240 Indo a lugar nenhum longe das palavras de Deus

1 Pondero as palavras de Deus e reflito sinceramente sobre mim mesmo. Deus me elevou para cumprir um dever a fim de me treinar. Mas usei essa oportunidade para me exibir. Quando meu trabalho dá algum fruto, mudo até meu jeito de andar e falar. Professo dar toda a glória a Deus, mas conto minhas próprias contribuições. Sempre acredito em meus dons, mas não oro a Deus genuinamente. Sem buscar a verdade em todas as coisas, bato numa parede atrás da outra. Só depois de cair em trevas, vi como sou patético e carente. Ó Deus! Finalmente sei que nada posso fazer sem Ti.

2 Nunca reconheci a importância de princípios ao lidar com questões. Sempre senti que todas as coisas podem ser feitas através de dons. Agora experimentei que, longe das palavras de Deus, não vou a lugar nenhum. Confiar em dons no trabalho sem buscar a verdade é fracasso certo. Sem submissão e amor por Deus, cumprir o meu dever é fútil. Descaradamente, agi contra a minha consciência e roubei glória de Deus, até desfilei e me exibi. Como isso pode ser um coração reverente a Deus? Não buscando a verdade, insistindo em meu próprio caminho, como poderia não tropeçar? Ó Deus! Teu julgamento me permitiu conhecer Teu caráter justo.

3 Sou tão rebelde, mas Deus ainda me esclarece e me guia. Vendo o amor e a misericórdia de Deus, sinto arrependimento e dívidas maiores. Sou tão miserável e baixo, apenas um grão de pó. Eu devo retribuir a Deus quando for capaz de cumprir o dever de um ser criado. Odeio que, no passado, tenha cumprido meu dever sem buscar a verdade. Perder tantas chances de ser aperfeiçoado realmente feriu o coração de Deus. Só depois de estar repleto de amargura, descobri o tesouro que a verdade é. Só depois de ser podado e lidado por Deus, soube quão profundamente corrupto sou. Estou disposto a dar tudo de mim para buscar a verdade, aceitar o julgamento de Deus e ser purificado. Eu me darei por inteiro para cumprir meu dever de confortar o coração de Deus.

Anterior: 239 Eu vi o amor de Deus no castigo e no julgamento

Próximo: 241 Finalmente vivo uma semelhança humana

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

A senda… (2)

Nossos irmãos e irmãs podem ter alguma ideia da sequência, dos passos e dos métodos da obra de Deus na China continental, mas Eu ainda acho...

3. Reconheça as diferenças entre o Cristo encarnado e os falsos cristos e falsos profetas

Ele que é a encarnação de Deus deve possuir a substância divina, e Ele que é a encarnação de Deus deve possuir a expressão de Deus. Já que Deus Se torna carne, Ele levará adiante a obra que precisa fazer, e já que Deus Se torna carne, Ele expressará o que Ele é e será capaz de trazer a verdade ao homem, conceder vida ao homem e mostrar o caminho ao homem. Carne que não contém a substância de Deus certamente não é o Deus encarnado; disso não há dúvida. Para investigar se é a carne encarnada de Deus, o homem deve determinar isso a partir do caráter que Ele expressa e das palavras que Ele fala. O que quer dizer, se é ou não a carne encarnada de Deus, se é ou não o verdadeiro caminho deve ser julgado pela Sua substância. E assim, ao determinar[a] se é a carne do Deus encarnado, a chave é prestar atenção na Sua substância (Sua obra, Suas palavras, Seu caráter e muito mais), em vez de na aparência exterior. Se o homem olha apenas a Sua aparência exterior e ignora a Sua substância, então isso mostra a ignorância e a ingenuidade do homem.

1. A Bíblia é apenas um registro dos dois estágios da obra de Deus na Era da Lei e na Era da Graça; não é um registro da totalidade da obra de Deus

Ninguém conhece a realidade da Bíblia: que não é mais do que um registro histórico da obra de Deus e um testamento dos dois estágios anteriores da obra de Deus, e não oferece uma compreensão dos objetivos da obra de Deus. Todo mundo que leu a Bíblia sabe que documenta os dois estágios da obra de Deus durante a Era da Lei e a Era da Graça. O Antigo Testamento narra a história de Israel e a obra de Jeová desde o tempo da criação até o fim da Era da Lei. O Novo Testamento registra a obra de Jesus na terra que está nos Quatro Evangelhos, bem como a obra de Paulo; eles não são registros históricos?

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro