Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

A Palavra manifesta em carne

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

Capítulo 46

Entre todas essas palavras, nenhuma é mais inesquecível que as de hoje. As palavras de Deus revelaram anteriormente o estado do homem ou os mistérios do Céu, mas essa declaração é diferente das do passado. Ela não ridiculariza nem zomba, mas é algo completamente inesperado: Deus sentou-Se e conversou calmamente com as pessoas. Qual é Sua intenção? O que você vê quando Deus diz: “Hoje, Eu comecei uma nova obra acima dos universos. Eu dei às pessoas da terra um novo começo e pedi a todas que deixassem a Minha casa. E, porque as pessoas sempre gostam de ser indulgentes consigo mesmas, Eu as aconselho a ser autoconscientes e a não atrapalhar sempre a Minha obra”? E o que é esse “novo começo” de que Deus fala? Deus aconselhou as pessoas a partirem antes, mas a intenção de Deus era testar sua fé. Então, hoje, quando Ele fala em um tom diferente — Ele está sendo genuíno ou falso? Antes, as pessoas não conheciam as provações de que Deus falou. Foi somente através da etapa de trabalho dos servidores que seus olhos viram e elas experimentaram pessoalmente as provações de Deus. Assim, a partir desse momento, graças ao exemplo das centenas de provações de Pedro, as pessoas muitas vezes cometeram o erro de acreditar que “foi a provação de Deus”. Além disso, nas palavras de Deus, os fatos vieram, mas raramente. Como tal, as pessoas se tornaram mais supersticiosas sobre as provações de Deus e, assim, em todas as palavras proferidas por Deus, elas nunca acreditaram que isso fosse obra dos fatos levados a cabo por Deus; em vez disso, acreditavam que Deus, não tendo nada melhor para fazer, estava especificamente usando palavras para testar as pessoas. Foi em meio a tais provações, que eram sem esperança e ainda assim pareciam oferecer esperança, que as pessoas seguiam, e assim depois que Deus disse que “todas as que ficarem provavelmente sofrerão infortúnio e pouca sorte no final”, as pessoas ainda dedicaram sua atenção a seguir e, portanto, não tiveram intenção de sair. As pessoas seguiram em meio a tais ilusões e nenhuma delas ousou ter certeza de que não havia esperança — o que é parte da prova da vitória de Deus. O ponto de vista de Deus mostra que Ele manobra tudo para que esteja a serviço Dele. As ilusões das pessoas as encorajam a não deixar Deus, independentemente do tempo ou do lugar e, assim, durante essa etapa, Deus usa as motivações imperfeitas das pessoas para fazê-las dar testemunho a favor Dele, que é o significado profundo de quando Deus diz: “Eu ganhei uma porção de pessoas”. Satanás usa as motivações do homem para causar perturbação, ao passo que Deus usa as motivações do homem para fazê-lo servir — que é o verdadeiro significado destas palavras de Deus: “Elas imaginam que podem dar um jeito de entrar, mas quando Me entregam seus cartões de entrada falsos, Eu os lanço no abismo de fogo na mesma hora — e, vendo seus ‘diligentes esforços’ em chamas, elas perdem a esperança”. Deus manobra todas as coisas para fazê-las servir e, assim, Ele não contorna as várias opiniões do homem, mas ousadamente diz às pessoas para saírem; essa é a maravilha e a sabedoria da obra de Deus, combinando palavras sinceras e o método numa coisa só, deixando as pessoas atordoadas e desorientadas. A partir daí se pode ver que Deus realmente está pedindo às pessoas para saírem de Sua casa, que isso não é nenhum tipo de provação e que Deus aproveita essa oportunidade para dizer: “No entanto, Eu também digo às pessoas que, quando elas não conseguem ganhar bênçãos, ninguém pode se queixar de Mim”. Ninguém consegue saber se as palavras de Deus são genuínas ou falsas, mas Deus usa essa oportunidade para estabilizar as pessoas, para livrá-las de seu desejo de sair. Assim, se um dia elas forem amaldiçoadas, terão sido avisadas pelas palavras de Deus, exatamente como quando as pessoas dizem que “as palavras feias são as boas”. Hoje, o amor das pessoas por Deus é franco e sincero e, assim, com palavras que elas não conseguiam dizer se eram genuínas ou falsas, foram conquistadas e passaram a amar a Deus e é por isso que Deus disse: “Já realizei Minha grande obra”. Quando Deus diz: “Eu espero que elas encontrem sua própria senda para a sobrevivência, pois Eu sou impotente quanto a isso”, essa é a realidade da declaração de todas essas palavras por Deus — contudo, as pessoas não pensam assim; em vez disso, elas sempre seguiram sem prestar a menor atenção às palavras de Deus. Assim sendo, quando Deus diz: “no futuro, não haverá mais nenhuma palavra entre nós, nada mais teremos para conversar, não vamos interferir um com o outro, cada um de nós seguirá o seu caminho” essas palavras são realidade e não são nem um pouco contaminadas. O que quer que as pessoas pensem, assim é a “irracionalidade” de Deus. Deus já deu o testemunho diante de Satanás e Deus disse que faria com que todas as pessoas não O deixassem, independentemente do tempo ou do lugar — e assim essa etapa da obra foi concluída e Deus não dá atenção às queixas do homem. Contudo, Deus deixou isso claro desde o começo e, assim, as pessoas são deixadas sobre um barril e forçadas a comer uma torta modesta. A batalha entre Deus e Satanás é inteiramente baseada no homem. As pessoas não têm controle sobre si mesmas, elas são boas e verdadeiras marionetes, enquanto Deus e Satanás são os que puxam as cordas nos bastidores. Quando Deus usa pessoas para dar testemunho Dele, Ele faz tudo o que consegue conceber, faz tudo que é possível para levar as pessoas a prestar serviço a Ele, fazendo com que as pessoas sejam manipuladas por Satanás e, além disso, dirigidas por Deus. E quando o testemunho que Deus quer que seja dado tiver terminado, Ele descarta as pessoas e as deixa sofrendo, enquanto Deus age como se nada tivesse a ver com elas. Quando Ele novamente deseja usar pessoas, Ele as apanha mais uma vez e as coloca em uso — e as pessoas não têm a menor consciência disso. Elas são meramente como um boi ou cavalo usados como agrada a seu dono, nenhuma delas tendo qualquer controle sobre si mesmas. Isso pode soar um pouco triste, mas independentemente de as pessoas terem ou não algum controle sobre si mesmas, prestar serviço a Deus é uma honra e não algo para ficar irritado. É como se Deus devesse agir dessa maneira. Ser capaz de satisfazer a necessidade do Todo-poderoso não é algo de que se orgulhar? Então, o que você acha? Você já tomou a resolução de prestar serviço a Deus? Será que você ainda deseja manter o direito de buscar sua própria liberdade?

Independentemente disso, tudo o que Deus faz é bom e digno de emulação e homem e Deus são, afinal, diferentes. Com base nisso, você deveria amar a Deus com um coração humano, independentemente de Deus ter ou não alguma consideração pelo seu amor. As palavras de Deus mostram que também há profunda tristeza no coração de Deus. É somente por causa das palavras de Deus que as pessoas são refinadas. Contudo, essa obra aconteceu, afinal, ontem — e, então, o que exatamente Deus fará a seguir? Até agora, isso permanece um segredo e, assim, as pessoas são incapazes de compreendê-lo ou concebê-lo, e só podem cantar de acordo com a música de Deus. Não obstante, tudo o que Deus diz é real, tudo se torna verdade — disso não há dúvida!

Anterior:Capítulos 44 e 45

Próximo:Introdução

Conteúdo Relacionado