3. A provação de um contraste

Oh Deus, mesmo eu tendo status ou não, agora me entendo. Se meu status for alto é por causa da Tua elevação. Se meu status for baixo, vem da Tua ordem. Oh, Deus, não tenho escolhas nem reclamações. Tudo está em Tuas mãos. Tu ordenaste meu nascimento neste país, neste povo, e eu serei obediente somente ao Teu comando. Não passo de uma criaturinha, cujo Senhor da Criação trouxe à vida. Tu me criaste e me colocaste em Tuas mãos, à Tua mercê. Quero ser Tua ferramenta e o Teu contraste. Pois é isto que ordenaste, e isto, ninguém mudará. Tudo está em Tuas mãos. Oh, Deus, meu foco não é status, jamais. Sou apenas uma das criações. Se Tu me pusesses no lago de fogo e enxofre, ou no abismo, não passo de uma criatura. Não passo de uma criaturinha, cujo Senhor da Criação trouxe à vida. Tu me criaste e me colocaste em Tuas mãos, à Tua mercê. Quero ser Tua ferramenta e o Teu contraste. Pois é isto que ordenaste, e isto, ninguém mudará. Tudo está em Tuas mãos. Se Tu me usas, criatura sou. Se me aperfeiçoas, criatura sou. Se não me aperfeiçoares, ainda Te amarei, pois sou apenas criatura. Não passo de uma criaturinha, cujo Senhor da Criação trouxe à vida. Tu me criaste e me colocaste em Tuas mãos, à Tua mercê. Quero ser Tua ferramenta e o Teu contraste. Pois é isto que ordenaste, e isto, ninguém mudará. Tudo está em Tuas mãos” (‘Eu sou só uma criaturinha’ em “Seguir o Cordeiro e cantar cânticos novos”). Quero compartilhar algo sobre minha provação como contraste.

No início de 1993, eu tinha o dever de regar novos crentes na igreja. Corríamos perigo de ser presos aonde quer que fôssemos por causa da frenética perseguição e prisão de cristãos pelo governo do PC Chinês. A despeito do ambiente difícil, eu nunca recuei, mas persisti em meu dever. Li estas palavras de Deus: “Somente aqueles que amam a Deus são capazes de dar testemunho de Deus, somente eles são as testemunhas de Deus, somente eles são abençoados por Deus, e somente eles são capazes de receber as promessas de Deus” (‘Aqueles que amam a Deus viverão para sempre em Sua luz’ em “A Palavra manifesta em carne”). Então me senti cheio de fé para buscar ser alguém que ama a Deus. Pensei que esse tipo de busca ganharia a aprovação de Deus e que eu entraria no céu e faria parte do povo de Seu reino.

Justamente quando eu me despendia com entusiasmo, certo de que seria levado para o reino de Deus, Deus Todo-Poderoso expressou palavras que me lançaram na provação de um contraste. Certo dia em março, irmãos e irmãs enviaram novas declarações de Deus à nossa igreja: “A verdade interna da obra de conquista (1)”. Eu li nas palavras de Deus: “Hoje, Eu opero no povo escolhido de Deus na China para revelar todo o caráter rebelde dele e desmascarar toda a feiura dele, e isso oferece o contexto para dizer tudo que preciso dizer. Depois, quando Eu executar o próximo passo da obra de conquista de todo o universo, usarei o Meu julgamento de vocês para julgar a injustiça de todos no universo inteiro, pois vocês, pessoas, são os representantes dos rebeldes entre a humanidade. Aqueles que não puderem avançar, se tornarão meros contrastes e objetos de serviço, enquanto aqueles que puderem avançar serão colocados a uso. Por que Eu digo que aqueles que não puderem avançar servirão apenas como contrastes? É porque todas as Minhas palavras e obra correntes visam o histórico de vocês, e porque vocês se tornaram os representantes e o epítome dos rebeldes entre toda a humanidade. Mais tarde, Eu levarei essas palavras que conquistam vocês para países estrangeiros e as usarei para conquistar as pessoas de lá, mesmo assim você não as terá ganhado. Isso não faria de você um contraste?… Como alguém que não possui vida, alguém sem um grama de ouro puro no interior, alguém que continua preso ao velho caráter corrupto e alguém que não pode nem realizar um bom trabalho sendo um contraste, como você não poderia ser eliminado?” (‘A verdade interna da obra de conquista (1)’ em “A Palavra manifesta em carne”). Eu tive uma reação ao ver a palavra “contraste” mencionada várias vezes nas palavras de Deus. Pensei: “Contraste? Deus já mencionou um contraste em Suas palavras antes, mas ele não se referia ao grande dragão vermelho? Faço sacrifícios por Deus em minha fé e busco amá-Lo. Eu deveria fazer parte do Seu povo do reino. Como posso ser um contraste?” Com muito cuidado, li as palavras de Deus mais uma vez. Deus disse que nós, o povo chinês, somos os mais corrompidos, que nossa resistência a Deus é a pior e que somos representantes da rebeldia de toda a humanidade. Se os seguidores de Deus não mudarem, se não ganharam a vida, eles servirão como contrastes para a obra de Deus e serão eliminados por Ele. Senti um aperto no peito quando li isso e me perguntei: “Eu sou um contraste? Não pode ser. Se sou um contraste, ainda poderei entrar no reino dos céus?”

Mais tarde, li esta comunicação de Deus: “Porque são desonestos e enganosos e porque carecem de calibre e têm um status baixo, vocês nunca estiveram diante dos Meus olhos ou em Meu coração. Minha obra é feita com a única intenção de condená-los; Minha mão nunca esteve longe de vocês, nem Meu castigo. Continuei a julgá-los e amaldiçoá-los. Porque vocês não Me entendem, a Minha ira sempre esteve sobre vocês. Embora Eu sempre tenha operado em seu meio, vocês deveriam conhecer Minha atitude para com vocês. Não é passa de repulsanão há outra atitude ou opinião. Quero apenas que vocês ajam como contrastes para Minha sabedoria e Meu grande poder. Vocês não são nada mais que Meus contrastes porque Minha justiça é revelada por meio da rebelião de vocês. Eu os faço agir como contrastes para Minha obra, para serem apêndices da Minha obra…” Vi que Deus declara que somos contrastes, que somos apêndices de Sua obra e que Ele só sente nojo e ódio por nós. Fiquei perplexo e me senti abandonado por Deus. Eu me senti péssimo, e queixas surgiram dentro de mim. Pensei: “Tenho crido durante todos esses anos, desisti de emprego e família e sofri muito me despendendo por Deus. Passei pelas provações da morte e dos servidores. Agora comecei a buscar o amor por Deus, pensando que, tornando-me uma pessoa do reino, eu estaria garantido. Nunca imaginei que seria um contraste, um objeto de serviço que seria eliminado quando não servisse mais como contraponto ao caráter justo de Deus. Para que, então, paguei um preço durante todos esses anos? O que meus amigos e parentes vão pensar de mim se souberem? Eles não entenderam quando desisti de emprego e família pela minha fé. Zombaram de mim. Eu queria ser um bom crente para que, quando Deus completasse Sua obra e os grandes desastres viessem, eu fosse levado para o Seu reino. Então eu poderia erguer a cabeça e todos eles seriam envergonhados. Quem imaginaria que eu acabaria como mero contraste? Contrastes não possuem vida. São lixo, não servem nem como servidores. Servidores podem prestar serviço a Deus por um tempo e desfrutar de Sua graça e bênção. Eu estaria bem sendo um servidor. Em todo caso, parece ser melhor do que um contraste”.

A palavra “contraste” ficou ecoando em minha mente nos próximos dias, e não conseguia parar de me perguntar: “Como posso ser nada além de um contraste? Por que nasci na China? Se o grande dragão vermelho não tivesse corrompido tanto o povo chinês, eu jamais seria um contraste! Pensei que estava prestes a entrar no reino de Deus e ser membro de seu povo, desfrutar o que Deus prometeu. Nunca pensei que acabaria sendo um contraste”. Quanto mais pensava, mais agitado ficava e não conseguia parar de chorar. Achei que, já que era assim, não havia nada que eu pudesse fazer além de aceitar meu destino.

Depois disso, continuei indo às reuniões e cumprindo meu dever, mas meu coração não estava naquilo. Eu não tinha nada a dizer a Deus em oração e não tinha ânimo para cantar. Não ganhava nenhum esclarecimento das palavras de Deus. Sentia que, já que era um contraste, não fazia sentido continuar buscando, já que eu acabaria sendo descartado e eliminado, lançado no abismo sem fundo. Eu me sentia muito negativo e angustiado. Certa noite, quando não conseguia dormir, pensei em todas as palavras professadas por Deus em Sua obra nos últimos dias que tinham nos regado e sustentado e nas provações e refinamentos que tinham nos purificado. Pensei especialmente na provação dos servidores. Na época, Deus nos despiu de todas as esperanças carnais e nos condenou ao abismo sem fundo, mas era uma provação de palavras, e essas coisas não nos acometeram. Foi através daquela provação que entendi que minhas motivações na fé eram para receber bênçãos, e experimentei um pouco do caráter justo de Deus. Vi que, não importando a obra que Deus faz, tudo é feito para nos purificar e salvar. Também lembrei como eu tinha decidido diante de Deus que eu me alegraria em prestar serviço a Ele. Senti alguma repreensão própria e ganhei alguma motivação e pensei: “Seja eu um servidor ou um contraste, cumprir meu dever para o Criador é certo e correto, e não importa o que Deus arranje no futuro, mesmo que meu desfecho não seja bom após meu serviço, eu continuarei servindo a Ele até o fim”. E assim continuei cumprindo meu dever. Mas já que eu não entendia a vontade de Deus, sempre que lembrava que era um contraste sem ganhar a vida ou um bom desfecho, eu me sentia negativo e aborrecido.

No início de abril, recebemos novas declarações de Deus. Li isto nas palavras de Deus: “Em sua busca, vocês têm muitas noções pessoais, esperanças e futuros. A obra atual tem a finalidade de lidar com seu anseio por status e seus desejos extravagantes. As esperanças, o status, e as noções são todas representações clássicas do caráter satânico. A razão de essas coisas existirem no coração das pessoas é inteiramente porque o veneno de Satanás está sempre corroendo os pensamentos delas, e as pessoas são sempre incapazes de se livrar dessas tentações satânicas. Elas estão vivendo em meio ao pecado, porém não creem que seja pecado e ainda pensam: 'Nós cremos em Deus, então Ele deve nos conceder bênçãos e arranjar tudo adequadamente para nós. Nós cremos em Deus, então temos de ser superiores aos outros, e temos de ter mais status e um futuro melhor do que qualquer pessoa. Já que cremos em Deus, Ele deve nos dar bênçãos ilimitadas. Caso contrário, não se chamaria “crer em Deus”'. Por muitos anos, os pensamentos nos quais as pessoas confiavam para sobreviver têm corroído seu coração ao ponto de elas se tornarem desleais, covardes e desprezíveis. Elas não somente carecem de força de vontade e determinação, mas também se tornaram gananciosas, arrogantes e obstinadas. Elas são totalmente desprovidas de qualquer determinação que transcenda o ego e, ainda mais, elas não têm um pingo de coragem de se livrar das restrições dessas influências tenebrosas. Os pensamentos e a vida das pessoas são tão podres que suas perspectivas acerca de crer em Deus ainda são insuportavelmente horrendas e, mesmo quando elas falam de suas perspectivas acerca da crença em Deus, é simplesmente insuportável de ouvir. As pessoas são covardes, incompetentes, desprezíveis e frágeis. Elas não sentem repulsa pelas forças das trevas nem amor pela luz e pela verdade; em vez disso, fazem o máximo para afastá-las” (‘Por que você é relutante em ser um contraste?’ em “A Palavra manifesta em carne”). As palavras de Deus iam direto ao ponto. Elas expunham meu caráter satânico e meus pensamentos de sobrevivência pessoal. Fiquei muito envergonhado. Lembrei-me de como, no início, eu só cria para receber bênçãos. Pensei: “Já que cremos em Deus, Ele deve nos dar bênçãos ilimitadas. Caso contrário, não se chamaria 'crer em Deus'“. Após passar pelas provações da morte e dos servidores, comecei a entender meus motivos para ganhar bênçãos e me tornei disposto a servir a Deus, mas, no meu coração, aquele desejo de bênçãos ainda estava enraizado e não tinha sido totalmente purificado. Especialmente quando via a promessa de Deus de bênçãos para aqueles que O amam, meu desejo por bênçãos despertava de novo. Achava que, com certeza, entraria no reino dos céus dessa vez, assim me despendia com um zelo ainda maior. Mas quando Deus nos expôs como contrastes, como apêndices e alvos de Sua repulsa, senti que minhas esperanças de bênçãos estavam destruídas, que não tinha mais futuro nem status. Eu me senti muito injustiçado e estava cheio de queixas. Eu usava meus sacrifícios e trabalho como capital para negociar com Deus, para receber um passe livre para o reino de Deus ou não estaria disposto a continuar me despendendo. Foi então que percebi como eram sérios meu anseio por status e meus desejos extravagantes. Eu não tinha um pingo de amor ou submissão genuínos a Deus. Era tudo transação, rebeldia e enganação. O confronto com os fatos me convenceu totalmente. Vi quão profundamente eu tinha sido corrompido por Satanás. Eu era arrogante, desonesto, egoísta e desprezível, totalmente desprovido de consciência e razão. Vi o caráter santo e justo de Deus que não tolera ofensa. Uma pessoa corrupta como eu, manchada por tantos motivos e caracteres corruptos, como poderia não ser um nojo para Deus? Não importa que nome Deus me dê, como Ele me trate, é justo.

Mais tarde, li estas palavras de Deus numa reunião: “Você deveria ler mais dessas declarações que Deus expressou durante esse período de tempo e olhar para suas ações por comparação: é fato absoluto que você é, sem dúvida, um contraste! Qual é a extensão do seu conhecimento hoje? Suas ideias, seus pensamentos, seu comportamento, palavras e açõestodas essas expressões não equivalem a um contraste para a justiça e santidade de Deus? As expressões de vocês não são manifestações do caráter corrupto revelado pelas palavras de Deus? Seus pensamentos e ideias, suas motivações e a corrupção que é revelada em você mostram o caráter justo de Deus, bem como Sua santidade. Deus também nasceu na terra da imundície, mas permanece imaculado pela imundície. Ele vive no mesmo mundo imundo que você, mas possui razão e percepção e despreza a imundície. Você pode nem ser capaz de detectar algo imundo em suas palavras e ações, mas Ele pode, e Ele as aponta para você. Aquelas suas coisas antigassua falta de refinamento, percepção e senso, seu estilo de vida retrógradoforam trazidas à luz pelas revelações de hoje; só por Deus ter vindo à terra para operar é que as pessoas contemplam Sua santidade e Seu caráter justo” (‘Como são alcançados os efeitos do segundo passo da obra de conquista’ em “A Palavra manifesta em carne”). “É claro que Deus não faz de vocês um contrate só por fazer. Ao contrário, só quando essa obra dá frutos é que se torna evidente que a rebeldia do homem é um contraste para o caráter justo de Deus, e é só por serem contrastes que vocês têm a chance de conhecer a expressão natural do caráter justo de Deus. Vocês são julgados e castigados por causa da sua rebeldia, mas é também a sua rebeldia que faz de vocês um contraste, e é por causa da sua rebeldia que vocês recebem a grande graça que Deus lhes concede. Sua rebeldia é um contraste à onipotência e sabedoria de Deus e também é por causa da sua rebeldia que vocês ganharam salvação e bênçãos tão grandes. Embora tenham sido julgados repetidamente por Mim, vocês receberam salvação tremenda jamais recebida pelo homem. Essa obra é da maior importância para vocês. Ser um 'contraste' também é extremamente valioso para vocês: vocês são salvos e obtiveram a graça da salvação por serem um contraste, então tal contraste não é de extrema valia? Não é da maior importância? Por viverem no mesmo reino, na mesma terra imunda, que Deus é que vocês são um contraste e recebem a maior salvação. Se Deus não tivesse Se tornado carne, quem teria sido misericordioso para com vocês e quem teria cuidado de vocês, pessoas vis que são? Quem teria se importado com vocês? Se Deus não tivesse Se tornado carne para operar dentre vocês, quando teriam recebido essa salvação, que aqueles antes de vocês jamais receberam? Se Eu não Me tornasse carne para cuidar de vocês, para julgar seus pecados, vocês não teriam caído no Hades há muito tempo? Se Eu não tivesse Me tornado carne e Me humilhado entre vocês, como poderiam estar qualificados a ser um contraste para o caráter justo de Deus?… Embora Eu tenha usado o 'contraste' para conquistá-los, vocês deveriam saber que essa salvação e bênção é dada a fim de ganhar vocês; é por causa da conquista, mas também é para que Eu possa salvá-los melhor. O 'contraste' é fato, mas a razão de serem contrastes é a sua rebeldia, e é por isso que vocês ganharam bênçãos que ninguém jamais ganhou. Hoje vocês são levados a ver e ouvir; amanhã receberão e, mais que isso, serão grandemente abençoados. Assim, os contrastes não são da maior valia?” (‘Como são alcançados os efeitos do segundo passo da obra de conquista’ em “A Palavra manifesta em carne”). As palavras de Deus me mostraram o que significa ser um contraste. Nascemos na China, por isso fomos educados, influenciados e corrompidos pelo grande dragão vermelho durante todos esses anos. Estamos cheios de filosofias satânicas, ateísmo, evolução e outras falácias. Cada pensamento nosso é maligno e contrário à verdade. Mas não percebemos isso, e achamos que somos pessoas boas, que estamos de acordo com a vontade de Deus. Deus Todo-Poderoso expõe de modo incisivo todos os nossos caracteres satânicos como arrogância, astúcia, egoísmo, ganância e desonestidade, e então Ele nos convence revelando os fatos. Quando Deus expressa verdades para julgar e expor nossa corrupção, Seu caráter justo de odiar o pecado e o mal se manifesta naturalmente. Vemos Sua santidade e Seu caráter justo que não tolera ofensa, e nossa corrupção e maldade se tornam um contraste para o caráter justo de Deus. Vi também o amor e a salvação para a humanidade nas palavras de Deus, especialmente quando Ele diz: “Se Deus não tivesse Se tornado carne, quem teria sido misericordioso para com vocês e quem teria cuidado de vocês, pessoas vis que são? Quem teria se importado com vocês?” Isso me comoveu profundamente. Enquanto contemplava as palavras de Deus, percebi que Deus não nos descartou ou eliminou por causa da nossa imundície e corrupção, mas que Ele teve misericórdia de nós que fomos tão corrompidos, tão danificados por Satanás. Ele Se tornou carne pessoalmente para nos salvar, sofrendo as maiores humilhações para operar entre nós, expressando verdades para nos regar e sustentar, para nos julgar e expor. Mesmo que tenha nos exposto como contrastes, Sua vontade não é nos eliminar, mas fazer com que reconheçamos nosso próprio desejo de status e nossas esperanças para o futuro, que conheçamos nossos caracteres satânicos de arrogância, egoísmo e ganância, para buscarmos a verdade, nos livrarmos da corrupção e sermos salvos por Deus. Estes são o amor muito prático e a salvação de Deus para nós! Quando entendi a vontade de Deus, Pensei em como eu tinha me comportado diante de Deus e quis que o chão me engolisse. Eu era um ser criado pequeno e desprezível, profundamente corrompido por Satanás; imundo e depreciado. Ser capaz de servir como contraste para Deus, o Altíssimo, e ter a chance de experimentar a obra de Deus e testemunhar Sua justiça e santidade foram a grande graça de Deus para mim! Se Deus não tivesse Se tornado carne, falando e operando entre nós, como eu teria tido a chance de entender tantas verdades? Como eu teria tido a chance de conhecer Seu caráter justo? Além de não agradecer a Deus eu também tentei discutir com Deus por Ele me chamar um contraste. Eu não tinha nenhuma razão nem humanidade. Quando percebi isso, senti como Satanás tinha me corrompido e o quanto eu devo a Deus. Eu queria me arrepender a Deus e queria me submeter às orquestrações de Deus, independentemente de como Ele me chamasse e de meu futuro e destino. Eu queria buscar a verdade e uma mudança de caráter.

Ao passar pela provação de um contraste, ganhei algum entendimento de meu motivo de ganhar bênçãos e de meu caráter satânico, e percebi que, com status alto ou baixo, nada mais sou do que um minúsculo ser criado e que devo me submeter sempre ao que Deus arranja. Mesmo se estiver servindo como contraste para Deus, devo louvar Sua justiça, buscar bem a verdade e cumprir meu dever como ser criado. Esse é o testemunho correto que uma criatura deve dar.

Anterior : 5. Aprendi a tratar as pessoas de modo adequado

Próximo : 6. As palavras de Deus indicam o caminho

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

20. Meu sonho de ser diretora

Deus Todo-Poderoso diz: “Se o homem desejar ser purificado em sua vida e obter mudanças em seu caráter, se desejar viver uma vida com...

9. A libertação do coração

Deus Todo-Poderoso diz: “A obra realizada por Deus durante esta era é principalmente a provisão das palavras para a vida do homem, a...

44. Afrouxando os laços que unem

As palavra de Deus dizem: “Por causa do seu destino, vocês devem buscar ser aprovados por Deus. Ou seja, já que reconhecem que pertencem à...

14. Como encarar seu dever

Deus Todo-Poderoso diz: “A exigência mais fundamental da crença do homem em Deus é que ele tenha um coração sincero, e que se devote por...

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Conteúdos

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro