O Próprio Deus, o Único VI

A santidade de Deus (III)

O tema sobre o qual comungamos da última vez foi a santidade de Deus. A que aspecto do Próprio Deus se refere a santidade de Deus? Ela se refere à essência de Deus? (Sim.) Então, qual é o aspecto principal da essência de Deus que tratamos na nossa comunicação? Seria à santidade de Deus? A santidade de Deus é a essência única de Deus. Qual foi o conteúdo principal da nossa comunicação na última vez? (O discernimento da maldade de Satanás. Isto é, como Satanás corrompe a humanidade usando conhecimento, ciência, cultura tradicional, superstição e tendências sociais.) Esse foi o tema principal que nós discutimos na última vez. Satanás usa o conhecimento, a ciência, a superstição, a cultura tradicional e as tendências sociais para corromper o homem; essas são as maneiras — cinco ao todo — como Satanás corrompe o homem. Qual delas vocês acham que Satanás usa mais para corromper o homem? Qual é a coisa que corrompe as pessoas mais profundamente? (A cultura tradicional. Isso é porque as filosofias satânicas tais como as doutrinas de Confúcio e Mêncio estão profundamente arraigadas em nossa mente.) Então, alguns irmãos e irmãs acham que a resposta é “a cultura tradicional”. Alguém tem uma resposta diferente? (O conhecimento. O conhecimento nunca nos permitirá adorar a Deus. Ele nega a existência de Deus e nega o governo de Deus. Isto significa, Satanás nos ordena a começar a estudar desde cedo e que somente estudando e adquirindo conhecimento é que teremos uma perspectiva brilhante para o nosso futuro e um destino feliz.) Satanás usa o conhecimento para controlar seu futuro e destino e, então, ele conduz você pelo nariz; você pensa que é assim que Satanás corrompe o homem mais profundamente. Então, a maioria de vocês pensa que é que o conhecimento que Satanás utiliza para corromper o homem mais profundamente. Alguém tem uma resposta diferente? E quanto à ciência e às tendências sociais, por exemplo? Alguém se identificaria com essas como resposta? (Sim.) Hoje, Eu comunicarei novamente sobre as cinco maneiras com as quais Satanás corrompe o homem e, uma vez que Eu tenha terminado, Eu lhes farei algumas perguntas adicionais, para que possamos ver exatamente qual dessas coisas Satanás usa para corromper o homem mais profundamente.

Dentre as cinco maneiras em que Satanás corrompe o homem, a primeira que mencionamos é o conhecimento; então, vamos tomar o conhecimento como nosso primeiro tema da comunicação. Satanás usa o conhecimento como isca. Escute atentamente: conhecimento é só um tipo de isca. As pessoas são seduzidas a estudar com afinco e aprimorar-se dia após dia, a usar o conhecimento como arma e armar-se com ele e, então, usar o conhecimento para abrir a porta de entrada para a ciência; em outras palavras, quanto mais conhecimento você ganhar, mais você entenderá. Satanás diz às pessoas tudo isso; ele diz às pessoas que fomentem ideais elevados quando estão adquirindo conhecimento, instruindo-as a desenvolver ambições e ideais. Sem que o homem se dê conta, Satanás transmite muitas mensagens como essa, fazendo com que as pessoas sintam inconscientemente que essas coisas são corretas ou benéficas. Inconscientemente, as pessoas colocam os pés nessa senda, sem que o saibam, são levadas adiante por seus próprios ideais e ambições. Passo a passo, elas aprendem inadvertidamente, a partir do conhecimento dado por Satanás, as maneiras em que pessoas importantes ou famosas pensam. Elas também aprendem algumas coisas a partir dos feitos de pessoas consideradas heróis. O que Satanás está advogando para o homem nos feitos desses heróis? O que ele quer incutir no homem? Que o homem deve ser patriota, ter uma integridade nacional e ser heroico em espírito. O que o homem aprende de narrativas históricas ou de biografias de figuras heroicas? A ter um senso de lealdade pessoal, a estar preparado para fazer qualquer coisa por seus amigos e irmãos. Dentro desse conhecimento de Satanás, o homem aprende inadvertidamente muitas coisas que, de forma alguma, são positivas. Em meio à falta de consciência do homem, as sementes preparadas por Satanás são plantadas na mente imatura das pessoas. Essas sementes fazem com que elas sintam que deveriam ser pessoas importantes, que deveriam ser famosas, que deveriam ser heróis, ser patriotas, ser pessoas que amam sua família e ser pessoas que fariam qualquer coisa por um amigo e têm um senso de lealdade pessoal. Seduzidas por Satanás, elas, sem saber, percorrem a estrada que foi preparada para elas. Enquanto percorrem essa estrada, elas são forçadas a aceitar as regras de vida de Satanás. Completamente inconscientes, elas desenvolvem suas próprias regras pelas quais vivem, mas essas não são nada mais que regras de Satanás, que ele forçosamente incutiu nelas. Satanás as obriga durante o processo de aprendizagem a fomentar seus próprios objetivos e a determinar seus próprios objetivos de vida, regras pelas quais vivem e o rumo na vida, durante todo o tempo incutindo nelas as coisas de Satanás, usando narrativas, biografias e todos os outros meios possíveis para seduzir as pessoas, pouco a pouco, até que mordam a isca. Desse modo, no curso de sua aprendizagem, algumas vêm a preferir literatura, algumas economia, outras astronomia ou geografia. Então, há algumas que vêm a gostar de política, algumas que gostam de física, algumas, de química, e ainda outras que até preferem teologia. Tudo isso são partes de um todo maior que é o conhecimento. Em seu coração, cada um de vocês sabe do que essas coisas realmente tratam; cada um de vocês já teve contato com elas antes. Cada um de vocês é capaz de falar sem parar sobre um ou outro desses ramos de conhecimento. E assim fica claro quão profundamente esse conhecimento entrou na mente do homem; é evidente a posição ocupada pelo conhecimento na mente das pessoas e como é profundo o efeito que tem sobre elas. Uma vez que alguém desenvolve afeto por uma faceta do conhecimento, quando uma pessoa se apaixonou profundamente por ela, ela inadvertidamente desenvolve ambições: algumas pessoas querem ser autores, algumas querem ser escritores literários, algumas querem fazer uma carreira na política e algumas querem se envolver com economia e se tornar homens de negócio. Então, há uma porção de pessoas que querem ser heróis, para ser importantes ou famosas. Independentemente do tipo de pessoa que alguém queira ser, seu objetivo é tomar esse método de adquirir conhecimento e usá-lo para os seus próprios fins, para realizar seus próprios desejos, suas próprias ambições. Não importa o quanto isso soa bem — queiram elas realizar seus sonhos, não desperdiçar sua vida ou ter determinada carreira — elas fomentam esses ideais e ambições elevados, mas para que serve tudo isso em essência? Vocês já contemplaram essa pergunta antes? Por que Satanás age dessa maneira? Qual é o propósito de Satanás ao incutir essas coisas no homem? O coração de vocês deve ter clareza sobre essa questão.

Agora falemos sobre como Satanás usa o conhecimento para corromper o homem. Primeiro, precisamos ter um entendimento claro destas coisas: com o conhecimento, o que Satanás quer dar ao homem? Por qual tipo de estrada ele quer conduzir o homem? (A estrada de resistir a Deus.) Sim, certamente é isso — para resistir a Deus. Você pode ver então que essa é uma consequência de as pessoas obterem conhecimento — elas começam a resistir a Deus. Então, quais são os motivos sinistros de Satanás? Vocês não têm clareza sobre isso, têm? Durante o processo de aquisição de conhecimento pelo homem, Satanás emprega todos os tipos de métodos, quer seja contando histórias, simplesmente dando-lhe alguma porção individual de conhecimento, quer seja permitindo que ele satisfaça seus desejos ou ambições. Por qual estrada Satanás quer conduzir você? As pessoas pensam que não há nada errado com a aquisição de conhecimento, que isso é totalmente natural. Para dizer isso de forma que soe mais atraente, fomentar ideais elevados ou ter ambições é ter impulso, e isso deveria ser a senda certa na vida. Não é uma maneira mais gloriosa de viver para as pessoas se elas podem realizar seus próprios ideais ou estabelecer uma carreira de forma bem-sucedida? Fazendo essas coisas, elas podem não só honrar seus ancestrais, mas também ter a chance de deixar uma marca na história — isso não é uma coisa boa? Isso é uma coisa boa aos olhos das pessoas mundanas, e para elas deveria ser correto e positivo. Satanás, todavia, com seus motivos sinistros, leva as pessoas para esse tipo de estrada, e não há nada mais nisso? É claro que não. Na verdade, não importa quão elevados sejam os ideais do homem, não importa quão realistas sejam seus desejos ou quão apropriados possam ser, tudo que o homem deseja alcançar, tudo que o homem busca está inextricavelmente ligado a duas palavras. Essas duas palavras são de vital importância para a vida de cada pessoa, e elas são coisas que Satanás pretende incutir no homem. Quais são essas duas palavras? São “fama” e “ganho”. Satanás usa um tipo de método muito sutil, um método muito mais de acordo com as noções das pessoas que de forma alguma é radical, através do qual ele faz com que as pessoas aceitem inadvertidamente o modo de vida de Satanás, suas regras para viver e para estabelecer metas de vida e seu rumo na vida e, ao fazê-lo, elas também chegam inadvertidamente a ter ambições na vida. Não importa o quanto essas ambições de vida possam parecer grandiosas, elas estão inextricavelmente ligadas a “fama” e “ganho”. Tudo que qualquer pessoa importante ou famosa — todas as pessoas na verdade — segue na vida tem relação unicamente com essas duas palavras: “fama” e “ganho”. As pessoas pensam que, uma vez que tenham fama e ganho, elas poderão tirar proveito dessas coisas para desfrutar de alto status e grande riqueza e aproveitar a vida. Pensam que fama e ganho são um tipo de capital que elas podem usar para obter uma vida de busca de prazer e desfrute irresponsável da carne. Por amor a essa fama e ganho que a humanidade tanto cobiça, as pessoas voluntariamente, ainda que inadvertidamente, entregam seu corpo, sua mente e tudo o que têm, seu futuro e destino a Satanás. Elas agem assim sem hesitar um instante sequer, sempre ignorantes da necessidade de recuperar tudo que entregaram. As pessoas podem reter qualquer controle sobre si mesmas uma vez que se refugiaram em Satanás dessa forma e se tornaram leais a ele? Certamente não. Elas são completa e totalmente controladas por Satanás. Elas afundaram completa e totalmente num atoleiro e são incapazes de se libertar. Uma vez que alguém está atolado em fama e ganho, ele já não busca aquilo que é claro, o que é justo nem aquelas coisas que são belas e boas. Isso é assim porque o poder sedutor que a fama e o ganho têm sobre as pessoas é grande demais; elas se tornam coisas para as pessoas buscarem por toda a sua vida e mesmo por toda a eternidade sem fim. Não é verdade? Algumas pessoas dirão que aprender o conhecimento nada mais é que ler livros ou aprender algumas coisas que elas não sabem ainda, para não ficar para trás dos tempos ou serem deixadas para trás pelo mundo. O conhecimento só é aprendido para que possam pôr comida na mesa, para o seu próprio futuro ou para prover as suas necessidades básicas. Há alguma pessoa que suportaria uma década de estudo árduo somente para as necessidades básicas, somente para resolver a questão da comida? Não, não existe ninguém assim. Então, por que uma pessoa sofre essas dificuldades e sofre durante todos esses anos? É por fama e ganho. Fama e ganho as estão esperando na distância, chamando por elas, e elas acreditam que é somente através de sua própria diligência, dificuldades e lutas que elas poderão seguir a estrada que as levará para obter fama e ganho. Tal pessoa deve sofrer essas dificuldades por sua própria senda futura, por seu desfrute futuro e para ganhar uma vida melhor. O que, afinal, é esse conhecimento — vocês podem Me dizer? Não são regras de vida incutidas nas pessoas, regras que Satanás ensina a elas no decurso de sua aquisição de conhecimento? Não são os ideais de vida elevados incutidos no homem por Satanás? Tome, por exemplo, as ideias das pessoas grandes, a integridade dos famosos ou o espírito corajoso das figuras heroicas ou tome ainda o cavalheirismo e a bondade dos protagonistas e espadachins nas novelas de artes marciais — não são todas elas maneiras como Satanás incute esses ideais. (Sim, elas são.) Essas ideias influenciam uma geração após outra, e as pessoas de cada geração são levadas a aceitar essas ideias, a viver por essas ideias e a buscá-las infinitamente. Esse é o caminho, o canal, através do qual Satanás usa o conhecimento para corromper o homem. Então, depois de Satanás ter levado as pessoas para essa estrada, ainda é possível para elas adorarem a Deus? O pensamento e o conhecimento incutidos no homem por Satanás contêm qualquer pingo de adoração a Deus? Eles retêm alguma coisa que pertença à verdade? Eles contêm qualquer coisa que tema a Deus e evite o mal? (Não, não contêm.) Vocês parecem um pouco incertos, mas não importa. Contanto que você reconheça que “fama” e “ganho” são as duas palavras-chave que Satanás usa para atrair as pessoas para a senda do mal, isso é o suficiente.

Vamos recapitular brevemente o que temos discutido até agora: o que Satanás usa para manter o homem firmemente sob seu controle? (Fama e ganho.) Então Satanás usa a fama e o ganho para controlar os pensamentos do homem até que tudo em que as pessoas consigam pensar seja fama e ganho. Elas lutam por fama e ganho, passam por dificuldades por fama e ganho, suportam humilhação por fama e ganho, sacrificam tudo o que tem por fama e ganho e farão qualquer julgamento ou tomarão qualquer decisão para o bem de fama e ganho. Dessa forma, Satanás amarra as pessoas com grilhões invisíveis e elas não têm nem a força nem a coragem para se livrar deles. Elas, sem saber, carregam esses grilhões e caminham penosamente sempre adiante com grande dificuldade. Por causa dessa fama e ganho, a humanidade se afasta de Deus e O trai e se torna cada vez mais perversa. Dessa forma, portanto, uma geração após a outra é destruída em meio à fama e ao ganho de Satanás. Olhando agora para as ações de Satanás, seus motivos sinistros não são totalmente detestáveis? Talvez, hoje, vocês ainda não consigam discernir os motivos sinistros de Satanás por pensarem que não se pode viver sem fama e ganho. Vocês pensam que, se as pessoas deixarem para trás a fama e o ganho, elas não serão mais capazes de ver o caminho adiante, não serão mais capazes de ver seus objetivos, que seu futuro se tornará escuro, turvo e sombrio. Lentamente, porém, todos vocês reconhecerão um dia que fama e ganho são grilhões monstruosos que Satanás usa para amarrar o homem. Quando aquele dia vier, você resistirá completamente ao controle de Satanás e resistirá completamente aos grilhões que Satanás usa para amarrá-lo. Quando chegar a hora em que você desejar livrar-se de todas as coisas que Satanás tem incutido em você, você fará uma ruptura clara com Satanás e você detestará verdadeiramente tudo que Satanás trouxe para você. Só então a humanidade terá amor e anseio verdadeiro por Deus.

Falamos há pouco sobre como Satanás usa o conhecimento para corromper o homem, então vamos comunicar agora como Satanás usa a ciência para corromper o homem. Em primeiro lugar, Satanás usa o nome da ciência para satisfazer a curiosidade do homem, o desejo do homem de explorar a ciência e investigar mistérios. Em nome da ciência, Satanás satisfaz as necessidades materiais do homem e a exigência do homem de melhorar a sua qualidade de vida continuamente. Assim, é com esse pretexto que Satanás usa a ciência para corromper o homem. É apenas o pensamento do homem ou a mente do homem que Satanás corrompe usando a ciência dessa maneira? Das pessoas, eventos e coisas à nossa volta que podemos ver e com as quais entramos em contato, o que mais deles Satanás corrompe com a ciência? (O ambiente natural.) Correto. Parece que vocês foram profundamente prejudicados por isso e profundamente afetados. Além de usar todas as variadas descobertas e conclusões da ciência para iludir o homem, Satanás também usa a ciência como um meio para levar a cabo a destruição arbitrária e a exploração do ambiente de vida que foi dado ao homem por Deus. Ele o faz sob o pretexto de que, se o homem realizar pesquisas científicas, então o ambiente de vida do homem e a qualidade de vida progredirá constantemente e, além disso, que o o propósito do desenvolvimento científico serve para atender às crescentes necessidades materiais diárias das pessoas e à sua necessidade de melhorar continuamente a sua qualidade de vida. Essa é a base teórica do desenvolvimento da ciência por Satanás. No entanto, o que a ciência tem trazido para a humanidade? Em que consiste o ambiente ao que estamos conectados? O ar que a humanidade respira não se tornou poluído? A água que bebemos ainda é realmente pura? (Não.) A comida que consumimos é natural? A maior parte é cultivada com o uso de fertilizantes químicos e com o uso de modificação genética, e há também mutações causadas através do uso de vários métodos científicos. Até os vegetais e frutas que comemos não são mais naturais. Até ovos naturais são difíceis de encontrar e ovos não têm mais o mesmo sabor de antigamente, já tendo sido processados pela chamada ciência de Satanás. Observando o quadro maior, a atmosfera inteira foi destruída e poluída; montanhas, lagos, florestas, rios, oceanos e tudo acima e abaixo do solo foram arruinados pelas chamadas conquistas científicas. Em suma, todo o ambiente natural, o ambiente de vida dado por Deus à humanidade foi destruído e arruinado pela chamada ciência. Embora haja muitas pessoas que têm obtido o que sempre esperavam em termos da qualidade de vida que buscam, satisfazendo seus desejos e sua carne, o ambiente em que o homem vive foi basicamente destruído e arruinado pelas várias “conquistas” trazidas pela ciência. Agora, não temos mais o direito de respirar um só fôlego de ar puro. Não é essa a tristeza da humanidade? Ainda resta alguma felicidade para o homem da qual se possa falar quando ele é obrigado a viver nesse tipo de espaço? Esse espaço e ambiente de vida em que o homem vive foi, desde o início, criado por Deus para o homem. A água que as pessoas bebem, o ar que as pessoas respiram, os alimentos que as pessoas comem, as plantas, as árvores e os oceanos — cada parte desse ambiente de vida foi dada ao homem por Deus; é natural, operando de acordo com uma lei natural estabelecida por Deus. Se não houvesse ciência, as pessoas seriam felizes e poderiam ter desfrutado de todas as coisas em seu estado mais puro, de acordo com o modo de Deus e de acordo com o que Deus lhes concedeu para desfrutar. Agora, no entanto, tudo isso foi destruído e arruinado por Satanás; o espaço de vida fundamental do homem não é mais puro. Mas ninguém é capaz de reconhecer o que causou isso ou como isso veio a ocorrer, e muitas outras pessoas abordam a ciência e a entendem através de ideias incutidas nelas por Satanás. Isso não é totalmente detestável e lamentável? Agora que Satanás se apossou do espaço em que as pessoas existem e também de seu ambiente de vida e os corrompeu até esse estado, e com a humanidade continuando a se desenvolver dessa maneira, há alguma necessidade de Deus destruir pessoalmente essas pessoas? Se as pessoas continuarem a se desenvolver dessa forma, que direção elas tomarão? (Elas serão exterminadas.) Como elas serão exterminadas? Além de sua busca gananciosa por fama e ganho, as pessoas seguem realizando explorações científicas e se aprofundam nas pesquisas, e então, incessantemente, agem de tal modo a satisfazer suas necessidades materiais e seus desejos; quais são, então, as consequências para o homem? Primeiramente, o equilíbrio ecológico está danificado, e quando isso acontece, o corpo das pessoas, seus órgãos internos, é manchado e danificado por esse ambiente desequilibrado, e várias doenças infecciosas e pestes se espalham pelo mundo afora. Não é verdade que esta é agora uma situação sobre a qual o homem não tem mais controle? Agora que vocês entendem isso, se a humanidade não seguir a Deus, mas sempre seguir Satanás dessa maneira — usando o conhecimento para enriquecer-se continuamente, usando a ciência para explorar incessantemente o futuro da vida humana, usando esse tipo de método para continuar vivendo — vocês conseguem reconhecer como isso terminará para a humanidade? (Significará extinção.) Sim, terminará em extinção: a humanidade se aproxima cada vez mais de sua própria extinção um passo após o outro! Parece agora que a ciência é algum tipo de poção mágica que Satanás preparou para o homem, de modo que, quando vocês tentam discernir as coisas, vocês o fazem através de uma neblina densa; não importa com que intensidade vocês olhem, não conseguem enxergar as coisas claramente, e por mais que tentem, não conseguem entendê-las. Satanás, no entanto, usa o nome da ciência para aguçar seu apetite e conduzi-lo pelo nariz, um pé adiante do outro, em direção ao abismo e à morte. Não é assim? (Sim.) Essa é a segunda maneira como Satanás corrompe a humanidade.

A cultura tradicional é a terceira maneira como Satanás corrompe o homem. Existem muitas semelhanças entre cultura tradicional e superstição, mas a diferença é que somente a cultura tradicional tem certas histórias, alusões e fontes. Satanás fabricou e inventou muitas histórias populares ou histórias que aparecem nos livros de história, deixando as pessoas com profundas impressões de figuras culturais ou supersticiosas tradicionais. Na China, por exemplo, existem “Os Oito Imortais Atravessam o Mar”, “Jornada para o Oeste”, o Imperador de Jade, “Nezha Conquista o Rei Dragão” e “A Investidura dos Deuses”. Esses não se tornaram profundamente arraigados na mente do homem? Mesmo que alguns de vocês não conheçam todos os detalhes, vocês ainda conhecem as histórias gerais, e é esse conteúdo geral que se fixa no seu coração e em sua mente, de modo que você não consegue esquecê-lo. Essas são várias ideias ou lendas que Satanás preparou para o homem há muito tempo e que foram disseminadas em diferentes momentos. Essas coisas prejudicam e corroem diretamente a alma das pessoas e põem as pessoas debaixo de um feitiço após o outro. Isso quer dizer que, uma vez que você aceitou tal cultura tradicional, tais histórias ou coisas supersticiosas, uma vez que elas são estabelecidas na sua mente e uma vez que elas são incutidas em seu coração, então, é como se você estivesse enfeitiçado — você começa a ser enredado e influenciado por essas armadilhas culturais, essas ideias e histórias tradicionais. Elas influenciam a sua vida, sua perspectiva de vida e seu julgamento das coisas. Influenciam ainda mais a sua busca pela verdadeira senda da vida: isso, sim, é um feitiço maligno. Por mais que tente, você não consegue se livrar delas; você as corta, mas não consegue abatê-las; você bate nelas, mas não consegue derrubá-las. Além disso, depois que as pessoas são colocadas inadvertidamente sob esse tipo de feitiço, elas, sem o saber, começam a adorar a Satanás, fomentando a imagem de Satanás em seu coração. Em outras palavras, elas estabelecem Satanás como seu ídolo, um objeto para adorar e admirar, chegando ao ponto até de considerá-lo como Deus. Sem que as pessoas o saibam, essas coisas estão no coração delas, controlando suas palavras e ações. Além disso, primeiro você considera essas histórias e lendas como falsas, mas então, sem saber, reconhece sua existência, fazendo delas figuras reais e transformando-as em objetos reais existentes. Sem ter consciência disso, em seu subconsciente, você recebe essas ideias e a existência dessas coisas. Subconscientemente você também recebe diabos, Satanás e ídolos dentro da sua própria casa e no seu coração — isso é de fato um feitiço. Essas palavras ressoam com vocês? (Sim.) Há alguém entre vocês que queimou incenso e adorou Buda? (Sim.) Então, qual foi o propósito de queimar incenso e adorar Buda? (Orando pela paz.) Pensando sobre isso agora, não é absurdo orar a Satanás por paz? Satanás traz a paz? (Não.) Vocês não veem como eram ignorantes na época? Esse tipo de comportamento é absurdo, ignorante e ingênuo, não é? Satanás só se preocupa com como corromper você. É impossível que Satanás lhe dê paz, apenas alívio temporário. Mas para ganhar esse alívio, você precisa fazer um voto, e se você quebrar a sua promessa ou o voto que fez a Satanás, você verá como ele o atormentará. Ao fazer você fazer um voto, na realidade ele quer controlá-lo. Quando vocês oraram por paz, vocês obtiveram paz? (Não.) Vocês não obtiveram paz, mas, ao contrário, seus esforços trouxeram infortúnio e desastres intermináveis — verdadeiramente um oceano imenso de amargura. A paz não está dentro do império de Satanás, e essa é a verdade. Essa é a consequência que a superstição feudal e a cultura tradicional trouxeram para a humanidade.

A última maneira como Satanás corrompe o homem é através de tendências sociais. “Tendências sociais” incluem muitas coisas. Algumas pessoas perguntam: “Significam a última moda, cosméticos, penteados e comida gourmet?”. Essas coisas são consideradas tendências sociais? Elas constituem parte das tendências sociais, mas não estaremos falando sobre elas aqui. Desejamos apenas falar sobre as ideias que as tendências sociais geram nas pessoas, o modo como elas levam as pessoas a se comportarem no mundo e as metas de vida e as perspectivas que elas geram nas pessoas. Essas coisas são muito importantes; elas podem controlar e influenciar o estado da mente do homem. Essas tendências surgem uma após a outra, e todas elas carregam uma influência maligna que rebaixa continuamente a humanidade, fazendo com que as pessoas percam a consciência, a humanidade e a razão, enfraquecendo sua moral e sua qualidade de caráter cada vez mais, ao ponto que podemos até dizer que a maioria das pessoas de agora não tem integridade, nem humanidade e nem qualquer consciência e muito menos qualquer razão. Então, o que são essas tendências? São tendências que você não pode ver a olho nu. Quando uma tendência nova se alastra pelo mundo, talvez apenas um pequeno número de pessoas esteja na vanguarda, agindo como formador de tendências. Elas começam fazendo alguma coisa nova, depois aceitando algum tipo de ideia ou algum tipo de perspectiva. A maioria das pessoas, contudo, será continuamente infectada, assimilada e atraída por esse tipo de tendência num estado de inconsciência, até que elas todas, sem se darem conta e involuntariamente, o aceitam e se tornam todas submersas nela e controladas por ela. Uma após a outra, tais tendências levam as pessoas, que não são de corpo e mente sãos, que não sabem o que é a verdade e que não conseguem diferenciar entre coisas positivas e negativas, a aceitá-las alegremente, bem como as visões de vida e os valores que vêm de Satanás. Elas aceitam o que Satanás lhes diz sobre como abordar a vida e o modo de viver que Satanás “concede” a elas, e não têm nem a força, nem a habilidade, muito menos a consciência para resistir. Então, o que, exatamente, são essas tendências? Eu escolhi um exemplo simples que vocês talvez venham a compreender gradualmente. Por exemplo, no passado, as pessoas administravam seus negócios de uma forma que ninguém era enganado; vendiam seus produtos com o mesmo preço, não importando quem estivesse comprando. Não se transmitem aqui alguns elementos de boa consciência e humanidade? Quando as pessoas conduziam seus negócios dessa forma, de boa fé, podemos ver que elas ainda tinham alguma consciência e alguma humanidade naquele tempo. Mas com a exigência crescente do homem de dinheiro, as pessoas, inadvertidamente, vieram a amar o dinheiro, o ganho e o prazer mais e mais. Em suma, as pessoas vieram a ver o dinheiro como mais importante do que antes. Quando as pessoas veem o dinheiro como mais importante, elas inadvertidamente começam a dar menos importância à sua reputação, sua fama, seu bom nome e sua integridade, não é? Quando você se envolve com negócios, você vê os outros usando vários artifícios para enganar as pessoas e ficar ricos. Embora o dinheiro ganho seja mal ganho, eles ficam cada vez mais ricos. Mesmo que se envolvam no mesmo negócio que você, toda a família deles desfruta da vida mais que você, e você se sente mal, dizendo a si mesmo: “Por que não consigo fazer isto? Por que não consigo ganhar tanto quanto eles? Devo pensar em um jeito de conseguir mais dinheiro e fazer meu negócio prosperar”. Você, então, faz o máximo para ponderar sobre como ganhar muito dinheiro. De acordo com o método usual de fazer dinheiro, vendendo as coisas pelo mesmo preço para todos os clientes, qualquer lucro que você faz é feito em sã consciência. No entanto, esse não é o caminho para ficar rico rapidamente. Impulsionado pelo desejo de lucrar, seu pensamento passa por uma transformação gradual. Durante essa transformação, seus princípios de conduta também começam a mudar. Quando você engana alguém pela primeira vez, você tem suas reservas, dizendo: “Esta é a única vez que engano alguém. Não farei isso novamente. Eu não posso enganar as pessoas. Enganar tem consequências sérias. Isso me trará muitos problemas!” Quando você engana alguém pela primeira vez, seu coração tem alguns escrúpulos; essa é a função da consciência humana — fazê-lo sentir escrúpulos e repreender você, de modo que não pareça natural quando você engana alguém. Mas, após ter enganado alguém com sucesso, você vê que agora tem mais dinheiro do que tinha antes, e você acha que esse método pode ser muito benéfico para você. Apesar da dor enfadonha em seu coração, você ainda sente vontade de se parabenizar pelo seu sucesso e você se sente um tanto satisfeito consigo mesmo. Pela primeira vez, você aprova o seu próprio comportamento, seus próprios modos enganosos. Depois disso, uma vez que o homem foi contaminado por essa trapaça, é o mesmo que alguém que se envolve com jogos de azar e, então, se torna um apostador. Em sua inconsciência, você dá sua aprovação ao próprio comportamento trapaceador e o aceita. Inconscientemente, você assume a trapaça como um comportamento comercial legítimo e o meio mais útil para sua sobrevivência e seu sustento; você acha que, fazendo isso, pode ganhar uma fortuna rapidamente. Isso é um processo: no princípio desse processo, as pessoas não conseguem aceitar esse tipo de comportamento e desprezam esse comportamento e prática. Então começam a vivenciar esse comportamento pessoalmente, experimentando-o à sua própria maneira, e seu coração começa a se transformar gradativamente. Que tipo de transformação é essa? É uma aprovação e admissão dessa tendência, dessa ideia inculcado em você pela tendência social. Sem perceber, se você não engana as pessoas quando está fazendo negócios com elas, você sente que fica na pior; se você não engana as pessoas, sente como se tivesse perdido algo. Sem o saber, essa trapaça torna-se sua própria alma, sua espinha dorsal e um tipo indispensável de comportamento que é um princípio na sua vida. Depois que o homem aceita esse comportamento e esse modo de pensar, isso não causou uma mudança em seu coração? Seu coração mudou, então sua integridade mudou também? Sua humanidade mudou? Sua consciência mudou? (Sim.) Sim, cada parte dessa pessoa passa por uma mudança qualitativa, desde seu coração até seus pensamentos, a tal ponto que ela é transformada de dentro para fora. Essa mudança o afasta cada vez mais de Deus, e você se torna cada vez mais alinhado com Satanás, mais e mais igual a ele.

Ao olhar para essas tendências sociais, você diria que elas têm uma grande influência sobre as pessoas? Elas têm um profundo efeito prejudicial sobre as pessoas? (Sim.) Elas têm um efeito prejudicial muito profundo sobre as pessoas. O que o homem tem que Satanás corrompe usando uma tendência social após a outra? (A consciência, razão, humanidade, moralidade, visão da vida do homem.) Elas causam uma degeneração gradativa nas pessoas, não é? Satanás usa essas tendências sociais para atrair as pessoas um passo de cada vez para um ninho de diabos, de forma que as pessoas presas nas tendências sociais defendam inadvertidamente os desejos materiais e de dinheiro, a maldade e a violência. Uma vez que essas coisas entraram no coração do homem, o que o homem se torna? O homem se torna o diabo Satanás! Por quê? Porque, que inclinação psicológica existe no coração humano? O que o homem reverencia? Ele começa a sentir prazer na maldade e violência, demonstrando nenhum amor pela beleza ou bondade, muito menos pela paz. As pessoas não têm vontade de viver a vida simples da humanidade normal, mas, ao contrário, desejam desfrutar de um alto status e grande riqueza, de regozijar-se nos prazeres da carne, não medindo esforços para satisfazer a sua própria carne, sem restrições, nem laços para impedi-las; em outras palavras, fazendo o que quer que desejem. Então, quando o homem imerge nesse tipo de tendências, o conhecimento que você adquiriu é capaz de ajudar você a se libertar? Seu entendimento da cultura tradicional e das superstições podem ajudá-lo a escapar dessa difícil situação? A moral e as cerimônias tradicionais conhecidas podem ajudar as pessoas a exercer restrição? Tome o “Clássico dos Três Caracteres”, por exemplo. Isso pode ajudar as pessoas a tirarem os pés do atoleiro dessas tendências? (Não, não podem.) Assim, o homem se torna cada vez mais maléfico, arrogante, condescendente, egoísta e malicioso. Não há mais qualquer afeto entre as pessoas, não há mais amor entre os membros da família, não há mais entendimento entre parentes e amigos; as relações humanas tornaram-se caracterizadas pela violência. Cada uma das pessoas busca usar métodos violentos para viver entre seus semelhantes; ela conquista seu pão de cada dia usando violência; ela ganha sua posição e obtêm seus lucros usando violência e usa modos malignos e violentos para fazer tudo que quer. Essa humanidade não é horrorosa? (Sim.) Depois de ouvirem todas essas coisas que acabei de falar, vocês não acham aterrorizante viver neste ambiente, neste mundo e entre esses tipos de pessoas, dentro dos quais Satanás corrompe a humanidade? (Sim.) Então, vocês já se sentiram miseráveis? Você deve se sentir um pouco assim neste momento, certo? (Sinto.) Ouvindo seu tom, parece que vocês estão pensando: “Satanás tem tantas maneiras distintas de corromper o homem. Ele aproveita cada oportunidade e está em todo lugar para o qual nos voltamos. O homem ainda pode ser salvo?”. O homem ainda pode ser salvo? O homem pode salvar a si mesmo? (Não.) O Imperador de Jade pode salvar o homem? Confúcio pode salvar o homem? O Guanyin Bodhisattva pode salvar o homem? (Não.) Então, quem pode salvar o homem? (Deus.) Contudo, algumas pessoas levantarão em seu coração perguntas como: “Satanás nos prejudica gravemente, numa frenesi tão louca, que não temos esperança de viver a vida, nem qualquer confiança de viver a vida. Nós todos vivemos em meio à corrupção, e cada pessoa resiste a Deus de alguma maneira, e agora nosso coração ficou tão desanimado quanto possível. Então, onde está Deus enquanto Satanás está nos corrompendo? O que Deus está fazendo? Seja o que for que Deus estiver fazendo por nós, nunca o sentimos!” Algumas pessoas inevitavelmente se sentem deprimidas e um tanto desanimadas, correto? Para vocês, esse sentimento é muito profundo porque tudo que Eu tenho dito tem sido para permitir com que as pessoas, pouco a pouco, venham a compreender, a sentir cada vez mais que elas estão desesperançosas, e que foram abandonadas por Deus. Mas, não se preocupem. O tema de nossa comunicação para hoje, “a maldade de Satanás”, não é nosso tema verdadeiro. Para falar sobre a essência da santidade de Deus, contudo, precisamos discutir primeiro como Satanás corrompe o homem e a maldade de Satanás a fim de tornar mais claro para as pessoas em que tipo de condição o homem está agora. Um objetivo ao falar disso é permitir que as pessoas conheçam a maldade de Satanás, enquanto o outro é permitir às pessoas que compreendam mais profundamente o que a santidade verdadeira é.

Eu não falei em maior detalhe sobre essas coisas que acabamos de discutir em comparação com a última vez? (Sim.) A compreensão de vocês agora é um pouco mais profunda? (Sim.) Eu sei que muitas pessoas estão esperando agora que Eu diga o que é exatamente a santidade de Deus, mas quando Eu falar da santidade de Deus, falarei primeiro dos feitos que Deus realiza. Todos vocês devem escutar com atenção. Depois, Eu lhes perguntarei o que exatamente é a santidade de Deus. Eu não direi a vocês diretamente, mas, em vez disso, deixarei que vocês tentem descobrir; Eu lhes darei espaço para que vocês descubram. O que vocês acham desse método? (Soa bem.) Então escutem cuidadosamente enquanto continuo.

Sempre que Satanás corrompe o homem ou inflige ao homem um dano descontrolado, Deus não fica olhando ociosamente e nem ignora ou finge que não vê aqueles que Ele escolheu. Deus entende com perfeita clareza tudo que Satanás faz. Não importa o que Satanás faça, não importa que tendência ele faça surgir, Deus sabe tudo que Satanás está tentando fazer, e Deus não desiste daqueles que Ele escolheu. Ao contrário, sem atrair qualquer atenção — em segredo e silêncio — Deus faz tudo que é necessário. Quando Deus começa a obra em alguém, quando Ele escolhe alguém, Ele não proclama essa novidade a ninguém, nem proclama isso a Satanás, muito menos faz algum grande gesto. Ele apenas, muito tranquilamente, muito naturalmente, faz o que é necessário. Primeiro, Ele escolhe uma família para você; seu contexto familiar, seus pais, seus ancestrais — tudo isso Deus decide de antemão. Em outras palavras, Deus não toma essas decisões por capricho; Ele começou essa obra muito tempo atrás. Uma vez que Deus escolheu uma família para você, Ele então escolhe a data em que você vai nascer. Então, Deus observa como você nasce e vem ao mundo chorando. Ele observa seu nascimento, observa quando você diz suas primeiras palavras, observa quando você tropeça e dá seus primeiros passos quando aprende a andar. Primeiro, você dá um passo e, então, outro… e agora você consegue correr, pular, falar e expressar seus sentimentos. À medida que as pessoas crescem, o olhar de Satanás está fixo em cada uma delas, como um tigre espreitando sua presa. Mas, ao fazer Sua obra, Deus nunca esteve sujeito a quaisquer limitações que surgissem de pessoas, eventos ou coisas, do espaço ou do tempo; Ele faz o que deve e precisa fazer. No processo do crescimento, você pode encontrar muitas coisas que não são do seu agrado, tais como enfermidade e frustração. Mas enquanto você trilha essa senda, sua vida e seu futuro estão estritamente sob os cuidados de Deus. Deus lhe dá uma garantia genuína que dura toda sua vida, pois Ele está bem ao seu lado, protegendo você e cuidando de você. Você cresce sem ter consciência disso. Você começa a entrar em contato com coisas novas e começa a conhecer este mundo e esta humanidade. Tudo é fresco e novo para você. Você tem algumas coisas que você gosta de fazer. Você vive dentro de sua própria humanidade, você vive dentro de seu próprio espaço e não possui a menor percepção da existência de Deus. Mas Deus observa você a cada passo do caminho enquanto você cresce, e Ele o observa enquanto você avança. Mesmo quando você está adquirindo conhecimento ou estudando ciências, Deus nunca saiu de seu lado durante um único passo. Você é exatamente igual às outras pessoas quanto a isso, no decurso de conhecer e entrar em contato o mundo e de interagir com ele, você estabeleceu seus próprios ideais, tem seus próprios hobbies, seus próprios interesses e também nutre ambições elevadas. Você frequentemente pondera sobre seu próprio futuro, muitas vezes esboçando o perfil de como deve ser seu futuro. Mas, não importa o que transpire ao longo do caminho, Deus vê claramente como tudo acontece. Talvez você mesmo tenha se esquecido de seu próprio passado, mas para Deus, não há ninguém que possa entendê-lo melhor que Ele. Você vive sob o olhar de Deus, crescendo, amadurecendo. Durante esse período, a tarefa mais importante de Deus é algo que ninguém jamais percebe, algo que ninguém sabe. Deus certamente não conta para ninguém a respeito. Então, que coisa mais crucial é essa? Pode-se dizer que é a garantia que Deus salvará uma pessoa. Isso significa que, se Deus quer salvar essa pessoa, Ele deve fazer isso. Essa tarefa é de vital importância para ambos, o homem e Deus. Vocês sabem o que é? Parece que vocês não têm nenhum sentimento a respeito disso ou nenhum conceito sobre isso, assim sendo, Eu lhes direi. Desde a hora em que você nasceu até agora, Deus realizou muita obra em você, mas Ele não lhe dá um relato exaustivo de tudo o que Ele tem feito. Deus não lhe permite saber, tampouco Ele lhe contou. No entanto, para a humanidade, tudo que Ele faz é importante. No que diz respeito a Deus, é algo que Ele deve fazer. Em Seu coração há algo importante que Ele necessita fazer que excede em muito qualquer uma dessas coisas. Isto é, desde a hora em que uma pessoa nasce até o dia de hoje, Deus deve garantir a segurança dela. Quando vocês ouvem essas palavras, talvez achem que não entenderam completamente. Talvez perguntem: “Esta segurança é tão importante?”. Bem, qual o significado literal de “segurança”? Talvez vocês entendam que ela signifique paz ou talvez vocês entendam que ela signifique nunca vivenciar nenhum desastre ou calamidade, viver bem, viver uma vida normal. Mas em seu coração vocês devem saber que não é tão simples assim. Então, o que exatamente é essa coisa sobre a qual venho falando, que Deus tem que fazer? O que segurança significa para Deus? É realmente uma garantia do significado normal de “segurança”? Não. Então o que é isso que Deus faz? Essa “segurança” significa que você não será devorado por Satanás. Isso é importante? Não ser devorado por Satanás diz respeito à sua segurança, ou não? Sim, isso diz respeito à sua segurança pessoal, e não pode haver nada mais importante. Uma vez que você tiver sido devorado por Satanás, sua alma e sua carne não pertencem mais a Deus. Deus não mais o salvará. Deus abandona almas e pessoas que foram devoradas por Satanás. Por isso, Eu digo que a coisa mais importante que Deus tem a fazer é garantir essa sua segurança, garantir que você não seja devorado por Satanás. Isso é muito importante, não é? Então, por que vocês não conseguem responder? Parece que vocês são incapazes de sentir a grande bondade de Deus!

Deus faz muito mais além de garantir a segurança das pessoas, garantindo que elas não serão devoradas por Satanás. Ele também faz uma grande quantidade de obra preparatória antes de escolher e salvar alguém. Em primeiro lugar, Deus faz preparativos meticulosos referentes ao tipo de caráter você terá, em que tipo de família você nascerá, quem serão seus pais, quantos irmãos e irmãs você terá, e quais serão a situação, o status econômico e as condições da família em que você nascerá. Vocês sabem em que tipo de família a maioria das pessoas escolhidas por Deus nasce? São famílias proeminentes? Não podemos dizer com certeza que não há ninguém que nasça em uma família proeminente. Pode haver alguns, mas são muito poucos. Eles nascem em famílias de riqueza excepcional, em famílias de bilionários ou multimilionários? Não, elas quase nunca nascem nesse tipo de família. Então, que tipo de família Deus arranja para a maioria dessas pessoas? (Famílias comuns.) Então, quais famílias podem ser consideradas “famílias comuns”? Elas incluem famílias trabalhadoras — isto é, aquelas que dependem de salários para sobreviver, podem custear as necessidades básicas e não são abastadas demais; elas também incluem famílias agrícolas. Os agricultores dependem do plantio da safra para a sua alimentação, têm cereais para comer e roupas para vestir e não passam fome nem congelam. Depois, há algumas famílias que administram pequenos negócios, e algumas nas quais os pais são intelectuais e essas também podem ser consideradas famílias comuns. Há também alguns pais que são funcionários de escritório ou oficiais de baixo escalão no governo, que também não podem ser considerados como sendo famílias proeminentes. A maioria nasce em famílias comuns, e tudo isso é arranjado por Deus. Isso significa, em primeiro lugar, que esse ambiente em que você vive não é a família de meios substanciais que as pessoas talvez imaginem e é uma família destinada por Deus para você, e a maioria das pessoas viverá dentro dos limites desse tipo de família. Então, o que dizer do status social? As condições econômicas da maioria dos pais são medianas, e eles não têm um status social elevado — para eles, só ter um trabalho já é bom. Eles incluem governadores? Ou presidentes nacionais? (Não.) No máximo, são pessoas como gerentes de pequenas empresas ou donos de pequenos negócios. Seu status social é mediano e suas condições econômicas são médias. Outro fator é o ambiente de vida da família. Acima de tudo, não há pais entre essas famílias que claramente influenciariam seus filhos para trilhar a senda da adivinhação e da leitura da sorte; são muito poucos esses que se envolvem em tais coisas. A maioria dos pais é bastante normal. Ao mesmo tempo, Deus escolhe pessoas, Ele estabelece esse tipo de ambiente para elas, o que é muito benéfico para a Sua obra de salvar as pessoas. Na superfície, parece que Deus não fez nada particularmente avassalador pelo homem; Ele apenas procede secreta e silenciosamente a fazer todas as coisas que faz, humildemente e em silêncio. Mas, na verdade, tudo o que Deus faz, Ele faz para lançar um fundamento para a sua salvação, para preparar a estrada à frente e todas as condições necessárias para a sua salvação. Em seguida, Deus traz cada pessoa de volta para diante Dele, cada uma em uma hora especificada: é então que você ouve a voz de Deus; é então que você vem para diante Dele. No momento em que isso acontece, algumas pessoas já se tornaram pais elas mesmas, enquanto outras ainda são filhos de alguém. Em outras palavras, algumas pessoas se casaram e tiveram filhos, enquanto outras ainda estão solteiras e ainda não constituíram suas próprias famílias. Mas independentemente de sua situação, Deus já estabeleceu os tempos em que você será escolhido e em que Seu evangelho e Suas palavras alcançarão você. Deus estabeleceu as circunstâncias, decidiu sobre uma determinada pessoa ou um determinado contexto através do qual o evangelho será passado para você, para que você possa ouvir as palavras de Deus. Deus já preparou para você todas as condições necessárias. Desse modo, mesmo que o homem não esteja ciente daquilo que está acontecendo, o homem vem para diante Dele e retorna para a família de Deus. O homem também, sem o saber, segue a Deus e entra em cada passo da Sua obra, entrando em cada passo do caminho da obra de Deus que Ele preparou para o homem. Que caminhos Deus usa quando Ele faz coisas para o homem nesse momento? Primeiro, o mínimo absoluto é o cuidado e a proteção de que o homem desfruta. Além disso, Deus estabelece várias pessoas, eventos e coisas de modo que, através deles, o homem possa ver Sua existência e Suas ações. Por exemplo, algumas pessoas acreditam em Deus porque alguém na sua família está doente. Quando os outros pregam o evangelho para elas, começam a crer em Deus e essa crença em Deus surge devido à situação. Então, quem arranjou essa situação? (Deus.) Por meio dessa doença, há algumas famílias em que cada um é um crente, enquanto há outras famílias em que apenas poucas pessoas na família creem. Na superfície, pode parecer que alguém em sua família tem uma doença, mas na verdade é uma condição que lhe foi outorgada para que você pudesse vir para diante de Deus — essa é a amabilidade de Deus. Porque a vida familiar é difícil para algumas pessoas e elas não conseguem encontrar paz, uma oportunidade casual pode se apresentar: alguém comunica o evangelho e diz: “Creia no Senhor Jesus e você terá paz”. Assim, inconscientemente, elas passam a crer em Deus sob circunstâncias muito naturais; então, isso não é um tipo de condição? E o fato de sua família não estar em paz não é uma graça que lhes foi dada por Deus? Há também alguns que passam a crer em Deus por outras razões. Há diferentes razões e diferentes caminhos de crença, mas não importa qual a razão que leva você a crer Nele, tudo, na realidade, é arranjado e guiado por Deus. A princípio, Deus emprega vários caminhos para escolher você e para trazê-lo para a Sua família. Essa é a graça que Deus concede a cada pessoa.

No estágio atual da obra de Deus nestes últimos dias, Ele não mais simplesmente concede graça e bênçãos ao homem como Ele fez no passado, nem persuade o homem a avançar. Durante esse estágio da obra, o que o homem tem visto de todos os aspectos da obra de Deus que ele tem experimentado? O homem viu o amor de Deus e o juízo e o castigo de Deus. Durante este período de tempo, Deus provê, sustenta, ilumina e guia o homem para que o homem gradualmente venha a conhecer Suas intenções, as palavras que Ele fala e a verdade que Ele concede ao homem. Quando o homem estiver fraco, quando ele estiver desanimado, quando não tiver para onde ir, Deus usará as Suas palavras para consolar, aconselhar e encorajar o homem, para que a pequena estatura do homem possa gradualmente crescer em termos de força, ascender em positividade e tornar-se disposto a cooperar com Deus. Mas quando o homem desobedecer a Deus ou resistir a Ele, ou quando o homem revelar sua corrupção, Deus não mostrará misericórdia ao castigar e disciplinar o homem. Entretanto, Deus demonstrará tolerância e paciência com a loucura, a ignorância, a fraqueza e a imaturidade do homem. Dessa forma, através de toda a obra que Deus faz pelo homem, este gradualmente amadurece, cresce e passa a conhecer as intenções de Deus, passa a conhecer certa verdade, a conhecer quais coisas são positivas e quais são negativas, a conhecer o que é o mal e o que são as trevas. Deus não assume uma única abordagem de sempre castigar e disciplinar o homem, mas tampouco sempre mostra tolerância e paciência. Antes, Ele provê para cada pessoa de diferentes maneiras, em seus diferentes estágios e de acordo com suas diferentes estaturas e calibres. Ele faz muitas coisas pelo homem e com grande custo; o homem não percebe nada dessas coisas ou do custo, mesmo assim, na prática, tudo o que Ele faz é verdadeiramente executado em cada pessoa individual. O amor de Deus é prático: através da graça de Deus, o homem evita um desastre depois do outro, e durante tudo isso, Deus demonstra reiteradamente Sua tolerância com a fraqueza do homem. O julgamento e o castigo de Deus permitem que as pessoas gradualmente venham a conhecer a corrupção da humanidade e a essência satânica. O que Deus provê, Sua iluminação do homem e Sua orientação permitem a humanidade conhecer cada vez mais da essência da verdade e conhecer de maneira crescente do que as pessoas precisam, que estrada devem tomar, para que vivem, o valor e o sentido de suas vidas e como percorrer a estrada à frente. Todas essas coisas que Deus faz são inseparáveis do Seu único propósito original. Qual é, pois, esse propósito? Por que Deus usa esses métodos para executar Sua obra no homem? Que resultado Ele quer alcançar? Em outras palavras, o que Ele quer ver no homem? O que Ele quer obter do homem? O que Deus quer ver é que o coração do homem pode ser reavivado. Esses métodos que Ele usa para operar no homem são um esforço contínuo para despertar o coração do homem, para despertar o espírito do homem, para capacitar o homem a entender de onde ele veio, quem está guiando, apoiando e provendo para ele e quem tem permitido ao homem viver até o dia presente; eles são um meio para capacitar o homem a entender quem é o Criador, a quem ele deve adorar, que tipo de estrada ele deve seguir e de que maneira o homem deveria chegar diante de Deus; eles são um meio para gradualmente reavivar o coração do homem, para que o homem conheça o coração de Deus, entenda o coração de Deus e compreenda o grande cuidado e pensamento por trás da Sua obra para salvar o homem. Quando o coração do homem é reavivado, o homem não deseja mais viver com um caráter degenerado e corrupto, mas, em vez disso, deseja seguir a verdade a fim de satisfazer a Deus. Quando o coração do homem foi despertado, o homem é capaz de afastar-se completamente de Satanás. Ele não será mais prejudicado por Satanás, não será mais controlado ou enganado por ele. Em vez disso, o homem pode cooperar proativamente na obra de Deus e Suas palavras para satisfazer o coração de Deus, alcançando assim o temor a Deus e a evitação do mal. Esse é o propósito original da obra de Deus.

A discussão que acabamos de ter sobre o mal de Satanás fez com que todos se sintam como se o homem vivesse em meio a uma grande infelicidade e como se a vida do homem fosse cercada de desgraças. Mas quando falo agora da santidade de Deus e da obra que Ele realiza no homem, como isso faz vocês se sentirem? (Muito felizes.) Podemos ver agora que tudo o que Deus faz, tudo o que Ele arranja meticulosamente para o homem é imaculado. Tudo o que Deus faz é sem erro, o que significa que é impecável, não precisando de ninguém para o corrigir, aconselhar ou fazer qualquer mudança nisso. Tudo o que Deus faz para todo indivíduo está acima de dúvida; Ele conduz todo mundo pela mão, cuida de você a cada momento que passa e não saiu do seu lado uma única vez. À medida que as pessoas crescem neste tipo de ambiente e com este tipo de experiência, poderíamos dizer que as pessoas de fato crescem na palma da mão de Deus? (Sim.) Então agora vocês ainda têm uma sensação de perda? Alguém ainda se sente desanimado? Alguém sente que Deus abandonou a humanidade? (Não.) Então, o que, exatamente, foi que Deus fez afinal? (Ele ficou vigiando a humanidade.) O grande pensamento e cuidado que Deus investe em tudo está acima de questionamento. Além disso, ao realizar Sua obra, Ele sempre o tem feito incondicionalmente. Ele nunca exigiu que qualquer um de vocês soubesse o preço que Ele paga por você, para fazer com que você se sentisse profundamente grato a Ele. Deus alguma vez fez exigiu isso de você? (Não.) Ao longo decurso da vida humana, quase todo indivíduo encontrou muitas situações perigosas e encarou muitas tentações. Isso é assim porque Satanás está ao seu lado, seus olhos constantemente fixos em você. Quando acontece um desastre com você, Satanás se regozija com isso; quando calamidades assolam você, quando nada dá certo para você, quando você se emaranha na rede de Satanás, Satanás extrai grande prazer dessas coisas. Quanto ao que Deus está fazendo, Ele está protegendo você a cada momento que passa, guiando você para longe de um infortúnio após o outro e um desastre após o outro. É por isso que Eu digo que tudo que o homem tem — paz e alegria, bênçãos e segurança pessoal — está, de fato, sob o controle de Deus; Ele guia e decide o destino de cada indivíduo. Mas Deus tem uma percepção exagerada de Sua posição, como dizem algumas pessoas? Deus declara a você: “Eu sou o maior de todos. Sou Eu que tomo conta de vocês. Todos vocês devem implorar a Mim por misericórdia, e a desobediência será punida com a morte”? Deus já ameaçou a humanidade desse jeito? (Não.) Ele já disse que “a humanidade é corrupta, portanto, não importa como Eu a trate, e ela pode ser tratada de qualquer jeito; Eu não preciso fazer arranjos sensatos para ela”? Deus pensa dessa maneira? Deus agiu dessa maneira? (Não.) Pelo contrário, o tratamento de Deus para cada pessoa é sério e responsável. Ele trata você de modo até mais responsável do que você trata a si mesmo. Não é assim? Deus não fala em vão, nem exibe sua posição elevada ou engana as pessoas irreverentemente. Em vez disso, Ele honesta e silenciosamente faz as coisas que Ele Próprio precisa fazer. Essas coisas trazem bênçãos, paz e alegria ao homem. Elas trazem o homem pacífica e alegremente para a vista de Deus e para dentro de Sua família; então, elas vivem diante de Deus e aceitam a salvação de Deus com o pensamento e a razão normais. Então, Deus já foi dúplice com o homem em Sua obra? Ele alguma vez fez uma falsa demonstração de amabilidade, primeiro enganando o homem com alguns agrados e depois dando as costas? (Não.) Deus alguma vez disse uma coisa e depois fez outra? Deus já fez promessas vazias e Se gabou, dizendo às pessoas que pode fazer isso por elas ou ajudar a fazer aquilo por elas, mas depois sumiu? (Não.) Não há engano em Deus, nem falsidade. Deus é fiel e Ele é verdadeiro em tudo que faz. Ele é o único com quem as pessoas podem contar; Ele é o Deus ao qual as pessoas podem confiar sua vida e tudo que têm. Visto que não há engano em Deus, poderíamos dizer que Deus é o mais sincero? (Sim.) É claro que podemos! Embora a palavra “sincero” seja fraca demais, humana demais, quando aplicada a Deus, que outra palavra poderíamos usar? Tais são os limites da linguagem humana. Mesmo que seja um tanto inadequado chamar Deus de “sincero”, usaremos essa palavra mesmo assim por enquanto. Deus é fiel e sincero. Então, quando falamos sobre esses aspectos, ao que estamos nos referindo? Estamos nos referindo às diferenças entre Deus e o homem e as diferenças entre Deus e Satanás? Sim, poderíamos dizer isso. Isso é assim porque o homem não pode ver um traço do caráter corrupto de Satanás em Deus. Estou correto em dizer isso? Amém? (Amém!) Não vemos nenhuma das maldades de Satanás revelada em Deus. Tudo o que Deus faz e revela é totalmente benéfico e ajuda o homem, é feito inteiramente para prover para o homem, é cheio de vida e dá ao homem uma estrada para seguir e uma direção a tomar. Deus não é corrupto e, além disso, olhando agora para tudo o que Deus faz, podemos dizer que Deus é santo? (Sim.) Já que Deus não tem nada da corrupção da humanidade nem nada do mesmo caráter corrupto da humanidade ou da essência de Satanás, e nada em relação a Deus tem qualquer semelhança com essas coisas, desse ponto de vista, podemos dizer que Deus é santo. Deus não manifesta nenhuma corrupção, e a revelação de Sua própria essência em Sua obra é toda a confirmação de que o Próprio Deus é santo. Vocês veem isso? Para conhecer a essência santa de Deus, vamos olhar para estes dois aspectos por enquanto: 1) não há um traço sequer de caráter corrupto em Deus; 2) a essência da obra de Deus no homem permite ao homem ver a própria essência de Deus, e essa essência é inteiramente positiva. Pois as coisas que toda parte da obra de Deus traz ao homem são todas positivas. Em primeiro lugar, Deus exige que o homem seja honesto — isso não é uma coisa positiva? Deus dá sabedoria ao homem — isso não é positivo? Deus torna o homem capaz de discernir entre o bem e o mal — isso não é positivo? Ele permite que o homem entenda o significado e o valor da vida humana — isso não é positivo? Ele permite que o homem investigue a essência das pessoas, dos eventos e das coisas de acordo com a verdade — isso não é positivo? (Sim, é.) E o resultado de tudo isso é que o homem não é mais enganado por Satanás, não continuará mais a ser prejudicado ou controlado por Satanás. Em outras palavras, essas coisas permitem que as pessoas se libertem completamente da corrupção de Satanás e, portanto, gradualmente andem na senda de temer a Deus e evitar do mal. Até que ponto vocês andaram nessa senda agora? É difícil dizer, não é? Mas, no mínimo, vocês têm agora uma compreensão inicial de como Satanás corrompe o homem, de quais coisas são malignas e que coisas são negativas? Vocês estão, no mínimo, trilhando agora a senda correta. É seguro dizer isso? (Sim.)

É aqui que encerraremos nossa discussão sobre a santidade de Deus. Agora, com base em tudo o que vocês ouviram e receberam, quem dentre vocês pode dizer o que é a santidade de Deus? A que se refere a santidade de Deus de que Eu falo? Pensem nisso por um segundo. A santidade de Deus é Sua veracidade? A santidade de Deus é Sua fidelidade? A santidade de Deus é Seu altruísmo? É a Sua humildade? Seu amor pelo homem? Deus concede livremente a verdade e a vida ao homem — isso é Sua santidade? (Sim.) Tudo isso que Deus revela é único e não existe dentro da humanidade corrupta, nem pode ser visto na humanidade. Nem o menor vestígio disso pode ser visto durante o processo de corrupção do homem por Satanás, nem no caráter corrupto de Satanás, nem na essência ou natureza de Satanás. Tudo o que Deus tem e é é único; só o Próprio Deus tem e é possuído desse tipo de essência. A esta altura em nossa discussão, algum de vocês viu dentre a humanidade alguém tão santo quanto acabei de descrever? (Não.) Então existe alguém santo assim entre os famosos, os grandes e os ídolos da humanidade que vocês adoram? (Não.) Então, quando dizemos que a santidade de Deus é única, isso é um exagero? (Não.) De fato, não é. Além disso, a singularidade santa de Deus tem também um lado prático. Há alguma discrepância entre a santidade de que falo agora e a santidade que vocês conceberam e imaginaram previamente? (Sim.) Quanta discrepância? (Muita!) O que as pessoas frequentemente querem dizer quando falam sobre santidade? (Alguns comportamentos externos.) Quando as pessoas dizem que tal comportamento ou alguma outra coisa é santa, elas dizem isso apenas porque o veem como puro ou agradável para os sentidos. No entanto, invariavelmente, falta a essas coisas a verdadeira substância da santidade — esse é o aspecto da doutrina. Além disso, ao que se refere o aspecto prático de “santidade” que as pessoas concebem em sua mente? É, principalmente, o que elas imaginam ou julgam que seja? Por exemplo, alguns budistas morrem enquanto estão praticando, partindo enquanto estão sentados ali, dormindo. Algumas pessoas dizem que se tornaram santas e voaram para o céu. Isso também é um produto da imaginação. Há ainda outras que pensam que uma fada que desce flutuando do céu é santa. Na realidade, o conceito que as pessoas têm da palavra “santo” sempre foi apenas um tipo de fantasia e teoria vazias, fundamentalmente sem nenhuma substância real para ela e, além disso, não tendo nada a ver com a essência da santidade. A essência da santidade é o amor verdadeiro, mas, mais do que isso, é a essência da verdade, justiça e luz. A palavra “santo” só é apropriada quando aplicada a Deus; nada na criação é digno de ser chamado de “santo”. O homem deve entender isso. De agora em diante, só aplicaremos a palavra “santo” a Deus. Isso é apropriado? (Sim.)

Voltemos agora a falar sobre que meios Satanás usa para corromper o homem. Acabamos de falar sobre os vários modos nos quais Deus opera no homem e que cada um de vocês pode experimentar por si próprio e, por isso, não falarei muito detalhadamente. Mas, em seu coração, talvez não esteja claro que truques e estratégias Satanás usa para corromper o homem ou, no mínimo, vocês não têm um entendimento específico deles. Seria benéfico se Eu falasse sobre isso novamente? (Sim.) Vocês querem aprender sobre isso? Talvez alguns de vocês perguntem: “Por que falar sobre Satanás de novo? No momento em que Satanás é mencionado, ficamos com raiva e, quando ouvimos seu nome, nós nos sentimos inteiramente incomodados”. Não importa o quanto isso os deixe desconfortáveis, vocês precisam encarar os fatos. Essas coisas devem ser ditas francamente e estar claras para o benefício do entendimento do homem; do contrário, muitos não podem realmente escapar da influência de Satanás.

Já discutimos anteriormente as cinco maneiras pelas quais Satanás corrompe o homem, que incluem os truques de Satanás. As maneiras pelas quais Satanás corrompe o homem são meramente a camada superficial; mais insidiosos são os truques ocultos sob essa superfície com a qual Satanás alcança seus objetivos. Quais são esses truques? Vão em frente, resumam-os. (Ele engana, seduz e coage.) Quanto mais vocês listarem desses truques, mais perto vocês chegarão. Parece que vocês foram profundamente prejudicados por Satanás e têm fortes sentimentos em relação ao assunto. (Ele também usa retórica ilusória, influencia e ocupa pessoas à força.) Ocupação à força — isso deixa uma impressão especialmente profunda. As pessoas têm medo da ocupação à força de Satanás, não têm? Existem quaisquer outros truques? (Ele prejudica violentamente as pessoas, faz ameaças e ofertas sedutoras e mente.) As mentiras são a substância de suas ações. Satanás mente para poder enganar você. Qual é a natureza de mentir? Mentir não é o mesmo que enganar? O objetivo de contar mentiras é, de fato, enganar você. Existem outros truques? Digam-Me todos os truques de Satanás que vocês conhecem. (Ele tenta, prejudica, cega e engana.) A maioria de vocês se sente do mesmo jeito sobre esse engano, não é? (Ele controla o homem, toma posse do homem, aterroriza o homem e impede que o homem creia em Deus.) Eu conheço o significado geral das coisas que vocês estão me contando, e isso é bom. Todos vocês sabem algo sobre isso, então, façamos agora um resumo desses truques.

Há seis truques primários que Satanás usa para corromper o homem.

O primeiro é controle e coerção. Isto é, Satanás fará tudo o possível para assumir o controle do seu coração. O que significa “coerção”? Significa usar táticas forçosas e ameaçadoras para fazer você obedecer a ele, fazendo você pensar nas consequências se não obedecer. Você tem medo e não ousa desafiá-lo e, então, submete-se a ele.

O segundo é enganar e iludir. O que significa “enganar e iludir”? Satanás inventa algumas histórias e mentiras, enganando você para crer nelas. Ele nunca diz a você que o homem foi criado por Deus, mas também não diz diretamente que você não foi feito por Deus. Ele não usa a palavra “Deus”, mas usa outra coisa como um substituto, usando essa coisa para enganá-lo para que você basicamente não tenha ideia da existência de Deus. É claro, essa “ilusão” inclui muitos aspectos, não apenas esse.

O terceiro é a doutrinação forçada. Com o que as pessoas são forçadamente doutrinadas? A doutrinação forçada é feita por escolha própria do homem? Ela é feita com o consentimento do homem? (Não.) Mesmo que você não consinta, não há nada que você possa fazer a respeito. Em sua inadvertência, Satanás doutrina você, incute em você seu pensamento, suas regras de vida e sua essência.

O quarto consiste em intimidação e sedução. Isto é, Satanás emprega vários truques para fazer com que você o aceite, o siga e trabalhe a seu serviço. Ele fará qualquer coisa para alcançar seus objetivos. Às vezes, ele concede pequenos favores a você, ao mesmo tempo em que ele o atrai para que você cometa pecado. Se você não o seguir, ele fará com que você sofra, castigará você e usará várias maneiras de atacar e ludibriar você.

O quinto é o engano e a paralisia. “Engano e paralisia” é quando Satanás tece algumas palavras e ideias agradáveis que se alinham com as noções das pessoas para fazer parecer que ele está levando em consideração a situação carnal das pessoas, sua vida e seu futuro, quando, na verdade, seu único objetivo é enganar você. Ele, então, paralisa você para que você não saiba o que é certo e o que é errado, de modo que você é involuntariamente enganado e, assim, fique sob seu controle.

O sexto é a destruição do corpo e da mente. Que parte do homem Satanás destrói? (A mente do homem e todo o seu ser.) Satanás destrói sua mente, fazendo você impotente para resistir, o que significa que, aos poucos, o seu coração se volta para Satanás a despeito de você mesmo. Ele incute essas coisas em você todos os dias, usando todos os dias essas ideias e culturas para influenciar e embelezar você, minando você pouco a pouco, para que, eventualmente, não deseje mais ser uma boa pessoa, para que você não queira mais defender o que você chama de “justiça”. Sem o saber, você não tem mais a força de vontade para nadar contra a corrente, mas, em vez disso, se deixa levar por ela. “Destruição” significa que Satanás atormenta tanto as pessoas que elas se tornam sombras de si mesmas, não mais humanas. Isso é quando Satanás ataca, prendendo-as e devorando-as.

Cada um desses truques que Satanás usa para corromper o homem torna o homem impotente para resistir; qualquer um deles pode ser mortal para o homem. Em outras palavras, qualquer coisa que Satanás faz e qualquer truque que ele usa pode fazer com que você se degenere, pode deixar você sob o controle de Satanás e pode atolar você em um pântano de maldade e pecado. Tais são os truques que Satanás emprega para corromper o homem.

Podemos dizer que Satanás é maligno, mas para confirmar isso, devemos ainda observar quais são as consequências da corrupção do homem por Satanás e quais caracteres e essências ele traz para o homem. Todos vocês sabem algo sobre isso, então manifestem-se. Quais são as consequências da corrupção das pessoas por Satanás? Quais caracteres corruptos elas expressam e revelam? (Arrogância e altivez, egoísmo e desprezo, desonestidade e enganação, insídia e malícia e total falta de humanidade.) Ao todo, podemos dizer que elas não têm humanidade. Agora, deixem outros irmãos e irmãs falar. (Uma vez que o homem foi corrompido por Satanás, ele é mais tipicamente arrogante e hipócrita, cheio de si e convencido, ganancioso e egoísta. Sinto que essas são as questões mais sérias.) (Depois que as pessoas foram corrompidas por Satanás, elas são capazes de tudo para ganhar bens materiais e riqueza. E até se tornam hostis a Deus, resistem a Deus, desobedecem a Deus, e perdem a consciência e a razão que o homem deveria possuir.) O que vocês disseram é basicamente o mesmo com algumas pequenas diferenças; alguns de vocês simplesmente incluíram mais detalhes menores. Para resumir, as coisas que mais se destacam em relação à humanidade corrupta são arrogância, enganação, malícia e egoísmo. No entanto, vocês todos ignoraram a mesma coisa. As pessoas não têm consciência, elas perderam sua razão e não têm humanidade — mas há algo altamente importante que vocês não mencionaram, que é a “traição”. A consequência final desses caracteres que existem em qualquer homem, uma vez que foram corrompidos por Satanás, é a traição a Deus. Não importa o que Deus diga às pessoas ou que obra Ele opere nelas, elas não prestam atenção naquilo que sabem ser a verdade. Isto é, elas não mais reconhecem a Deus e O traem; essa é a consequência da corrupção do homem por Satanás. É o mesmo para todos os caracteres corruptos do homem. Entre os meios que Satanás usa para corromper o homem — o conhecimento que as pessoas adquirem, a ciência que conhecem, seu entendimento das superstições e culturas tradicionais como também as tendências sociais — há algo que o homem possa usar para dizer o que é justo e o que é injusto? Existe alguma coisa que possa ajudar o homem a saber o que é santo e o que é maligno? Existe algum padrão para medir essas coisas? (Não.) Não existem padrões nem base que possam ajudar o homem. Mesmo que as pessoas possam conhecer a palavra “santo”, não há ninguém que realmente saiba o que é santo. Então, essas coisas que Satanás traz para o homem ajudam para que ele conheça a verdade? Elas podem ajudar para que o homem viva com mais humanidade? Elas podem ajudar para que o homem viva de tal modo que ele seja capaz de adorar mais a Deus? (Não.) É óbvio que elas não podem ajudar para que o homem adore a Deus ou entenda a verdade, nem podem ajudar para que o homem saiba o que é a santidade e o mal. Inversamente, o homem se torna mais e mais degenerado, afastando-se cada vez mais de Deus. Essa é a razão pela qual dizemos que Satanás é maligno. Tendo dissecado tantas das qualidades malignas de Satanás, vocês viram algum elemento de santidade em Satanás, seja em suas qualidades seja no entendimento que vocês têm de sua essência? (Não.) Tanto é certo. Então vocês viram algum aspecto da essência de Satanás que compartilha alguma semelhança com Deus? (Não.) Alguma expressão de Satanás compartilha alguma semelhança com Deus? (Não.) Então agora Eu quero perguntar a vocês: usando suas próprias palavras, o que exatamente é a santidade de Deus? Antes de tudo, em conexão com o que as palavras “a santidade de Deus” são ditas? São ditas em conexão com a essência de Deus? Ou são ditas em conexão com algum aspecto de Seu caráter? (São ditas em conexão com a essência de Deus.) Devemos identificar claramente um ponto de apoio para acessar nosso tema desejado. Essas palavras são ditas em conexão com a essência de Deus. Antes de tudo, usamos a maldade de Satanás como um contraste para a essência de Deus e, então, você viu algo da essência de Satanás em Deus? Que dizer de algo da essência da humanidade? (Não, não vimos. Deus não é arrogante, não é egoísta e não trai, e, a partir disso vemos revelada a essência santa de Deus.) Há algo mais a acrescentar? (Deus não tem nenhum vestígio do caráter corrupto de Satanás. O que Satanás tem é totalmente negativo, enquanto o que Deus tem é nada senão positivo. Podemos ver que Deus sempre esteve ao nosso lado, vigiando-nos e protegendo-nos, desde o tempo quando éramos muito pequenos, durante toda a nossa vida até o dia de hoje, e especialmente quando ficamos confusos e perdemos nosso caminho. Não há engano em Deus, não há trapaça. Ele fala clara e francamente, e isso também é a verdadeira essência de Deus.) Muito bem! (Não podemos ver nada do caráter corrupto de Satanás em Deus, nenhuma duplicidade, nenhuma ostentação, nenhumas promessas vazias, nenhum engano. Deus é o Único em quem o homem pode crer, Deus é fiel e sincero. A partir da obra de Deus, podemos ver que Deus diz às pessoas para serem honestas, Ele lhes dá sabedoria, as torna capazes de distinguir o bem do mal e de ter o discernimento sobre várias pessoas, eventos e coisas. Nisso podemos ver a santidade de Deus.) Vocês terminaram? Vocês estão satisfeitos com o que disseram? Quanta compreensão de Deus está realmente em seu coração? E quanto você compreende da santidade de Deus? Eu sei que todos e cada um de vocês têm em seu coração algum nível de entendimento perceptivo, porque cada indivíduo pode sentir a obra de Deus nele e, em graus variados, ele obtém muitas coisas de Deus; graça e bênçãos, esclarecimento e iluminação, julgamento e castigo de Deus, e por causa dessas coisas o homem ganha alguma compreensão simples da essência de Deus.

Embora a santidade de Deus que estamos discutindo hoje possa parecer estranha para a maioria das pessoas, independentemente disso, nós começamos agora esse tema, e na medida em que seguirem a estrada à frente, vocês ganharão um entendimento mais profundo. Ela exige que você venha gradualmente a sentir e compreender durante sua própria experiência. Por ora, seu entendimento perceptivo da essência de Deus ainda requer um longo período de tempo para aprendê-la, confirmá-la, senti-la e experimentá-la, até que, um dia, vocês saberão, a partir do centro de seu coração, que “a santidade de Deus” significa que a essência de Deus é sem mácula, que o amor de Deus é altruísta, que tudo que Deus provê para o homem é altruísta, e vocês virão a saber que a santidade de Deus é imaculada e irrepreensível. Esses aspectos da essência de Deus não são apenas palavras que Ele usa para exibir Seu status, mas antes Deus usa Sua essência para tratar de cada indivíduo com sinceridade quieta. Em outras palavras, a essência de Deus não é vazia, tampouco é teórica ou doutrinária e certamente não é um tipo de conhecimento. Ela não é um tipo de educação para o homem; ao contrário, é a verdadeira revelação das próprias ações de Deus e a essência revelada do que Deus tem e é. O homem devia conhecer essa essência e compreendê-la, pois tudo que Deus faz e cada palavra que Ele diz é de grande valor e significância para cada uma das pessoas. Quando você chegar a compreender a santidade de Deus, você poderá realmente crer em Deus; quando você chegar a compreender a santidade de Deus, você poderá, então, realmente entender o verdadeiro significado das palavras “o Próprio Deus, o Único”. Você não mais terá fantasias, pensando que existem outras sendas além dessa que você possa escolher seguir, e não mais estará disposto a trair tudo que Deus tem arranjado para você. Porque a essência de Deus é santa, isso significa que somente por meio de Deus você pode caminhar pela vida na senda justa da luz; somente por meio de Deus você pode conhecer o significado da vida, somente por meio de Deus você pode viver a humanidade real e possuir e conhecer a verdade. É somente por meio de Deus que você pode obter a vida a partir da verdade. Somente o Próprio Deus pode ajudá-lo a evitar o mal e libertá-lo do dano e controle de Satanás. Além de Deus, ninguém e nada podem salvá-lo do mar de sofrimento de maneira que você não sofra mais. Isso é determinado pela essência de Deus. Somente o Próprio Deus o salva tão desinteressadamente, somente Deus é definitivamente responsável pelo seu futuro, por seu destino e por sua vida, e Ele arranja todas as coisas para você. Isso é algo que nada criado ou não criado pode alcançar. Pois nada que foi criado ou que não foi criado possui uma essência igual à essência de Deus, nenhuma pessoa ou coisa tem a habilidade de salvá-lo ou de liderá-lo. Essa é a importância da essência de Deus para o homem. Talvez vocês sintam que essas palavras que Eu disse possam ajudar um pouco, em princípio. Mas se você busca a verdade, se você ama a verdade, então você virá a experimentar como essas palavras não somente mudarão seu destino, mas, além disso, trarão você para a senda certa da vida humana. Você compreende isso, não é? Então, agora vocês têm algum interesse em conhecer a essência de Deus? (Sim.) É bom saber que estão interessados. Por hoje, é por aqui que terminaremos nosso tema de comunicação de conhecer a santidade de Deus.

Eu gostaria de falar com vocês sobre algo que vocês fizeram no início de nossa reunião de hoje que Me surpreendeu. Alguns de vocês talvez estivessem nutrindo um senso de gratidão, talvez estivessem sentindo-se agradecidos e, então, sua emoção provocou uma ação correspondente. O que vocês fizeram não é algo que precise ser repreendido; não está nem certo nem errado. Mas Eu gostaria que vocês entendessem uma coisa. O que é que vocês querem entender? Primeiro, Eu gostaria de perguntar a vocês sobre o que vocês fizeram nesse momento. Vocês se prostraram ou ajoelharam para adorar? Alguém pode Me dizer? (Achamos que estávamos prostrados.) Vocês acham que estavam prostrados e, então, qual é o significado de prostração? (Adoração.) Então, o que é ajoelhar para adorar? Eu não comunguei sobre isso com vocês antes, mas hoje Eu sinto que é necessário fazê-lo. Vocês se prostram em suas reuniões normais? (Não.) Vocês se prostram quando vocês fazem suas orações? (Sim.) Vocês se prostram toda vez que oram, quando as condições permitem? (Sim.) Isso é bom. Mas o que Eu gostaria que vocês entendessem hoje é que Deus só aceita as genuflexões de dois tipos de pessoas. Nós não precisamos consultar a Bíblia ou os feitos e a conduta de quaisquer figuras espirituais. Em vez disso, aqui e agora, Eu direi a vocês algo verdadeiro. Em primeiro lugar, prostração e ajoelhar-se para adorar não são a mesma coisa. Por que Deus aceita as genuflexões daqueles que se prostram? É porque Deus chama alguém para Ele e convoca essa pessoa para aceitar a comissão de Deus e, então, Deus permitirá que ela se prostre diante Dele. Esse é o primeiro tipo de pessoa. O segundo tipo é o ajoelhar-se para adorar de alguém que teme a Deus e evita o mal. Existem apenas esses dois tipos de pessoas. Então, a que tipo vocês pertencem? Vocês são capazes de dizer? Essa é a verdade factual, embora possa ferir um pouco seus sentimentos. Não há nada a dizer sobre as genuflexões das pessoas durante a oração — isso é apropriado e é como deveria ser, porque quando as pessoas oram estão principalmente orando por alguma coisa, abrindo o coração para Deus e ficando face a face com Ele. É comunicação e troca, de coração para coração com Deus. Adorar de joelhos não deveria ser mera formalidade. Eu não quero repreendê-los pelo que vocês fizeram hoje. Eu só quero deixar isso claro para vocês para que entendam esse princípio — vocês sabem disso, não sabem? (Sabemos.) Eu estou lhes dizendo isso para que não aconteça de novo. Então, as pessoas têm alguma oportunidade de se prostrar e se ajoelhar diante da face de Deus? Não é que nunca existirá essa oportunidade. Cedo ou tarde chegará o dia, mas a hora não é agora. Vocês veem? Isso faz vocês se sentirem chateados? (Não.) Isso é bom. Talvez essas palavras motivem ou inspirem vocês para que possam saber em seu coração o dilema atual entre Deus e o homem e que tipo de relação existe agora entre Deus e o homem. Embora recentemente tenhamos conversado e trocado um pouco mais, o entendimento do homem sobre Deus ainda está longe de ser suficiente. O homem ainda tem um longo caminho a percorrer nessa estrada de buscar entender a Deus. Não é Minha intenção fazer com que vocês façam isso como uma questão de urgência, nem que se apressem em expressar esse tipo de aspiração ou sentimento. O que vocês fizeram hoje pode revelar e expressar os sentimentos verdadeiros de vocês, e Eu os senti. Então, enquanto vocês estavam fazendo isso, Eu só queria Me levantar e dar a vocês Meus cumprimentos, porque Eu desejo que todos vocês fiquem bem. Assim, em todas as Minhas palavras e em todas as Minhas ações, faço o máximo para ajudá-los, para guiá-los, para que vocês possam ter a compreensão correta e a visão correta de todas as coisas. Vocês podem compreender isso, não podem? (Sim.) Isso é bom. Embora as pessoas tenham alguma compreensão dos vários caracteres de Deus, os aspectos do que Deus tem e é e a obra que Deus faz, a maior parte desse entendimento não vai além de ler palavras em uma página ou entendê-las em princípio ou apenas pensar nelas. O que mais falta às pessoas é o entendimento e a percepção reais que vêm da experiência real. Mesmo que Deus use vários métodos para despertar o coração das pessoas, ainda há uma longa estrada a percorrer antes que isso possa ser realizado. Eu não quero ver ninguém sentindo como se Deus o tivesse deixado ao relento, como se Deus o tivesse abandonado ou lhe dado as costas. Tudo que quero ver é todos na estrada para buscar a verdade e procurar entender Deus, avançando corajosamente com uma determinação inabalável, sem receios ou fardos. Não importa que erros você tenha cometido, não importa o quanto você tenha se desviado ou quão seriamente tenha transgredido, não permita que esses se tornem fardos ou excesso de bagagem que você tenha que levar consigo em sua busca para entender Deus. Continue marchando adiante. Em todos os momentos, Deus mantém a salvação do homem em Seu coração; isso nunca muda. Essa é a parte mais preciosa da essência de Deus. Vocês se sentem um pouco melhor agora? (Sim.) Espero que vocês possam ter a abordagem correta a todas as coisas e às palavras que Eu falei. Vamos, então, encerrar essa comunhão aqui. Adeus a todos! (Adeus!)

11 de janeiro de 2014

Anterior : O Próprio Deus, o Único V

Próximo : O Próprio Deus, o Único VII

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

Três admoestações

Como crente em Deus, você não deve ser leal a ninguém senão a Ele em todas as coisas, e deve ser capaz de se conformar à Sua vontade em...

Posfácio

Apesar de essas palavras não serem todas as expressões de Deus, bastam para que as pessoas alcancem os objetivos de conhecer Deus e uma...

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Conteúdos

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro