Pergunta 1: O apóstolo Paulo disse uma vez: “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, […]” (2 Timóteo 4:7-8). Portanto, agir de acordo com as palavras de Paulo significa que estamos fazendo a vontade de Deus. Nesse caso, definitivamente poderemos entrar no reino dos céus e ganhar recompensas.

Resposta: Em relação a quem entra no reino dos céus, o Senhor Jesus disse há muito tempo: “mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.” Isso mostra completamente a substância de justiça e santidade de Deus. Pessoas de Satanás, imundas e corruptas, não podem entrar no reino dos céus. Paulo disse que combater o bom combate, acabar com a carreira e guardar a fé permitiria que ele entrasse no reino dos céus e fosse recompensado. Ainda de acordo com Paulo, desde que o homem trabalhe para o Senhor, ele pode entrar no reino dos céus, mesmo que não siga as palavras de Deus ou não tenha alcançado a santidade. Como a justiça e a santidade de Deus devem ser refletidas? Quando Paulo disse isso, ele estava se opondo a Deus. Ele estava negando abertamente as palavras do Senhor Jesus e interrompendo e perturbando a obra de Deus! Seria isso combater o bom combate e acabar com a carreira que os homens devem seguir? Isso faz a vontade do Pai Celestial? Guardar o nome do Senhor Jesus sem trair o Senhor, isso é fazer a vontade do Pai Celestial? Fazer a vontade do Pai Celestial é seguir as palavras de Deus, os mandamentos de Deus e as instruções Dele. Se as pessoas não agem de acordo com as palavras do Senhor, elas não fazem a vontade do Pai Celestial, não importa o que façam ou quanto sofram. O que Paulo disse foi completamente baseado em suas próprias concepções e imaginações e misturado com suas ambições e opiniões. Isso prova que Paulo não era uma pessoa que fazia a vontade do Pai Celestial. Se ele estivesse fazendo a vontade de Deus, por que ele não levou os seguidores a obedecer às palavras do Senhor Jesus? Por que ele simplesmente jogou fora uma opinião como essa, completamente contra as palavras do Senhor Jesus? Por que ele trabalhou contra o Senhor Jesus? Ele enganou e iludiu os outros com suas próprias concepções absurdas. Ele impediu outros de andarem no caminho do Senhor Jesus e deixou Suas palavras vazias e sem sentido. Ele fez com que os crentes o ouvissem e traíssem o Senhor. Isso prova que Paulo não foi alguém que buscou a verdade ou seguiu a vontade de Deus. Irmãos e irmãs, quando buscamos o reino dos céus, devemos seguir as palavras do Senhor Jesus, porque o Senhor Jesus é o rei do reino dos céus; apenas Suas palavras são a verdade; só elas têm autoridade. Somente o Senhor Jesus determina que tipo de pessoa entra no reino dos céus. Paulo foi um apóstolo que espalhou o evangelho. Ele não era Cristo. Suas palavras não são a verdade. Portanto, suas palavras não têm peso. O Senhor Jesus é quem determina se Paulo pode ou não entrar no reino dos céus, então, como Paulo está qualificado para determinar se outras pessoas podem entrar ou não?

do roteiro do filme Memórias pungentes

Anterior : Pergunta 14: Muitos irmãos e irmãs adoram os pastores e anciãos de coração. Eles não entendem por que, embora os pastores e anciãos frequentemente interpretem e exaltem a Bíblia, ainda odeiam a verdade e resistem e condenam Deus Todo-Poderoso encarnado. Interpretar e exaltar a Bíblia é o mesmo que dar testemunho e exaltar o Senhor?

Próximo : Pergunta 2: Você diz que as palavras do irmão Paulo não são verdade. Então, por que suas palavras estão na Bíblia? As palavras de Paulo estão escritas na Bíblia. Portanto, elas foram inspiradas por Deus; representam as palavras de Deus. Nós devemos buscá-las!

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

Pergunta 1: Vocês atestam que o Senhor Jesus voltou como ninguém menos que Deus Todo-Poderoso, que expressou a verdade realizando o julgamento nos últimos dias.Como isso é possível? O Senhor realmente virá para nos levar para o reino dos céus. Como ele pôde nos deixar para trás para fazer o julgamento nos últimos dias? Eu acho que ao acreditarmos no Senhor Jesus e recebermos a obra do Espírito Santo, já vivenciamos o julgamento de Deus. Existe comprovação nas palavras do Senhor Jesus: “Pois se eu não for, o Ajudador não virá a vós; mas, se eu for, vo-lo enviarei. E quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo” (João 16:7-8). Nós achamos que depois que o Senhor Jesus ressuscitou e ascendeu ao céu, o pentecoste do Espírito Santo desceu para agir nas pessoas. Isso já tinha feito as pessoas se culparem pelos seus pecados, pela justiça e julgamento. Quando nos confessamos e nos arrependemos diante do Senhor, vivenciamos de fato o julgamento do Senhor. a obra do Senhor Jesus fosse a obra de redenção, depois que Ele ascendeu aos céus, a obra feita pelo Espírito Santo, que desceu no pentecoste deveria ser o julgamento de Deus nos últimos dias. Se não fosse pelo julgamento, como seria “convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo”? Além disso, como fiéis do Senhor, somos sempre tocados, repreendidos e disciplinados pelo Espírito Santo. Então, diante do Senhor, sempre estamos chorando e nos arrependendo. As boas condutas geradas são como fomos transformados pela nossa fé no Senhor. Não são o resultado da vivência do julgamento de Deus? O julgamento de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias de que falam, como ele se diferencia da obra do Senhor Jesus?

Resposta: Já que vocês reconheceram que o Senhor Jesus fez foi a obra de redenção, e a forma que Ele expôs é “Arrependei-vos, porque é...

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Conteúdos

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro