153 Erguer-se em meio à escuridão e à opressão

I

Com vontade forte, as forças do mal enfrento.

Na dura estrada, meu coração se torna firme e forte.

A verdadeira luz me guia e eu seguirei.

A humanidade é tão cruel, onde há lugar para Deus?

É difícil acreditar em Deus na terra governada pelo diabo.

Deixarei Satã e seguirei a Deus.

Com um coração que ama a Deus, emitirei luz e calor,

fiel até o fim, testemunharei para a glória de Deus.

Não importa como Deus me refinar,

testemunharei e O satisfarei.

II

Satanás me persegue, não tenho sequer um lar.

Servir a Deus é a lei do céu e o princípio da terra.

Satã me oprime, tenho mais certeza em Cristo.

Seus planos são perversos e desprezíveis.

Nunca cederei a Satanás, não viverei sem valor.

Vou suportar a dor em meio as noites de trevas.

Testemunharei em vitória total,

a Deus consolarei, para ganhar Seu louvor.

Com um coração que ama a Deus, emitirei luz e calor,

fiel até o fim, testemunharei para a glória de Deus.

Não importa como Deus me refinar,

testemunharei e O satisfarei.

III

A justiça emerge na noite antes do amanhecer.

Na agonia da morte, o diabo vem servir a Deus.

Deus ganhou a Sua glória, fez vencedores.

E eu louvo Sua justiça e sabedoria.

Ainda mais, considerando a vontade de Deus,

servindo em Sua família da forma que eu puder.

Com um coração que ama a Deus, emitirei luz e calor,

fiel até o fim, testemunharei para a glória de Deus.

Não importa como Deus me refinar,

testemunharei e O satisfarei.

Eu O satisfarei.

Anterior : 152 Através do vento e da chuva

Próximo : 154 Uma escolha sem arrependimento

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

3. O nome de Deus pode mudar, mas Sua essência jamais mudará

Há quem diga que Deus é imutável. Isso está correto, mas tem a ver com a imutabilidade do caráter de Deus e Sua substância. Mudanças em Seu nome e obra não provam que Sua substância mudou; em outras palavras, Deus sempre será Deus, e isso nunca mudará.[…] Assim, as palavras “Deus é sempre novo e nunca velho” referem-se à Sua obra, e as palavras “Deus é imutável” ao que Deus tem e é inerentemente. Independentemente disso, você não pode fazer a obra de seis mil anos depender de um único ponto, ou circunscrevê-la com palavras mortas. Tal é a estupidez do homem. Deus não é tão simples como o homem imagina, e Sua obra não pode permanecer em uma só era. Jeová, por exemplo, não pode sempre significar o nome de Deus; Deus também pode fazer Sua obra sob o nome de Jesus. Esse é um sinal de que a obra de Deus está sempre progredindo adiante.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Conteúdos

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro