, ele devia ser removido de sua posição. Até partiram para a luta braçal com os paroquianos que o apoiavam. Esses exemplos de inveja e ódio se tornavam cada vez mais sérios, e havia conflitos entre os padres que dividiam toda a igreja em facções. Fiquei enojado ao vê-los lutar por status daquele jeito. Não tinha nada de igreja ali. Era tão escura quanto o mundo secular. O bispo diocesano começou a me excluir porque eu não me juntei às Três Autonomias. Ele designou um padre como meu assistente, mas na verdade, era para ele tomar a minha posição. Quando esse padre veio, ele instigou os paroquianos a me banir e logo depois, a igreja estava dividida em duas facções, e muitos conflitos surgiram. Eu não queria fazer parte dessas coisas, então entreguei minha carta de demissão ao bispo. Deixei aquela igreja cheia de ódio e conflito e me filiei à outra nas montanhas, junto a alguns frades e freiras.

Pensei que os membros de lá fossem simples e despretensiosos, sem tantas lutas por poder, que ali a situação seria melhor. Mas descobri que as coisas estavam igualmente sombrias. A fé dos paroquianos era morna, eles pecavam arbitrariamente e nem seguiam os mandamentos. Eram desonestos, sempre gritavam com as pessoas e geravam conflitos. Os incrédulos sempre me procuravam para registrar queixas contra eles. Eram problemas que eu não podia resolver. Eu estava espiritualmente ressecado e não tinha nada de novo a dizer nos sermões.

Justo quando estava me sentindo perdido, miserável e impotente, o padre Liu e o diácono Zhang me deram testemunho sobre a obra de Deus Todo-Poderoso dos últimos dias, dizendo que o Senhor Jesus tinha retornado. Fiquei chocado ao ouvir isso. Eu não ousei acreditar, mas também não ousei duvidar totalmente. Eu pensei que os últimos dias tinham chegado e que a igreja carecia de luz e da obra do Espírito Santo. Pecávamos de dia, nos confessávamos à noite e não praticávamos as palavras de Deus. Eu sempre me sentia incomodado e temeroso, sentia que algo terrível estava acontecendo. Eu ansiava pelo dia em que o Senhor retornaria e nos salvaria das trevas e da miséria. Então, quando testemunharam que o Senhor Jesus tinha retornado, eu, desesperado, esperava que fosse verdade, mas tive medo de crer completamente. Eu queria muito descobrir mais sobre esse retorno do Senhor Jesus, então pedi que os dois irmãos me contassem mais. Eles compartilharam muita comunhão comigo e leram algumas das palavras de Deus Todo-Poderoso, incluindo uma passagem que me impressionou profundamente. Deus Todo-Poderoso diz: “Após a obra de Jeová, Jesus Se tornou carne para fazer Sua obra entre os homens. Sua obra não foi realizada isoladamente, mas foi edificada sobre a obra de Jeová. Foi uma obra para uma nova era que Deus fez depois que Ele tinha concluído a Era da Lei. Semelhantemente, depois que a obra de Jesus terminou, Deus continuou Sua obra para a próxima era, porque o gerenciamento completo de Deus está sempre avançando. Quando a era antiga passar, ela será substituída por uma nova era e, uma vez que a obra anterior for completada, haverá uma nova obra para continuar o gerenciamento de Deus. Esta encarnação é a segunda encarnação de Deus, que segue após a obra de Jesus. Naturalmente, esta encarnação não ocorre independentemente; ela é o terceiro estágio da obra após a Era da Lei e a Era da Graça. Cada vez que Deus inicia um novo estágio da obra, deve sempre haver um novo começo e esse deve sempre trazer uma nova era. Assim, também há mudanças correspondentes no caráter de Deus, na maneira em que Ele opera, na localização de Sua obra e em Seu nome. Não é de admirar, então, que seja difícil para o homem aceitar a obra de Deus na nova era. Mas, independentemente de como o homem se opõe a Ele, Deus está sempre fazendo Sua obra e sempre está liderando a humanidade inteira adiante. Quando veio para o mundo do homem, Jesus introduziu a Era da Graça e encerrou a Era da Lei. Durante os últimos dias, Deus mais uma vez Se tornou carne e, com esta encarnação, Ele encerrou a Era da Graça e introduziu a Era do Reino. Todos aqueles que são capazes de aceitar a segunda encarnação de Deus serão conduzidos para a Era do Reino e, além disso, se tornarão capazes de aceitar pessoalmente a orientação de Deus. Embora tenha feito muita obra entre os homens, Jesus apenas completou a redenção de toda a humanidade e tornou-Se oferta pelo pecado do homem; Ele não livrou o homem de todo o seu caráter corrupto. Salvar o homem plenamente da influência de Satanás não exigiu apenas que Jesus Se tornasse a oferta pelo pecado e carregasse os pecados do homem, mas também exigiu que Deus fizesse uma obra maior ainda para livrar o homem completamente de seu caráter satanicamente corrompido. E assim, agora que o homem teve seus pecados perdoados, Deus voltou para a carne para guiar o homem até a nova era e começou a obra de castigo e julgamento. Esta obra tem trazido o homem a um reino superior. Todo aquele que se submete ao Seu domínio há de desfrutar de uma verdade maior e de receber bênçãos maiores. Eles hão de viver verdadeiramente na luz e de ganhar a verdade, o caminho e a vida” (‘Prefácio’ em “A Palavra manifesta em carne”). Então compartilharam muito mais comunhão comigo. Descobri que a obra de Deus está sempre avançando, que o Senhor Jesus fez a obra de redenção e que a fé no Senhor só nos dá o perdão dos nossos pecados, mas a nossa natureza pecaminosa não é resolvida dessa forma, por isso vivemos num ciclo de pecar de dia e de nos confessar à noite, e continuamos presos ao pecado. A fim de salvar as pessoas do pecado e das forças de Satanás, Deus precisa fazer outro estágio de obra, expressando verdades para nos julgar e purificar. Esse é o jeito de resolver de verdade a nossa natureza pecaminosa e nosso caráter corrupto para escaparmos do pecado, sermos purificados e entrarmos no reino de Deus. O mundo religioso perdeu a obra do Espírito Santo há muito tempo. Para ganhar a orientação do Espírito e o sustento da verdade, devemos aceitar as verdades que Deus expressa em Sua obra dos últimos dias, acompanhar os Seus passos. É o único jeito de crescer na vida. Depois disso, li muito “A Palavra manifesta em carne”. Eu não me cansava. Meu coração se sentia atraído pelas palavras de Deus. Ficava acordado e lendo até às duas, todas as noites. Depois de um tempo, tive certeza de que Deus Todo-Poderoso é o Senhor Jesus retornado e, com alegria, aceitei a obra de Deus dos últimos dias. Então, eu trouxe os irmãos e as irmãs que compartilhavam o evangelho de Deus Todo-Poderoso para a minha igreja, para que ajudassem a trazer os crentes verdadeiros entre os paroquianos para diante de Deus. Nós nos reuníamos e, juntos, líamos as palavras de Deus Todo-Poderoso e encontrávamos um novo esclarecimento todos os dias. Era tão estimulante e proveitoso. Estávamos participando do banquete nupcial do Cordeiro!

Muitos bispos e padres da região tentaram obstruir meu caminho. O primeiro foi o bispo Zhao, que disse: “Eu soube que você se juntou à Relâmpago do Oriente. Você não discutiu algo tão importante comigo e levou muitos paroquianos com você. Isso é uma traição ao Senhor. Quando Ele retornar, Ele revelará isso primeiro a nós, os bispos. Como eu poderia não saber se Ele realmente tivesse voltado? Desista e volte. Sei que você está numa região afastada e que a vida é dura. Se você voltar, cuidaremos de todas as dificuldades e necessidades que possa ter”. Disse coisas condenando Deus Todo-Poderoso e blasfemando contra Ele. Só fiquei bastante perplexo. Ele era um bispo e tinha dito muitas vezes que o Senhor retornaria em breve, por isso deveríamos guiar os paroquianos a orar e vigiar para acolher o Senhor. Mas agora que o Senhor tinha voltado, ele não pretendia buscar e até blasfemava e condenava. Ele não era nenhum crente verdadeiro. Continuei espalhando o evangelho, indiferente a ele.

Então o bispo Wang veio com outra pessoa e, sorridente, me disse: “O bispo Zhao pediu que eu o convencesse a visitá-lo em casa. Ele está muito preocupado com seu bem-estar, teme que você siga a senda errada!”. Fiquei tão irritado quando ele disse isso. Eles não se importavam com as dificuldades dos paroquianos, mas se ofendiam todos com minha fé em Deus Todo-Poderoso. Era claramente uma tentativa de me impedir de aceitar a obra de Deus dos últimos dias. Eu lhe disse: “Todos vocês estão fixados em me afastar da minha fé. As igrejas estão desoladas e sem a obra do Espírito Santo há anos. A fé dos irmãos está esfriando, e eles estão num ciclo de pecar e confessar. Tenho trabalhado para Deus, mas estou preso ao pecado, e tenho sofrido muito. As palavras de Deus Todo-Poderoso me mostraram que nossa fé no Senhor só traz perdão dos pecados, mas não purificação. Se nossa natureza pecaminosa não for resolvida, nunca escaparemos dos laços do pecado. O Senhor retornou nos últimos dias, expressando verdades e fazendo a obra de julgamento para resolver a raiz da pecaminosidade do homem, para que possamos ser libertos do pecado. As palavras de Deus Todo-Poderoso me mostram o caminho da purificação e salvação, e depois de investigar, não tenho dúvidas de que Deus Todo-Poderoso é o Senhor retornado. Não desistirei da minha fé, não importa o que você diga”. E o bispo Wang disse: “É verdade que a igreja carece da obra do Espírito Santo e da presença do Senhor, mas isso é temporário e é o Senhor nos testando. Contanto que permaneçamos fortes até o fim, veremos um grande reavivamento da igreja. Se você levar todos para a Relâmpago do Oriente, a igreja ficará vazia, e não poderemos reavivá-la. O Senhor está prestes a voltar, mas ainda não voltou. Você acha mesmo que Ele não revelaria o retorno Dele ao papa? O Senhor deu a Pedro a chave para o reino, e Pedro a deu para o papa, que o sucedeu. No catolicismo, o papa está no topo, e os bispos das congregações estão abaixo. Todos esses clérigos são nomeados por Deus, então, se o Senhor já retornou, Ele teria nos dito primeiro. Já que o papa e os bispos não ouviram nada sobre o retorno do Senhor, não há dúvida de que essa notícia é falsa. Se você for para a Relâmpago do Oriente sem a aprovação do papa ou dos bispos, isso não vai ser apostasia?”. Eu também costumava pensar assim, mas perguntei sobre isso quando estava investigando a obra de Deus Todo-Poderoso. O bispo Wang disse que o Senhor revelaria Seu retorno primeiro a eles, mas eu sabia que o Senhor Jesus nunca disse isso, que isso não está registrado na Bíblia. Para acolher o retorno Dele, devemos seguir as palavras do Senhor: O Senhor disse: “Eis que estou à porta e bato. Se algum homem ouvir a Minha voz e abrir a porta para Mim, Eu entrarei em sua casa e cearei com ele e ele Comigo” (Apocalipse 3:20). “Muitas coisas ainda tenho a vos dizer, mas não as podeis suportar agora. Mas quando Ele, o Espírito da verdade, vier, Ele vos ensinará toda a verdade” (João 16:12-13). As palavras de Deus são perfeitamente claras. Ele falará mais palavras e nos dirá a verdade quando Ele voltar, e só se ouvirmos a voz Dele e aceitarmos as verdades de Deus, poderemos acolher o Senhor. O Senhor Jesus disse: “Minhas ovelhas ouvem a Minha voz: Eu as conheço, e elas Me seguem” (João 10:27). Seguidores como Pedro e Mateus, que seguiram o Senhor, ouviram o que Ele pregava e só então perceberam que Ele era o Messias que estiveram aguardando. E o Senhor decide se somos parte do rebanho Dele com base em se ouvimos a voz Dele. Por isso, o essencial para investigar o caminho verdadeiro é ouvir a voz do Senhor e usar isso para reconhecê-Lo e aceitá-Lo. É a única coisa em que podemos confiar. E Apocalipse afirma muitas vezes: “Aquele que tiver ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas” (Apocalipse 3:6). O Senhor não revela primeiro aos bispos e líderes religiosos quando Ele retorna nos últimos dias, mas fala diretamente às igrejas, permitindo que ouçam a voz Dele. Deus Todo-Poderoso expressou muitas verdades, revelando muitos mistérios da Bíblia. Isso cumpre algo que o Senhor Jesus disse: “Mas quando Ele, o Espírito da verdade, vier, Ele vos ensinará toda a verdade. Pois Ele não falará por Si Mesmo; mas as coisas que Ele ouvir, Ele falará; e as coisas que virão, Ele as anunciará” (João 16:13). As palavras do Senhor são claras: aqueles que ouvem a voz Dele e O seguem, são as ovelhas Dele e são os únicos que podem acolher o Senhor. Então refutei o bispo Wang, dizendo: “Você alega que o papa e os bispos devem ser os primeiros a saber sobre o retorno do Senhor, mas isso se baseia na palavra do Senhor? O Senhor Jesus nunca disse nada disso, nem Deus Pai, nem o Espírito Santo. Nada disso está registrado na Bíblia. O que você diz não é apenas uma noção humana? Para acolher o Senhor, devemos seguir as palavras do Senhor, não nossas noções e imaginações. O Antigo Testamento diz que o menino Samuel serviu a Javé na presença de Eli. Segundo as noções humanas, a revelação de Javé deveria ter sido dada primeiro a Eli, mas não foi o que Javé fez. Ele chamou o menino Samuel quatro vezes para lhe dizer qual era a vontade Dele. E quando o Senhor Jesus veio, em vez de revelar isso aos sumos sacerdotes e escribas, Ele apareceu aos pastores e lhes contou sobre o nascimento do Senhor Jesus. Obviamente, o Senhor não opera segundo as noções do homem. Não importa quanto tempo alguém tenha sido crente, nem qual seja o status, contanto que esteja disposto a abrir mão de suas noções, buscar com humildade e ouvir a voz de Deus, ele pode testemunhar a aparição de Deus. O Senhor veio nos últimos dias, expressando verdades e fazendo a obra de julgamento. Ele não precisa pedir a opinião de ninguém nem informar uma pessoa específica. Essa é a própria obra de Deus, e nenhum homem pode interferir nela. Qualquer um que se revolte só ofenderá o caráter de Deus, igual aos escribas e fariseus, que se agarraram às suas noções contra o Senhor Jesus e O mandaram pregar na cruz. Eles cometeram um pecado hediondo e foram condenados e punidos por Deus. Isso não é uma lição amarga sobre a qual deveríamos refletir?”.

Ele só disse com raiva: “Você é bem insolente, ousando contrariar o papa! Sabe, o padre Liu foi expulso da igreja depois de se juntar à Relâmpago do Oriente. Os membros da igreja o rejeitaram e até a família dele foi contra. Ele desistiu do sacerdócio e recusou um carro e dinheiro. Você não acha que isso é um problema?”. Que a igreja católica realmente não tinha a obra do Espírito Santo e que o bispo tinha dinheiro, status e prazer na ponta da língua, igual a um incrédulo. Como isso era servir a Deus? E assim, por mais que tentassem obstruir meu caminho, eu estava determinado a seguir Deus Todo-Poderoso. Eu disse: “A Bíblia diz: ‘Devemos obedecer a Deus, não aos homens’ (Atos 5:29). Eu só obedeço às palavras de Deus, não às do homem. Pode desistir dessa ideia e pare de me aconselhar”. Ele saiu irritado quando viu que eu não o ouviria.

Depois disso, os bispos Zhao e Wang continuaram vindo para tentar obstruir meu caminho. Disseram: “Padre Wei, você não deve ser irracional! No passado, para ajudá-lo a se tornar padre, bispos e padres arriscaram ser presos para proteger você, pagaram um preço e tanto para ajudá-lo com seus dez anos de treinamento para fazer sermões. Temos lhe dado comida e bebida. Seu pais trabalharam muito para que você alcançasse o sacerdócio mais cedo, mas você os joga na sarjeta com a Relâmpago do Oriente. Ainda é capaz de encarar os bispos e padres? Ainda consegue encarar seus pais? Desista dessa fé e volte para nós. Estamos esperando por você”. Minha mente entrou em conflito quando disseram essas coisas. Pensei em todos os anos em que os bispos cuidaram de mim, fizeram muito por mim. A polícia me perseguiu por anos e os bispos arranjaram tudo com muita atenção para mim para garantir minha segurança. Minha família era pobre, e os bispos cuidaram de mim. Eu temia que seria ingrato da minha parte não ouvi-los. Mas eu sabia que Deus Todo-Poderoso é o Senhor Jesus retornado e que eu não podia dar as costas para Ele. Então fiz uma oração: “Ó Deus, estou me sentindo fraco. Por favor, dá-me fé e força para que eu não seja persuadido por influências externas. Quero seguir a Ti até o fim”. Depois disso, abri “A Palavra manifesta em carne” e vi esta passagem: “Desde o momento em que chega a este mundo chorando, você começa a cumprir seu dever. Para o plano de Deus e para Sua ordenação, você desempenha seu papel e começa a sua jornada de vida. Não importa o seu passado, não importa a jornada à sua frente, ninguém pode escapar das orquestrações e dos arranjos do Céu, e ninguém está no controle do próprio destino, pois apenas Aquele que governa todas as coisas é capaz de tal obra. Desde o dia em que o homem veio a existir, Deus sempre operou assim, gerenciando o universo, dirigindo as regras de mudança para todas as coisas e a trajetória de movimento delas. Como todas as coisas, o homem é silenciosa e inconscientemente nutrido pela doçura, pela chuva e pelo orvalho de Deus; como todas as coisas, o homem vive inconscientemente embaixo da orquestração da mão de Deus” (‘Deus é a fonte da vida do homem’ em “A Palavra manifesta em carne”). Também me lembrei de que o Senhor Jesus disse: “Olhai as aves do céu, elas não semeiam, nem ceifam, nem recolhem em celeiros, e vosso Pai celestial as alimenta. Não sois vós muito mais valiosos do que elas?” (Mateus 6:26). Deus cuida das aves no céu, quanto mais dos humanos! Eu havia sido criado por Deus, e Ele me deu minha vida. Minha comida, minhas roupas, tudo me foi dado por Deus. O bispo cuidou de mim graças aos arranjos de Deus, e minha chance de servir a Deus como padre também foi determinada por Ele, e era o amor Dele. Eu deveria estar agradecendo a Deus. Se eu traísse a Deus para retribuir a suposta bondade de uma pessoa, aí sim é que eu seria ingrato! Além disso, aqueles bispos e padres eram invejosos, tinham fome de poder e cobiçavam os benefícios do status. O Senhor retornou, e eles não só se recusavam a investigar, como impediam outros de seguir a Deus, e até espalhavam mentiras e blasfêmias. Isso não era cometer o mal? Por mais gentis que parecessem ser, eles não estavam tentando trazer as pessoas para diante do Senhor, ajudá-los a conhecer o Senhor e ganhar a verdade e a vida Dele. Estavam trazendo as pessoas para diante de si mesmos, para que os adulassem e os seguissem, o que afastava as pessoas cada vez mais do Senhor. Isso me lembrou de algo que o Senhor disse aos fariseus: “Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas! Fechais ao homem o reino dos céus, pois vós mesmos não entrais; e aqueles que querem entrar não deixais entrar. Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas! Devorais as casas das viúvas, fazeis orações longas. Por isso recebereis julgamento maior” (Mateus 23:13-14). Os bispos e padres tinham todos sob o controle deles, e impediam as pessoas de acolher o retorno do Senhor. Em que isso era diferente dos escribas e fariseus? Eles não eram os servos malignos que a obra de Deus dos últimos dias expõe? Tentar ter consideração por eles seria uma traição ao Senhor!

Mais tarde, quando o clero de outras províncias soube da minha fé em Deus Todo-Poderoso, eles começaram a me perturbar e me assediar. Eles me culparam, me atacaram e me condenaram, dizendo que minha fé era uma traição ao Senhor, que eu era um traidor e deveria ser condenado. A pior parte foi que eles inventaram coisas e distorceram os fatos para caluniar a Igreja de Deus Todo-Poderoso e blasfemar contra Deus Todo-Poderoso. Quase ninguém quis me ouvir até o fim. Eu fiquei enfurecido. Pensava: “Como essas pessoas, que trabalham ostensivamente para Deus, podem ser assim? Tudo que saía da boca deles era condenação e blasfêmia, tão odioso em relação a Deus”. Por um tempo, era como se algo estivesse apertando meu coração e eu não conseguisse encontrar paz. Eu sabia que, com eles me condenando e me rejeitando daquele jeito, os paroquianos deles me tratariam da mesma forma, provavelmente me insultariam aonde quer que eu fosse. Isso era muito doloroso e decepcionante. Eu me lembrei das palavras do Senhor: “Bem-aventurados sereis quando vos caluniarem, perseguirem e falarem todo o mal contra vós por causa de Mim” (Mateus 5:11). Deus se tornou carne e veio para a terra para salvar a humanidade e sofreu abuso por parte do mundo religioso. As pessoas são tão cruéis, tão más com Deus, e aqueles de nós que seguem a Deus certamente sofrerão o mesmo tipo de calúnia, mas sofrer pela justiça é abençoado e significativo. Vendo as coisas assim, deixei de me preocupar com a condenação e rejeição dos outros. Eles podem até me tratar assim, mas ter a chance de acolher o Senhor, de ler as palavras de Deus e de encontrá-Lo face a face é a maior bênção. Deus é meu tudo, e tê-Lo é ter tudo. Isso me confortou muito e me trouxe uma sensação de paz. Na minha igreja antiga, eu não recebia sustento espiritual, mas vivia na escuridão. Mas ao seguir Deus Todo-Poderoso, eu recebia o sustento da verdade e podia ver a salvação no horizonte. Era como voltar dos mortos. Eu tinha encontrado o caminho da vida eterna e, por mais que o clero católico me julgasse e me condenasse, eu seguiria Deus Todo-Poderoso. Depois disso, li esta passagem das palavras de Deus Todo-Poderoso. “Em cada passo da obra que Deus faz no interior das pessoas, externamente ela parece consistir em interações entre pessoas, como se nascida de arranjos humanos ou de interferência humana. Mas nos bastidores, cada passo da obra e tudo o que acontece é uma aposta feita por Satanás diante de Deus e requer que as pessoas permaneçam firmes em seu testemunho a Deus. Veja quando Jó foi provado, por exemplo: nos bastidores, Satanás estava fazendo uma aposta com Deus, e o que aconteceu a Jó foram os feitos dos homens e a interferência dos homens. Por trás de cada passo da obra que Deus faz em vocês está a aposta de Satanás com Deus — por trás disso tudo há uma batalha” (‘Apenas amando a Deus é que verdadeiramente se crê em Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”). Essa leitura me ajudou a ver que os ataques deles contra mim eram parte de uma batalha espiritual e um grande teste para mim. Eles usavam dinheiro, poder e prestígio para me seduzir a trair a Deus e me atacavam quando não conseguiam o que queriam. Queriam me forçar a desistir da minha fé em Deus Todo-Poderoso. Ao tentarem me impedir de seguir a Deus e de aceitar a salvação Dele, eles estavam assumindo o papel de Satanás. Eu não podia cair nos truques de Satanás. Quanto mais o clero me julgava e me condenava, mais eu via a verdade de como eles odiavam a verdade e resistiam a Deus. Nenhum deles buscava ou ansiava pela aparição de Deus, nem acolhia a vinda do Senhor. Eram todos incrédulos, fariseus modernos que trabalham contra Deus.

Fiquei muito surpreso quando, numa manhã, ao amanhecer, quando eu estava na igreja em oração com alguns frades e freiras que tinham acabado de aceitar Deus Todo-Poderoso, os padres Wang e Li apareceram com alguns paroquianos que não costumavam ser devotos, ao todo umas 70 pessoas, e invadiram o pátio da igreja. Eles tinham uma expressão ameaçadora no rosto, e concluí que eles usariam violência para impedir que os irmãos encontrassem o caminho verdadeiro. Fiquei com medo e rapidamente orei a Deus: “Deus! Minha estatura é baixa. Dá-me fé e força para que eu não ceda a essas forças religiosas malignas”. Me senti mais calmo depois da oração, com menos medo. Calmamente, eu me aproximei deles e disse: “Padre Wang, padre Li, por que trouxeram todas essas pessoas para cá?”. O padre Wang me disse: “Você aceitou a Relâmpago do Oriente e, pior, envolveu os paroquianos. Acolher o retorno do Senhor é algo importante, mas você passou para a Relâmpago do Oriente em segredo sem discutir isso conosco. Você é um rebelde! Você se esqueceu das palavras do Senhor? A Bíblia diz: ‘Então, se alguém vos disser: Aqui está Cristo, ou acolá, não acrediteis nele. Porque falsos cristos e falsos profetas se levantarão e mostrarão grandes sinais e maravilhas, para seduzir (se possível) até os eleitos’ (Mateus 24:23-24). Então, qualquer notícia da segunda encarnação do Senhor é falsa. Você foi enganado e traiu o Senhor, e está recebendo a última chance. Desista da Relâmpago do Oriente e retorne os outros para o rebanho, e continuará sendo padre”. Eu disse com voz firme: “Padre Wang, você pode fazer comigo o que quiser, mas impedir que as pessoas investiguem o caminho verdadeiro, que elas ouçam a voz de Deus e acolham o retorno do Senhor é absolutamente inaceitável. É verdade que há falsos cristos e falsos profetas nos últimos dias, mas o Senhor Jesus disse que Ele retornaria. Não podemos deixar de acolher o retorno do Senhor só por medo de falsos cristos. Isso não é dar um tiro no próprio pé?. O Senhor Jesus nos instruiu a estar atentos a falsos cristos, pois eles não podem expressar a verdade, só enganarão as pessoas com sinais e maravilhas. Só Cristo na carne pode expressar a verdade, conceder vida à humanidade e apontar-nos a senda da salvação, para o reino de Deus. Cristo é o Espírito de Deus em forma carnal e Ele possui essência divina, só Ele pode expressar a verdade para sustentar e pastorear os humanos, só Ele pode expressar o caráter de Deus e completar a obra de redimir e salvar o homem. Nenhum humano pode fazer isso, nem pode imitar. Deus Todo-Poderoso apareceu e está operando nos últimos dias, revelando os mistérios do plano de gerenciamento de seis mil anos de Deus e as encarnações, expressando todas as verdades que purificam e salvam o homem. Só o Próprio Deus poderia fazer toda essa obra. Quem mais, além de Deus, poderia expressar a verdade, ou fazer a obra de julgamento nos últimos dias? Quem mais poderia purificar e salvar a humanidade? Ninguém poderia. Deus Todo-Poderoso expressa muitas verdades, e isso prova que Ele é o Senhor Jesus retornado, que Ele é Cristo dos últimos dias”.

De olhos arregalados, o padre Wang disse: “Não importa se você está certo! Você não quer voltar, mas está fixado na Relâmpago do Oriente. Os bispos nos instruíram a alertá-lo. Desista disso e entregue esses livros da Relâmpago do Oriente”. Então o padre Li apontou para mim e disse: “Entregue as chaves da igreja e esse pregador da Relâmpago do Oriente!”. O padre Wang ordenou aos paroquianos: “Revistem o local e encontrem todos os livros da Relâmpago do Oriente! Eles não podem praticar a fé deles sem esses livros”. Então ordenou que alguns deles me segurassem, e um diácono se ajoelhou diante de mim e gritou: “Você não pode crer em Deus Todo-Poderoso! O que faremos se você deixar de ser padre? Você deve nos guiar para o céu…” Não consegui me soltar deles. Só pude observar como eles entraram no pátio da igreja com suas pás e enxadas, depois os ouvi quebrando janelas e portas. Eu estava furioso e muito preocupado, pois o irmão Chen, que compartilhava o evangelho, estava lá dentro, e seria um problema se o pegassem. Os outros ali eram novos na fé em Deus Todo-Poderoso dos últimos dias e não tinham uma base firme. Temia que eles não teriam a força para permanecer firmes diante desse tipo de perturbação. Não demorou, e cada sala da igreja tinha sido revirada por eles, e eles tinham revirado até o tabernáculo. No catolicismo, o tabernáculo é sagrado, e só o padre pode tocar nele. Vi que aquelas pessoas eram audaciosas demais e não tinham reverência por Deus. Só que eles não desistiram. Foram até as casas dos membros da igreja e, intimidando e espalhando boatos, conseguiram a maioria dos exemplares deles das palavras de Deus. O espancaram tanto que ele não conseguia se levantar do chão e até ameaçaram entregá-lo à polícia. Eu fiquei furioso e disse a eles: “O irmão Chen é um crente verdadeiro. Espancá-lo desse jeito e até ameaçar entregá-lo à polícia, vocês não têm consciência? Vocês são crentes em Deus? Deus é justo, e todo mal contra Ele será certamente punido”. Eles não o entregaram à polícia quando eu disse isso. Então o padre Wang me disse: “Como clero, somos bem-intencionados naquilo que fazemos, espero que você entenda. Venha para a casa do bispo conosco”. Eu disse: “Não vou com vocês. Ouvi a voz de Deus e estou seguindo os passos do Cordeiro. Estou firme nessa senda!” Depois disso, foram embora com raiva. Naquela noite, fiquei deitado na cama, sem conseguir dormir. Os eventos daquele dia se repetiram na minha mente como um filme. Minha mente estava em alvoroço questionando, como bispos e padres, servos vitalícios do Senhor, podiam nos odiar tanto por investigarmos o caminho verdadeiro? Uma igreja é um local de adoração, mas eles tiveram a ousadia de destruí-la, de espancar um irmão evangelista e de pegar dos crentes os livros das palavras de Deus. Eram capazes de qualquer mal. Os padres tinham conexões com o governo, eu não sabia quando eles me denunciariam à polícia. Eu sempre me recusei a me unir à igreja administrada pelo governo, por isso era mal visto pelo capitão da Brigada de Segurança Nacional. Ele já tinha me ameaçado, dizendo que, por eu não ter me unido à Igreja das Três Autonomias, ele tinha sido criticado pela Secretaria Municipal de Segurança Pública. Por isso ele me daria uma lição quando tivesse a chance. Agora, como crente em Deus Todo-Poderoso, se a polícia me pegasse, eles poderiam me torturar até a morte. A condenação do mundo religioso e perseguição do Partido foram muito dolorosas para mim. Eu só estava seguindo os passos do Senhor, seguindo Cristo dos últimos dias. Por que isso era tão difícil? Naquela noite, não consegui dormir. Orei a Deus: “Deus, por favor, ajuda-me e dá-me fé e força para que eu possa vencer minha fraqueza carnal e permanecer firme nesta situação”. Então me lembrei de um hino das palavras de Deus: “Deus Todo-Poderoso, o Cabeça de todas as coisas, exerce Seu poder real do Seu trono. Ele governa o universo e todas as coisas, e Ele está no ato de nos guiar por toda a terra. A cada momento, devemos estar próximos Dele e comparecer diante Dele em silêncio, sem jamais perder um único momento e com lições a aprender a cada momento. Tudo, desde o ambiente à nossa volta até às pessoas, assuntos e coisas, existem todos pela permissão do Seu trono. De forma alguma, permita que queixas surjam em seu coração, caso contrário Deus não lhe concederá a Sua graça. […] A fé é como uma ponte de um tronco só: aqueles que se agarram abjetamente à vida terão dificuldade para cruzá-la, mas aqueles que estão prontos para se sacrificar podem atravessá-la de pé firme e sem preocupação. Se o homem abriga pensamentos tímidos e temerosos, isso é porque Satanás o enganou, temendo que cruzemos a ponte da fé para entrar em Deus” (‘O adoecimento é o amor de Deus’ em “Seguir o Cordeiro e cantar cânticos novos”). Cantar esse hino várias vezes me fortaleceu um pouco. É verdade. O universo, tudo está nas mãos de Deus, incluindo meu destino. Se eu fosse preso ou não, isso também estava nas mãos de Deus. Satanás conhece minhas fraquezas. Ele usou nome, status e segurança pessoal para me atacar, para me levar a trair Deus Todo-Poderoso, e Deus também estava usando essa situação para testar minha fé, para ver se eu renunciaria a tudo para continuar seguindo a Deus. Houve certo sofrimento, mas pude sentir a orientação de Deus, e isso me fortaleceu. Lembrei-me de que o Senhor disse: “Pois aquele que salvar a sua vida a perderá: e aquele que perder a sua vida por causa de Mim, a encontrará” (Mateus 16:25). A fim de redimir a humanidade, o Senhor Jesus foi crucificado pelo mundo religioso e pelo governo, e os discípulos que O seguiram foram perseguidos. Alguns foram apedrejados, alguns arrastados até a morte por cavalos, alguns foram enforcados. Eles foram martirizados para espalhar o evangelho, dando um lindo testemunho. Deus aprovou isso. Seguir a Deus é trilhar o caminho da cruz. O Senhor Jesus já serviu como exemplo para nós. Devemos beber do cálice amargo do qual o Senhor bebeu e trilhar a senda que Ele trilhou. Agora que eu estava seguindo Deus Todo-Poderoso, se eu fosse preso e torturado pelo Partido Comunista, seria para o bem da justiça. Deus aprovaria e seria algo glorioso. Não importava o que eu enfrentasse depois disso, eu estava disposto a dar a minha vida, a seguir a Deus até o fim.

Depois, refleti sobre a razão pela qual os bispos e padres não queriam investigar a obra de Deus dos últimos dias e resistiam tanto a ela. Li isto nas palavras de Deus Todo-Poderoso: “Vocês desejam conhecer a raiz do motivo pelo qual os fariseus se opunham a Jesus? Desejam conhecer a essência dos fariseus? Eles tinham muitas fantasias sobre o Messias. E mais, eles criam somente que o Messias viria, mas não buscavam a verdade da vida. Assim, até hoje eles ainda aguardam o Messias, pois não têm conhecimento do caminho da vida, e não sabem qual é o caminho da verdade. Como, dizem vocês, poderia um povo tão tolo, obstinado e ignorante ganhar a bênção de Deus? Como poderia contemplar o Messias? Ele se opunha a Jesus porque não conhecia a direção da obra do Espírito Santo, porque não conhecia o caminho da verdade do qual Jesus falava e, além disso, porque não entendia o Messias. E como nunca havia visto o Messias e nunca havia estado na companhia do Messias, cometera o erro de se agarrar ao mero nome do Messias enquanto se opunha à essência do Messias através de qualquer meio possível. Esses fariseus eram obstinados, arrogantes em essência e não obedeciam à verdade. O princípio de sua crença em Deus era: não importa quão profunda seja a Sua pregação, não importa quão elevada seja Sua autoridade, Você não é Cristo a menos que seja chamado o Messias. Essa crença não é absurda e ridícula?” (‘Quando você contemplar o corpo espiritual de Jesus, Deus terá feito novo céu e nova terra’ em “A Palavra manifesta em carne”). Isso me ensinou que os fariseus se opuseram ao Senhor Jesus porque eram teimosos e arrogantes por natureza. Eles odiavam a verdade e se recusavam a aceitá-la. Ouviram as palavras do Senhor Jesus, mas não entendiam que eram do Espírito Santo e não queriam admitir que o que Ele falava era a verdade. Viram que o Senhor devolvia a visão aos cegos, curava os leprosos e ressuscitou os mortos, mostrando tantos sinais e prodígios, mas não queriam reconhecer que Ele era o Messias profetizado, o Próprio Deus. Estavam convencidos de que Ele era apenas um homem e até blasfemaram contra Ele, dizendo que Ele expulsava demônios por meio do príncipe dos diabos. Não reconheceram a obra do Espírito Santo, não aceitaram a verdade nem obedeceram às palavras de Deus. Se agarraram ao nome “Messias” e insistiram em suas próprias noções e imaginações, e, no fim, mandaram pregar o Senhor Jesus na cruz. Agora que o Senhor retornou como Deus Todo-Poderoso, expressando verdades para julgar e purificar a corrupção das pessoas e manifestando abertamente o caráter justo e majestoso de Deus que não tolera ofensa, as palavras de Deus Todo-Poderoso têm poder e autoridade e abalaram os espíritos dos crentes verdadeiros em Deus de todas as denominações. Eles reconhecem que as palavras de Deus Todo-Poderoso são a verdade e as palavras do Espírito Santo às igrejas. Mas os bispos e padres não entendem isso. Eles se agarram às escrituras literais e às suas noções, esperando que o Senhor retorne e lhes dê uma revelação primeiro. Eles não buscam a verdade nem tentam ouvir a voz de Deus, só impedem que as pessoas aceitem a obra de Deus dos últimos dias. Tudo isso que fazem revela seu rosto verdadeiro de odiar a verdade e a Deus. São completamente fariseus modernos.

Depois de procurarem os livros, eu saí da igreja com alguns frades e freiras que queriam compartilhar o evangelho. Alguns dias depois, um irmão me enviou uma mensagem dizendo que eu não devia voltar, que no dia seguinte à minha partida, a polícia foi até a igreja para me prender. Quando não me encontraram, acamparam na igreja, esperando por mim. Prenderam várias pessoas que tinham aceito o evangelho e perguntaram onde eu estava. Aquele irmão disse que diáconos de várias paróquias tinham me denunciado ao capitão da Brigada de Segurança Nacional, por eu não ter me unido às Três Autonomias e ter dito a outros diáconos e padres que também não se filiassem, de modo que eu estaria me opondo diretamente ao governo. O mais sério era que o capitão disse que pregar a Relâmpago do Oriente era um crime capital e que eles poderiam atirar para matar. A polícia os ameaçou, dizendo que poderiam ser condenados por um crime se não dissessem onde eu estava. Fiquei furioso quando ouvi isso. O partido me intimidou sem parar por anos para que eu me filiasse às Três Autonomias, e agora que eu estava seguindo Deus Todo-Poderoso e compartilhando o evangelho dos últimos dias, eu era ainda mais ameaçador para eles. Queriam me prender e me ver morto imediatamente. Esses demônios do Partido Comunista são vis! Mas eu sabia em meu coração que, sem a permissão do bispo, eles nunca teriam feito isso por conta própria. Isso revelou a natureza perversa deles ainda mais. Pensei nos fariseus. Para impedir os judeus de aceitarem a salvação do Senhor Jesus, eles cooperaram com o governo romano para pregar o Senhor na cruz e caçaram e perseguiram os discípulos Dele. Agora o clero estava cooperando com o Partido Comunista para me prender e me forçar a desistir da minha fé em Deus Todo-Poderoso. Eram iguais aos fariseus do passado!

Não demorou, e descobri que a casa do meu anfitrião estava sendo vigiada pela polícia, e os irmãos me tiraram dali imediatamente. No dia seguinte, eu soube que o casal anfitrião tinha sido preso. A polícia tinha uma foto minha e exigiu que dissessem onde eu estava. Depois disso, não pude ficar em lugar nenhum para evitar a prisão. Eu estava sempre me escondendo, tentando escapar do Partido Comunista, perguntando-me quando aqueles dias terminariam. Durante a Revolução Cultural, meu tio foi espancado até a morte por ser católico. O corpo dele ficou com marcas de correntes e cicatrizes de queimaduras, o que ainda está gravado na minha mente. Pensei que eu não fazia ideia de como me torturariam se eu caísse nas mãos do Partido.

Houve um hino das palavras de Deus que me guiou e me deu fé. “Você deve sofrer dificuldades pela verdade, deve se entregar à verdade, deve suportar humilhação pela verdade e, para ganhar mais da verdade, você deve passar por mais sofrimento. É isso que você deve fazer. Você não deve jogar a verdade fora em favor de uma vida familiar pacífica nem deve perder a dignidade e integridade da sua vida por causa de um prazer momentâneo. Você deve buscar tudo que é belo e bom e buscar uma senda na vida que seja mais significativa” (‘Você deve abandonar tudo pela verdade’ em “Seguir o Cordeiro e cantar cânticos novos”). Enquanto cantava, refleti sobre o significado do hino e entendi um pouco melhor a vontade de Deus. Seguir a Deus e ganhar a verdade exige algum sofrimento. É só por meio de adversidade e provações que a nossa fé é aperfeiçoada e que ganhamos discernimento em muitas coisas. Eu fui rejeitado e traído pelo mundo religioso porque eu seguia Deus Todo-Poderoso, e agora eu estava sendo caçado pelo grande dragão vermelho, sempre em fuga. Vivia num estado constante de medo e sofria bastante. Mas essas experiências me ajudaram a ver com mais clareza a realidade de que o clero odeia a verdade e odeia a Deus. Também experimentei a orientação de Deus. Sempre que me sentia miserável e fraco, Deus me guiava para entender a vontade Dele, me fortalecer e me dar fé, e eu deixava de ser fraco e temeroso. Pude sentir que Deus me guiava e vigiava o tempo todo. E também passei por muito sofrimento, mas ele tinha sentido e valor. E se eu fosse preso, eu sabia que seria com a permissão de Deus, e estava pronto a me submeter a Deus e às Suas orquestrações. Estava pronto para seguir a Deus por mais difícil que tudo ficasse. Eu nunca vacilaria!

Continuaram tentando me impedir de espalhar o evangelho. Um dia fui encontrar alguém na estação de ônibus, e assim que me aproximei da área de chegada, várias pessoas me cercaram e me agarraram. Fiquei chocado e não sabia o que estava acontecendo. Então alguns dos meus parentes saíram de um carro e me enfiaram nele sem nenhuma explicação. Na época, eu não sabia, mas descobri mais tarde que o bispo tinha pedido que o diácono Feng ligasse para a minha família e outros membros da igreja e lhes dissesse que eu tinha me juntado à Relâmpago do Oriente, que eu tomava êxtase e tinha enlouquecido, que eu não queria mais ser padre e nem me importava com dinheiro. Disse que eu estava sendo controlado, que tinha violado meus votos ao Senhor, que tinha me casado com uma viúva e que meus filhos tinham tantos e tantos anos. Pediu que meus amigos e parentes cooperassem com o bispo para me recuperar, para me impedir de seguir Deus Todo-Poderoso e de compartilhar o evangelho. Eles realmente adoravam o clero, por isso acreditavam nas coisas que diziam. Achavam que bispos e padres nunca mentiriam. Fiquei enfurecido quando ouvi isso e vi ainda mais claramente que os clérigos são demônios na carne. A Bíblia diz: “Vós tendes como pai o demônio e cumprireis os desejos de vosso pai. Ele era homicida desde os primórdios e não permaneceu na verdade; pois a verdade não está nele. Quando ele diz uma mentira, ele fala do que lhe é próprio: pois é um mentiroso e o pai da mentira” (João 8:44). Só demônios mentiriam e espalhariam boatos desse jeito, dando testemunho falso para enganar.

Então me levaram até a residência do bispo. Ele sorriu e me disse de maneira hipócrita: “Você voltou. A ovelha perdida está em casa”. Então mandou que todos saíssem para falar comigo a sós. Ele disse: “Antes, você queria continuar seus estudos, mas nós não concordamos. Dessa vez, concordaremos com todos os seus pedidos e você pode ir à universidade que quiser. Muitos seminários precisam de instrutores e muitas paróquias não têm padre. Se não quiser ir para a universidade, você poderia ser um instrutor num seminário ou escolher a paróquia em que deseja servir como padre. Você não está ficando mais jovem e você passou por tempos difíceis recentemente. Temos dinheiro, um carro e uma casa esperando por você. Basta desistir da Relâmpago do Oriente e ser padre, e você não terá mais preocupações”. Fiquei enojado quando ele disse isso. Esses bispos só pensavam em status, dinheiro e nome. Acreditavam no Senhor, mas não seguiam as palavras Dele. Não investigaram quando ouviram que o Senhor tinha retornado, só queriam proteger o próprio nome e status e impediam que outros aceitassem o evangelho de Deus dos últimos dias. Será que nome e status poderiam salvá-los do pecado? Então eu disso ao bispo Zhao: “Bispo, não quero nada disso. Quando Satanás tentou o Senhor Jesus, ele usou dinheiro e fama para fazer com que Ele se curvasse diante dele. Então, de quem vêm essas coisas das quais está falando? Quando você me ordenou como padre, todos juramos ao Senhor que tomaríamos sobre nós uma cruz e seguiríamos a Ele pelo resto da vida. Agora o Senhor retornou, e eu estou determinado a segui-Lo. Nenhuma oposição nem rejeição pela igreja podem me impedir”. Quando viu que não conseguiria me seduzir, ele me alertou: “Sugiro que pare de falar da Relâmpago do Oriente aos membros da igreja!” Então o bispo Zhao nos levou para comer, e alguns parentes meus estavam lá. Um deles me disse: “Você é o único padre na nossa família há gerações e é o orgulho da nossa família. Nunca imaginamos que você se juntaria à Relâmpago do Oriente. Seu pai já passou dos 80 anos, e você está pregando a Relâmpago do Oriente em vez de cuidar de seus pais. Você desistiu do sacerdócio. Isso é uma traição ao Senhor e você irá para o Inferno por isso!”. Então meu irmão acrescentou: “Sofri muito para que você pudesse se tornar padre. Quando você estava no seminário, quase morremos de fome, e eu lutei para conseguir comida e dinheiro para você. Não foi fácil fazer isso acontecer e torná-lo padre. Mas agora você está com a Relâmpago do Oriente – traiu o Senhor. Você não é padre e não se importa com dinheiro. Você enlouqueceu?”. Eu respondi: “É verdade que precisei de seu apoio para me tornar padre, mas quanto a você dizer que não quero cuidar dos nossos pais? Quando me tornei padre, eu jurei ao Senhor que renunciaria ao meu lar, à família e à chance de me casar para servir a Ele por toda a vida. A Bíblia diz: ‘Aquele que ama seu pai ou mãe mais do que a Mim não é digno de Mim; e aquele que ama seu filho ou filha mais do que a Mim não é digno de Mim. E aquele que não toma sobre si a sua cruz e Me segue não é digno de Mim’ (Mateus 10:37-38). Você diz que devo parar de compartilhar o evangelho e voltar para casa, mas isso está alinhado com as palavras do Senhor? Nossa fé significa tomar sobre nós uma cruz e compartilhar o evangelho, levá-lo para muitos lares. Agora o Senhor retornou e está fazendo a obra de julgamento, a começar pela casa de Deus, então compartilhar esse evangelho é uma causa muito justa”. Antes de terminar, meu irmão levantou o braço como se fosse me bater, dizendo que eu tinha envergonhado gerações da nossa família e que ele quebraria minhas pernas se continuasse com isso. Depois disse algumas coisas blasfemas. Depois disso, o bispo Zhao me prendeu ali e não me deixou ir, dizendo que eu precisava de atenção médica. Se eu saísse, eu seria seguido, sem liberdade, como um criminoso. Então apenas orei e confiei em Deus. No quarto dia, escapei quando não estavam prestando atenção, voltei para os irmãos e continuei compartilhando o evangelho.

Vi o clero não só impedindo as pessoas de ouvirem a voz de Deus e de acolherem o Senhor, mas também recorrendo a todas essas táticas para enganar os crentes e levá-los para uma senda contrária a Deus, fazendo deles seus objetos sacrificiais. E minha família estava trabalhando contra Deus, blasfemando contra Ele. Eram as consequências das mentiras do bispo e de seus ataques a Deus. Lembrei-me de que, quando o Senhor amaldiçoou os fariseus, Ele disse: “Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas! Fechais ao homem o reino dos céus, pois vós mesmos não entrais; e aqueles que querem entrar não deixais entrar. […] Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas! Percorreis os mares e as terras para fazer um prosélito; e, depois de fazê-lo, fazeis dele o filho do inferno duas vezes pior do que vós mesmos” (Mateus 23:13, 15). Os bispos e padres também levaram as pessoas para a religião, levaram todos a ouvi-los, a se oporem a Deus, e fizeram deles filhos do Inferno. Eram demônios que devoravam a alma das pessoas. A palavra de Deus Todo-Poderoso diz: “Existem aqueles que leem a Bíblia em igrejas majestosas e a recitam o dia inteiro, mas nem um deles entende o propósito da obra de Deus. Nem um deles é capaz de conhecer Deus; menos ainda pode qualquer um deles estar de acordo com a vontade de Deus. Todos eles são pessoas inúteis e vis, cada uma se empinando para repreender a Deus. Eles intencionalmente se opõem a Deus mesmo quando carregam o estandarte Dele. Afirmando ter fé em Deus, ainda comem a carne e bebem o sangue do homem. Todas as pessoas assim são diabos que devoram a alma do homem, demônios chefes que deliberadamente se interpõem aos que tentam entrar na senda certa e pedras de tropeço que impedem os que buscam a Deus. Elas podem parecer ter uma ‘constituição robusta’, mas como os seus seguidores podem saber que não passam de anticristos que levam as pessoas a ficarem contra Deus? Como os seus seguidores podem saber que esses anticristos são diabos vivos dedicados a devorar as almas humanas?” (‘Todos os que não conhecem a Deus são pessoas que se opõem a Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”). As palavras de Deus me mostraram que tipo de pessoa são esses líderes religiosos. Sempre se gabam da autoridade que têm para perdoar pecados. Quando os crentes pecam, elas devem se ajoelhar diante deles e confessar para ganhar perdão. O clero se tornou igual a Deus aos olhos dos paroquianos. Agora que o Senhor retornou e está expressando verdades para salvar o homem, eles não investigam nem permitem que os crentes aceitem isso, mas espalham mentiras, julgando, condenando e caluniando a Igreja de Deus Todo-Poderoso. Não amam a Deus nem a verdade, só amam status e dinheiro e desejam os benefícios do prestígio. Querem proteger sua posição e seu sustento, assim mantêm os crentes sob seu controle, devorando a alma das pessoas enquanto alegam servir a Deus. São demônios genuínos, anticristos que se escondem na igreja, que odeiam a verdade e são inimigos de Deus. Ao passar repetidas vezes pelas perturbações dos líderes religiosos, vi claramente que eles têm uma essência de anticristo, contrária a Deus. Foram as palavras de Deus Todo-Poderoso que desenvolveram meu discernimento e que me deram fé e força, para que eu vencesse as tentações e os ataques deles, e visse que são anticristos em essência, me livrasse de suas restrições e seguisse a Deus. Experimentei pessoalmente que as palavras de Deus Todo-Poderoso são a verdade e a vida. Sou extremamente grato pela salvação de Deus!

Todos os dias temos 24 horas e 1440 minutos. Você está disposto a dedicar 10 minutos para estudar o caminho de Deus? Você está convidado a se juntar ao nosso grupo de estudo.

Conteúdo relacionado

Entre em contato conosco pelo WhatsApp