749 O conhecimento de Pedro sobre Jesus

1 Pedro seguiu Jesus por vários anos e viu muitas coisas em Jesus que as pessoas não têm. Cada movimento de Jesus funcionava como exemplo para ele em sua vida, e os sermões de Jesus ficaram particularmente gravados em seu coração. Ele era muito atencioso e dedicado a Jesus, e ele nunca teve queixas de Jesus. É por isso que se tornou o fiel companheiro de Jesus em todos os lugares aonde Ele foi. Pedro observou os ensinamentos de Jesus, Suas gentis palavras e o que Ele comia, vestia, Sua vida diária e Suas viagens. Ele seguiu o exemplo de Jesus em todos os sentidos. Ele não era presunçoso, mas rejeitou todas as suas coisas antiquadas de antes e seguiu o exemplo de Jesus em palavras e ações.

2 Foi então que ele sentiu que os céus e a terra e todas as coisas estavam nas mãos do Todo-Poderoso, e por essa razão ele não tinha escolha própria, mas absorveu tudo o que Jesus era para agir como exemplo para ele. Ele conseguia enxergar em sua vida que Jesus não era presunçoso naquilo que Ele fazia, nem Se gabava de Si mesmo, mas, em vez disso, Ele comovia as pessoas com amor. Em diferentes situações, Pedro conseguia ver o que Jesus era. É por isso que tudo em Jesus se tornou o objeto que Pedro seguia como exemplo. Em suas experiências, ele sentiu cada vez mais a amabilidade de Jesus.

3 Ele disse algo assim: “Procurei o Todo-Poderoso no universo e vi as maravilhas dos céus e da terra e de todas as coisas e, assim, tive um profundo senso da amabilidade do Todo-Poderoso. Mas nunca tive amor genuíno em meu coração, e nunca vi a amabilidade do Todo-Poderoso com meus próprios olhos. Hoje, aos olhos do Todo-Poderoso, fui visto favoravelmente por Ele e finalmente senti a amabilidade de Deus, e finalmente descobri que, para Deus, não seria apenas criar todas as coisas que faria a humanidade amá-Lo. Em minha vida diária, encontrei Sua infinita amabilidade; como ela poderia ser limitada apenas a esta situação de hoje?”

Adaptado de ‘Sobre a vida de Pedro’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior : 748 Pedro se concentrou em conhecer a Deus de modo prático

Próximo : 750 Sucesso ou fracasso dependem da senda que o homem percorre

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

3. Quais são as diferenças entre as palavras de Deus transmitidas pelos profetas na Era da Lei e as palavras expressas pelo Deus encarnado?

Mesmo as profecias feitas pelos profetas não poderiam ter alcançado esse resultado. Os profetas falaram apenas profecias, falaram do que aconteceria no futuro, mas não da obra que Deus desejava fazer naquele tempo. Nem falavam para conduzir o homem em sua vida, nem para conferir verdades ao homem nem revelar mistérios ao homem, e, muito menos, para conceder vida. Das palavras ditas neste estágio, há profecia e verdade, mas principalmente elas servem para dar vida ao homem. No presente, as palavras são diferentes das profecias dos profetas. Este é um estágio da obra para a vida do homem, para mudar o caráter de vida do homem, e não em benefício de falar profecia.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Conteúdos

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro