26 As sete trombetas de Deus soam outra vez

1 Minhas sete trombetas soam, despertando aqueles que dormitam! Levante-se rápido, não é tarde demais. Examine a sua vida! Abra os olhos e veja que momento é esse. O que você busca? O que há para pensar? E o que há em que se agarrar? Será que você não considerou a diferença de valor entre ganhar a Minha vida e todas as coisas que ama e às quais se apega? Pare de ser voluntarioso e folgazão. Não perca esta oportunidade. Este momento não voltará! Fique de pé, pratique o exercício do seu espírito, use ferramentas variadas para perceber e frustrar cada plano e truque de Satanás, para triunfar sobre Satanás. Não desanimado, não fraco, seguindo sempre em frente, passo a passo, direto até o fim da estrada!

2 Quando as sete trombetas soarem outra vez, será o chamado para o julgamento, o julgamento dos filhos rebeldes, o julgamento de todas as nações e todos os povos e cada nação se renderá perante Deus. O semblante glorioso de Deus certamente será mostrado diante de todas as nações e todos os povos. Todos estarão totalmente convencidos, clamando para o Deus verdadeiro sem cessar. O Deus todo-poderoso será mais glorioso, e Meus filhos compartilharão da glória, compartilharão o reinado Comigo, julgando todas as nações e todos os povos, punindo o mal, salvando e tendo misericórdia das pessoas que pertencem a Mim, trazendo solidez e estabilidade ao reino. Através do som das sete trombetas, muitas pessoas serão salvas, retornando diante de Mim para ajoelhar-se e adorar, em constante louvor!

3 Quando as sete trombetas soarem mais uma vez, será a coda no fim da era, o sopro da trombeta da vitória sobre o demônio Satanás, a saudação no começo da vida aberta do reino na terra! Esse som tão sublime, esse som reverberando ao redor do trono, esse sopro de trombeta estremecendo Céu e terra, é o sinal da vitória do Meu plano de gestão e do julgamento de Satanás, condenando este velho mundo à morte total, ao poço do abismo! Esse sopro de trombeta significa que o portão da graça está fechando, que a vida do reino começará na terra, o que é perfeitamente justificável. Deus salva aqueles que O amam. Assim que retornarem para Seu reino, os povos na terra enfrentarão fome, pestilência e as sete taças da ira de Deus, sete pragas que sucederão uma após a outra. O céu e a terra passarão, mas Minha palavra não passará!


Adaptado de ‘Capítulo 36’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior: 25 Sete trovões procedem do trono

Próximo: 27 Quando o relâmpago surge do Oriente

Quando ocorre um desastre, como nós, cristãos, devemos enfrentá-lo? Fique à vontade para nos contatar via WhatsApp, podemos explorar e encontrar caminhos juntos.
Conecte-se conosco no Messenger
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro