749 A atitude de Jó diante das bênçãos de Deus

Jó acreditava em seu coração que tudo que possuía

era concedido por Deus e não pela sua própria mão.

Ele não via as bênçãos como algo para se aproveitar,

mas seguia o caminho que devia manter

como seu guia para viver.

Jó nunca se deleitava em excesso

por causa das bênçãos que Deus concedia,

nem ignorava o caminho de Deus ou esquecia a Sua graça

por causa das bênçãos que desfrutava.

Jó valorizava as bênçãos de Deus, dando graças por elas.

Mas não se entregava a elas, nem buscava mais.

Ele nunca fazia nada por causa das bênçãos,

nem se preocupava em falta ou perda das bênçãos de Deus;

Jó nunca se deleitava em excesso

por causa das bênçãos que Deus concedia,

nem ignorava o caminho de Deus ou esquecia a Sua graça

por causa das bênçãos que desfrutava.

Woo, whoa, whoa.

Jó nunca se deleitava em excesso

por causa das bênçãos que Deus concedia,

nem ignorava o caminho de Deus ou esquecia a Sua graça

por causa das bênçãos que desfrutava. Oh, oh.

Adaptado de ‘A obra de Deus, o caráter de Deus e o Próprio Deus II’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior: 748 A verdadeira fé e obediência de Jó a Deus

Próximo: 750 As razões pelas quais Jó ganhou o elogio de Deus

Durante desastres, além de rezar, a coisa mais crítica para nós é encontrar a maneira de sermos protegidos. Junte-se ao nosso grupo de estudo gratuitamente.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro