Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Perguntas e respostas clássicas sobre o evangelho do reino

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

Pergunta 2: Paulo disse claramente em (2 Timóteo 3:16) “Toda Escritura é divinamente inspirada”, que todas as palavras na Bíblia são palavras de Deus, e que a Bíblia representa Deus, seguimos as palavras do Paulo. Como isso pode estar errado?

Resposta: Muitas pessoas nos círculos religiosos acreditam que a Bíblia é inspirada por Deus. Acreditam no que Paulo disse sobre isso. Mas ninguém examina se Paulo teve alguma base para essa declaração. As pessoas possuem tal opinião porque adoram Paulo em demasia e depositam uma fé cega demais Nele. Alguém já considerou se a declaração de Paulo está de acordo com a palavra de Deus? Ela é apoiada pelas palavras do Senhor Jesus? Há palavras do Espírito Santo que a comprovem? As pessoas usam as palavras de Paulo para concluir que a Bíblia é inteiramente inspirada por Deus. Isso está de acordo com a palavra do Senhor, de acordo com a verdade? Se essa declaração de Paulo for corroborada pelas palavras do Senhor Jesus ou do Espírito Santo, então devemos aceitá-la e obedecê-la, o que está em total conformidade com as intenções do Senhor. Mas todos sabemos claramente que Paulo costumava resistir a Deus e se opor ao Senhor Jesus. É um fato reconhecido que ele foi um líder da oposição à obra do Senhor Jesus. Embora o Senhor Jesus tivesse escolhido Paulo como um apóstolo para pregar o evangelho, Paulo ainda era um ser humano. Portanto, suas palavras são, sem dúvida, todas palavras de um homem. O Senhor Jesus é Deus, enquanto todos os apóstolos e discípulos Dele são homens. Os apóstolos e discípulos do Senhor Jesus não podem se comparar ao Próprio Senhor Jesus. Se não forem apoiadas pelas palavras do Senhor Jesus ou do Espírito Santo, então não importa o que o homem diga, não podemos aceitá-las às cegas. Caso contrário, as consequências serão inimagináveis. Pensando na época em que os fariseus se opuseram ao Senhor Jesus e O condenaram, muitas pessoas O rejeitaram porque seguiam os fariseus. Elas foram eliminadas e condenadas exatamente porque se opuseram ao Senhor Jesus. Será que não absorvemos essas lições? Na realidade, na Bíblia, apenas as palavras de Deus Jeová, as palavras proferidas pelo Senhor Jesus, as palavras do Espírito Santo, as palavras que Deus transmitiu pelos profetas, e as profecias no Livro do Apocalipse, são a palavra de Deus. Fora isso, tudo são registros e cartas de homens. Todas contam como testemunhos da obra de Deus e têm necessidade de serem registradas na Bíblia, mas não devemos tratar as palavras dos homens como a palavra de Deus. As palavras dos homens são dos homens, e somente as palavras de Deus são verdadeiramente a palavra de Deus. Se insistirmos que as palavras dos homens e de Satanás na Bíblia são a palavra de Deus, isso é difamar e blasfemar contra Deus! Portanto, os dizeres: “Toda a escritura é inspirada por Deus e é toda a palavra de Deus”, não está de acordo com os fatos.

Vamos ler uma passagem da palavra de Deus Todo-Poderoso. “Na verdade, à parte dos livros de profecia, a maior parte do Antigo Testamento é um registro histórico. Algumas das epístolas do Novo Testamento vêm das experiências das pessoas, enquanto algumas da iluminação do Espírito Santo; as epístolas paulinas, por exemplo, surgiram do trabalho de um homem, todas resultaram da iluminação do Espírito Santo e foram escritas para as igrejas, eram palavras de exortação e encorajamento para os irmãos das igrejas. Não eram palavras ditas pelo Espírito Santo; Paulo não podia falar em nome do Espírito Santo, nem era ele um profeta, muito menos teve as visões que João contemplou. Suas epístolas foram escritas para as igrejas de Éfeso, Filadélfia, Galácia e outras. E, assim, as epístolas paulinas do Novo Testamento são epístolas que Paulo escreveu para as igrejas, e não inspirações do Espírito Santo, nem são declarações diretas do Espírito Santo. […] Ele fez o trabalho de um apóstolo das igrejas daquele tempo, era um obreiro utilizado pelo Senhor Jesus e, assim, recebeu a responsabilidade pelas igrejas, foi encarregado de realizar o trabalho das igrejas, teve que aprender sobre as situações dos irmãos e, por isso, escreveu epístolas para todos os irmãos no Senhor. Tudo o que ele disse que era edificante e positivo para as pessoas estava certo, mas não representava as declarações do Espírito Santo, e ele não podia representar Deus. É um entendimento deplorável e uma tremenda blasfêmia as pessoas tratarem os registros das experiências e as epístolas de um homem como palavras ditas às igrejas pelo Espírito Santo! […] Se as pessoas consideram as epístolas ou palavras como as de Paulo como declarações do Espírito Santo e as adoram como Deus, só se pode dizer que lhes falta muito senso crítico. Para falar de forma mais áspera, será que isso não passa de blasfêmia? Como um homem poderia falar em nome de Deus? E como as pessoas podem se curvar diante dos registros de suas epístolas e das palavras que ele falou como se fossem um livro sagrado ou um livro celestial? Poderiam as palavras de Deus ser proferidas casualmente por um homem? Como um homem poderia falar em nome de Deus?” (de ‘Concernente à Bíblia (3)’ em “A Palavra manifesta em carne”).

As palavras de Deus Todo-Poderoso deixam muito claro. A Bíblia contém não apenas a palavra de Deus, mas também as palavras de várias pessoas. Essa é uma verdade e devemos respeitá-la, fazer distinções e tratar a Bíblia corretamente. Mas muitos crentes ainda acreditam cegamente na Bíblia e a adoram. Todos acreditam na declaração de Paulo de que “Toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus” Acham que contanto que esteja registrada na Bíblia, deve ser a palavra de Deus, e tratam as diversas palavras de homens e as de Satanás como palavras de Deus. Que tipo de problema é esse? Não é opor-se a Deus e blasfemar contra Ele? Todas as palavras faladas pelos homens estão claramente destacadas na Bíblia como tais. Por que as pessoas têm que insistir que elas são palavras de Deus? Será que as palavras dos homens se tornarão palavras de Deus se forem compiladas na Bíblia? Que tipo de lógica é essa? A Bíblia também inclui as palavras da antiga serpente, palavras de Satanás. As pessoas ousam dizer que essas também são palavras de Deus? Isso mostra que todos que pensam que tudo na Bíblia são a palavra de Deus estão completamente insanos! Mesmo que as pessoas não entendam a verdade, deveriam ao menos respeitar os fatos. Não deveriam inverter as coisas.

Nós sabemos que somente a palavra de Deus é a verdade, o caminho e a vida. Palavras proferidas por homens, que estão de acordo com a verdade, vêm todas de suas experiências e conhecimento da palavra de Deus. Mas mesmo com esclarecimento e iluminação do Espírito Santo, ainda são palavras de homens, e não podem ser comparadas à palavra de Deus. A palavra de Deus é a expressão do caráter de Deus e tudo que Ele tem e é. É a realidade das coisas positivas e pode ser a vida do homem. Palavras proferidas por homens, que estão de acordo com a verdade, vêm das experiências e do entendimento da palavra de Deus e da verdade, e representam a estatura do homem na época. Mas devemos ter em mente que a verdade das palavras de Deus nunca poderão ser plenamente vivenciadas pelos homens. Não importa quão profundo seja o conhecimento deles da palavra de Deus e da verdade, não podem alcançar a essência original da verdade. É o mesmo que dizer que as palavras ditas pelos homens, mesmo que de acordo com a verdade, não podem se igualar à verdade. O fato do homem poder proferir palavras que estão de acordo com a verdade, não significa que ele esteja possuído da verdade. Mais ainda, não representa que o homem é a verdade. Isso porque o Espírito Santo baseia Sua obra na estatura real do homem, esclarecendo e orientando o homem para que ele compreenda a verdade e entre na realidade aos poucos. Portanto, as palavras proferidas por aqueles usados por Deus, que estão de acordo com a verdade, estão limitadas às experiências e ao entendimento da verdade e são muito diferentes da essência da verdade. As palavras em conformidade com a verdade só podem fornecer às pessoas um pouco de ajuda e de benefício. Não podem ser a vida do homem e não podem ser comparadas à palavra de Deus. Deus Todo-Poderoso diz: “Todas as palavras de iluminação do Espírito Santo não representam a palavra de Deus, não representam a verdade, não fazem parte da verdade. Só se pode dizer que tais pessoas tiveram certo entendimento da verdade, uma iluminação do Espírito Santo. […] A verdade é a vida do Próprio Deus, representando o Próprio caráter, representando a Própria substância, representando tudo que há Nele” (de ‘Você sabe o que de fato é a verdade?’ em “Registros das falas de Cristo”). Portanto, as palavras de Deus e as palavras dos homens na Bíblia não podem ser confundidas. A pregação de muitos pastores não estão só baseadas na palavra de Deus, mas nas palavras proferidas por homens na Bíblia. Eles referem-se às palavras dos homens, na Bíblia, como a verdade e fazem com que as pessoas as pratiquem e lhes obedeçam. Isso facilita que se crie confusão, pois as palavras dos homens não podem ser a vida do homem. Só as palavras de Deus é que podem. Os pastores sempre tratam as palavras dos homens na Bíblia como a verdade, e fazem as pessoas praticarem-nas e adentrarem-se nelas. Isso não é colocar o carro na frente dos bois? Isso é exaltar a Deus e dar testemunho por Ele? Além disso, as palavras: “Toda Escritura é divinamente inspirada”, foram proferidas por Paulo. Deus nunca testemunhou pela Bíblia dessa forma e o Espírito Santo nunca disse tais palavras. E também, nenhum profeta ou apóstolo disse tais palavras. As palavras “Toda Escritura é divinamente inspirada”, conforme ditas por Paulo, só podem representar sua visão pessoal e não são apoiadas pela palavra de Deus. Portanto, para quem pensa que a Bíblia é totalmente inspirada por Deus, que é toda a palavra de Deus, e que a Bíblia representa Deus, tudo isso é incrivelmente errado. Devemos ver esse fato claramente e tratar a Bíblia corretamente. Assim, Deus ficará satisfeito.

do roteiro do filme Rompa as algemas e corra

Anterior:Pergunta 1: “Toda Escritura é divinamente inspirada” (2 Timóteo 3:16), as palavras de Paulo estão na Bíblia. Sendo assim, elas foram inspiradas por Deus. São palavras de Deus. Independente da denominação, se desviar da Bíblia é heresia! Acreditamos no Senhor, então devemos sempre agir de acordo com a Bíblia, ou seja, guardar as palavras da Bíblia. A Bíblia é o cânon do Cristianismo, o fundamento de nossa fé. Deixar a Bíblia não é crer no Senhor. Se for assim, como crer no Senhor? As palavras do Senhor estão escritas na Bíblia. Existe outro lugar onde encontrar Suas palavras? Se nossa fé no Senhor não é baseada na Bíblia, então é em quê?

Próximo:Pergunta 3: Pensamos que toda a palavra e a obra de Deus estão registradas na Bíblia. Não há palavra e obra de Deus fora as que estão na Bíblia. Portanto, nossa fé em Deus deve se basear na Bíblia. Isso é errado?