O Próprio Deus, o Único V

A santidade de Deus (II)

Hoje, irmãos e irmãs, vamos cantar um hino. Encontrem um que vocês gostem e cantem regularmente. (Nós gostaríamos de cantar um hino da palavra de Deus: “Amor puro sem mácula”.)

1. O “amor” se refere- a uma emoção que é pura e sem máculas, em que você usa o coração para amar, sentir e ser atencioso. No amor não há condições, barreiras ou distância. No amor não há desconfiança, nem engano, nem esperteza. No amor não há negociação nem nada impuro. Se você ama, não vai enganar, reclamar, trair, se rebelar, extorquir, nem tentar ganhar algo, nem ganhar uma certa quantia.

2. O “amor” se refere a uma emoção que é pura e sem máculas, em que você usa o coração para amar, sentir e ser atencioso. No amor não há condições, barreiras ou distância. No amor não há desconfiança, nem engano, nem esperteza. No amor não há negociação nem nada impuro. Se você ama, vai, de bom grado, dedicar a si mesmo e sofrer adversidades, será compatível Comigo, abandonará tudo que tem por Mim; desistirá de sua família, seu futuro, sua juventude e seu casamento. Caso contrário, seu amor não seria amor nenhum, mas engano e traição!

Esse hino foi uma boa escolha. Todos vocês gostam de cantá-lo? (Sim.) O que vocês sentem depois de cantá-lo? Vocês são capazes de sentir esse tipo de amor dentro de si mesmos? (Ainda não.) Quais de suas palavras comovem você mais profundamente? (No amor, não há condições, não há barreiras e não há distância. No amor, não há suspeita, não há enganação, não há negociação nem esperteza. No amor não há escolha e nada há de impuro. Porém, dentro de mim mesmo ainda vejo muitas impurezas e muitas partes de mim que tentam negociar com Deus. Eu realmente não alcancei um tipo de amor que é puro e imaculado.) Se você não alcançou um amor puro e imaculado, qual, então, é o grau de seu amor? (Estou meramente no estágio em que estou disposto a buscar, em que estou ansiando.) Com base em sua própria estatura e falando a partir de sua própria experiência, que grau você atingiu? Você tem engano? Você tem queixas? (Sim.) Você tem demandas dentro do seu coração? Há coisas que você quer e deseja de Deus? (Sim, tenho essas coisas contaminadas no interior.) Em que circunstâncias elas aparecem? (Quando a situação que Deus arranjou para mim não condiz com minhas noções ou quando meus desejos não foram atendidos, em tais momentos, eu revelo esse tipo de caráter corrupto.) Vocês, irmãos e irmãs que vêm de Taiwan, vocês também cantam esse hino com frequência? Vocês podem falar um pouco sobre como entendem “amor puro sem mácula”? Por que Deus define amor desse modo? (Gosto muito desse hino porque posso ver a partir dele que esse amor é um amor completo. No entanto, ainda tenho um longo caminho a percorrer para cumprir esse padrão e ainda estou muito longe de alcançar o amor verdadeiro. Há algumas coisas nas quais fui capaz de fazer progressos e cooperar por meio da força que Suas palavras me dão e por meio da oração. No entanto, quando confrontado com certas provações ou revelações, sinto que não tenho futuro nem destino, que não tenho uma destinação. Em tais momentos, me sinto muito fraco, e esse problema me perturba com frequência.) Por fim, ao que você está se referindo quando diz “futuro e destino”? Há alguma coisa específica à que você está se referindo? É uma imagem ou alguma coisa que você imaginou, ou seu futuro e destino são coisa que você pode ver realmente? É um objeto real? Quero que cada um de vocês reflita sobre isto: a que se refere a preocupação que vocês têm com seu futuro e do seu destino? (É ser capaz de ser salvo para que eu possa sobreviver.) Vocês, os outros irmãos e irmãs, também falem um pouco sobre seu entendimento de “amor puro sem mácula”. (Quando uma pessoa o tem, não existe impureza vindo de seu próprio ser individual, e ela não é controlada pelo seu futuro e destino. Independentemente de como Deus a trata, ela é capaz de obedecer plenamente à obra de Deus e às suas orquestrações e de segui-Lo até o fim. Somente esse tipo de amor por Deus é amor e imaculado. Ao me comparar com ele, descubri que, embora eu pareça ter me despendido ou me livrado de certas coisas nos últimos poucos anos de crer em Deus, não tenho sido verdadeiramente capaz de entregar meu coração a Ele. Quando Deus me expõe, sinto que não posso ser salvo e permaneço num estado negativo. Eu me vejo cumprindo meu dever, mas, ao mesmo tempo, estou tentando fazer acordos com Deus, sou incapaz de amar a Deus de todo o meu coração, e minha destinação, meu futuro e meu destino estão sempre em minha mente.)

Parece que vocês têm cantado com frequência essa canção e têm algum entendimento dela e parece que há algumas conexões com suas experiências reais. No entanto, quase todos têm níveis diferentes de aceitação de cada uma das frases da canção “Amor puro sem mácula”. Algumas pessoas pensam que tem a ver com disposição, algumas pessoas estão buscando deixar seu futuro de lado, algumas pessoas estão buscando deixar sua família e algumas pessoas não estão buscando receber coisa alguma. Outros ainda estão exigindo de si mesmos não ter engano, não fazer queixas e não se rebelar contra Deus. Por que Deus sugeriria esse tipo de amor e exigiria que as pessoas O amem desse modo? Esse é um tipo de amor que as pessoas podem conseguir? Quer dizer, as pessoas são capazes de amar desse modo? As pessoas podem ver que não conseguem, porque de modo nenhum possuem esse tipo de amor. Quando elas não o possuem e fundamentalmente nada sabem sobre o amor, Deus fala essas palavras que não são familiares para elas. Por viverem neste mundo, por viverem em seu caráter corrupto, se as pessoas tivessem esse tipo de amor ou se fosse possível possuir esse tipo de amor, não tendo exigências nem demandas, estando dispostas a devotar-se e suportar sofrimento e renunciar a tudo que possuem, como alguém que possui esse tipo de amor seria visto pelos olhos de outras pessoas? Ela não seria uma pessoa perfeita? (Sim.) Uma pessoa perfeita como essa existe neste mundo? Ela não existe, não é? Esse tipo de pessoa absolutamente não existe neste mundo, a não ser que vivesse em um vácuo, certo? Por essa razão, algumas pessoas — por meio de suas experiências — despendem um grande esforço para ser como essas palavras descreveram. Elas lidam consigo mesmas, refreiam a si mesmas e até constantemente abandonam a si mesmas: elas suportam sofrimento e abandonam concepções errôneas que haviam mantido. Elas abandonam as maneiras como foram rebeldes a Deus, renunciam aos seus desejos e anseios. Porém, no final elas ainda não conseguem cumprir aquelas exigências. Por que isso acontece? Deus diz essas coisas para prover um padrão para as pessoas seguirem, de modo que as pessoas conheçam o padrão demandado por Deus para elas. Porém, Deus alguma vez disse que as pessoas devem alcançá-lo imediatamente? Deus alguma vez disse em quanto tempo as pessoas têm que alcançá-lo? (Não.) Deus alguma vez disse que as pessoas devem amá-Lo desse modo? Essa passagem diz isso? Não, ela não diz. Deus está meramente falando às pessoas sobre o amor a que Ele estava Se referindo. No que se refere às pessoas serem capazes de amar a Deus desse modo e tratar Deus desse modo, quais são as exigências de Deus? Não é necessário alcançá-las instantaneamente nem de imediato porque as pessoas não conseguem fazer isso. Vocês alguma vez pensaram sobre que tipo de condições as pessoas precisam preencher para amar desse modo? Se lerem com frequência essas palavras, as pessoas terão gradualmente esse amor? (Não.) Então, quais são as condições? Primeiro, como as pessoas poderão ficar livres de suspeitas a respeito de Deus? (Somente pessoas honestas poderão conseguir isso.) E quanto a estar livre de engano? (Elas também têm de ser pessoas honestas.) Ser alguém que não quer fazer acordos com Deus? Essa também tem de ser uma pessoa honesta. Quanto a não ter esperteza? A que se refere dizer que não há escolha no amor? Tudo isso se refere a ser uma pessoa honesta? Há muitos detalhes incluídos nisso; a capacidade de Deus de suscitar esse tipo de amor ou a capacidade de Deus de definir esse tipo de amor, para dizê-lo dessa maneira, confirma o quê? Podemos dizer que Deus possui essa espécie de amor? (Sim.) Onde vocês veem isso? (No amor que Deus tem pelo homem.) O amor de Deus pelo homem é condicional? (Não.) Há barreiras ou distância entre Deus e homem? (Não.) Deus tem suspeitas em relação ao homem? (Não.) Deus observa o homem e entende o homem; Ele verdadeiramente entende o homem. Deus é enganador com o homem? (Não.) Já que Deus fala de modo tão perfeito desse amor, Seu coração ou Sua substância são assim perfeitos? (Sim.) As pessoas alguma vez definiram o amor desse modo? Em que circunstâncias o homem definiu o amor? Como o homem fala de amor? Não é dando ou oferecendo? (Sim.) Essa definição de amor é simplista e carece de substância.

A definição de Deus para o amor e o modo como Deus fala de amor estão conectados com um aspecto de Sua substância, mas que aspecto de Sua substância? Na última vez, comunicamos sobre um assunto muito importante; é um assunto que as pessoas discutiram com frequência anteriormente, sendo uma palavra que muitas vezes emerge no curso de crer em Deus, mas é uma palavra que parece tão familiar quanto estranha às pessoas. Mas por que isso é assim? É uma palavra que vem das línguas do homem; entretanto, entre os homens, sua definição é ao mesmo tempo distinta e vaga. Que palavra é essa? (Santidade.) Santidade: esse foi o tópico da última vez que comunicamos. Nós comunicamos um pouco a respeito desse tópico. Baseados na parte sobre a qual comunicamos na última vez, todos conseguiram ter um novo entendimento da substância da santidade de Deus? Qual vocês acham que foi o novo entendimento? Isto é, o que naquele entendimento ou naquelas palavras fez vocês sentirem que seu entendimento da santidade de Deus era diferente ou diverso daquele que Eu comuniquei sobre a santidade de Deus? Ele deixou alguma impressão? (Deus diz o que sente em Seu coração; ele é puro. Esse é um aspecto da santidade.) (Há santidade quando Deus está irado com o homem, ela é sem mácula.) (Quanto à santidade de Deus, entendo que existe ao mesmo tempo a ira de Deus e Sua misericórdia dentro de Seu caráter justo. Isso deixou uma forte impressão em mim. Em nossa última comunicação, também foi mencionado que o caráter justo de Deus é único — não entendi isso no passado. Você disse que a ira de Deus é diferente da raiva do homem, que é algo que nenhum ser criado possui. A ira de Deus é uma coisa positiva e tem princípios; é expedida devido à substância inerente de Deus. Deus vê algo negativo e então liberta Sua ira. Quanto à misericórdia de Deus, vejo que também é algo que nenhum ser criado possui. Embora o homem tenha bons feitos ou ações justas que pareçam similares à misericórdia, elas são impuras e há um motivo por trás delas. Alguns tipos da suposta “misericórdia” são até falsos e vazios. Mas tenho visto a salvação de Deus quando Ele mostra misericórdia para com as pessoas, e essa misericórdia leva diretamente o homem à senda de ser salvo. Ela coloca as pessoas na trilha certa de crer em Deus, garantindo-lhes uma bela destinação e a realização de sua esperança. A misericórdia de Deus está contida em Sua substância. Assim, mesmo se Deus destruísse uma cidade devido à Sua ira, por ter uma substância misericordiosa, Ele poderia, em qualquer tempo ou lugar, mostrar misericórdia para salvar e proteger as pessoas daquela cidade devido à correção de seus modos. Esse é o meu entendimento.) Você tem algum entendimento do caráter justo de Deus. Nosso tópico hoje é a santidade de Deus. Todas as pessoas já ouviram falar e aprenderam algo sobre o caráter justo de Deus. Além disso, muitas pessoas falam com frequência sobre a santidade de Deus e o caráter justo de Deus em um fôlego só; elas dizem que o caráter justo de Deus é santo. A palavra “santo” certamente não é incomum para alguém — é uma palavra usada comumente. Mas em relação aos significados dessa palavra, quais são as expressões da santidade de Deus que as pessoas são capazes de ver? O que as pessoas conseguem reconhecer daquilo que Deus revelou? Temo que isso seja algo que ninguém saiba. Todas as pessoas ouviram e conhecem alguma coisa sobre o caráter justo de Deus. Além disso, muitas pessoas frequentemente falam sobre a santidade de Deus e sobre o caráter justo de Deus dizendo que o caráter justo de Deus é santo. O caráter de Deus é justo, mas, então, se você toma o caráter justo de Deus e diz que ele é santo, isso parece um tanto vago, um tanto confuso; por que isso? Vocês dizem que o caráter de Deus é justo ou dizem que Seu caráter justo é santo, então, em seu coração, como vocês caracterizam a santidade de Deus, como vocês a entendem? Quer dizer, o que Deus revelou ou, sobre tudo que Deus tem e é, o que as pessoas reconheceriam como santo? Vocês já pensaram nisso antes? O que Eu vi é que as pessoas com frequência dizem palavras comumente usadas ou têm frases que foram ditas repetidas vezes, no entanto, elas nem sabem o que estão dizendo. Isso é apenas a maneira como todos falam e dizem isso habitualmente, de modo que se torna uma frase feita. No entanto, se elas fossem investigar e realmente estudar os detalhes, elas descobririam que não sabem qual é o sentido real nem a que se refere. Exatamente como é com a palavra “santo”, ninguém sabe exatamente a que aspecto da substância de Deus se está referindo em relação a Sua santidade da qual falam e ninguém sabe como reconciliar a palavra “santo” com Deus. As pessoas ficam confusas em seu coração, e seu reconhecimento da santidade de Deus é vago e incerto. Quanto a como Deus é santo, ninguém tem muita clareza. Hoje, nós comunicaremos sobre o tópico de reconciliar a palavra “santo” com Deus, de modo que as pessoas possam ver o conteúdo real da substância da santidade de Deus e isso impedirá algumas pessoas de usar habitualmente a palavra sem cuidado e de dizer coisas aleatoriamente quando não sabem o que elas significam, ou se estão corretas e acuradas ou não. As pessoas sempre falaram assim; você falou, ele falou, e assim ela se tornou um hábito no modo de falar. Isso inadvertidamente mancha tal termo.

Quanto à palavra “santo”, na superfície, ela parece ser muito fácil de entender, certo? No mínimo, as pessoas creem que a palavra “santo” significa limpo, sem mancha, sagrado e puro. Também há algumas pessoas que associam “santo” com o “amor”, o que é correto; essa é uma parte. O amor de Deus é parte de Sua substância, mas não é a totalidade dela. No entanto, no modo de ver das pessoas, elas olham para a palavra e tendem a associá-la com coisas que elas próprias veem como puras e limpas ou com coisas que elas pessoalmente pensam ser sem mancha ou imaculadas. Por exemplo, algumas pessoas dizem que a flor de lótus é limpa e que ela floresce imaculada do lodo sujo. Assim, as pessoas começaram a aplicar a palavra “santo” à flor de lótus. Algumas pessoas pensavam nas histórias de amor feitas por outros como santas ou pensavam em alguns dignos protagonistas fictícios como santos. Ademais, alguns consideraram pessoas da Bíblia, ou outras a respeito de quem se escreveu em livros espirituais — tais como santos, apóstolos ou outros que outrora seguiram a Deus enquanto Ele fazia Sua obra —, como pessoas que tiveram experiências espirituais que foram santas. Todas essas coisas foram concebidas por pessoas e são concepções mantidas por pessoas. Por que as pessoas mantêm tais concepções? A razão é muito simples: é porque as pessoas vivem em meio a um caráter corrupto e residem em um mundo de maldade e imundície. Tudo que elas veem, tudo que tocam, tudo que experimentam é a maldade de Satanás e a corrupção de Satanás, bem como as maquinações, conflito interno e guerra que ocorrem em meio às pessoas sob a influência de Satanás. Por essa razão, mesmo quando Deus realiza Sua obra em pessoas e mesmo quando Ele fala a elas e revela Seu caráter e Sua substância, elas não são capazes de ver nem de conhecer o que são a santidade e a substância de Deus. As pessoas com frequência dizem que Deus é santo, mas não têm nenhum entendimento verdadeiro; elas apenas estão dizendo palavras vazias. Porque as pessoas vivem em meio à imundície e corrupção e estão sob o império de Satanás, porque não veem a luz, nada conhecem de questões positivas e, ademais, não conhecem a verdade, ninguém sabe verdadeiramente o que significa “santo”. Então, há alguma coisa santa ou pessoa santa em meio a esta humanidade corrupta? Com certeza, podemos dizer: não, não há, porque somente a substância de Deus é santa.

A respeito da santidade da substância de Deus, na última vez nós comunicamos um pouco sobre ela e isso serviu de inspiração para o conhecimento que as pessoas têm da santidade de Deus, mas isso não basta. Isso não consegue ajudar suficientemente as pessoas a conhecer de modo pleno a santidade de Deus nem pode ajudá-las suficientemente a entender que a santidade de Deus é única. Ademais, isso não consegue permitir de modo suficiente que as pessoas entendam o aspecto do sentido verdadeiro da santidade como está corporificada completamente em Deus. Por essa razão, é necessário que continuemos nossa comunicação sobre esse tema. Na última vez, nossa comunicação discutiu três tópicos, de modo que agora devemos discutir o quarto e começaremos lendo as Escrituras.

A tentação de Satanás

Mateus 4:1-4 Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo Diabo. E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome. Chegando, então, o tentador, disse-Lhe: Se Tu és Filho de Deus manda que estas pedras se tornem em pães. Mas Jesus lhe respondeu: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus.

Essas são as palavras com as quais o diabo começou a tentar o Senhor Jesus. Qual é o conteúdo do que o diabo disse? (“Se Tu és Filho de Deus manda que estas pedras se tornem em pães.”) Essas palavras ditas pelo diabo eram bem simples, mas há algum problema com sua essência? O diabo disse: “Se Tu és Filho de Deus”, mas em seu coração ele sabia ou não sabia que Jesus era o Filho de Deus? Ele sabia ou não sabia que Ele era Cristo? (Sabia.) Então por que ele disse: “Se Tu és”? (Ele estava procurando tentar Deus.) Mas qual foi seu propósito ao fazer isso? Ele disse: “Se Tu és Filho de Deus”. Em seu coração, ele sabia que Jesus Cristo era o Filho de Deus, ele não tinha nenhuma dúvida em relação a isso em seu coração, mas, a despeito de saber disso, ele se submeteu a Ele ou O adorou? (Não.) O que ele quis fazer? Ele quis usar esse método e essas palavras para irritar o Senhor Jesus e então ludibria-Lo a agir de modo que estivesse alinhado com suas intenções. Não era esse o significado por trás das palavras do diabo? No seu coração, ele sabia claramente que Aquele era o Senhor Jesus Cristo, mas, ainda assim, ele disse essas palavras. Essa não é a natureza de Satanás? Qual é a natureza de Satanás? (Ser astuto, maligno e não ter reverência por Deus.) Quais consequências resultariam de não ter reverência por Deus? Não era que ele queria atacar Deus? Ele queria usar esse método para atacar Deus e por isso disse: “Se Tu és Filho de Deus manda que estas pedras se tornem em pães”; essa não é a intenção maligna de Satanás? O que ele realmente estava tentando fazer? Seu propósito é muito óbvio: ele estava tentando usar esse método para negar a posição e a identidade do Senhor Jesus Cristo. O que Satanás quis dizer com estas palavras é: “Se Tu és Filho de Deus manda que estas pedras se tornem em pães. Se puderes fazer isso, então não és o Filho de Deus, portanto não deverias mais realizar a Tua obra”. Não é assim? Ele quis usar esse método para atacar Deus, ele quis desmantelar e destruir a obra de Deus; essa é a malevolência de Satanás. Sua malevolência é uma expressão natural de sua natureza. Embora ele soubesse que Senhor Jesus Cristo era o Filho de Deus, a encarnação do Próprio Deus, ele não pôde deixar de fazer esse tipo de coisa, seguindo Deus de perto pelas costas, atacando-O persistentemente e fazendo grandes esforços para interromper e sabotar a obra de Deus.

Analisemos agora esta frase dita por Satanás: “manda que estas pedras se tornem em pães”. Transformar pedras em pães — isso significa algo? Se há comida, por que não comê-la? Por que é necessário transformar pedras em comida? Pode-se dizer que não há sentido aqui? Embora estivesse jejuando naquele tempo, o Senhor Jesus certamente tinha comida para comer? (Ele tinha.) Assim, podemos ver aqui o despropósito das palavras de Satanás. Apesar de toda sua perfídia e malícia, ainda conseguimos ver seu despropósito e absurdidade. Satanás faz várias coisas que lhe permitem ver sua natureza maliciosa; você pode vê-lo fazendo coisas que sabotam a obra de Deus, e, ao ver isso, você sente que ele é odioso e enfurecedor. Em contrapartida, porém, você não consegue enxergar uma natureza infantil e absurda por trás de suas palavras e ações? Essa é uma revelação sobre a natureza de Satanás; já que ele tem esse tipo de natureza, ele fará esse tipo de coisa. Para as pessoas de hoje, essas palavras de Satanás são absurdas e risíveis. Mas Satanás realmente é capaz de proferir tais palavras. Podemos dizer que ele é ignorante e absurdo? A maldade de Satanás está em toda parte, e ele está constantemente sendo revelado. E como respondeu o Senhor Jesus? (“Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus”.) Essas palavras têm algum poder? (Elas têm.) Por que dizemos que elas têm poder? Porque essas palavras são a verdade. Ora, o homem vive só de pão? O Senhor Jesus jejuou por quarenta dias e noites. Ele morreu de fome? (Não.) Ele não morreu de fome, de modo que Satanás se aproximou Dele, instando-O a transformar as pedras em comida ao dizer coisas como: “Se transformares as pedras em comida, não terás coisas para comer? Nesse caso, não precisarias jejuar, não precisarias ficar faminto?” Porém, o Senhor Jesus disse: “Nem só de pão viverá o homem”, o que significa que, embora o homem viva em um corpo físico, não é a comida que permite a seu corpo físico viver e respirar, mas cada uma das palavras professadas pela boca de Deus. De um lado, essas palavras são verdade; elas dão fé às pessoas, fazem-nas sentir que podem confiar em Deus e que Ele é a verdade. De outro lado, há um aspecto prático nessas palavras? O Senhor Jesus não continuava de pé, ali, não continuava vivo depois de jejuar por quarenta dias e noites? Isso não é um exemplo real? Ele não tinha ingerido nenhuma comida por quarenta dias e noites, mesmo assim ainda estava vivo. Essa é uma poderosa evidência que confirma a verdade de Suas palavras. Essas palavras são simples, mas, quanto ao Senhor Jesus, Ele as falou somente quando Satanás o tentou, ou elas já eram parte natural Dele? Posto de outra maneira, Deus é verdade e Deus é vida, mas a verdade e a vida de Deus foram um acréscimo subsequente? Elas nasceram de uma experiência posterior? Não, são inatas a Deus. Isso significa, verdade e vida são a substância de Deus. O que quer que aconteça com ele, tudo que Ele revela é verdade. Essa verdade, essas palavras — quer o conteúdo de Sua fala seja longo ou breve — podem capacitar o homem viver, pode dar-lhe vida; ela pode capacitar o homem a viver e dar vida ao homem; podem capacitar as pessoas a ganhar verdade e clareza sobre a senda da vida humana e capacitá-las a ter fé em Deus. Em outras palavras, a fonte do uso que Deus faz dessas palavras é positiva. Então, podemos dizer que essa coisa positiva é santa? (Sim.) Aquelas palavras de Satanás provém da natureza de Satanás. Satanás revela sua natureza má e maliciosa constantemente em todo lugar. Ora, Satanás faz essas revelações de modo natural? Alguém o orienta para fazer isso? Alguém o ajuda? Alguém o coage? (Não.) Ele faz todas essas revelações por conta própria. Essa é a natureza maligna de Satanás. O que quer que Deus faça e como quer que Ele o faça, Satanás O segue no encalço. A substância e a verdadeira natureza dessas coisas que Satanás diz e faz são a substância de Satanás — uma substância que é má e maliciosa. Agora, continuando a leitura, que mais Satanás disse? Leiamos.

Mateus 4:5-7 Então o Diabo O levou à cidade santa, colocou-O sobre o pináculo do templo, e disse-Lhe: Se Tu és Filho de Deus, lança-Te daqui abaixo; porque está escrito: Aos Seus anjos dará ordens a Teu respeito; e: eles Te susterão nas mãos, para que nunca tropeces em alguma pedra. Respondeu-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus.

Analisemos primeiro as palavras que Satanás falou aqui. Satanás disse: “Se Tu és Filho de Deus, lança-Te daqui abaixo” e, então, ele citou as Escrituras: “Aos Seus anjos dará ordens a Teu respeito; e: eles Te susterão nas mãos, para que nunca tropeces em alguma pedra”. Como você se sente ao ouvir as palavras de Satanás? Elas não são muito infantis? Elas são infantis, absurdas e repugnantes. Por que Eu digo isso? Satanás faz coisas tolas com frequência, e ele acredita ser muito esperto. Com frequência ele cita as Escrituras — até as próprias palavras ditas por Deus —, tentando usar essas palavras contra Deus para atacá-Lo e tentá-Lo numa tentativa de alcançar seu objetivo de sabotar o plano da obra de Deus. Você consegue enxergar qualquer coisa nessas palavras ditas por Satanás? (Satanás abriga intenções malignas.) Em tudo que Satanás faz, ele sempre tem buscados tentar a humanidade. Satanás não fala francamente, mas de modo enviesado, usando tentação, encanto e sedução. Satanás aborda sua tentação de Deus como se Ele fosse um ser humano comum, acreditando que Deus também é ignorante, tolo e incapaz de distinguir claramente a forma verdadeira das coisas, exatamente como o homem é incapaz de fazê-lo. Satanás pensa que Deus e o homem são igualmente incapazes de enxergar sua substância, sua enganação e sua intenção sinistra. Não é isso que é a tolice de Satanás? Ademais, Satanás abertamente cita as Escrituras, acreditando que isso lhe dá credibilidade e que você será incapaz de identificar qualquer falha em suas palavras ou de evitar ser iludido. Isso não é a absurdez e infantilidade de Satanás? Isso é exatamente como quando as pessoas disseminam o evangelho e dão testemunho de Deus: os incrédulos não dirão às vezes algo semelhante ao que Satanás disse? Vocês ouviram pessoas dizer algo similar? Como você se sente quando ouve tais coisas? Você se sente enojado? (Sim.) Quando você se sente enojado, você também sente aversão e ódio? Quando você tem esses sentimentos, você é capaz de reconhecer que Satanás e o caráter corrupto que Satanás incute no homem são perversos? Alguma vez você teve em seu coração esta percepção: “Quando Satanás fala, ele o faz como ataque e tentação; as palavras de Satanás são absurdas, risíveis, infantis e repugnantes; no entanto, Deus jamais falaria ou operaria desse modo e de fato nunca fez isso”? É claro que, nessa situação, as pessoas só são capazes de sentir isso fracamente e permanecem incapazes de entender a santidade de Deus. Não é assim? Com sua estatura atual, vocês sentem meramente que: “Tudo que Deus diz é verdade, é benéfico para nós, e nós devemos aceitá-lo”. Independentemente de vocês serem ou não capazes de aceitar isso, vocês dizem, sem exceção, que a palavra de Deus é verdade e que Deus é verdade, mas vocês não sabem que a verdade em si é a santa e que Deus é santo.

Então, qual foi a resposta de Jesus a essas palavras? “Respondeu-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus.” Há verdade nessas palavras ditas por Jesus? (Sim.) Há verdade nelas. Na superfície, essas palavras são um mandamento para as pessoas seguirem, uma frase simples, mesmo assim, tanto o homem quanto Satanás ofenderam com frequência essas palavras. Assim, o Senhor Jesus disse para Satanás: “Não tentarás o Senhor teu Deus”, porque isso é o que Satanás fez com frequência e, fazendo todo o esforço ao agir assim. Pode-se dizer que Satanás fez isso descaradamente e sem vergonha. É da natureza essencial de Satanás não temer a Deus e não ter reverência por Deus em seu coração. Mesmo quando Satanás estava ao lado de Deus e podia vê-Lo, ele não conseguia deixar de tentar Deus. Por essa razão, o Senhor Jesus disse a Satanás: “Não tentarás o Senhor teu Deus”. Essas são palavras que Deus disse para Satanás com frequência. Então, é apropriado aplicar essa frase aos dias de hoje? (Sim, porque nós também tentamos a Deus com frequência.) Por que as pessoas tentam a Deus com frequência? É porque as pessoas estão cheias de um caráter satânico corrupto? (Sim.) Assim, as palavras de Satanás estão acima de algo que as pessoas dizem com frequência? E em que situações as pessoas dizem essas palavras? Pode-se dizer que as pessoas têm dito coisas como essa independentemente de tempo e lugar. Isso prova que o caráter das pessoas não é diferente do caráter corrupto de Satanás. O Senhor Jesus disse algumas palavras simples, palavras que representam a verdade, palavras que as pessoas precisam. No entanto, nessa situação, o Senhor Jesus estava falando de modo a discutir com Satanás? Havia alguma coisa confrontativa no que Ele disse a Satanás? (Não.) Como o Senhor Jesus se sentiu em relação à tentação de Satanás em Seu coração? Ele sentiu repugnância e repulsa? (Sim.) O Senhor Jesus sentiu repulsa e repugnância, mesmo assim Ele não discutiu com Satanás e muito menos falou sobre quaisquer grandes princípios. Por quê? (Porque Satanás é sempre assim: ele jamais pode mudar.) Pode-se dizer que Satanás é impermeável à razão? (Sim.) Satanás pode reconhecer que Deus é a verdade? Satanás jamais reconhecerá que Deus é a verdade e jamais admitirá que Deus é a verdade; essa é sua natureza. Existe ainda outro aspecto da natureza de Satanás que é repulsiva. O que é? Em seus esforços para tentar o Senhor Jesus, Satanás pensava que, mesmo que não fosse bem-sucedido, ele mesmo assim tentaria fazê-lo. Mesmo que fosse punido, ele decidiu fazer de qualquer modo. Embora ele não ganhasse nenhuma vantagem bom fazendo isso, ele o tentaria mesmo assim, persistindo em seus esforços e se opondo a Deus até o fim. Que tipo de natureza é essa? Isso não é maligno? Se um homem se enfurece e explode de raiva quando Deus é mencionado, ele viu a Deus? Ele sabe quem Deus é? Ele não sabe quem Deus é, não crê Nele, e Deus não falou com ele. Deus nunca o perturbou, então por que ele estaria zangado? Poderíamos dizer que essa pessoa é maligna? Tendências mundanas, comer, beber, buscar diversão e perseguir celebridades — nenhuma dessas coisas incomodaria tal homem. No entanto, à mera menção da palavra “Deus” ou da verdade das palavras de Deus, ele explode em fúria. Isso não constitui ter uma natureza maligna? Isso basta para provar que isso é a natureza maligna do homem. Agora, falando por vocês mesmos, há momentos em que a verdade é mencionada ou quando são mencionadas as provações da humanidade ou as palavras de julgamento de Deus e vocês sentem uma aversão; vocês se sentem repugnados e não querem ouvir tais coisas? O coração de vocês talvez pense: “As pessoas todas não disseram que Deus é a verdade? Algumas dessas palavras não são a verdade! São claramente apenas palavras de admoestação de Deus dirigidas ao homem!” Algumas pessoas podem até sentir uma forte aversão em seu coração e pensar: “Falam disso todo dia — Suas provações, Seu julgamento, quando tudo isso acabará? Quando receberemos a boa destinação? Não se sabe de onde vem essa raiva irracional. Que tipo de natureza é essa? (Natureza maligna.) Ela é orientada e guiada pela natureza maligna de Satanás. A partir da perspectiva de Deus, no que diz respeito à natureza maligna de Satanás e ao caráter corrupto do homem, Ele jamais discute ou guarda mágoas contra as pessoas e Ele jamais faz um escarcéu quando as pessoas agem tolamente. Você jamais verá Deus sustentar opiniões similares sobre coisas aos seres humanos e, ademais, você não O verá usar os pontos de vista, o conhecimento, a ciência, a filosofia nem a imaginação da humanidade para tratar dos assuntos. Ao contrário, tudo que Deus faz e tudo que Ele revela está conectado com a verdade. Isto é, toda palavra que Ele disse e toda ação que Ele fez estão presas à verdade. Essa verdade não o produto de alguma fantasia sem fundamento; essa verdade e essas palavras são expressas por Deus em virtude de Sua substância e vida. Visto que essas palavras e a substância de tudo que Deus tem feito são a verdade, podemos dizer que a substância de Deus é santa. Em outras palavras, tudo que Deus diz e faz traz vitalidade e luz às pessoas, capacita as pessoas a verem coisas positivas e a realidade dessas coisas positivas e aponta o caminho para a humanidade de modo que ela possa trilhar a senda correta. Todas essas coisas são determinadas pela substância de Deus e pela substância de Sua santidade. Vocês veem isso agora, não veem? Agora, continuaremos com outra leitura das Escrituras.

Mateus 4:8-11 Novamente o Diabo O levou a um monte muito alto; e mostrou-Lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles; e disse-Lhe: Tudo isto Te darei, se, prostrado, me adorares. Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás; porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a Ele servirás. Então o Diabo O deixou; e eis que vieram os anjos e O serviram.

O diabo Satanás, tendo falhado nas duas manobras anteriores, tentou mais outra: ele mostrou todos os reinos do mundo e sua glória ao Senhor Jesus e pediu que Ele o adorasse. O que você pode ver sobre as verdadeiras características do diabo a partir dessa situação? O diabo Satanás não é absolutamente descarado? (Sim.) Como ele é descarado? Todas as coisas foram criadas por Deus, no entanto, Satanás inverteu tudo e mostrou todas as coisas para Deus, dizendo: “Olha para a riqueza e a glória de todos esses reinos. Se me adorares, eu Te darei tudo isso”. Isso não é uma inversão completa dos papéis? Satanás não é descarado? Deus fez todas as coisas, mas Ele fez todas as coisas para o Seu próprio prazer? Deus deu tudo à humanidade, mas Satanás quis tomar tudo isso e, depois de se apoderar de tudo, ele disse a Deus: “Adora-me! Adora-me e eu Te darei tudo isso”. Essa é a face feia de Satanás; ele é absolutamente descarado! Satanás nem mesmo conhece o sentido da palavra “vergonha”. Isso é apenas outro exemplo de sua maldade. Ele nem sabe o que é vergonha. Satanás sabe claramente que Deus criou todas as coisas e que Ele gerencia e tem domínio sobre todas as coisas. Todas as coisas pertencem não ao homem e muito menos a Satanás, mas a Deus, mesmo assim, o diabo Satanás despudoradamente disse que daria todas as coisas para Deus. Isso não é outro exemplo de Satanás uma vez mais agir de modo absurdo e descarado? Isso faz com que Deus odeie Satanás ainda mais, não é? Contudo, não importava o que Satanás tentasse, o Senhor Jesus se deixou enganar? O que disse o Senhor Jesus? (“Ao Senhor teu Deus adorarás e só a Ele servirás.”) Essas palavras têm algum sentido prático? (Sim.) Que tipo de sentido prático? Vemos a maldade e o descaramento de Satanás em sua fala. Assim, se o homem adorasse a Satanás, qual seria o resultado? Ele obteria a riqueza e a glória de todos os reinos? (Não.) O que ele obteria? A humanidade se tornaria tão descarada e risível quanto Satanás? (Sim.) Ela, então, não seria diferente de Satanás. Por essa razão, o Senhor Jesus disse estas palavras, que são importantes para todo e qualquer ser humano: “Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a Ele servirás”. Isso significa que, se você servir a outro que não seja o Senhor, que não seja o Próprio Deus, se adorar o diabo Satanás, você chafurdará na mesma imundície que Satanás. Então você compartilharia o descaramento de Satanás e sua maldade e, exatamente como Satanás, você tentaria Deus e atacaria Deus. Qual seria, então, o resultado para você? Você seria desprezado por Deus, derrubado por Deus e destruído por Deus. Após tentar o Senhor Jesus várias vezes sem sucesso, Satanás tentou de novo? Satanás não tentou de novo e, então, foi embora. O que isso prova? Isso prova que a natureza maligna de Satanás, que sua malícia, absurdidade e despropósito não são dignos nem mesmo de serem mencionados na face de Deus. O Senhor Jesus derrotou Satanás com apenas três sentenças, e depois Satanás fugiu com o rabo entre as pernas, demasiado envergonhado para mostrar sua face e nunca mais voltou a tentar o Senhor Jesus. Já que o Senhor Jesus tinha derrotado essa tentação de Satanás, Ele pôde agora continuar facilmente a obra que tinha para realizar e as tarefas que estavam diante Dele. Isso tudo que o Senhor Jesus fez e disse nessa situação teria qualquer sentido prático para cada um dos seres humanos se fosse aplicado nos dias atuais? (Sim.) Que tipo de sentido prático? Derrotar Satanás é coisa fácil de fazer? As pessoas devem ter um entendimento claro da natureza maligna de Satanás? As pessoas devem ter um entendimento preciso das tentações de Satanás? (Sim.) Quando você experimenta as tentações de Satanás em sua própria vida, se fosse capaz de enxergar a natureza maligna de Satanás, você não seria capaz de derrotá-lo? Se você conhecesse a absurdez e o despropósito de Satanás, você ainda ficaria do lado de Satanás e atacaria Deus? Se você entendesse como a malícia e o descaramento de Satanás estão sendo revelados através de você — se você reconhecesse e entendesse claramente essas coisas — você ainda atacaria e tentaria Deus desse modo? (Não, não faríamos isso.) O que vocês fariam? (Nós nos rebelaríamos contra Satanás e o abandonaríamos.) Isso é coisa fácil de fazer? Não é fácil. Para fazer isso, as pessoas devem orar com frequência, elas devem se colocar com frequência diante de Deus e examinar a si mesmas. E devem permitir que a disciplina de Deus e Seu julgamento e castigo venham sobre elas. Só desse modo as pessoas se desembaraçarão gradualmente da enganação e do controle de Satanás.

Agora, analisando todas essas palavras ditas por Satanás, faremos um resumo das coisas que constituem a substância de Satanás. Em primeiro lugar, pode-se dizer, em termos gerais, que a substância de Satanás é maligna, contrária à santidade de Deus. Por que digo que a substância de Satanás é maligna? Para responder a essa pergunta, é preciso examinar as consequências do que Satanás faz às pessoas. Satanás corrompe e controla o homem, e o homem age sob o caráter corrupto de Satanás e vive em um mundo de pessoas corrompidas por Satanás. A humanidade é involuntariamente possuída e assimilada por Satanás; por isso, o homem tem o caráter corrupto de Satanás, que é a natureza de Satanás. Em tudo que Satanás disse e fez, vocês viram sua arrogância? Vocês viram seu engano e sua malícia? Como a arrogância de Satanás se manifesta principalmente? Satanás sempre abriga o desejo de ocupar a posição de Deus? Satanás sempre quer desmantelar a obra de Deus e a posição de Deus e tomá-la para si, para que as pessoas sigam, apoiem e adorem Satanás; essa é a natureza arrogante de Satanás. Quando corrompe as pessoas, Satanás lhes diz diretamente o que devem fazer? Quando tenta a Deus, Satanás vem e diz: “Eu estou tentando a Ti, eu vou Te atacar”? Não, em absoluto. Que método, então, Satanás usa? Ele seduz, tenta, ataca e planta armadilhas e até cita as Escrituras. Satanás fala e age de várias maneiras para alcançar seus objetivo sinistros e cumprir suas intenções. Depois que Satanás fez isso, o que se pode ver a partir daquilo que é manifestado no homem? As pessoas também não se tornam arrogantes? O homem sofreu a corrupção de Satanás por milhares de anos e, assim, o homem se tornou arrogante, enganador, malicioso e sem razão. Todas essas coisas são causadas devido à natureza de Satanás. Dado que a natureza de Satanás é maligna, ele deu ao homem essa natureza maligna e trouxe ao homem esse caráter corrupto e maligno. Por essa razão, o homem vive sob o caráter satânico corrupto e, como Satanás, resiste a Deus, ataca Deus e O tenta, de modo que o homem não pode adorar a Deus e não tem um coração que O reverencia.

No que diz respeito à santidade de Deus, mesmo que possa ser um tópico familiar, é um tópico que, quando discutido, pode se tornar um tanto abstrato para algumas pessoas e ser um pouco profundo e fora de seu alcance. Mas não há necessidade de ficarem ansiosos. Eu ajudarei vocês a entender o que é a santidade de Deus. Para entender que tipo de pessoa alguém é, olhem para o que ele faz e para os resultados de suas ações e, então, vocês serão capazes de ver a substância daquela pessoa. Poderia ser posto dessa maneira? (Sim.) Então, vamos primeiro comunicar sobre a santidade de Deus a partir dessa perspectiva. Pode-se dizer que a substância de Satanás é maligna e, assim, as ações de Satanás para com o homem têm sido para corrompê-lo sem cessar. Satanás é maligno e, assim, as pessoas que ele corrompeu certamente são malignas, correto? Será que alguém diria: “Satanás é maligno, mas talvez alguém que ele corrompeu seja santo”? Isso seria uma piada, não seria? Tal coisa seria possível? (Não.) Satanás é maligno, e contidos em sua maldade há tanto um lado essencial como um lado prático. Isso não é apenas conversa fiada. Não estamos tentando caluniar Satanás; estamos apenas comunicando sobre a verdade e a realidade. Comunicar sobre a realidade desse tópico pode machucar algumas pessoas ou certo subsegmento de pessoas, mas não há intenção maliciosa; talvez vocês ouçam isso hoje e se sintam um tanto desconfortáveis, mas algum dia em breve, quando forem capazes de reconhecer isso, vocês desprezarão a si mesmos e sentirão que aquilo sobre que falo hoje é muito útil para vocês e muito valioso. A substância de Satanás é maligna, então poderíamos dizer que os resultados das ações de Satanás são inevitavelmente malignos ou, no mínimo, estão presos à sua maldade? (Sim.) Como, então, Satanás procede para corromper o homem? Do mal que Satanás faz no mundo e entre a humanidade, quais aspectos específicos disso são visíveis e perceptíveis para as pessoas? Vocês já haviam pensado nisso antes? Vocês podem não ter pensado muito nisso, portanto, deixem-Me levantar diversos pontos principais. Todo mundo conhece a teoria da evolução que Satanás propõe, certo? Essa é uma área do conhecimento estudada pelo homem, não é? (Sim.) Assim, Satanás primeiro usa o conhecimento para corromper o homem e usa seus próprios métodos satânicos para lhe transmitir conhecimento. Então, ele usa a ciência para corromper o homem, despertando seu interesse pelo conhecimento, pela ciência e assuntos misteriosos ou assuntos que as pessoas desejam explorar. As coisas que Satanás usa a seguir para corromper o homem são a cultura tradicional e a superstição, e, a seguir, tendências sociais. São tudo coisas que as pessoas encontram em sua vida cotidiana e todas elas existem em proximidade das pessoas; elas estão todas conectadas com coisas que as pessoas veem, com coisas que ouvem, com coisas que tocam e com coisas que experimentam. Pode-se dizer que cada um dos seres humanos vive sua vida cercado por essas coisas, incapaz de escapar ou se livrar delas mesmo se quisesse. A humanidade é impotente na face dessas coisas e tudo que o homem pode fazer é ser influenciado, infectado, controlado e amarrado por elas; o homem é impotente para se livrar delas.

1. Como Satanás usa o conhecimento para corromper o homem

Primeiro, vamos falar sobre o conhecimento. Todos não consideram o conhecimento uma coisa positiva? Ou, no mínimo, as pessoas pensam que a conotação da palavra “conhecimento” é mais positiva do que negativa. Então, por que estamos dizendo aqui que Satanás usa o conhecimento para corromper o homem? A teoria da evolução não é um aspecto do conhecimento? As leis científicas de Newton não fazem parte do conhecimento? A atração gravitacional da terra faz parte do conhecimento, certo? (Sim.) Então por que o conhecimento está listado no conteúdo que Satanás usa para corromper a humanidade? Qual é a opinião de vocês sobre isso? O conhecimento tem algum fiapo de verdade em si? (Não.) Então qual é a substância do conhecimento? Sobre que base é aprendido o conhecimento que o homem estuda? É baseado na teoria da evolução? O conhecimento que o homem explorou, o resumo dele, não é baseado no ateísmo? Algo desse conhecimento tem conexão com Deus? Ele está conectado com adorar a Deus? Ele está conectado com a verdade? (Não.) Então como Satanás usa o conhecimento para corromper o homem? Eu acabei de dizer que nada desse conhecimento está conectado com adorar a Deus ou com a verdade. Algumas pessoas pensam assim sobre isso: “Pode não ter nada a ver com a verdade, mas não corrompe as pessoas”. Qual é a opinião de vocês sobre isso? Você foi ensinado pelo conhecimento que a felicidade das pessoas dependeu do que elas criaram com as próprias mãos? O conhecimento alguma vez ensinou para você que o destino do homem esteve em suas mãos? (Sim.) Que tipo de conversa é essa? (É um absurdo.) Exato! É um absurdo! É complicado discutir o conhecimento. Você pode afirmar simplesmente que um campo do conhecimento nada mais é que conhecimento. É um campo do conhecimento que é aprendido sobre a base da não adoração a Deus e da falta de entendimento de que Deus criou todas as coisas. Quando estudam esse tipo de conhecimento, as pessoas não veem Deus como tendo domínio sobre todas as coisas, elas não veem Deus como encarregado de gerenciar todas as coisas. Em vez disso, tudo que elas fazem é pesquisar e explorar sem cessar essa área do conhecimento e buscar respostas baseadas no conhecimento. No entanto, se as pessoas não creem em Deus e, em vez disso, somente buscam a pesquisa, elas jamais encontrarão as verdadeiras respostas, certo? O conhecimento apenas lhe dá um meio de subsistência, ele apenas lhe dá um emprego, ele apenas provê renda para que você não passe fome, mas jamais fará você adorar a Deus e jamais manterá você longe do mal. Quanto mais você estudar o conhecimento, tanto mais você desejará se rebelar contra Deus, pesquisar Deus, tentar Deus e opor-se a Deus. E agora, o que vemos o conhecimento ensinando às pessoas? É tudo filosofia de Satanás. As filosofias e as regras de sobrevivência espalhadas por Satanás entre os homens corruptos têm alguma conexão com a verdade? Elas não têm nada a ver com a verdade e, de fato, são o oposto da verdade. As pessoas com frequência dizem: “vida é movimento” e “O homem é ferro, o arroz é aço, o homem sente fome se pular uma refeição”; o que são essas frases? São falácias e é repugnante ouvi-las. Talvez todos saibam como Satanás usa o conhecimento para corromper o homem. No assim chamado conhecimento do homem, Satanás embutiu bastante de sua filosofia de vida e do seu pensamento. E, ao fazer isso, Satanás permite que o homem adote seu pensamento, sua filosofia e seu ponto de vista, de modo que o homem possa negar a existência de Deus, negar o domínio de Deus sobre todas as coisas e o domínio sobre o destino do homem. Assim, à medida que os estudos do homem progridem e ele alcança mais conhecimento, ele sente que a existência de Deus se torna vaga e pode até sentir que Deus não existe. Como Satanás adicionou pontos de vista, noções e pensamentos na mente do homem, o homem não foi corrompido por isso quando Satanás pôs esses pensamentos na sua mente? (Sim.) No que o homem baseia a sua vida agora? Ele realmente depende desse conhecimento? Não; o homem está baseando sua vida nos pensamentos, nas visões e filosofias de Satanás que estão ocultas nesse conhecimento. É aí que temos o núcleo da corrupção do homem por Satanás, essa é a meta de Satanás e seu método para corromper o homem.

Começaremos tratando do aspecto mais superficial do conhecimento. A gramática e as palavras nas línguas são capazes de corromper as pessoas? Palavras podem corromper as pessoas? (Não.) Palavras não corrompem pessoas; elas são uma ferramenta que as pessoas usam para falar e também são uma ferramenta com a qual as pessoas se comunicam com Deus, sem mencionar que, atualmente, língua e palavras são o modo como Deus Se comunica com as pessoas. Elas são ferramentas e são uma necessidade. Um mais um é igual a dois, e dois multiplicado por dois é igual a quatro; isso não é conhecimento? Mas isso pode corromper você? Isso é conhecimento — é um padrão fixo — e assim não pode corromper as pessoas. Então, que tipo de conhecimento corrompe as pessoas? Conhecimento que corrompe é conhecimento que se misturou com os pontos de vista e pensamentos de Satanás, Satanás procura inculcar esses pontos de vista e esses pensamentos na humanidade por meio da mídia do conhecimento. Por exemplo, em um artigo, não há nada errado com as palavras escritas em si. O problema está nos pontos de vista e na intenção do autor quando escreveu o artigo, bem como no conteúdo dos seus pensamentos. Essas são coisas do espírito e elas são capazes de corromper as pessoas. Por exemplo, se você estivesse assistindo um show na televisão, que tipo de coisas nesse show poderiam mudar a visão das pessoas? Aquilo que os artistas disseram e as palavras em si seriam capazes de corromper as pessoas? (Não.) Que tipo de coisas corromperiam as pessoas? Os pensamentos centrais e o conteúdo do show que representariam as opiniões do diretor. A informação transportada por essas opiniões poderia convencer o coração e a mente das pessoas. Não é assim? Agora, vocês sabem a que Me refiro em Minha discussão sobre o uso que Satanás faz do conhecimento para corromper as pessoas. Vocês não entenderão mal, entenderão? Assim, na próxima vez quando você ler um romance ou um artigo, você será capaz de avaliar se os pensamentos expressos em palavras escritas corrompem a humanidade ou contribuem para a humanidade? (Sim, em medida pequena.) Isso é algo que precisa ser estudado e experimentado em ritmo lento e não é algo que possa ser facilmente entendido de imediato. Por exemplo, quando se pesquisa ou estuda uma área de conhecimento, alguns aspectos positivos desse conhecimento podem ajudar você a entender algum conhecimento geral sobre aquele campo e, ao mesmo tempo, capacitá-lo a saber o que as pessoas deveriam evitar. Tome como exemplo a “eletricidade” — este é um campo de conhecimento, não é? Você não seria ignorante se não soubesse que a eletricidade pode dar choque e machucar as pessoas? Porém, uma vez que você entende esse campo de conhecimento, você não será descuidado quanto a tocar objeto com corrente elétrica e você saberá como usar a eletricidade. Ambas as coisas são positivas. Vocês têm clareza agora sobre o que temos discutido em termos de como o conhecimento corrompe as pessoas? Há muitos tipos de conhecimento estudados no mundo, e vocês devem tomar seu tempo para diferenciá-los por vocês mesmos.

2. Como Satanás usa a ciência para corromper o homem

O que é ciência? A ciência não é algo que goza de grande prestígio na mente de cada humano e é considerada profunda? Quando a ciência é mencionada, as pessoas não sentem: “Isso é algo fora do alcance de gente normal; isso é um tópico que só pesquisadores científicos ou especialistas podem tratar; isso nada tem a ver conosco, com gente normal”? Existe alguma conexão com gente normal? (Sim.) Como Satanás usa a ciência para corromper as pessoas? Na nossa discussão aqui, falaremos apenas sobre as coisas que as pessoas encontram com frequência em sua própria vida e ignoraremos outros assuntos. Existe uma palavra: “genes”. Vocês já a ouviram? Todos vocês estão familiarizados com esse termo, não estão? Os genes não foram descobertos pela ciência? O que, exatamente, os genes significam para as pessoas? Eles não fazem as pessoas sentir que o corpo é uma coisa misteriosa? Quando as pessoas forem apresentadas a esse tópico, não haverá algumas pessoas — especialmente as curiosas — que vão querer saber mais ou vão querer mais detalhes? Essas pessoas curiosas concentrarão sua energia nesse tema e, quando não tiverem outras coisas para fazer, procurarão informações em livros e na internet para aprender mais detalhes sobre ele. O que é ciência? Falando claramente, a ciência consiste nos pensamentos e nas teorias de coisas sobre as quais o homem é curioso, coisas que são desconhecidas e que não lhe foram ditas por Deus; a ciência consiste nos pensamentos e nas teorias sobre os mistérios que o homem quer explorar. Qual é o escopo da ciência? Pode-se dizer que como é bastante amplo; o homem Pesquisa e estuda tudo que lhe interessa. A ciência envolve pesquisar os detalhes e as leis dessas coisas e, então, expor teorias plausíveis que fazem todos pensar: “Esses cientistas são realmente sensacionais! Eles sabem tanta coisa, o suficiente para entender essas coisas!” Eles têm tanta admiração pelos cientistas, não têm? As pessoas que pesquisam a ciência, que tipo de visões elas têm? Elas não querem pesquisar o universo, pesquisar as coisas misteriosas em sua área de interesse? Qual é o resultado final disso? Em algumas das ciências, as pessoas tiram suas conclusões através de conjeturas, e em outras, elas se baseiam na experiência humana para tirar suas conclusões. E ainda em outros campos científicos, as pessoas chegam às suas conclusões com base em observações históricas e contextuais. Não é assim? Então o que a ciência faz pelas pessoas? O que a ciência faz é meramente permitir que as pessoas vejam os objetos no mundo físico e satisfaz a curiosidade do homem, mas ela não pode capacitar o homem ver as leis pelas quais Deus tem domínio sobre todas as coisas. O homem parece encontrar respostas na ciência, mas essas respostas são enigmáticas e trazem satisfação apenas temporária, uma satisfação que só serve para confinar o coração do homem no mundo material. O homem sente que recebeu respostas da ciência, de modo que, para qualquer questão que surgir, ele usa suas visões científicas como base para provar e aceitar aquela questão. O coração do homem fica possuído pela ciência e é seduzido por ela ao ponto em que o homem não mais ter a condição mental de conhecer a Deus, adorar a Deus e crer que todas as coisas provêm de Deus e que o homem deveria olhar para Ele para obter respostas. Não é assim? Quanto mais uma pessoa crê na ciência, mais absurda ela se torna, crendo que tudo tem uma solução científica, que a pesquisa pode resolver qualquer coisa. Ela não busca Deus e não crê que Ele existe; até mesmo algumas pessoas que seguiram a Deus por muitos anos pesquisarão bactérias por capricho ou buscarão alguma informação para responder uma questão. Tais pessoas não veem as questões sob a perspectiva da verdade e, na maioria dos casos, querem confiar em visões ou conhecimento científicos ou soluções científicas para resolver os problemas; elas não confiam em Deus nem buscam Deus. Pessoas como essas têm Deus em seu coração? (Não.) Há até algumas pessoas que querem pesquisar Deus do mesmo modo como estudam a ciência. Por exemplo, muitos especialistas religiosos foram até a montanha onde a arca veio a repousar e assim provaram a existência da arca. Mas na aparição da arca, eles não veem a existência de Deus. Eles creem apenas nas narrativas e na história; esse é o resultado de sua pesquisa científica e do estudo do mundo material. Se você pesquisar coisas materiais, seja na microbiologia, na astronomia ou na geografia, você jamais encontrará um resultado que determina que Deus existe ou que Ele tem soberania sobre todas as coisas. Então, o que a ciência faz pelo homem? Ela não distancia o homem de Deus? Ela não faz com que as pessoas submetam Deus aos estudos? Isso não deixa as pessoas com mais dúvidas sobre a existência de Deus? (Sim.) Então, como Satanás pretende usar a ciência para corromper o homem? Satanás não quer usar conclusões científicas para enganar e entorpecer as pessoas e usar as respostas ambíguas para reter o coração das pessoas, para que elas não investiguem ou acreditem na existência de Deus? (Sim.) Essa é, portanto, a razão pela qual Eu digo que a ciência é uma das maneiras pelas quais Satanás corrompe as pessoas.

3. Como Satanás usa a cultura tradicional para corromper o homem

Há muitas coisas que são consideradas como parte da cultura tradicional? (Sim.) O que significa essa cultura tradicional? Alguns dizem que ela é repassada desde os ancestrais, esse é um dos seus aspectos. Desde o início, famílias, grupos étnicos e até a raça humana repassaram seus modos de vida ou costumes, ditos e normas, que ficaram instilados nos pensamentos das pessoas. As pessoas as consideram inseparáveis de suas vidas. Elas tomam essas coisas e as encaram como regras e uma vida a ser observadas e elas nunca querem mudar nem abandonar essas coisas porque foram repassadas desde os seus ancestrais. Há outros aspectos da cultura tradicional, como aquele que foi repassado desde Confúcio ou Mêncio ou as coisas ensinadas às pessoas pelo taoísmo chinês e pelo confucionismo, que se tornaram parte de cada pessoa impregnadas até os ossos. Isso não está certo? (Sim.) O que está incluído na cultura tradicional? Ela inclui os feriados que as pessoas celebram? Por exemplo, o Festival da Primavera, o Festival das Lanternas, Dia da Limpeza de Túmulos, o Festival do Barco-Dragão, bem como o Festival dos Fantasmas e o Festival do Meio do Outono. Algumas famílias até celebram quando os sêniores atingem uma certa idade ou quando crianças atingem um mês de idade e quando completam 100 dias de vida. Todos esses são feriados tradicionais. O pano de fundo desses feriados não consiste de cultura tradicional? Qual é o núcleo da cultura tradicional? Ele tem alguma coisa a ver com adorar a Deus? Ele tem alguma coisa a ver com dizer para as pessoas praticarem a verdade? Há algum feriado para que as pessoas ofereçam sacrifício a Deus, vão ao altar de Deus e recebam Seus ensinamentos? Há algum feriado assim? (Não.) O que as pessoas fazem em todos esses feriados? Nos tempos modernos, eles são vistos como ocasiões para comer, beber e se divertir. Qual é a fonte por trás da cultura tradicional? De onde vem a cultura tradicional? (De Satanás.) Ela vem de Satanás. No pano de fundo desses feriados tradicionais, Satanás instila coisas no homem; que coisas são essas? Assegurar que as pessoas se lembrem de seus ancestrais é uma delas? Por exemplo, durante o Festival de Limpeza de Túmulos, as pessoas arrumam as sepulturas e oferecem sacrifícios aos seus ancestrais, de modo que não se esqueçam de seus ancestrais. Ademais, Satanás assegura que as pessoas se lembrem de ser patrióticas, como no Festival do Barco-Dragão. E quanto ao Festival do Meio do Outono? (Reuniões de família.) Qual é o pano de fundo das reuniões de família? Qual é a razão de ser delas? É para se comunicar e se conectar emocionalmente. É claro que, quer se esteja celebrando a Véspera do Ano Novo Lunar ou o Festival das Lanternas, há muitas maneiras de descrever as razões de fundo. Como quer que se descreva a razão por trás deles, cada um deles é uma maneira de Satanás instilar sua filosofia e seu pensamento nas pessoas, de modo que elas se extraviem de Deus e não saibam que Deus existe e que elas ofereçam sacrifícios aos seus ancestrais ou a Satanás ou que seja mera desculpa para comer, beber e se divertir por causa dos desejos da carne. Enquanto cada um desses feriados é celebrado, os pensamentos e as opiniões de Satanás são plantados profundamente nas mentes das pessoas e elas nem sabem disso. Quando as pessoas chegam à meia-idade ou ficam mais velhas, esses pensamentos e pontos de vista de Satanás já estão profundamente enraizados em seu coração. Além disso, as pessoas se esforçam ao máximo para transmitir essas ideias, sejam elas corretas ou erradas, para a próxima geração indiscriminadamente, sem ressalva. Isso está certo? (Sim.) Como a cultura tradicional e esses feriados corrompem as pessoas? Vocês sabem? (As pessoas são restringidas e amarradas pelas regras dessas tradições de tal modo que não têm tempo nem energia para buscar a Deus.) Esse é um dos aspectos. Por exemplo, todos celebram durante o Ano Novo Lunar; se você não fizesse isso, você ficaria triste? Há algum tabu ao qual você se apega? Você não se sentiria assim: “Eu não celebrei o Ano Novo. Este dia de Ano Novo Lunar foi horrível; todo este ano será ruim?”? Você não se sentiria pouco à vontade e um tanto temeroso? Há até algumas pessoas que não fizeram sacrifícios aos seus ancestrais por anos e repentinamente têm um sonho em que uma pessoa falecida lhes pede dinheiro; o que elas sentirão no íntimo? “Que triste que essa pessoa morta necessita de dinheiro para gastar! Queimarei algumas notas de dinheiro para ela; se eu não fizer isso, não seria certo. Nós, pessoas vivas, poderemos passar por alguma dificuldade se eu não queimar algumas notas de dinheiro, quem poderá dizer quando a tragédia nos atingirá?” Elas sempre terão essa pequena nuvem de medo e preocupação em seu coração. Quem lhes dá essa preocupação? (Satanás.) Satanás a traz. Essa não é uma das maneiras pelas quais Satanás corrompe o homem? Ele usa diferentes meios e desculpas para controlar você, para ameaçar você e prender você, a tal ponto que você cai em uma espécie de torpor, rende-se e se submete a ele; é assim que Satanás corrompe o homem. Muitas vezes, quando as pessoas estão debilitadas ou quando não estão plenamente conscientes da situação, elas podem inadvertidamente fazer algo de modo confuso, isto é, elas inconscientemente caem nas garras de Satanás e podem fazer algo inconscientemente, e não sabem o que estão fazendo. Esse é o modo como Satanás corrompe o homem. Há até algumas poucas pessoas agora que relutam em romper com a cultura tradicional profundamente enraizada, que simplesmente não conseguem abandoná-la. É especialmente quando estão debilitadas e passivas que elas desejam celebrar esses tipos de feriados e desejam encontrar-se com Satanás e satisfazer Satanás de novo, por meio do que elas também podem se consolar interiormente. Qual é o pano de fundo para a cultura tradicional? A mão negra de Satanás está puxando as cordas nos bastidores? A natureza maligna de Satanás está manipulando e controlando as coisas? Satanás está controlando todas essas coisas? (Sim.) Quando as pessoas vivem em uma cultura tradicional e celebram esses tipos de feriados tradicionais, poderíamos dizer que esse é um ambiente no qual elas são enganadas e corrompidas por Satanás e, ademais, que elas estão felizes por serem enganadas e corrompidas por Satanás? (Sim.) Isso é algo que todos vocês reconhecem, algo que vocês conhecem.

4. Como Satanás usa a superstição para corromper o homem

O termo “superstição” lhes é familiar, sim? Há alguns vínculos entre superstição e cultura tradicional, mas não falaremos a respeito delas hoje. Em vez disso, discutirei as formas de superstição encontradas mais frequentemente: adivinhação, leitura da sorte, queima de incenso e adoração a Buda. Algumas pessoas praticam a adivinhação, outras adoram o Buda e queimam incenso, enquanto outras têm a sua sorte lida ou pedem que alguém lhes leia os traços faciais e lhes diga sua sorte dessa maneira. Quantos de vocês tiveram a leitura de sua sorte ou tiveram uma leitura da face? Isso é algo que interessa à maioria das pessoas, não é? (Sim.) Por quê? Que tipo de benefício as pessoas ganham da predição da sorte e da adivinhação? Que tipo de satisfação elas ganham disso? (Curiosidade.) Só curiosidade? Não pode ser. Ao meu ver, não é necessariamente isso. Qual é o objetivo da adivinhação e da leitura da sorte? Por que isso é feito? Não é para ver o futuro? Algumas pessoas pedem a leitura da face para predizer o futuro, outras fazem isso para ver se terão boa sorte ou não. Algumas pessoas fazem isso para ver como será seu casamento e ainda outras o fazem para ver o que sorte lhes trará o próximo ano. Algumas pessoas pedem a leitura da face para ver como serão suas perspectivas e as de seus filhos e de suas filhas, e algumas pessoas de negócio fazem isso para ver quanto dinheiro ganharão, buscando a orientação do leitor de faces sobre as ações que devem fazer. Então, isso é feito apenas para satisfazer a curiosidade? Quando as pessoas pedem a leitura da face ou fazem esse tipo de coisas, é para seu benefício pessoal futuro; elas acreditam que tudo isso está estreitamente conectado com o seu destino. Alguma dessas coisas é útil? (Não.) Por que não é útil? Não é uma coisa boa ganhar algum conhecimento por meio dessas coisas? Essas práticas podem ajudar você a saber quando um problema poderá atingi-lo, e se você é informado sobre esses problemas antes de acontecerem, você não pode evitá-los? Se alguém prediz a sua sorte, isso pode mostrar-lhe como encontrar a senda certa para sair do labirinto, para que você possa desfrutar de boa sorte no ano e obter grande riqueza por meio de seus negócios. Então, isso é útil ou não? Se é útil ou não — isso não tem conexão conosco, e nossa comunhão de hoje não envolverá esse tópico. Como Satanás usa a superstição para corromper o homem? Todas as pessoas querem saber seu destino, então Satanás aproveita sua curiosidade para seduzi-las. As pessoas se envolvem em adivinhação, predição da sorte e leitura da face para descobrir o que acontecerá com elas no futuro e que tipo de estrada está à frente. No final, porém, em cujas mãos estão o destino e as perspectivas com os quais as pessoas se preocupam tanto? (Nas mãos de Deus.) Todas essas coisas estão nas mãos de Deus. Ao usar esses métodos, o que Satanás quer que as pessoas saibam? Satanás quer usar a leitura da face e a predição da sorte para dizer às pessoas que ele conhece sua sorte futura e que ele não só conhece essas coisas, mas também tem controle sobre elas. Satanás quer tirar vantagem dessa oportunidade e usar esses métodos para controlar as pessoas, de modo que as pessoas tenham fé cega nele e obedeçam a cada palavra sua. Por exemplo, quando você pede a leitura da face e o vidente fecha seus olhos e conta tudo que aconteceu com você nas últimas poucas décadas com toda clareza, como você se sentiria interiormente? Você sentiria imediatamente: “Ele é tão preciso! Eu nunca falei sobre meu passado com ninguém antes, como ele soube a respeito disso? Eu realmente admiro esse adivinhador!” Não é muito fácil para Satanás conhecer seu passado? Deus conduziu você até onde você está hoje e, durante esse tempo todo, Satanás tem corrompido as pessoas e seguido você. A passagem das décadas de sua vida não é nada para Satanás e, para Satanás, não é difícil saber essas coisas. Quando você descobre que tudo que Satanás diz é correto, você não está entregando seu coração a ele? Você não está confiando nele para que ele assuma o controle sobre seu futuro e suas fortunas? Em um instante, seu coração sentirá algum respeito ou reverência por ele e, no caso de algumas pessoas, sua alma pode já ter sido arrebatada por ele a essa altura. E você perguntará imediatamente ao adivinhador: “O que devo fazer agora? O que devo evitar no ano que vem? Que coisas não devo fazer?”. Então ele dirá: ”Você não deve ir para aquele lugar, você não deve fazer isso, não vista roupas de certa cor, você deve ir menos a certos lugares, você deve fazer mais certas coisas…” Você não levará a sério imediatamente tudo o que ele diz? Você memorizaria suas palavras mais rapidamente do que as palavras de Deus. Por que você as memorizaria tão rapidamente? Porque você iria querer confiar em Satanás para ter boa sorte. Não é aí que ele se apodera de seu coração? Quando suas predições se cumprissem uma após a outra, você não iria querer voltar logo para ele para descobrir que sorte o próximo ano trará? (Sim.) Você faria tudo que Satanás lhe disser para fazer e evitaria as coisas que ele o instruiria a evitar. Dessa forma, você não está obedecendo a tudo o que ele diz? Muito rapidamente, você cairá em seu abraço, será enganado e ficará sob seu controle. Isso acontece porque você crê que é verdade o que ele diz e porque você crê que ele conhece sua vida passada, sua vida atual e o que o futuro trará. Esse é o método que Satanás usa para controlar as pessoas. Porém, na realidade, quem realmente está no controle? O Próprio Deus está no controle, não Satanás. Satanás está apenas usando suas manobras espertas nesse caso para enganar pessoas ignorantes, enganar as pessoas que veem tão somente o mundo material para que creiam e confiem nele. Então, elas caem nas garras de Satanás e obedecem a cada palavra dele. Mas será que Satanás alguma vez alarga as amarras quando as pessoas querem crer em Deus e segui-Lo? Satanás não faz isso. Nessa situação, as pessoas realmente estão caindo nas garras de Satanás? (Sim.) Poderíamos dizer que o comportamento de Satanás nesse tocante é descarado? (Sim.) Por que diríamos isso? Porque essas são táticas fraudulentas e enganadoras. Satanás é descarado e ilude as pessoas, fazendo-as pensar que ele controla tudo que diz respeito a elas e que ele controla seu destino. Isso faz com que as pessoas ignorantes obedeçam a ele completamente. Elas são enganadas com poucas palavras. Em seu aturdimento, as pessoas se curvam diante dele. Assim, que tipo de métodos Satanás usa, o que ele diz para fazer com que você creia nele? Por exemplo, você pode não ter contado para Satanás quantas pessoas há em sua família, mesmos assim ele poderá dizer quantas pessoas há e as idades de seus pais e filhos. Embora você pode ter tido suas suspeitas e dúvidas sobre 

Satanás antes disso, mas, ao ouvi-lo dizer essas coisas, você não acharia que ele é um pouco mais confiável? Então, Satanás poderá dizer como o trabalho tem sido difícil para você recentemente, que seus superiores não lhe dão o reconhecimento que você merece e estão sempre trabalhando contra você, e assim por diante. Depois de ouvir isso, você pensaria: “Isso está absolutamente correto! As coisas não têm sido fáceis no trabalho”. Assim, você acreditaria um pouco mais em Satanás. Então, ele diria alguma outra coisa para enganar você, fazendo você acreditar ainda mais nele. Pouco a pouco, você se acharia incapaz de resistir ou de permanecer desconfiado em relação a ele. Satanás meramente usa uns poucos ardis banais, até pequenos truques triviais, e assim confunde você. Quando estiver confundido, você será incapaz de estabelecer seu rumo, você não saberá mais o que fazer e começará a seguir o que Satanás diz. Esse é o método “brilhante” usado por Satanás para corromper o homem, o que faz com que você caia involuntariamente na sua armadilha e seja seduzido por ele. Satanás lhe diz algumas poucas coisas que as pessoas imaginam ser boas e, então, ele lhe diz o que fazer e o que evitar. É assim que você é involuntariamente enganado. Uma vez que tenha caído nessa, as coisas começarão a ficar complicadas para você; você pensará constantemente no que Satanás falou e no que ele lhe disse para fazer e, inadvertidamente, será possuído por ele. Por que isso? É porque a humanidade carece da verdade e, assim, é incapaz de permanecer firme e resistir à sedução e tentação de Satanás. Confrontada com a maldade de Satanás e seu engano, sua traição e malícia, a humanidade é tão ignorante, imatura e fraca, não é? Essa não é uma das maneiras pelas quais Satanás corrompe o homem? (Sim.) O homem é involuntariamente iludido e enganado pouco a pouco pelos vários métodos de Satanás, porque ele carece da capacidade de diferenciar o positivo do negativo. Ele carece dessa estatura e da capacidade de triunfar sobre Satanás.

5. Como Satanás usa as tendências sociais para corromper o homem

Quando as tendências sociais vieram a existir? Elas só vieram a existir nos dias atuais? Pode-se dizer que as tendências sociais passaram a existir quando Satanás começou a corromper as pessoas. O que as tendências sociais incluem? (Estilos de roupa e maquiagem.) Essas são coisa com as quais as pessoas frequentemente têm contato. Estilos de roupa, moda e tendências — essas são coisas que constituem um pequeno aspecto. Há algo mais? As frases populares de que as pessoas usam com frequência também contam? Os estilos de vida que as pessoas desejam contam? Os astros da música, as celebridades, as revistas e os romances de que as pessoas gostam contam? (Sim.) Na opinião de vocês, qual é o aspecto das tendências sociais que é capaz de corromper o homem? Qual dessas tendências é mais atraente para vocês? Algumas pessoas dizem: “Todos nós chegamos a certa idade, passamos dos cinquenta, sessenta, setenta ou oitenta e não nos encaixamos mais nessas tendências e elas não prendem nossa atenção”. Isso está correto? Outras dizem: “Nós não seguimos celebridades, isso é algo que os jovens na faixa dos vinte fazem; tampouco vestimos roupas da moda, isso é algo que as pessoas preocupadas com a sua imagem fazem”. Então, quais dessas são capazes de corromper vocês? (Os ditos populares.) Esses ditos podem corromper as pessoas? Darei um exemplo, e vocês podem ver se ele corrompe as pessoas ou não: “O dinheiro faz o mundo girar”; isso é uma tendência? Comparado com as tendências da moda e da comida que vocês mencionaram, isso não é muito pior? “O dinheiro faz o mundo girar” é uma filosofia de Satanás, e ela prevalece em meio à humanidade inteira, em cada sociedade humana. Você pode dizer que é uma tendência porque foi incutida no coração de cada pessoa. Nos primórdios, as pessoas não aceitavam esse dito, mas então o aceitaram tacitamente quando entraram em contato com a vida real e começaram a sentir que essas palavras eram realmente verdadeiras. Isso não é um processo de Satanás corromper o homem? Talvez as pessoas não entendam esse dito no mesmo grau, mas cada qual tem graus diferentes de interpretação e reconhecimento desse dito baseado em coisas que aconteceram à sua volta e em suas próprias experiências pessoais. Não é esse o caso? Independentemente de quanta experiência alguém tenha com esse dito, qual é o efeito negativo que ele pode ter sobre o coração de alguém? Algo é revelado através do caráter humano das pessoas neste mundo, incluindo cada um de vocês. Como essa coisa que é revelada deve ser interpretada? É o culto ao dinheiro. É difícil remover isso do coração de alguém? É muito difícil! Parece que a corrupção do homem por Satanás é de fato profunda! Assim, depois que Satanás usa essa tendência para corromper as pessoas, como ela se manifesta nelas? Vocês não sentem que não poderiam sobreviver neste mundo sem qualquer dinheiro, que mesmo um dia sem dinheiro seria impossível? O status das pessoas está baseado em quanto dinheiro elas têm, e o mesmo vale para o respeito que exigem. As costas do pobre estão curvadas de vergonha, enquanto os ricos desfrutam do seu status elevado. Eles assumem uma postura ereta e altiva, falam alto e vivem com arrogância. O que esse dito e essa tendência trazem às pessoas? Não é verdade que muitas pessoas fazem qualquer sacrifício na busca de dinheiro? Muitas pessoas não perdem sua dignidade e integridade na busca de mais dinheiro? Além disso, muitas pessoas não perdem a oportunidade de cumprir seu dever e seguir a Deus por causa do dinheiro? Isso não é uma perda para as pessoas? (Sim.) Satanás não é sinistro ao usar esse método e esse dito para corromper o homem a tal ponto? Esse não é um ardil malicioso? Na medida em que você progride de se opor a esse dito popular para finalmente aceitá-lo como verdade, seu coração cai completamente nas garras de Satanás e, por isso, você inadvertidamente passa a viver segundo o dito. Em que medida esse dito afetou você? Você pode conhecer o caminho verdadeiro e você pode conhecer a verdade, mas você é impotente para buscá-la. Você pode saber claramente que as palavras de Deus são a verdade, mas você não está disposto a pagar o preço ou a sofrer a fim de ganhar a verdade. Em vez disso, você prefere sacrificar seu próprio futuro e destino para resistir a Deus até o fim. Não importa o que Deus diga, não importa o que Deus faça, não importa se você entende quão profundo e grande é o amor de Deus por você, você insiste obstinadamente em fazer o que você quer e em pagar o preço por esse dito. Isso equivale a dizer que esse dito já controla seu comportamento e seus pensamentos e que você prefere ter seu destino controlado por ele a renunciar a tudo. O fato de as pessoas agirem dessa forma, de serem controladas e manipuladas por esse dito não ilustra que a corrupção do homem por Satanás é eficaz? Isso não é a filosofia e o caráter corrupto de Satanás lançando raiz no seu coração? Se você faz isso, Satanás não atingiu seu objetivo? (Sim.) Você consegue ver como Satanás corrompeu o homem desse modo? Você consegue senti-lo? (Não.) Você não o viu nem sentiu. Você vê a maldade de Satanás aqui? Satanás corrompe o homem em todos os momentos e em todos os lugares. Satanás torna impossível que o homem se defenda contra essa corrupção e faz com que o homem seja impotente contra ela. Satanás faz com que você aceite seus pensamentos, seus pontos de vista e as coisas más que advêm dele em situações em que você não está ciente e quando você não reconhece o que está acontecendo com você. As pessoas aceitam essas coisas e não fazem nenhuma exceção a elas. Elas as estimam e se agarram a elas como a um tesouro; elas deixam essas coisas manipulá-las e brincar com elas; é assim que a corrupção do homem por Satanás se torna cada vez mais profunda.

Satanás usa esses vários métodos para corromper o homem. O homem tem conhecimento e um entendimento de alguns princípios científicos, o homem vive sob a influência da cultura tradicional e todo humano é um herdeiro e um transmissor da cultura tradicional. O homem tende a levar adiante a cultura tradicional dada a ele por Satanás, e o homem também se conforma às tendências sociais que Satanás provê para a humanidade. O homem é inseparável de Satanás e se conforma a tudo que Satanás faz em todos os momentos, aceitando seu mal, seu engano, sua malícia e arrogância. Uma vez que o homem veio a possuir esses caracteres de Satanás, ele tem sido feliz ou infeliz por viver em meio a esta humanidade corrupta? (Infeliz.) Por que você diz isso? (Porque o homem está atado e é controlado por essas coisas corrompidas, ele vive em pecado e está imerso numa luta árdua.) Algumas pessoas usam óculos e aparentam ser muito intelectuais; talvez falem de modo muito respeitável, com eloquência e razão e, por terem passado por muitas coisas, talvez sejam muito experientes e sofisticadas. Elas podem ser capazes de falar detalhadamente sobre temas grandes e pequenos; elas podem também ser capazes de avaliar a autenticidade e a razão das coisas. Algumas podem olhar para o comportamento e a aparência dessas pessoas como também para seu caráter, sua humanidade e sua conduta e assim por diante e não encontrar falha nelas. Tais pessoas são particularmente capazes de se adaptar às atuais tendências sociais. Embora essas pessoas possam ser mais velhas, elas nunca ficam para trás das tendências do seu tempo e nunca são velhas demais para aprender. Na superfície, ninguém consegue encontrar falhas em tal pessoa, mas por dentro ela está completa e totalmente corrompida por Satanás. Embora nenhuma falha externa possa ser encontrada nessas pessoas, embora, na superfície, elas sejam gentis, refinadas e possuam conhecimento e certa moralidade e elas tenham integridade, e embora, em termos de conhecimento, elas de forma alguma sejam inferiores a pessoas jovens, no que se refere à sua natureza e substância, tais pessoas são um modelo vivo e completo de Satanás; são a imagem idêntica de Satanás. Esse é o “fruto” da corrupção do homem por Satanás. O que Eu disse pode machucar vocês, mas é tudo verdadeiro. O conhecimento que o homem estuda, a ciência que ele entende e os meios que ele escolhe para se enquadrar nas tendências sociais são, sem exceção, ferramentas da corrupção do homem por Satanás. Isso é absolutamente verdadeiro. Por essa razão, o homem vive dentro de um caráter que foi completamente corrompido por Satanás, e o homem não tem maneira de saber o que é a santidade de Deus nem o que é a substância de Deus. Isso é assim porque, na superfície, não se consegue descobrir falhas nas maneiras pelas quais Satanás corrompe o homem; não se consegue dizer a partir do comportamento de alguém que algo está faltando. Todos fazem o seu trabalho normalmente e vivem uma vida normal; eles leem livros e jornais normalmente, estudam e falam normalmente. Algumas pessoas aprenderam a ter alguma ética e são eloquentes, são compreensivas e amigáveis, são solícitas e caridosas e não compram brigas mesquinhas ou tiram vantagem de outras pessoas. No entanto, seu caráter satânico corrupto está enraizado profundamente dentro delas; e essa substância não pode ser mudada por meio da dependência do esforço externo. Por causa dessa substância, o homem não é capaz de conhecer a santidade de Deus e, a despeito da substância da santidade de Deus ter sido revelada ao homem, o homem não a leva a sério. Isso é assim porque Satanás, através de vários meios, já chegou a possuir completamente os sentimentos, as ideais, os pontos de vista e os pensamentos do homem. Essa possessão e corrupção não são temporárias nem ocasionais, mas estão presentes em toda parte e em todos os momentos. Assim, muitas pessoas que têm acreditado em Deus por três ou quatro ou até mesmo cinco ou seis anos, ainda têm esses pensamentos, opiniões, lógicas e filosofias que Satanás instilou nelas como tesouros e são incapazes de abrir mão deles. Porque o homem aceitou as coisas más, arrogantes e maliciosas que vêm da natureza de Satanás, inevitavelmente há frequentes conflitos, discussões e incompatibilidade nas relações interpessoais do homem, que surgem como resultado natureza arrogante de Satanás. Se Satanás tivesse dado coisas positivas à humanidade — por exemplo, se o confucionismo e o taoísmo da cultura tradicional que o homem aceitou fossem coisas boas — tipos similares de pessoas deveriam ser capazes de conviver umas com as outras depois de aceitar essas coisas. Então por que há uma divisão tão grande entre pessoas que aceitaram as mesmas coisas? Por que isso? É porque essas coisas vêm de Satanás, e Satanás cria divisão entre as pessoas. As coisas de Satanás, não importa o quanto pareçam dignificadas ou grandes na superfície, trazem ao homem e produzem na vida do homem somente arrogância e nada além do engano da natureza má de Satanás. Não é assim? Alguém que é capaz de se disfarçar, que possui riqueza de conhecimento ou que tem uma boa educação ainda assim teria dificuldade para esconder seu caráter satânico corrupto. Isso equivale a dizer que, não importa de quantas maneiras essa pessoa tenha se disfarçado, se você pensou que ela era uma santa, ou se você pensou que ela era perfeita, ou se você pensou que ela era um anjo, não importa quão pura você pensou que ela fosse, como é a vida real dela nos bastidores? Que substância você veria na revelação do seu caráter? Sem dúvida você veria a natureza má de Satanás. É admissível dizer isso? (Sim.) Por exemplo, digamos que você conhece alguém próximo a vocês que você pensava ser uma boa pessoa, talvez alguém que você idolatrava. Com a sua atual estatura, o que você pensa dela? Primeiro, você avalia se esse tipo de pessoa tem ou não tem humanidade, se ela é honesta, se ela tem amor verdadeiro pelas pessoas, se suas palavras e ações beneficiam e ajudam outras. (Não fazem isso.) O que é realmente a assim chamada amabilidade, o amor ou a bondade que essas pessoas revelam? É tudo falso, é tudo fachada. Por trás dessa fachada existe um propósito maligno ulterior: tornar aquela pessoa adorada e idolatrada. Vocês veem isso claramente? (Sim.)

O que os métodos usados por Satanás para corromper as pessoas trazem à humanidade? Eles trazem alguma coisa positiva? Em primeiro lugar, o homem consegue diferenciar entre o bem e o mal? Você diria que, neste mundo, quer se trate de alguma pessoa famosa ou importante ou de alguma revista ou outra publicação, os padrões que usam para julgar se algo é bom ou mau, correto ou errado, são corretos? Suas avaliações de eventos e pessoas são justas? Elas contêm verdade? Este mundo, esta humanidade, avalia as coisas positivas e negativas com base no padrão para a verdade? (Não.) Por que as pessoas não têm essa capacidade? As pessoas estudaram tanto conhecimento e sabem tanto sobre ciência, de modo que possuem grandes habilidades, não possuem? Por que, então, elas são incapazes de diferenciar entre coisas positivas e negativas? Por que isso? (Porque as pessoas não têm a verdade; ciência e conhecimento não são a verdade.) Tudo que Satanás traz para a humanidade é maligno, corrupto e carece de verdade, dae vida e do caminho. Com a maldade e a corrupção que Satanás traz ao homem, você pode dizer que Satanás tem amor? Você pode dizer que o homem tem amor? Algumas pessoas podem até dizer: “Você está errado: há muitas pessoas ao redor do mundo que ajudam os pobres e sem-teto. Elas não são boas pessoas? Há também organizações caritativas que fazem um bom trabalho; o trabalho que fazem não é trabalho bom?” O que você responderia a isso? Satanás usa muitos métodos e teorias diferentes para corromper o homem; essa corrupção do homem é um conceito vago? Não, não é vago. Satanás também faz algumas coisas práticas e também promove um ponto de vista ou uma teoria neste mundo e na sociedade. Em cada dinastia e em cada época, ele promove uma teoria e instila alguns pensamentos na mente do homem. Esses pensamentos e teorias gradualmente fixam suas raízes no coração das pessoas, e então elas começam a viver segundo elas. Uma vez que começam a viver segundo essas coisas, elas não se convertem involuntariamente em Satanás? As pessoas não se tornam um com Satanás? Quando as pessoas se tornaram um com Satanás, qual é sua atitude em relação a Deus no final? Não é a mesma atitude que Satanás tem em relação a Deus? Ninguém ousa admitir isso, ousa? Como isso é assustador! Por que digo que a natureza de Satanás é maligna? Não digo isso sem fundamento; ao contrário, a natureza de Satanás é determinada e analisada com base naquilo que ele tem feito e nas coisas que ele tem revelado. Se Eu apenas dissesse que Satanás é maligno, o que vocês pensariam? Vocês pensariam: “Obviamente Satanás é maligno”. Então Eu pergunto a você: “Quais aspectos de Satanás são malignos?” Se você disser: “A resistência de Satanás a Deus é maligna”, você ainda não estaria falando com clareza. Agora que tenho falado sobre os detalhes desse modo, vocês têm algum entendimento sobre o conteúdo específico da substância da maldade de Satanás? (Sim.) Se vocês forem capazes de enxergar claramente a natureza maligna de Satanás, então verão sua própria condição. Existe alguma relação entre essas duas coisas? Isso é útil para vocês ou não? (Sim, é.) Quando Eu comunico sobre a substância da santidade de Deus, é necessário que Eu comunique sobre a substância maligna de Satanás? Qual é sua opinião sobre isso? (Sim, é necessário.) Por quê? (A maldade de Satanás põe em alto relevo a santidade de Deus.) É assim que é? Isso é parcialmente correto no sentido de que, sem a maldade de Satanás, as pessoas não saberiam que Deus é santo; é correto dizer isso. No entanto, se você disser que a santidade de Deus somente existe devido ao seu contraste com a maldade de Satanás, isso está certo? Essa forma dialética de pensar está errada. A santidade de Deus é a substância inerente de Deus; mesmo quando Deus a revela por meio de Seus feitos, isso ainda é uma expressão natural da substância de Deus e ainda é a substância inerente a Deus; ela sempre existiu e é inata ao Próprio Deus, embora o homem não consiga vê-la. Isso é porque o homem vive em meio ao caráter corrupto de Satanás e sob a influência de Satanás e não conhece a santidade, muito menos o conteúdo específico da santidade de Deus. Assim, é essencial comunicarmos primeiro sobre a substância maligna de Satanás? (É, sim.) Algumas pessoas podem até expressar alguma dúvida: “Você está comunicando algo sobre o Próprio Deus, por que, então, está sempre falando sobre como Satanás corrompe as pessoas e como a natureza de Satanás é maligna?” Agora você pôs fim a essas dúvidas, não é? Quando as pessoas tiverem discernimento do mal de Satanás e quando tiverem uma definição correta dele, quando as pessoas conseguirem ver claramente o conteúdo específico e a manifestação do mal, a fonte e a substância do mal, somente então, por meio da discussão sobre a santidade de Deus, as pessoas podem perceber ou reconhecer claramente o que é a santidade de Deus, o que é santidade. Se Eu não discutir a maldade de Satanás, algumas pessoas acreditarão erroneamente que algumas coisas que as pessoas fazem na sociedade e entre as pessoas — ou certas coisas que existem neste mundo — podem ter alguma relação com a santidade. Isso não é um ponto de vista errado? (É sim.)

Agora que comuniquei sobre a substância de Satanás dessa forma, que tipo de entendimento da santidade de Deus vocês ganharam por meio de suas experiências nos últimos anos recentes, a partir de sua leitura da palavra de Deus e da experiência de Sua obra? Vão em frente e falem sobre isso. Você não tem de usar palavras que são agradáveis aos ouvidos, mas apenas fale de suas próprias experiências. A santidade de Deus é consiste exclusivamente em Seu amor? É meramente o amor de Deus que descrevemos como santidade? Isso seria demasiado unilateral, não seria? Além do amor de Deus, existem outros aspectos da substância de Deus? Vocês os viram? (Sim. Deus detesta festivais e feriados, costumes e superstições; isso também é a santidade de Deus.) Deus é santo, logo Ele detesta coisas, é isso que querem dizer? No fim das contas, o que é a santidade de Deus? É que a santidade de Deus não tem conteúdo substancial, apenas ódio? Em sua mente, vocês estão pensando: “Pode-se dizer que Deus é santo porque odeia essas coisas malignas”? Isso não é uma especulação? Isso não é uma forma de extrapolação e julgamento? Qual é o maior erro que deve ser absolutamente evitado quando se trata de entendermos a substância de Deus? (É quando deixamos a realidade para trás e, em vez disso, falamos de doutrinas.) Isso é um erro muito grande. Há algo mais? (Especulação e imaginação.) Esses também são erros muito sérios. Por que especulação e imaginação não são úteis? As coisas sobre as quais você especula e que você imagina são coisas que você realmente pode ver? Elas são a verdadeira substância de Deus? (Não.) O que mais deve ser evitado? É um erro meramente recitar uma sequência de palavras agradáveis para descrever a substância de Deus? (Sim.) Isso não é fanfarronice e sem sentido? Julgamento e especulação são sem sentido, assim como o ato de escolher palavras agradáveis. Louvor vazio também é sem sentido, não é? Deus gosta de escutar pessoas que falam esse tipo de coisa sem sentido? (Não, Ele não gosta.) Ele Se sente desconfortável quando ouve isso! Quando Deus guia e salva um grupo de pessoas, depois que esse grupo de pessoas ouviu Suas palavras, ele mesmo assim nunca entende o que Ele quer dizer. Alguém pode perguntar: “Deus é bom?”, e essas pessoas responderiam: “Sim!”; “Quão bom?”, “Muito, muito bom!”; “Deus ama o homem?”, “Sim!”; “Quanto? Você pode descrevê-lo?” “Muito, muito mesmo! O amor de Deus mais profundo que o mar, mais alto que o céu!” Essas palavras não são sem sentido? E essa coisa sem sentido não é similar ao que vocês acabam de dizer: “Deus odeia o caráter corrupto de Satanás, portanto, Deus é santo”? (Sim.) Isso que vocês acabam de dizer não é uma coisa sem sentido? E de onde provém a maioria das coisas sem sentido que são ditas? (De Satanás.) As coisas sem sentido que são ditas provêm principalmente da irresponsabilidade das pessoas e da sua irreverência a Deus. Podemos dizer isso? Você não tinha nenhum entendimento e ainda assim falou algo sem sentido. Isso não é irresponsável? Isso não é desrespeitoso para com Deus? Você aprendeu algum conhecimento, entendeu algum raciocínio e lógica, você usou essas coisas e, ademais, fez isso como maneira para entender Deus. Você acha que Deus Se irrita quando ouve você falar dessa maneira? Como vocês podem tentar conhecer Deus usando esses métodos? Quando vocês falam desse jeito, isso não soa estranho? Por essa razão, quando se trata do conhecimento de Deus, é preciso ser muito cauteloso; fale apenas na medida em que você conhece a Deus. Fale honestamente e de modo prático e não enfeite suas palavras com elogios insípidos e não use bajulação; Deus não precisa disso; esse tipo de coisa provém de Satanás. O caráter de Satanás é arrogante; Satanás gosta de ser bajulado e ouvir palavras agradáveis. Satanás se agradará e ficará feliz se as pessoas recitarem todas as palavras agradáveis que aprenderam e as usarem para Satanás. Porém, Deus não precisa disso; Deus não precisa de adulação nem de bajulação e Ele tampouco exige que as pessoas falem coisas sem sentido e O louvem cegamente. Deus abomina e nem mesmo escutará o louvor e a bajulação que não estiverem alinhados com a realidade. Assim, quando algumas pessoas louvam a Deus sem sinceridade e cegamente fazem votos a e oram a Ele, Deus não escuta nada. Você deve assumir a responsabilidade pelo que diz. Se você não sabe algo, simplesmente diga isso; se você sabe algo, expresse isso de modo prático. Assim, quanto ao que a santidade de Deus abarca atual e especificamente, vocês têm um entendimento verdadeiro disso? (Quando expressei rebeldia, quando cometi transgressões, eu recebi o julgamento e castigo de Deus e vi nisso a santidade de Deus. E quando encontrei ambientes que não correspondiam às minhas expectativas, orei a respeito disso e busquei as intenções de Deus e, na medida em que Deus me iluminou e guiou com Suas palavras, eu vi a santidade de Deus.) Isso provém de sua própria experiência. (A partir do que Deus disse sobre isso, eu vi em que o homem se transformou após ser corrompido e prejudicado por Satanás. Não obstante, Deus deu tudo para nos salvar e, a partir disso, eu vejo a santidade de Deus.) Essa é uma maneira realista de falar; é conhecimento verdadeiro. Existem quaisquer maneiras diferentes de entender isso? (Vejo a maldade de Satanás a partir das palavras que ele disse para seduzir Eva a pecar e da sua tentação do Senhor Jesus. A partir das palavras com que Deus disse a Adão e Eva o que eles podiam e não podiam comer, eu vejo que Deus fala de modo direto, limpo e confiável; a partir daí eu vejo a santidade de Deus.) Tendo ouvido as observações acima, as palavras de quem mais inspiram vocês? A comunhão de quem mais se aproximou do tópico da nossa comunhão de hoje? As palavras de quem foram as mais realistas? Como foi a comunhão da última irmã? (Boa.) Vocês dizem amém ao que ela disse. O que foi que ela disse que acertou em cheio? (Nas palavras que a irmã acabou de falar, eu escutei que a palavra de Deus é direta e muito clara e que não é nem um pouco como as palavras de Satanás que usam rodeios. Eu vi a santidade de Deus nelas.) Isso é uma parte. Estava certo? (Sim.) Muito bom. Vejo que vocês ganharam alguma coisa nas duas últimas comunhões, mas vocês têm de continuar a trabalhar duro. A razão pela qual vocês devem trabalhar duro é que o entendimento da substância de Deus é uma lição muito profunda; não é algo que se consiga entender da noite para o dia nem algo que se possa expressar claramente com apenas poucas palavras.

Cada aspecto do caráter corrupto de Satanás, do conhecimento e da filosofia das pessoas, os pensamentos e pontos de vista das pessoas e certos aspectos pessoais de pessoas individuais as impedem grandemente de conhecer a substância de Deus; assim, quando você ouve esses tópicos, alguns deles podem estar fora do alcance de vocês; pode ser que vocês não entendam alguns, enquanto vocês podem ser fundamentalmente incapazes de conformar alguns à realidade. Independentemente disso, Eu ouvi a respeito do entendimento que vocês têm da santidade de Deus e sei que, no seu coração, vocês estão começando a reconhecer o que Eu disse e comuniquei sobre a santidade de Deus. Sei que, em seu coração, o desejo de entender a substância da santidade de Deus está começando a brotar. Porém, o que Me deixa ainda mais feliz é que alguns de vocês já são capazes de usar as palavras mais simples para descrever seu conhecimento da santidade de Deus. Embora essa seja uma coisa simples de dizer e Eu tenha dito isso antes, no coração da maioria de vocês, vocês ainda precisam aceitar essas palavras, e, de fato, elas não deixaram nenhuma impressão em sua mente. Não obstante, alguns de vocês guardaram essas palavras na memória. Isso é muito bom e é um começo promissor. Espero que vocês continuarão a ponderar e comunicar cada vez mais sobre os tópicos que vocês consideram profundos — ou sobre os tópicos que estão fora do seu alcance. Quanto àquelas questões que estão fora do seu alcance, haverá alguém para dar-lhes mais orientação. Se vocês se envolverem em mais comunhão no que se refere às áreas que estão ao seu alcance agora, o Espírito Santo fará Sua obra e vocês obterão entendimento maior. Entender a substância de Deus e conhecer a substância de Deus é da maior importância para a entrada na vida das pessoas. Espero que vocês não ignorem isso nem vejam isso como um jogo; porque conhecer a Deus é a base da fé do homem e a chave para o homem buscar a verdade e alcançar a salvação. Se as pessoas acreditam em Deus, mas não O conhecem, se elas apenas viverem em palavras e doutrinas, nunca será possível que elas alcancem a salvação, mesmo que ajam e vivam de acordo com o sentido superficial da verdade. Isso equivale a dizer que, se você crê em Deus, mas não O conhecer, então a sua fé é em vão e não contém nada da realidade. Vocês entendem, não entendem? (Sim, nós entendemos.) Nossa comunhão terminará aqui por hoje. (Graças a Deus!)

4 de janeiro de 2014

Anterior : O Próprio Deus, o Único IV

Próximo : O Próprio Deus, o Único VI

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

O mistério da encarnação (3)

Quando Deus realiza Sua obra, Ele não vem Se envolver em nenhuma construção ou movimento, mas para cumprir Seu ministério. Cada vez que Ele...

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Conteúdos

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro