306 Criado por Ti, pertencente a Ti

I

Passei por altos e baixos, mudanças inúmeras.

Mesmo com vento e chuva, sigo Teus passos.

Perigos e privações são o verdadeiro amor e a forja da paixão.

Meu coração arrebatado Te adora com amor eterno.

Quantas vezes o inverno virou primavera?

Do amargo ao doce, o sabor das estações.

Depois dos ventos de outono, saúdo a primavera.

O vai e vem da vida de soldado, conheço Teu coração.

Sofreste quando humildemente entrou neste mundo.

Castigado por vento e chuva, sem piedade de Ti.

Desprezado pelas multidões, doloroso demais para as palavras.

Mas o desejo do Teu coração estava em Tuas palavras.

Tuas palavras de vida regam o fundo

do meu coração, meu coração.

E ele, querendo o bem, adora a Ti.

Quando meu coração se unirá ao Teu?

Sou criada por Ti, pertenço a Ti.

Trair a fé seria um pecado eterno.

Enxugarei as lágrimas do Teu coração ferido.

Para conceder Teu desejo, dou meu coração a Ti.

II

Quando Te vais, é difícil saber quando retornarás.

Um adeus sofrido como a morte, choro lágrimas de dor.

Me demoro, destesto sair, meu coração despedaçado.

Meus olhos Te buscam, anseio por Teu retorno.

Espírito desolado que não consigo esconder.

De joelhos, sinto o remorso perfurar minha alma.

Amigo proximo, mesmo em mares distantes.

Uma reles oferta eu proponho a Ti.

Quando nos encontramos, Tu sorris para mim.

Tuas palavras de vida regam o fundo

do meu coração, meu coração.

E ele, querendo o bem, adora a Ti.

Quando meu coração se unirá ao Teu?

Sou criada por Ti, pertenço a Ti.

Trair a fé seria um pecado eterno.

Enxugarei as lágrimas do Teu coração ferido.

Para conceder Teu desejo, dou meu coração a Ti.

Anterior : 305 Nosso amado Deus Todo-Poderoso

Próximo : 307 Uma despedida sentimental

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

10. Por que é somente experimentando e se submetendo à obra de Deus encarnado que se pode alcançar um conhecimento de Deus?

Mas depois que Deus tornou-Se carne, Ele falou à humanidade da perspectiva da humanidade; Ele saiu e ultrapassou o escopo do reino espiritual. Ele podia expressar o Seu caráter divino, Sua vontade e Sua atitude, por meio de coisas que os humanos eram capazes de imaginar e coisas que eles viam e encontravam em sua vida, usando métodos que os humanos podiam aceitar, numa linguagem que eles conseguiam entender e um conhecimento que elas eram capazes de captar, para permitir à humanidade compreender e conhecer a Deus, compreender a Sua intenção e as normas que Ele exige, dentro do âmbito da capacidade delas, na medida em que elas eram capazes. Esse foi o método e o princípio da obra de Deus em meio à humanidade.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Conteúdos

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro