104 Eu quero amar a Deus mais profundamente

I

O amor de Deus comove meu coração e limpa minhas falsas concepções.

Conheço Seu coração e sinto Seu tão grande amor.

A partir de agora, não mais reclamarei; todo amor perdido está agora reconquistado.

O amor de Deus me favorece muito; a Ele quero dar minha vida.

Amo ao meu Deus do fundo do meu coração. Prometo que jamais me separarei Dele.

Seu amor é tão real e verdadeiro.

Não mereço isso, mesmo abandonando tudo.

Quero amá-Lo plenamente, mais profundamente, mais profundamente.

II

O amor de Deus é ilimitado, e admito que o meu é limitado.

Para tornar o homem completo, Ele veio a este mundo corrupto, concedendo-lhe o caminho da vida eterna.

Ele entrega Seu coração e Sua mente à humanidade,

Seu amor é muito precioso e grandioso.

O amor de Deus me favorece muito; a Ele quero dar minha vida.

Amo ao meu Deus do fundo do meu coração. Prometo que jamais me separarei Dele.

Seu amor é tão real e verdadeiro.

Não mereço isso, mesmo abandonando tudo.

Quero amá-Lo plenamente, mais profundamente, mais profundamente.

III

Só desejo cumprir meu dever de amar a Deus,

e buscar a verdade para confortar Seu coração.

Eu me apegarei à bondade e ao amor de Deus; focarei Suas exortações e planos.

Dificuldades e provações não significam nada;

em todas as tempestades, ainda O amarei.

Meu amor por Deus não vem da consciência;

Não haveria amor verdadeiro sem o passar pelas provações.

Amo ao meu Deus do fundo do meu coração. Prometo que jamais me separarei Dele.

Seu amor é tão real e verdadeiro.

Não mereço isso, mesmo abandonando tudo.

Quero amá-Lo plenamente, mais profundamente, mais profundamente.

Anterior : 103 A oração do povo de Deus

Próximo : 105 Ó Deus, sabes quanto anseio por Ti?

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

2. Cristo é realmente o Filho de Deus ou é o Próprio Deus?

O Deus encarnado é chamado de Cristo e Cristo é a carne vestida pelo Espírito de Deus. Essa carne é diferente de qualquer homem que é da carne. Essa diferença existe porque Cristo não é de carne e sangue, mas é a encarnação do Espírito. Ele tem tanto uma humanidade normal como uma divindade completa. Sua divindade não é possuída por nenhum homem. Sua humanidade normal sustenta todas as Suas atividades normais na carne, enquanto Sua divindade realiza a obra do Próprio Deus. Seja Sua humanidade ou divindade, ambas se submetem à vontade do Pai celestial. A substância de Cristo é o Espírito, isto é, a divindade.

9. Como a encarnação de Deus para realizar a obra de julgamento encerra a era da crença da humanidade no Deus vago e a era das trevas do império de Satanás?

O homem reconhece que o Deus que ele buscou no passado é vago e sobrenatural. O que pode alcançar esse efeito não é a liderança direta do Espírito, muito menos os ensinamentos de certo indivíduo, mas o Deus encarnado. Os conceitos do homem são descobertos quando o Deus encarnado realiza Sua obra, porque a normalidade e a realidade do Deus encarnado são a antítese do Deus vago e sobrenatural na imaginação do homem. Os conceitos originais do homem somente podem ser revelados por meio de seus contrastes ao Deus encarnado. Sem a comparação do Deus encarnado, os conceitos do homem não poderiam ser revelados, em outras palavras, sem o contraste da realidade as coisas vagas não poderiam ser reveladas. Ninguém é capaz de usar palavras para fazer essa obra e ninguém é capaz de enunciar essa obra usando palavras.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Conteúdos

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro