358 O Filho encarnado do homem é o Próprio Deus

I

Quando a divindade de Deus se concretizou em carne e sangue,

Sua presença não era mais nebulosa.

O homem pôde ver e se aproximar de Deus.

Ele pôde entender a vontade de Deus,

entender Sua divindade através da palavra,

da obra e ações do Filho do homem.

Pela humanidade, o Filho do homem expressou

a vontade e divindade de Deus.

E ao mostrar a vontade de Deus e Seu caráter,

Ele revelou às pessoas o Deus no reino do espírito,

que não pode ser tocado ou visto.

Eles viram Deus em carne e em imagem.

II

E o Filho encarnado do homem tornou a identidade de Deus,

Seu status, caráter e mais, humanos e tangíveis.

Quer em humanidade ou divindade,

não se pode negar que Ele representa o status e identidade de Deus.

III

Deus operou e falou através da carne nessa época.

Com a identidade do Filho do homem, Ele se postou diante da humanidade,

deixando-a encontrar a palavra de Deus e Sua obra entre os homens,

conhecer Sua divindade e grandeza em meio à humildade.

O homem tem um senso do realismo de Deus, um gosto de Sua realidade,

e passa a entender o que isso significa.

Pela humanidade, o Filho do homem expressou

a vontade e divindade de Deus.

E ao mostrar a vontade de Deus e Seu caráter,

Ele revelou às pessoas o Deus no reino do espírito,

que não pode ser tocado ou visto.

Eles viram Deus em carne e em imagem.

Embora a obra, os métodos e a perspectiva de falar

do Senhor Jesus diferissem

da pessoa real de Deus no reino do espírito,

Ele representou Deus como jamais visto.

Isso não se pode negar.


Adaptado de ‘A obra de Deus, o caráter de Deus e o Próprio Deus III’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior : 357 Cristo em essência obedece à vontade do Pai celestial

Próximo : 359 O que Deus mostra a todos é Seu caráter justo

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

2. Por que Deus abençoa somente a igreja que aceita e obedece à Sua obra? Por que Ele amaldiçoa os grupos religiosos?

Os que estão dentro da corrente do Espírito Santo possuem a presença e a disciplina do Espírito Santo, e aqueles que não estão dentro da corrente do Espírito Santo estão sob o comando de Satanás e desprovidos de qualquer parte da obra do Espírito Santo. Os que estão na corrente do Espírito Santo são aqueles que aceitam a nova obra de Deus, aqueles que colaboram com a nova obra de Deus. Se os que estão dentro dessa corrente forem incapazes de colaborar e de colocar em prática a verdade requerida por Deus durante essa era, nesse caso serão disciplinadas e, na pior das hipóteses, abandonados pelo Espírito Santo. Os que aceitam a nova obra do Espírito Santo viverão dentro da corrente do Espírito Santo, receberão o cuidado e a proteção do Espírito Santo. Os que estão dispostos a colocar em prática a verdade são iluminados pelo Espírito Santo, e os que não estão dispostos a colocar em prática a verdade são disciplinados pelo Espírito Santo, e podem até ser punidos. Independentemente do tipo de pessoa que são, se estiverem dentro da corrente do Espírito Santo, Deus assumirá a responsabilidade por todos que aceitam Sua nova obra para o bem de Seu nome.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Conteúdos

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro