Concentre-se mais na realidade

Qualquer pessoa tem a possibilidade de ser aperfeiçoada por Deus, portanto todos deveriam entender que tipo de serviço a Deus é mais adequado às Suas intenções. A maioria das pessoas não sabe o que significa crer em Deus nem entende por que deveria crer Nele — ou seja, a maioria das pessoas não tem compreensão da obra de Deus nem do objetivo do Seu plano de gerenciamento. Até hoje, a maioria das pessoas ainda pensa que crer em Deus diz respeito a ir para o Céu e ter a alma salva. Elas ainda não fazem ideia do significado exato de crer em Deus e, além disso, não têm compreensão alguma da obra mais importante no plano de gerenciamento de Deus. Por vários motivos próprios, as pessoas simplesmente não têm interesse algum pela obra de Deus nem refletem sobre as Suas intenções ou sobre Seu plano de gerenciamento. Como um indivíduo nessa corrente, cada pessoa deveria saber qual é o objetivo do plano de gerenciamento integral de Deus, os fatos que Deus já realizou há tempos, por que Ele escolheu esse grupo de pessoas, quais são o propósito e o sentido da escolha, e o que Ele deseja alcançar nesse grupo. O fato de Deus ter sido capaz de levantar tal grupo de pessoas comuns no país do grande dragão vermelho e ter continuado a operar até agora, provando-as e aperfeiçoando-as de todas as maneiras, falando inúmeras palavras, realizando muita obra, e enviando muitos objetos de serviço — o fato de Deus ter realizado, sozinho, uma obra tão imensa mostra quão significativa Sua obra é. Neste momento, vocês são incapazes de apreciá-la de todo. Sendo assim, vocês não devem enxergar a obra que Deus realizou em vocês como algo trivial; não é pouca coisa. Até mesmo o que Deus revelou a vocês hoje é suficiente para vocês tentarem sondar e conhecer. Somente se vocês entenderem a obra de forma real e plena, suas experiências poderão ser mais profundas e sua vida poderá crescer. Atualmente, as pessoas entendem e fazem muito pouco; são incapazes de satisfazer totalmente as intenções de Deus. Essa é a insuficiência do homem e seu fracasso em cumprir seu dever, e por isso elas são incapazes de alcançar o resultado desejado. O Espírito Santo não tem meios para operar em muitas pessoas porque elas têm uma compreensão tão superficial da obra de Deus, e não estão dispostas a tratar a obra da casa de Deus como algo valioso quando a fazem. Elas sempre agem sem se envolver, ou imitam a maioria, ou simplesmente trabalham para aparecer. Hoje, cada pessoa nesta corrente deveria relembrar se, em suas ações e seus feitos, ela fez tudo o que podia, e se fez todo o esforço possível. As pessoas fracassaram totalmente em cumprir seu dever, não porque o Espírito Santo não realiza Sua obra, mas porque as pessoas não fazem a delas, impossibilitando o Espírito Santo de realizar Sua obra. Deus não tem mais palavras para dizer, mas as pessoas não O acompanharam, ficaram muito atrás, são incapazes de acompanhar cada passo de perto, e são incapazes de seguir de perto as pegadas do Cordeiro. Ao que deveriam obedecer, não obedeceram; o que deveriam ter praticado, não praticaram; pelo que deveriam ter orado, não oraram; o que deveriam ter descartado, não descartaram. Não fizeram nenhuma dessas coisas. Portanto, essa conversa de ir ao banquete é vazia; não tem nenhum significado real, e existe apenas na imaginação delas. Pode-se dizer que, vistas segundo o dia de hoje, as pessoas não cumpriram nada de seu dever. Tudo dependeu de o Próprio Deus fazer e dizer as coisas. A função do homem foi pequena demais; as pessoas são um lixo inútil incapaz de cooperar com Deus. Deus proferiu centenas de milhares de palavras, mas as pessoas não colocaram nenhuma delas em prática — seja renunciar à carne, descartar noções, praticar obediência a Deus em todas as coisas enquanto desenvolvem discernimento e ganham insight, não dar às pessoas um lugar em seu coração, eliminar os ídolos em seu coração, rebelar-se contra intenções individuais incorretas, não agir com base em emoções, fazer coisas justas sem preconceito, pensar mais nos interesses de Deus e em sua influência sobre os outros ao falar, fazer mais coisas que beneficiem a obra de Deus, ter em mente beneficiar a casa de Deus em tudo que fizerem, não permitir que suas emoções determinem seu comportamento, descartar o que agrada a própria carne, eliminar velhas noções egoístas, e assim por diante. As pessoas realmente entendem algumas de todas essas exigências que Deus faz ao homem, mas simplesmente não estão dispostas a colocá-las em prática. Que mais Deus pode fazer, e de que outro modo pode mobilizá-las? Como é possível que os filhos da rebeldia aos olhos de Deus ainda tenham a audácia de pegar as palavras de Deus para admirá-las? Como têm a audácia de comer a comida de Deus? Onde está a consciência das pessoas? Elas não cumpriram nem o mínimo dos deveres que deveriam ter cumprido, sem falar em fazer o máximo. Elas vivem no mundo dos sonhos, não é mesmo? Não se pode falar em realidade sem prática. Isso é um fato tão claro quanto o dia!

Vocês devem estar aprendendo lições mais realistas. Não há necessidade dessas palavras pretensiosas e vazias que as pessoas admiram. Quando se trata de falar sobre conhecimento, o de cada um é mais elevado do que o do antecedente, mas eles ainda não têm a senda para a prática. Quantas pessoas entenderam os princípios da prática? Quantas já aprenderam lições reais? Quem é capaz de comunicar a realidade? Ser capaz de falar sobre o conhecimento das palavras de Deus não significa que você tem estatura genuína; mostra apenas que você nasceu inteligente, que é talentoso. Se você é incapaz de indicar a senda, então o resultado será em vão, e você não passará de lixo inútil! Você não está fingindo, se é incapaz de dizer alguma coisa sobre uma senda real para a prática? Você não está fingindo, se é incapaz de oferecer as próprias experiências reais aos outros, fornecendo, assim, lições com as quais podem aprender ou uma senda que possam seguir? Você não é uma falsificação? Que valor você tem? Tal pessoa só poderia desempenhar o papel de “inventor da teoria do socialismo”, e não de “colaborador para a realização do socialismo”. Não ter a realidade é não ter a verdade. Não ter a realidade é não prestar para nada. Não ter a realidade é ser um cadáver ambulante. Não ter a realidade é ser um “pensador marxista-leninista”, sem valor de referência. Exorto cada um a se calar sobre teoria e falar de algo real, algo genuíno e substancial; estudar alguma “arte moderna”, falar de algo realista, contribuir com alguma realidade e ter algum espírito de dedicação. Encare a realidade quando você falar; não se entregue a conversas irreais e exageradas para fazer as pessoas se sentirem felizes ou se sentarem e observarem você. Onde está o valor em agir assim? De que adianta levar as pessoas a tratar você calorosamente? Sejam um pouco “artísticos” em seu discurso, sejam um pouco mais justos em sua conduta, sejam um pouco mais razoáveis em como lidam com as coisas, sejam um pouco mais realistas ao se dirigir às pessoas, pensem em beneficiar a casa de Deus em todos os seus atos, escutem sua consciência quando ficarem emocionados, não retribuam a bondade com ódio nem sejam ingratos com a bondade, e não sejam hipócritas para que não sejam má influência. Ao comer e beber as palavras de Deus, liguem-nas mais à realidade, e, ao se comunicar, falem mais sobre coisas realistas. Não sejam condescendentes; isso não satisfará a Deus. Em suas interações com os outros, sejam um pouco mais tolerantes, um pouco mais complacentes, um pouco mais magnânimos, e aprendam com o “espírito do primeiro-ministro”[a]. Ao ter pensamentos que não são bons, pratiquem abandonar mais a carne. Quando estiverem trabalhando, falem mais sobre sendas realistas, e não sejam elevados demais, caso contrário aquilo que dizem será inalcançável para as pessoas. Menos desfrute, mais contribuição — mostrem seu espírito abnegado de dedicação. Deem mais atenção às intenções de Deus, ouçam mais sua consciência, sejam mais atentos, e não se esqueçam de como Deus fala paciente e sinceramente com vocês todos os dias. Leiam o “velho almanaque” com mais frequência. Orem mais e comunguem mais vezes. Deixem de ser tão confusos; mostrem mais bom senso e ganhem alguma percepção. Quando sua mão pecadora se estender, retirem-na e não permitam que se estenda tanto. Isso é inútil, e o que vocês recebem de Deus não passará de maldições, então tenham cuidado. Permitam ao seu coração sentir pena dos outros, e não ataquem sempre com armas nas mãos. Comunguem mais sobre o conhecimento da verdade e falem mais sobre a vida, preservando um espírito de ajudar os outros. Façam mais e falem menos. Dediquem-se mais à prática e menos à pesquisa e análise. Deixem-se comover mais pelo Espírito Santo, e deem a Deus mais oportunidades para aperfeiçoá-los. Eliminem mais elementos humanos; vocês ainda possuem jeitos humanos demais de fazer as coisas, e sua maneira superficial de fazer as coisas e sua conduta continuam repugnantes para os outros: eliminem mais destas coisas. Seu estado psicológico ainda é extremamente detestável; passem mais tempo corrigindo-o. Vocês ainda dão às pessoas status demais; deem mais status a Deus, e não sejam tão irracionais. O “templo” sempre pertenceu a Deus, e não deveria ser tomado por pessoas. Em suma, concentrem-se mais na justiça e menos nas emoções. É melhor eliminar a carne. Falem mais sobre realidade e menos sobre conhecimento; o melhor é ficar em silêncio e não dizer nada. Falem mais da senda da prática, e façam menos discursos inflados sem valor. É melhor começar a praticar já.

As exigências que Deus faz às pessoas não são todas tão elevadas. Se fizerem um pouco de esforço, as pessoas poderão receber uma “nota suficiente para passar”. Na verdade, é mais complicado entender, conhecer e compreender a verdade do que praticar a verdade. Conhecer e compreender a verdade vem depois de praticar a verdade; esses são os passos e o método da obra do Espírito Santo. Como você poderia não obedecer a isso? Você poderá ganhar a obra do Espírito Santo fazendo as coisas do seu jeito? O Espírito Santo opera ao bel-prazer de você ou baseado nas deficiências que você tem de acordo com as palavras de Deus? Não tem sentido se você não consegue ver isso claramente. Por que é que a maioria das pessoas despendeu tanto esforço lendo as palavras de Deus, mas tem apenas conhecimento e não consegue depois dizer nada sobre uma senda real? Você acha que possuir conhecimento equivale a possuir a verdade? Esse não é um ponto de vista confuso? Você pode falar de tanto conhecimento quanto há areia na praia, mas nenhuma parte dele contém senda real alguma. Com isso, você não está enganando as pessoas? Você não está fazendo uma demonstração vazia, sem nenhuma substância para sustentá-la? Todo comportamento como esse é prejudicial às pessoas! Quanto mais elevada e mais desprovida de realidade é a teoria, mais incapaz ela é de levar as pessoas para a realidade; quanto mais elevada a teoria, mais ela faz você desafiar e se opor a Deus. Não trate as teorias mais elevadas como um tesouro precioso; elas são perniciosas e não servem a propósito nenhum! Talvez algumas pessoas possam falar das teorias mais elevadas — mas estas não contêm nada da realidade, pois essas pessoas não as vivenciaram pessoalmente, e, portanto, não têm senda alguma para a prática. Essas pessoas são incapazes de levar os outros para a trilha certa e apenas os levarão a desviar-se. Isso não é prejudicial para as pessoas? No mínimo, você deve ser capaz de resolver os problemas atuais das pessoas e permitir que elas alcancem a entrada; apenas isso conta como dedicação, e só então você estará qualificado para trabalhar para Deus. Não use sempre palavras grandiosas e extravagantes, e não use um punhado de práticas inadequadas para forçar as pessoas a lhe obedecer. Fazer isso não surtirá efeito algum e só aumentará a confusão das pessoas. Seguir com isso resultará em muita doutrina, o que fará com que as pessoas o detestem. Essa é a deficiência do homem, e é realmente mortificante. Portanto, fale mais sobre problemas que realmente existem. Não trate as experiências dos outros como propriedade privada e compartilhe-as para que os outros possam admirá-las; você deve buscar uma saída individual. Isso é o que cada pessoa deveria colocar em prática.

Se o que você comunica pode dar às pessoas uma senda para percorrer, então isso significa que você tem a realidade. Não importa o que diga, você deve trazer as pessoas para a prática e dar a todas uma senda que possam seguir. Não lhes permita apenas ter conhecimento; mais importante é ter uma senda para percorrer. Para crer em Deus, as pessoas precisam percorrer a senda liderada por Deus em Sua obra. Isto é, o processo de crer em Deus é o processo de percorrer a senda liderada pelo Espírito Santo. Consequentemente, você deve ter uma senda que possa percorrer, haja o que houver, e você deve seguir a senda de ser aperfeiçoado por Deus. Não fique muito para trás, e não se ocupe com coisas demais. Você só pode receber a obra do Espírito Santo e possuir a senda de entrada se percorrer a senda liderada por Deus sem causar interrupções. Somente isso equivale a estar alinhado com às intenções de Deus e ao cumprimento do dever do homem. Como um indivíduo nessa corrente, cada pessoa deve cumprir seu dever adequadamente, fazer mais do que as pessoas deveriam estar fazendo, e não agir obstinadamente. As pessoas que executam seu trabalho devem falar claramente, as pessoas que seguem devem se concentrar mais em suportar a adversidade e obedecer, e cada um deve se restringir ao seu lugar e não sair da linha. Deveria estar claro no coração de cada pessoa como cada uma deveria praticar e que função deveria cumprir. Tome a senda liderada pelo Espírito Santo; não se desvie nem seja incorreto. Você deve enxergar claramente a obra atual. Entrar no método da obra atual é o que vocês deveriam praticar. É a primeira coisa em que vocês devem entrar. Não desperdicem mais palavras em outras coisas. Fazer a obra atual da casa de Deus é sua responsabilidade, entrar no método da obra atual é seu dever, e praticar a verdade atual é seu fardo.

Nota de rodapé:

a. O espírito do primeiro-ministro: um ditado clássico chinês usado para descrever uma pessoa que é liberal e generosa.

Anterior: Como está seu relacionamento com Deus?

Próximo: Guardando os mandamentos e praticando a verdade

Quando ocorre um desastre, como nós, cristãos, devemos enfrentá-lo? Fique à vontade para nos contatar via WhatsApp, podemos explorar e encontrar caminhos juntos.
Conecte-se conosco no Messenger
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

Capítulo 3

O Rei triunfante está sentado em Seu trono glorioso. Ele realizou a redenção e levou todo o Seu povo a aparecer em glória. Ele segura o...

Capítulo 9

Na imaginação das pessoas, Deus é Deus e humanos são humanos. Deus não fala a linguagem dos humanos, nem estes conseguem falar a linguagem...

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro