98 Ditos da fé em Deus

I

A parte mais básica da fé em Deus

é cada dia ler as palavras de Deus.

E o exercício diário exigido

é oração a Deus e autorreflexão.

O foco principal da fé é praticar a verdade,

ter princípios em suas ações.

A consciência que você deve

manter na fé em Deus

é ser leal no dever

pra completar a comissão de Deus.

Quando você tem amor por Deus,

essa é a fé real.

Amar a Deus o torna nobre e honesto.

Se continuar a amar a Deus

e a viver sua vida por Deus,

jamais conhecerá o sentimento de remorso.

Apenas aqueles que realmente amam a Deus

podem testificar Dele e exaltar a Ele.

É verdade: nada tem mais significado

e nada é mais abençoado

do que amar a Deus, do que amar a Deus.

II

A senda pra alcançar salvação

é obedecer à obra de Deus,

buscar a verdade.

Aceitar Seu tratamento e julgamento

é a lição básica da fé em Deus.

A realidade mais essencial,

é entrar na verdade e ser honesto.

Faça da obediência à verdade

a missão de sua vida,

esse é o princípio mais alto

da prática da fé em Deus.

Quando você tem amor por Deus,

essa é a fé real.

Amar a Deus o torna nobre e honesto.

Se continuar a amar a Deus

e a viver sua vida por Deus,

jamais conhecerá o sentimento de remorso.

Apenas aqueles que realmente amam a Deus

podem testificar Dele e exaltar a Ele.

É verdade: nada tem mais significado

e nada é mais abençoado

do que amar a Deus, do que amar a Deus.

O maior fracasso da fé em Deus

é seguir ou adorar pessoas.

Quando se crê em Deus, lembre:

você não deve traí-Lo ou opor-se a Ele.

Deve temê-Lo e evitar o mal,

esse é o caminho vitalício da fé em Deus.

A última meta da fé em Deus

é aprender a conhecer a Deus

e testificar a Ele.

Quando você tem amor por Deus,

essa é a fé real.

Amar a Deus o torna nobre e honesto.

Se continuar a amar a Deus

e a viver sua vida por Deus,

jamais conhecerá o sentimento de remorso.

Apenas aqueles que realmente amam a Deus

podem testificar Dele e exaltar a Ele.

É verdade: nada tem mais significado

e nada é mais abençoado

do que amar a Deus, do que amar a Deus.

Anterior : 97 Eu estou caminhando na estrada para o Reino

Próximo : 99 Meu coração estima a palavra de Deus

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

Como conhecer a realidade

Deus é um Deus prático: toda a Sua obra é prática, todas as palavras que Ele diz são práticas e todas as verdades que expressa são...

Sobre o destino

Sempre que se menciona o destino, vocês o tratam com especial seriedade; todos vocês são particularmente sensíveis quanto a essa questão....

3. As diferenças entre o caminho do arrependimento e o caminho da vida eterna

Embora Jesus tenha feito muita obra entre os homens, Ele apenas completou a redenção de toda a humanidade e tornou-Se oferta pelo pecado dos homens e não livrou o homem de todo o seu caráter corrupto. Salvar o homem plenamente da influência de Satanás não exigiu apenas que Jesus tomasse os pecados do homem como oferta pelo pecado, mas também exigiu que Deus fizesse uma obra maior para livrar o homem completamente de seu caráter, que foi corrompido por Satanás. E assim, depois que os pecados do homem foram perdoados, Deus voltou para a carne para guiar o homem até a nova era e começou a obra do castigo e julgamento, e essa obra tem trazido o homem a um reino superior. Todo aquele que se submete ao Seu domínio desfrutará de uma verdade maior e receberá bênçãos maiores. Eles viverão verdadeiramente na luz e ganharão a verdade, o caminho e a vida.

Pergunta 1: Vocês atestam que o Senhor Jesus voltou como ninguém menos que Deus Todo-Poderoso, que expressou a verdade realizando o julgamento nos últimos dias.Como isso é possível? O Senhor realmente virá para nos levar para o reino dos céus. Como ele pôde nos deixar para trás para fazer o julgamento nos últimos dias? Eu acho que ao acreditarmos no Senhor Jesus e recebermos a obra do Espírito Santo, já vivenciamos o julgamento de Deus. Existe comprovação nas palavras do Senhor Jesus: “Pois se eu não for, o Ajudador não virá a vós; mas, se eu for, vo-lo enviarei. E quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo” (João 16:7-8). Nós achamos que depois que o Senhor Jesus ressuscitou e ascendeu ao céu, o pentecoste do Espírito Santo desceu para agir nas pessoas. Isso já tinha feito as pessoas se culparem pelos seus pecados, pela justiça e julgamento. Quando nos confessamos e nos arrependemos diante do Senhor, vivenciamos de fato o julgamento do Senhor. a obra do Senhor Jesus fosse a obra de redenção, depois que Ele ascendeu aos céus, a obra feita pelo Espírito Santo, que desceu no pentecoste deveria ser o julgamento de Deus nos últimos dias. Se não fosse pelo julgamento, como seria “convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo”? Além disso, como fiéis do Senhor, somos sempre tocados, repreendidos e disciplinados pelo Espírito Santo. Então, diante do Senhor, sempre estamos chorando e nos arrependendo. As boas condutas geradas são como fomos transformados pela nossa fé no Senhor. Não são o resultado da vivência do julgamento de Deus? O julgamento de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias de que falam, como ele se diferencia da obra do Senhor Jesus?

Resposta: Já que vocês reconheceram que o Senhor Jesus fez foi a obra de redenção, e a forma que Ele expôs é “Arrependei-vos, porque é...

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Conteúdos

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro