Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

A Palavra manifesta em carne

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

Capítulo 33

Na verdade, com base no que Deus fez nas pessoas e lhes deu, assim como naquilo de que as pessoas são possuidoras, pode-se dizer que Suas exigências às pessoas não são excessivas, que Ele não pede muito delas. Como, então, eles poderiam não tentar satisfazer a Deus? Deus dá cem por cento ao homem, mas Ele exige apenas uma fração de um por cento das pessoas — isso é pedir demais? Deus está criando problemas do nada? Muitas vezes, as pessoas não conhecem a si mesmas, não se examinam diante de Deus e, por isso, frequentemente há ocasiões em que elas se ficam enredadas — como isso poderia ser considerado cooperar com Deus? Se alguma vez houvesse um tempo em que Deus não põe um pesado fardo sobre as pessoas, elas desmoronariam como lama e não se encarregariam de encontrar coisas para fazer. É assim que as pessoas são, ou passivas ou negativas, sempre incapazes de cooperar ativamente com Deus, sempre procurando uma razão negativa para ceder a si mesmas. Você é alguém que, verdadeiramente, faz tudo não por si mesmo, mas para satisfazer a Deus? Você é alguém que verdadeiramente não confia nas emoções, que não tem suas próprias preferências pessoais, e que preenche as necessidades da obra de Deus? “Por que elas sempre tentam barganhar Comigo? Sou o gerente geral de um centro de comércio? Por que será que Eu cumpro de todo o coração o que as pessoas pedem de Mim, mas o que Eu peço ao homem não dá em nada?” Por que Deus pede tais coisas várias vezes seguidas? Então por que Ele clama tão desalentado? Deus não ganhou nada nas pessoas, tudo o que Ele vê é a obra que elas escolhem. Por que Deus diz, “mas o que Eu peço ao homem não dá em nada?” Perguntem a si mesmos: do começo ao fim, quem pode fazer o trabalho do seu dever sem escolha? Quem não age em virtude dos sentimentos em seu coração? As pessoas dão rédea solta aos seus personagens, pescando por três dias e deixando as redes secar por dois. Elas são alternadamente quentes e frias: quando são quentes, são capazes de incinerar todas as coisas na terra e, quando são frias, são capazes de congelar todas as águas na terra. Essa não é a função do homem, mas é a analogia mais apropriada sobre o estado do homem. Isso não é fato? Talvez Eu tenha “concepções” sobre as pessoas, talvez Eu as esteja aviltando — mas, como quer que seja, “Com a verdade, você caminhará o mundo inteiro; sem a verdade, não chegará a lugar nenhum.” Embora esse seja um aforismo humano, Eu acho que é apropriado para ser usado aqui. Não estou deliberadamente derramando água fria sobre as pessoas e negando suas ações. Deixem-Me consultá-los sobre algumas questões: quem vê a obra de Deus como a obra de seu próprio dever? Quem pode dizer: “Enquanto eu for capaz de satisfazer a Deus, darei tudo de mim”? Quem é capaz de dizer: “Independentemente dos outros, farei tudo o que Deus precisa e não importando se a duração da obra de Deus é longa ou curta, eu cumprirei meu dever; concluir Sua obra é assunto de Deus, não é algo em que eu penso”? Quem é capaz de tal conhecimento? Não importa o que vocês pensam — talvez você tenha noções mais elevadas e, nesse caso, Eu aquiesço, admito a derrota — mas devo lhe dizer que o que Deus quer é um coração leal que seja sincero e apaixonado, não um coração de lobo que é ingrato. O que você conhece desse “barganhar”? Do começo ao fim, vocês “viajaram pelo mundo”. Num momento você está em “Kunming”, com sua eterna primavera, e em um piscar de olhos você chegou ao frio sufocante do “Polo Sul” coberto de neve. Quem nunca voltou atrás? O que Deus pede é um espírito de “não descanse até a morte”, o que Ele quer é um espírito em que as pessoas “não voltem até atingirem a muralha sul”. Naturalmente, a intenção de Deus não é que as pessoas tomem a senda errada, mas que adotem tal espírito. Assim como Deus diz: “Quando Eu comparo os ‘presentes’ que elas deram às Minhas coisas, as pessoas instantaneamente reconhecem a Minha preciosidade, e só então elas veem Minha incomensurabilidade”. Como podem ser explicadas essas palavras? Talvez, a leitura das palavras acima lhe dê algum conhecimento, pois Deus tira todo o coração do homem para dissecação, e esse é o momento em que as pessoas passam a conhecer essas palavras. Mas por causa do profundo significado intrínseco às palavras de Deus, as pessoas continuam sem ter clareza sobre a velha carne, pois não estudaram em uma universidade de medicina, nem são arqueólogos e então sentem que esse novo termo é incompreensível — e só então elas rendem alguma coisa. Pois as pessoas são impotentes diante da velha carne; embora essa não seja como uma fera furiosa, nem capaz de destruir a humanidade como uma bomba atômica, elas não sabem o que fazer com ela, como se fossem impotentes. Mas para Mim, há maneiras de lidar com a velha carne. O fato do homem nunca ter feito um esforço para pensar em uma contramedida fez com que às várias esquisitices do homem piscassem constantemente diante dos Meus olhos; exatamente como Deus disse: “Quando Eu mostro a Minha totalidade a elas, elas olham para Mim com os olhos arregalados, parados imóveis diante de Mim, como uma coluna de sal. E quando Eu vejo sua estranheza, mal consigo conter Meu riso. Por estarem estendendo a mão para pedir coisas de Mim, Eu lhes dou as coisas que estão na Minha mão e elas as apertam no peito, cuidando delas como de um bebê recém-nascido, um movimento que elas apenas fazem momentaneamente”. Não são essas as ações da velha carne? Já que hoje as pessoas entendem, por que elas não desistem e, em vez disso, persistem? De fato, parte das exigências de Deus não são inatingíveis pelo homem, mas as pessoas não lhes dão atenção, pois “não castigo o homem com leveza. É por essa razão que as pessoas sempre deram rédea solta à sua carne. Eles não observam a Minha vontade, mas sempre Me enganaram diante do Meu tribunal”. Não é essa a estatura do homem? Não é que Deus esteja deliberadamente procurando picuinhas, mas essa é a realidade — é preciso que Deus explique isso? Exatamente como Deus diz: “É porque a ‘fé’ das pessoas é tão grande que elas são ‘admiráveis’”. Por essa razão, obedeço aos arranjos de Deus e, portanto, não falo muito sobre isso; por causa da fé das pessoas, Eu Me atenho a isso, fazendo uso de sua fé para levá-las a desempenhar sua função sem que Eu as lembre. É errado fazer isso? Isso não é precisamente o que Deus precisa? Ao ouvir essas palavras, algumas pessoas talvez se sintam fartas — então falarei de outra coisa, para dar uma folga para elas. Quando todas as pessoas eleitas de Deus por todo o universo passarem por castigo e quando o estado interior do homem for retificado, as pessoas se alegrarão secretamente em seu coração, como se tivessem escapado da tribulação. Nesse momento, as pessoas não mais escolherão por si mesmas, pois esse é exatamente o efeito alcançado durante a obra final de Deus. Com o avanço dos Seus passos até o dia de hoje, os filhos de Deus e as pessoas de Deus entraram todos em castigo, e os israelitas tampouco podem escapar dessa fase, pois as pessoas estão interiormente contaminadas pela impureza, e assim Deus leva todas as pessoas a entrar no grande forno de fundição para refinamento, que é uma senda necessária. Uma vez que isso tenha passado, as pessoas serão ressuscitadas da morte, que é precisamente o que Deus predisse nas “declarações dos sete Espíritos”. Não falarei mais disso, para não antagonizar as pessoas. Porque a obra de Deus é maravilhosa, as profecias faladas pela boca de Deus deverão ser cumpridas no final; quando Deus pede que as pessoas falem de suas concepções mais uma vez, elas ficam perplexas, e, em consequência, ninguém deve ficar preocupado ou ansioso. É exatamente como Eu disse: “De toda a Minha obra, houve alguma fase realizada pelas mãos do homem?” Você entende a substância dessas palavras?

Anterior:Capítulo 32

Próximo:Capítulo 35

Conteúdo Relacionado

  • Prefácio

    Embora muitas pessoas acreditem em Deus, poucas compreendem o que significa fé em Deus e o que elas devem fazer para ser segundo o coração de Deus. Is…

  • O homem só pode ser salvo em meio ao gerenciamento de Deus

    Todos acham que o gerenciamento de Deus é estranho, porque as pessoas pensam que Sua gestão é completamente desvinculada do homem. Elas acham que essa…

  • Nos passos da obra de Deus

    De fora, parece que os passos da obra de Deus nessa etapa atual já acabaram e que a humanidade já experimentou o julgamento, o castigo, os golpes e o …

  • Obra e entrada (6)

    A obra e a entrada são inerentemente práticas e dizem respeito à obra de Deus e à entrada do homem. A total incompreensão do homem sobre a verdadeira…