Pergunta 1: Você crê há apenas de dez anos. Ainda é considerada principiante. Já vivi boa parte da minha vida e estudei por décadas sobre as religiões. Posso lhe dizer com total convicção que, no mundo em que vivemos, Deus simplesmente não existe, nem nunca existiu nenhum Salvador. A crença em Deus é algo muito vago. É algo simplesmente irrealista. Somos duas pessoas estudadas. Temos que olhar as coisas de acordo com os fatos e a ciência, e acreditar nas teorias de Darwin, e até no materialismo. Por que essa necessidade de acreditar em Deus? Nós, comunistas, acreditamos no ateísmo e na teoria da evolução. A senhorita deve saber que a teoria da evolução de Darwin é uma das mais importantes na história da ciência. De acordo com Darwin, é conclusivo que tudo na Terra foi criado por obra da natureza. O homem é um produto acidental do processo de evolução biológica da natureza. Em resumo, ele evoluiu do macaco. Há base teórica suficiente disso. Isso mostra que Deus não criou o homem. O que está escrito na Bíblia não passa de mitos e lendas que não devem ser levados a sério. Se me permite, aconselho-a a estudar o materialismo e a evolução. São teorias realistas, e acabarão com suas dúvidas. Acredito que, quando conseguir enxergá-las com clareza, irá compreender de maneira correta as crenças religiosas e finalmente se libertará das ilusões da fé cega. Apenas seguindo o Partido Comunista, a senhorita terá um futuro.

Resposta: O Partido Comunista é um partido ateísta. Ele acredita no materialismo e na evolução. Mas qual é o resultado? Tanto o materialismo como o darwinismo são rejeitados por muitos. Mais e mais pessoas aceitam Deus e se voltam para Ele. Mais e mais pessoas creem que a palavra de Deus é a verdade. O mundo chegou agora ao fim dos últimos dias. A obra de Deus está em sua fase final. Ele tornará visível todos os Seus feitos, para que as pessoas vejam nos últimos dias que todas as coisas no céu e na terra foram criadas e são regidas por Deus. De acordo com a palavra de Deus Todo-Poderoso: “Na vastidão do cosmo e do firmamento, incontáveis criaturas vivem e se reproduzem, seguem a lei cíclica da vida e aderem a uma regra constante. As que morrem levam consigo as histórias dos vivos e as que estão vivas repetem a mesma história trágica dos que pereceram. E assim, a humanidade não pode deixar de se perguntar: por que vivemos? E por que temos de morrer? Quem comanda este mundo? E quem criou esta humanidade? A humanidade foi mesmo criada pela Mãe Natureza? A humanidade está mesmo no controle da própria sina?… Essas são as perguntas que a humanidade tem feito incessantemente por milhares de anos. Infelizmente, quanto mais o homem se tornou obcecado com essas questões, mais desenvolveu uma sede pela ciência. A ciência oferece uma breve gratificação e um deleite temporário da carne, mas está longe de ser suficiente para livrar o homem da solidão, do isolamento, do terror mal dissimulado e do desamparo profundo de sua alma. A humanidade simplesmente usa o conhecimento científico que ela consegue ver a olho nu e entender com o cérebro, de modo a anestesiar seu coração. No entanto, tal conhecimento científico não é suficiente para impedir a humanidade de explorar mistérios. A humanidade simplesmente não sabe quem é o Soberano do universo e de todas as coisas, muito menos conhece o início e o futuro da humanidade. A humanidade simplesmente vive, forçosamente, em meio a essa lei. Ninguém pode escapar dela, ninguém pode mudá-la, pois dentre todas as coisas e nos céus há apenas Um de eternidade a eternidade que detém a soberania sobre todas as coisas. Ele é o Único que nunca foi contemplado pelo homem, o Único a quem a humanidade nunca conheceu, em cuja existência a humanidade nunca acreditou, mas Ele é o Único que soprou o fôlego nos ancestrais da humanidade e deu vida à humanidade. Ele é o Único que supre e nutre a humanidade, permitindo que ela exista; e Ele é o Único que a guia até os dias de hoje. Mais ainda, Ele e somente Ele é o Único de quem a humanidade depende para a sua sobrevivência. Ele é soberano sobre todas as coisas e rege todos os seres vivos no universo. Ele comanda as quatro estações e é Ele quem evoca o vento, a geada, a neve e a chuva. Ele traz à humanidade a luz do sol e introduz o cair da noite. Foi Ele quem estendeu os céus e a terra, provendo ao homem as montanhas, os lagos e os rios e todas as coisas vivas que há neles. Seus feitos estão em todo lugar, Seu poder é onipresente, Sua sabedoria é onipresente e Sua autoridade é onipresente. Cada uma dessas leis e regras é a corporificação de Seus feitos e cada uma delas revela Sua sabedoria e autoridade. Quem pode se isentar de Sua soberania? E quem pode se dispensar de Seus desígnios? Todas as coisas existem sob o Seu olhar e, além disso, todas as coisas vivem sob a Sua soberania. Seus feitos e Seu poder deixam a humanidade sem outra escolha senão reconhecer o fato de que Ele existe mesmo e detém a soberania sobre todas as coisas” (‘O homem só pode ser salvo em meio ao gerenciamento de Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Desde a criação do mundo, houve três estágios da obra de Deus. Ele expressou muitas verdades em cada estágio de Sua obra. Toda a Bíblia é um registro da obra de Deus na Era da Lei e na Era da Graça. Deus Todo-Poderoso realizou o julgamento nos últimos dias, expressando verdades para a purificação e salvação da humanidade. A maioria delas está registrada no livro chamado A Palavra manifesta em carne. Apesar de não vermos o corpo espiritual de Deus, podemos ver todas as palavras que Ele expressa em cada era quando parece para realizar Sua obra. Isso cumpre as palavras da Bíblia: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus” (João 1:1). Desde que a humanidade foi corrompida por Satanás, Deus tem falado e trabalhado para salvar a humanidade. Na Era da Lei, Deus realizou a obra em Israel, promulgando Sua lei e seus mandamentos para guiar a vida da humanidade na terra. Na Era da Graça, Deus encarnou como o Senhor Jesus e fez a obra redentora na Judeia. Deus Todo-Poderoso encarnado aparece e faz Sua obra dos últimas dias na China. A palavra de Deus registrada na Bíblia e em A Palavra manifesta em carne nos últimos dias é a prova de que Deus tanto fala como trabalha no mundo para guiar e salvar o homem. Se não fosse o Espírito de Deus, quem mais poderia proferir palavras tão poderosas e tão cheias de autoridade? O homem não é capaz de ver o Espírito de Deus, mas pode ouvir as palavras que Ele expressa. Isso é o bastante para provar que o Espírito de Deus tem falado e feito a obra para guiar e salvar o homem. O homem só pode crer em Deus de acordo com Sua palavra. Quando o homem ora com sinceridade, ele consegue sentir a obra do Espírito Santo e a existência de Deus. Vocês não leram a Bíblia nem a palavra de Deus, e não oraram para Ele. Vocês não acreditam Nele, por isso não podem sentir Sua existência. Nos últimos dias, Deus encarnou como o Filho do homen para falar e realizar Sua obra entre as pessoas. Todas as palavras expressas por Deus Todo-Poderoso são a verdade, com a autoridade e o poder que somente Ele pode proferir. Isso prova que é o Espírito de Deus que fala, e que é o Espírito de Deus que encarnou para se manifestar e realizar Sua obra. Quando li as palavras de Deus Todo-Poderoso em A Palavra manifesta em carne, pude sentir com clareza que essas palavras vieram de Deus. Era Deus falando diretamente para a humanidade. Por isso aceitei Deus Todo-Poderoso. Após ter vivido a obra de Deus por tantos anos, senti a autoridade e o poder da Sua palavra, e senti também a iluminação do Espírito Santo. Vi os maravilhosos feitos de Deus. Em meu coração, a autoridade de Deus, Seu poder, onipotência e dominância são extremamente reais! Podemos dizer que aqueles com coração e espírito conseguem enxergar a existência de Deus e Sua dominância sobre todas as coisas, a partir de tudo o que Ele criou e todas as verdades que Ele expressou. O Senhor Jesus disse: “Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras jamais passarão” (Mateus 24:35). Deus Todo-Poderoso diz: “O céu e a terra podem passar, mas nenhuma única letra nem um único traço do que Eu digo jamais passará” (‘Capítulo 53’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”). O fato de todas as profecias e palavras de Deus estarem se cumprindo acaba tornando óbvio que somente a palavra de Deus é a verdade. Toda a humanidade tem que ver Sua onipotência e dominância.

Extraído do roteiro do filme A conversa

Anterior: Pergunta 2: Mas cremos que, depositando fé no Senhor e O seguindo, atingiremos a vida eterna. A palavra do Senhor apoia isso: O Senhor Jesus disse: “Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que morra, viverá; e todo aquele que vive, e crê em mim, jamais morrerá” (João 11:25-26). “Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que jorre para a vida eterna” (João 4:14). Essas passagens são a promessa do Senhor Jesus. O Senhor Jesus pode nos conceder a vida eterna, o caminho do Senhor Jesus é o caminho da vida eterna A Bíblia diz, “Quem crê no Filho tem a vida eterna; o que, porém, desobedece ao Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus” (João 3:36). O Senhor Jesus não é Filho do homem, não é o Cristo? Por crer no Senhor Jesus, devemos também ter o caminho da vida eterna. Mas vocês testemunham que o Cristo dos últimos dias nos trará o caminho da vida eterna. Não compreendo bem isso. Somos seguidores do Senhor Jesus Cristo. Por que isso não é o suficiente para se alcançar o caminho da vida eterna? Então por que também aceitamos as palavras e a obra de Cristo dos últimos dias?

Próximo: Pergunta 2: Eu nunca vi Deus. Eu nunca vi como Ele trabalha, nem como Ele domina o mundo inteiro. É difícil para mim reconhecer e aceitar a Deus dessa maneira. Após estudar as crenças religiosas por vários anos, acredito que a crença religiosa oferece sustentação espiritual, e é apenas uma maneira de preencher o vazio espiritual do ser humano. Aquele que crê em Deus não acaba morrendo como o resto das pessoas? Ninguém é capaz de confirmar quem foi para o Céu e quem foi para o inferno. Ao meu ver, a crença religiosa é irrealista e um tanto vaga. Com o desenvolvimento científico e o progresso humano, a crença religiosa provavelmente será abandonada e deixada de lado. Todos nós precisamos acreditar na ciência. Apenas a ciência pode revelar a verdade e a realidade que não podem ser negadas por ninguém. Apesar de a ciência não ter negado a Deus, ela não foi testemunha da Sua existência. Se a ciência encontrasse provas de que Deus existe, e que ele domina sobre tudo, aí sim nós também acreditaríamos. Nós, comunistas, só acreditamos na ciência. Apenas através da crença na ciência e no seu desenvolvimento a sociedade terá progresso. A ciência pode resolver muitos problemas reais da sociedade. O que a crença em Deus oferece às pessoas? Além de conforto espiritual temporário, que outra vantagem ela tem? A crença não resolve problemas práticos. O que estou dizendo é que crer na ciência é algo mais realista do que crer em Deus. Todos temos que crer na ciência.

Quando ocorre um desastre, como nós, cristãos, devemos enfrentá-lo? Fique à vontade para nos contatar via WhatsApp, podemos explorar e encontrar caminhos juntos.

Conteúdo relacionado

Pergunta 1: Vocês atestam que o Senhor Jesus voltou como ninguém menos que Deus Todo-Poderoso, que expressou a verdade realizando o julgamento nos últimos dias.Como isso é possível? O Senhor realmente virá para nos levar para o reino dos céus. Como ele pôde nos deixar para trás para fazer o julgamento nos últimos dias? Eu acho que ao acreditarmos no Senhor Jesus e recebermos a obra do Espírito Santo, já vivenciamos o julgamento de Deus. Existe comprovação nas palavras do Senhor Jesus: “Pois se eu não for, o Ajudador não virá a vós; mas, se eu for, vo-lo enviarei. E quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo” (João 16:7-8). Nós achamos que depois que o Senhor Jesus ressuscitou e ascendeu ao céu, o pentecoste do Espírito Santo desceu para agir nas pessoas. Isso já tinha feito as pessoas se culparem pelos seus pecados, pela justiça e julgamento. Quando nos confessamos e nos arrependemos diante do Senhor, vivenciamos de fato o julgamento do Senhor. a obra do Senhor Jesus fosse a obra de redenção, depois que Ele ascendeu aos céus, a obra feita pelo Espírito Santo, que desceu no pentecoste deveria ser o julgamento de Deus nos últimos dias. Se não fosse pelo julgamento, como seria “convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo”? Além disso, como fiéis do Senhor, somos sempre tocados, repreendidos e disciplinados pelo Espírito Santo. Então, diante do Senhor, sempre estamos chorando e nos arrependendo. As boas condutas geradas são como fomos transformados pela nossa fé no Senhor. Não são o resultado da vivência do julgamento de Deus? O julgamento de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias de que falam, como ele se diferencia da obra do Senhor Jesus?

Resposta: Já que vocês reconheceram que o Senhor Jesus fez foi a obra de redenção, e a forma que Ele expôs é “Arrependei-vos, porque é...

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro