Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Declarações de Cristo dos últimos dias

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Busca por

Nenhum resultado encontrado

`

Como o homem que definiu Deus de acordo com as suas concepções pode receber as revelações de Deus?

A obra de Deus continua a avançar e, apesar de o propósito da obra divina permanecer imutável, os meios pelos quais Deus opera mudam constantemente, assim como aqueles que o seguem. Quanto maior a obra de Deus tanto mais plena é a compreensão do homem sobre Deus, pois o caráter do homem muda de acordo com a obra divina. No entanto, porque a obra de Deus muda continuamente, aqueles que não conhecem a obra do Espírito Santo e os homens insensatos que não conhecem a verdade se tornam oponentes de Deus. Nem sempre a obra de Deus se conforma às concepções do homem, pois a obra divina é sempre nova, nunca velha. Nem sempre Deus repete obras passadas, pois Ele avança com obras nunca antes realizadas. Assim como Deus não repete Sua obra e o homem invariavelmente julga a obra de Deus hoje de acordo com a obra feita no passado, é muito difícil para Deus realizar cada etapa da obra nesta nova era. O homem cria empecilhos demais! O pensamento do homem é muito atrasado! Homem algum conhece a obra de Deus; no entanto, muitos tentam definir tal obra. Longe de Deus o homem perde a vida, a verdade e as bênçãos de Deus; não obstante, o homem não aceita nem a vida, nem a verdade e muito menos as grandes bênçãos concedidas à humanidade. Todos os homens desejam alcançar Deus, mas são incapazes de tolerar qualquer mudança na obra de Deus. Aqueles que não aceitam a nova obra de Deus creem que a obra divina é imutável, que a obra de Deus permanece eternamente paralisada. Na crença dessas pessoas, para ganhar a salvação eterna de Deus, é necessário apenas observar a lei e, desde que se arrependam e confessem os pecados, o coração de Deus ficará eternamente satisfeito. Tais pessoas têm a opinião de que Deus só pode ser o Deus sob a lei e o Deus que foi pregado à cruz pelo homem; também é opinião delas que Deus não pode nem deve exceder a Bíblia. Pois são exatamente essas opiniões que as prendem firmemente à lei antiga e que as acorrentam à rigidez dos regulamentos. Há ainda mais pessoas que acreditam que, qualquer que seja a nova obra de Deus, esta precisa ser substanciada por profecias e que em cada etapa dessa tal obra, a todos aqueles que seguem a Deus com coração verdadeiro, também precisam ser manifestadas as revelações, caso contrário não se trataria da obra de Deus. Que o homem venha a conhecer Deus já não é uma tarefa fácil. Acrescentar a isso o coração insensato do homem e a natureza rebelde da importância egoísta e da autopromoção torna ainda mais difícil para o homem aceitar a nova obra de Deus. O homem não estuda a nova obra de Deus com cuidado nem a aceita com humildade; em vez disso, o homem adota uma postura de desprezo, esperando revelações e orientações vindas de Deus. Esse não é justamente o comportamento de alguém que se rebela e se opõe a Deus? Como tal homem conseguirá conquistar a aprovação de Deus?

Em Seu tempo, Jesus declarou que a obra de Jeová havia ficado para trás na Era da Graça, assim como hoje digo que a obra de Jesus também ficou para trás. Se apenas a Era da Lei tivesse existido, sem a Era da Graça, Jesus não poderia ter sido crucificado e não poderia ter redimido toda a humanidade; se apenas a Era da Lei tivesse existido, de que modo a humanidade teria capacidade de se desenvolver até os dias de hoje? A história sempre marcha para frente, pois a história não é a lei natural da obra de Deus? Não é a descrição do gerenciamento divino do homem dentro de todo o universo? A história marcha para frente, assim como a obra de Deus, e a vontade de Deus muda constantemente. Não seria razoável para Deus manter a mesma etapa da obra durante seis mil anos, pois todos os homens sabem que Deus é sempre novo, nunca velho. Ele não poderia manter uma obra semelhante à da crucificação não uma, mas duas, três vezes sendo pregado à cruz. Pois é justamente essa a percepção de um homem insensato. Deus jamais sustenta a mesma obra, e Sua obra vive em transformação e em constante novidade, do mesmo modo que Eu também falo todos os dias a vocês com palavras novas, realizando uma nova obra. É esta a obra que realizo, cujo segredo são as palavras “nova” e “magnífica”. “Deus é imutável, Deus sempre será Deus”, esta máxima é, de fato, verdadeira. A essência de Deus não muda, Deus é sempre Deus e jamais poderia se tornar Satanás; no entanto, isso não prova que a obra de Deus é tão constante e invariável quanto a essência divina. Você declara que Deus é assim, mas, então, como pode explicar que Deus é sempre novo e nunca velho? A obra de Deus se espalha continuamente e muda constantemente, e a vontade de Deus também continuamente se manifesta e é revelada ao homem. Conforme experimenta a obra de Deus, o caráter do homem muda continuamente, assim como continuamente muda seu conhecimento. De onde, portanto, surge a mudança? Não é da sempre mutável obra de Deus? Se o caráter do homem pode mudar, por que o homem não consegue admitir que Minha obra e Minhas palavras também mudem continuamente? Será que devo Me sujeitar às restrições do homem? Será que você não está, com isso, simplesmente recorrendo à sofística?

Após a ressurreição, Jesus apareceu diante dos discípulos e disse: “E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai porém, na cidade, até que do alto sejais revestidos de poder.” Você sabe explicar essas palavras? Você está revestido do poder divino? Será que agora você compreende o que é chamado de poder? Jesus proclamou que o Espírito da verdade seria concedido aos homens nos últimos dias. Pois os últimos dias são agora; você está em posse do Espírito da verdade? Onde está o Espírito da verdade? Será que os espíritos impuros e os espíritos malignos são o Espírito da verdade? Eles não têm justiça, muito menos a provisão da vida, mas continuam a observar as leis do passado sem fazer a mínima obra nova. Será que estes são o Espírito da verdade? Será que têm a vida, a verdade e o caminho? Será que surgiram de forma separada do mundo? Aqueles de vocês que se apegam obstinadamente à Bíblia e que se agarram com firmeza a Jesus — vocês têm seguido a obra e as palavras de Jesus? O quanto vocês são fiéis a Jesus? Isaías, o maior dos livros proféticos do Antigo Testamento, jamais mencionou que uma criança chamada Jesus nasceria na era do Novo Testamento, apenas que um infante do sexo masculino nasceria com o nome de Emanuel. Por que Isaías não citou, especificamente, o nome Jesus? Esse nome não aparece em lugar algum do Antigo Testamento, então, por que você ainda crê em Jesus? Decerto você não viu Jesus com os próprios olhos antes de acreditar nele. Ou será que você começou a crer depois de ter recebido uma revelação? Será que Deus lhe concederia tal graça? Será que lhe concederia tamanha bênção? Em que está baseada a sua crença em Jesus? Por que, então, você não acredita que Deus se fez carne no presente? Por que você diz que a ausência de uma revelação pessoal vinda de Deus prova que Ele não se fez carne? Será que Deus precisa dizer algo ao homem antes de começar Sua obra? Você acha que Ele precisa receber a aprovação humana? Isaías proclamou apenas que um infante do sexo masculino nasceria em uma manjedoura, mas jamais profetizou que Maria daria à luz Jesus. Por que, então, você acreditou no Jesus a quem Maria deu à luz? Decerto a sua crença não carrega tanta incerteza e confusão! Algumas pessoas dizem que o nome de Deus não muda, então, por que o nome Jeová se tornou Jesus? O que foi profetizado foi a vinda do Messias, então, por que veio um homem com o nome de Jesus? Por que o nome de Deus mudou? Essa obra já não havia sido feita muito tempo atrás? Será que Deus não pode, hoje, realizar uma nova obra? A obra do passado pôde ser alterada e a obra de Jesus pôde continuar a de Jeová. Não é possível, portanto, que a obra de Jesus seja sucedida por outra obra? Se o nome de Jeová pôde ser mudado para Jesus, não será possível, também, que o nome de Jesus seja mudado? Isso não é incomum, mas há quem pense assim[a] por conta da ingenuidade. Deus será sempre Deus. Independentemente das mudanças na obra e no nome divinos, o caráter e a sabedoria de Deus permanecerão para sempre inalteradas. Se acreditar que Deus só pode ser chamado pelo nome Jesus, você sabe pouco. Você ousa afirmar que Jesus é o nome eterno de Deus, que Deus será para sempre chamado pelo nome Jesus e que isso jamais irá mudar? Você ousa afirmar com toda certeza que é o nome de Jesus que concluiu a Era da Lei e que também concluirá a era final? Quem pode afirmar que a graça de Jesus pode encerrar esta era? Se não consegue saber claramente essas verdades hoje, você não só será incapaz de pregar o evangelho como sequer pode permanecer em pé. Quando chegar o dia em que for capaz de resolver todas as dificuldades dessas pessoas religiosas e refutar todas as suas falácias, você terá a prova de que está absolutamente certo a respeito desta etapa da obra e que não tem a menor dúvida. Se não for capaz de refutar tais falácias, você será culpado e difamado. Isso não é deplorável?

Todos os judeus daquela época liam o Antigo Testamento e conheciam a profecia de Isaías em que um infante do sexo masculino nasceria em uma manjedoura. Por que eles, então, com esse conhecimento, ainda assim perseguiram Jesus? Não seria por conta da natureza rebelde e da ignorância em relação à obra do Espírito Santo? Naquela época, os fariseus acreditavam que a obra de Jesus diferia do que eles conheciam a respeito da profecia do infante do sexo masculino; o homem de hoje rejeita Deus porque a obra do Deus encarnado não se conforma à Bíblia. Não seria a substância de sua rebeldia contra Deus uma só e a mesma? Você acha que é possível aceitar sem questionamento toda a obra do Espírito Santo? Se for obra do Espírito Santo, trata-se da fonte certa. Você deve aceitar sem a menor concessão, sem separar e escolher aquilo em que acreditar. Se você obtiver algum conhecimento de Deus e tiver cautela contra tal conhecimento, não será isso algo desnecessário? O que você precisa fazer é aceitar, sem a necessidade de comprovação da Bíblia, qualquer que seja a obra provinda do Espírito Santo, pois você acredita em Deus para segui-Lo, não para investigá-Lo. Você não precisa procurar provas para que Eu possa mostrar que sou Seu Deus. Pelo contrário, você precisa discernir se Eu sou benéfico para você; é este o segredo. Ainda que você tenha encontrado muitas provas irrefutáveis na Bíblia, nada disso trará você plenamente diante de Mim. Você é alguém que vive dentro dos limites da Bíblia, não diante de Mim; a Bíblia não o ajudará a Me conhecer, nem aprofundará seu amor por Mim. Apesar de a Bíblia ter profetizado o nascimento de um infante do sexo masculino, ninguém foi capaz de antever sobre quem a profecia recairia, já que o homem não conhecia a obra de Deus, e foi justamente isso que fez com que os fariseus se opusessem a Jesus. Algumas pessoas sabem que a Minha obra favorece o homem, mas elas continuam a acreditar que Eu e Jesus somos dois seres totalmente separados e mutuamente incompatíveis. Em Sua época, Jesus ofereceu aos discípulos apenas uma série de sermões da Era da Graça, discorrendo sobre como praticar, como se reunir, como pedir em oração, como tratar o próximo e assim por diante. A obra que Ele realizou foi a da Era da Graça e Ele apenas expôs como os discípulos e os demais seguidores deveriam praticar. Jesus realizou apenas a obra da Era da Graça, não a dos últimos dias. Quando Jeová estabeleceu a lei do Antigo Testamento na Era da Lei, por que Ele não realizou, naquele momento, a obra da Era da Graça? Por que Ele não deixou claro, com antecedência, qual seria a obra da Era da Graça? Fazer isso não contribuiria para facilitar a aceitação do homem? Jeová apenas profetizou que um infante do sexo masculino nasceria e teria poder, mas não executou antecipadamente a obra da Era da Graça. A obra de Deus tem limites bem claros em cada etapa; Ele só realiza a obra da etapa corrente e nunca antecipa as etapas da obra que virá. Somente assim é que podem florescer as obras representativas de cada era. Jesus apenas falou sobre os sinais dos últimos dias, sobre como ser paciente e como ser salvo, como se arrepender e como confessar, sobre como carregar a cruz e suportar o sofrimento; mas Ele nunca falou sobre o que o homem dos últimos dias deveria buscar, nem como deveria satisfazer a vontade de Deus. Portanto, não seria um ato falacioso buscar instrução sobre a obra de Deus para os últimos dias na Bíblia? O que você é capaz de discernir apenas segurando a Bíblia nas mãos? Seja um intérprete da Bíblia ou um pregador, quem é capaz de antever a obra dos dias de hoje?

“Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.” Será que, agora, vocês ouviram as palavras do Espírito Santo? As palavras de Deus estão sobre vocês. Vocês conseguem ouvir? Deus realiza a obra da palavra nos últimos dias e essas palavras são as do Espírito Santo, pois Deus é o Espírito Santo e também pode se fazer carne; portanto, as palavras do Espírito Santo, assim como foram ditas no passado, são hoje as palavras do Deus encarnado. Existem muitos homens insensatos que acreditam que as palavras do Espírito Santo devam vir dos céus até o ouvido humano. Quem pensa assim não conhece a obra de Deus. Em verdade, as falas do Espírito Santo são as mesmas do Deus feito carne. O Espírito Santo não consegue falar diretamente ao homem, assim como Jeová também não falou diretamente aos homens, mesmo na Era da Lei. Não seria ainda mais improvável que Ele fizesse isso nos dias de hoje? Para poder falar e realizar Sua obra é preciso que Deus se faça carne, ou Sua obra não alcançará o objetivo. Aqueles que negam que Deus se fez carne são também os que não conhecem o Espírito nem os princípios através dos quais Deus opera. Quem acredita que agora seja a era do Espírito Santo sem, no entanto, aceitar as novas obras divinas está vivendo em uma fé vaga. Dessa maneira, o homem jamais receberá a obra do Espírito Santo. Aqueles que apenas desejam que o Espírito Santo lhes fale diretamente e que diretamente realize a obra, sem aceitar, no entanto, as palavras ou a obra do Deus encarnado, jamais conseguirão entrar na nova era nem receber completamente a salvação de Deus!

Nota de rodapé:

[a] Lê-se no texto original: “e isso é”.

Anterior:Somente os aperfeiçoados podem viver uma vida significativa

Próximo:Somente aqueles que conhecem Deus e Sua obra podem satisfazer Deus

Coisas que talvez lhe interessem