Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

A Palavra manifesta em carne

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

O amor genuíno a Deus é espontâneo

Todas as pessoas têm estado sujeitas a refinamento por causa das palavras de Deus. Se não fosse pelo Deus encarnado, a humanidade absolutamente não teria alcançado a bênção de sofrer desse modo. Isso também pode ser formulado assim — aqueles que são capazes de aceitar as provações das palavras de Deus são pessoas abençoadas. Com base no calibre original das pessoas, em sua conduta e suas atitudes em relação a Deus, elas não são dignas de receber esse tipo de refinamento. Elas desfrutaram dessa bênção só porque foram elevadas por Deus. As pessoas costumavam dizer que não eram dignas de ver a face de Deus nem de ouvir Suas palavras. Hoje, as pessoas receberam o refinamento advindo de Suas palavras inteiramente por causa da elevação e da misericórdia de Deus. Essa é a bênção recebida por toda pessoa que vive nos últimos dias — vocês experimentaram isso pessoalmente? Em que aspectos as pessoas devem sofrer e experimentar reveses é algo determinado por Deus e não está baseado nos requisitos próprios das pessoas. Isso é absolutamente verdadeiro. Todo crente deve ter a capacidade de submeter-se às provações advindas das palavras de Deus e sofrer em Suas palavras. Isso é algo que vocês conseguem ver com clareza? Desse modo, o sofrimento a que você se submeteu foi trocado pelas bênçãos atuais; se você não sofrer por Deus, não poderá ganhar Seu louvor. Talvez você tenha se queixado no passado, mas não importa o quanto tenha se queixado, Deus não se lembra disso a seu respeito. O dia de hoje chegou e não há razão para examinar os assuntos de ontem.

Algumas pessoas dizem que tentam amar a Deus, mas não conseguem, e, quando escutam que Deus está prestes a partir, de repente sentem amor por Ele. Algumas pessoas geralmente não põem a verdade em prática, mas quando escutam que Deus está prestes a partir irado, chegam diante Dele e oram: “Ó Deus! Por favor, não vá. Dá-me uma chance! Deus! Eu não Te satisfiz no passado; tenho estado em dívida Contigo e resisti a Ti. Hoje estou disposto a oferecer plenamente meu corpo e coração para que finalmente possa Te satisfazer e Te amar. Não voltarei a ter essa oportunidade”. Você fez esse tipo de oração? Quando alguém ora dessa maneira é porque sua consciência foi despertada pelas palavras de Deus. Os humanos são todos entorpecidos e estúpidos. Eles estão sujeitos ao castigo e refinamento, mas não sabem o que Deus está realizando. Se Deus não operasse dessa maneira, as pessoas ainda estariam atordoadas; ninguém poderia inspirar sentimentos espirituais no coração das pessoas. Somente as palavras de Deus que julgam e expõem as pessoas podem produzir tal fruto. Assim, todas as coisas são alcançadas e cumpridas por causa das palavras de Deus, e unicamente por causa de Suas palavras foi despertado o amor da humanidade por Deus. Se as pessoas amassem Deus baseadas apenas na própria consciência, não veriam nenhum resultado. As pessoas não basearam seu amor por Deus em sua consciência no passado? Houve uma só pessoa que tenha tomado a iniciativa de amar a Deus? Foi unicamente por meio do encorajamento das palavras de Deus que elas amaram a Deus. Algumas pessoas dizem: “Segui a Deus por tantos anos e desfrutei tanta coisa da Sua graça, tantas bênçãos. Estive sujeito a refinamento e julgamento advindos de Suas palavras. Assim passei a entender muita coisa e vi o amor de Deus. Devo agradecer a Ele, devo retribuir Sua graça. Satisfarei a Deus com a morte e basearei meu amor por Ele na minha consciência”. Se as pessoas se basearem unicamente nos sentimentos de sua consciência, elas não conseguirão sentir a amabilidade de Deus; se elas se basearem apenas em sua consciência, seu amor por Deus será fraco. Se você se limitar a falar em retribuir a graça e o amor de Deus, não terá nenhuma motivação em seu amor por Ele; amá-Lo baseado nas sensações da sua consciência é uma abordagem passiva. Por que digo que é uma abordagem passiva? Trata-se de uma questão prática. Que tipo de amor é esse? Isso não é fazer Deus de bobo e se limitar a agir sem se envolver com Ele? A maioria das pessoas acredita que não há recompensa por amar a Deus e que a pessoa será castigada do mesmo jeito que por não amá-Lo; assim, de maneira geral, simplesmente não pecar já é o bastante. Então, amar a Deus e retribuir Seu amor com base nas sensações da consciência é uma abordagem passiva e não é o amor por Deus que vem espontaneamente do coração. O amor por Deus deveria ser um sentimento genuíno que brota do fundo do coração da pessoa. Algumas pessoas dizem: “Por mim mesmo, estou disposto a buscar a Deus e a segui-Lo. Agora Deus quer me abandonar, mas eu ainda quero segui-Lo. Independentemente de Ele me querer ou não, eu ainda vou amá-Lo e no final devo ganhá-Lo. Eu ofereço meu coração a Deus e, não importando o que Ele fizer, eu O seguirei por toda a minha vida. Custe o que custar, tenho de amar a Deus e tenho de ganhá-Lo; não descansarei até ganhá-Lo”. Você tem uma vontade assim?

A senda de crer em Deus é a senda de amá-Lo. Se você crê em Deus deve também amá-Lo; no entanto, amá-Lo não diz respeito somente a retribuir Seu amor ou amá-Lo com base nas sensações da consciência — é amor puro por Deus. Há épocas em que as pessoas simplesmente se baseiam em sua consciência e não são capazes de sentir o amor de Deus. Por que Eu sempre disse: “Que o Espírito de Deus mova nosso espírito”? Por que não falei em mover a consciência das pessoas para amarem a Deus? É porque a consciência das pessoas não consegue sentir a amabilidade de Deus. Se você não for convencido por aquelas palavras, você pode usar sua consciência para sentir Seu amor e, naquele momento, você terá alguma motivação, que, todavia, logo desaparecerá. Se você usar apenas a consciência para sentir a amabilidade de Deus, você terá a motivação enquanto estiver orando, mas depois disso ela simplesmente vai embora, ela desaparece. O que significa isso? Se você usar apenas a consciência, você será incapaz de despertar seu amor por Deus; quando você realmente sentir Sua amabilidade em seu coração, seu espírito será movido por Ele e é só nesse momento que a sua consciência será capaz de desempenhar seu papel original. Isso quer dizer que, somente depois que o espírito das pessoas for movido por Deus e seu coração tiver obtido conhecimento e encorajamento, isto é, depois de terem ganho experiência, elas serão capazes de efetivamente amar a Deus com sua consciência. Amar a Deus com a consciência não está errado — esse é o nível mais baixo do amor a Deus. O jeito da humanidade amar, de apenas mal fazer jus à graça de Deus, absolutamente não tem como dar o impulso para que tenha uma entrada proativa. As pessoas se tornam capazes de amar genuinamente a Deus só quando ganham alguma coisa da obra do Espírito Santo, isto é, quando veem e provam o amor de Deus em sua experiência prática, quando têm algum conhecimento de Deus e verdadeiramente veem que Deus é tão digno do amor da humanidade e quando veem como Ele é amoroso.

Quando as pessoas entram em contato com Deus com seu coração, quando seu coração é capaz de voltar-se inteiramente para Ele, trata-se do primeiro passo do amor humano a Deus. Se você quiser amar a Deus, precisa primeiro ser capaz de voltar seu coração para Ele. O que é voltar seu coração para Deus? É quando todas as coisas que você busca em seu coração são para amar e ganhar a Deus, e isso mostra que você voltou seu coração completamente para Deus. Além de Deus e Suas palavras não existe mais quase nada em seu coração (família, riqueza, esposo, esposa, filhos ou outras coisas). E, mesmo que haja, elas não podem ocupar seu coração, e você não pensa nas suas perspectivas futuras, mas busca tão somente amar a Deus. Então você terá voltado seu coração completamente para Deus. Suponha que você ainda está fazendo planos para si mesmo em seu coração e está sempre buscando o benefício próprio, sempre pensado: “Quando poderei fazer um pequeno pedido para Deus? Quando minha família se tornará rica? Como poderei conseguir boas roupas?…”. Se você estiver vivendo nesse estado, é evidente que seu coração não se voltou plenamente para Deus. Se você tiver exclusivamente as palavras de Deus em seu coração e for capaz de orar a Deus e estar próximo Dele o tempo todo, como se Ele estivesse muito próximo de você, como se Deus estivesse dentro de você e você estivesse dentro Dele, se você estiver nesse tipo de estado, isso significa que seu coração esteve na presença de Deus. Se você orar a Deus e comer e beber das Suas palavras todo dia, se estiver sempre pensando no trabalho da igreja, se mostrar consideração pela vontade de Deus, se usar seu coração para amá-Lo genuinamente e satisfazer o coração de Deus, nesse caso, seu coração pertencerá a Deus. Se seu coração estiver ocupado por uma quantidade de outras coisas, ele ainda estará ocupado por Satanás e não terá se voltado de verdade para Deus. Quando o coração de alguém tiver se voltado de verdade na direção de Deus, ele terá amor genuíno, espontâneo por Ele e será capaz de considerar a obra de Deus. Embora ainda vá ter estados tolos e sem sentido, ele será capaz de ter consideração pelos interesses da casa de Deus, por Sua obra e pela mudança em seu caráter. Seu coração será inteiramente correto. Algumas pessoas estão sempre agitando a bandeira da igreja, não importando o que façam; a verdade é que isso será para benefício próprio. Esse tipo de pessoa não tem o tipo correto de motivação. Ela é desonesta e enganadora e a maioria das coisas que ela faz é em função do seu benefício pessoal. Esse tipo de pessoa não busca amar a Deus; seu coração ainda pertence a Satanás e não pode se voltar na direção de Deus. Deus não tem como obter esse tipo de pessoa.

O primeiro passo para amar verdadeiramente a Deus e ser ganho por Ele é voltar seu coração completamente na direção de Deus. Em cada coisa que você fizer, examine-se e faça a seguinte pergunta: “Estou fazendo isso com base em um coração cheio de amor por Deus? Há alguma intenção pessoal nisso? Qual é o meu real objetivo ao fazer isso?” Se você quiser entregar seu coração a Deus, deve primeiro subjugar seu coração, deixar de lado todas as suas intenções e chegar ao ponto de existir completamente para Deus. Essa é a senda para praticar dar seu coração a Deus. A que se refere “subjugar seu coração”? É deixar de lado os desejos extravagantes da carne, não cobiçar as bênçãos do status ou o conforto, fazer tudo para satisfazer Deus e que seu coração exista inteiramente para Ele, não em causa própria. É isso o que é.

O amor genuíno por Deus vem do fundo do coração; é um amor que só existe sobre a base do conhecimento que a humanidade tem de Deus. Quando o coração de alguém se volta completamente na direção de Deus, ele tem amor por Deus, mas esse amor não é necessariamente puro nem necessariamente completo. Isso é assim porque há uma certa distância entre o coração da pessoa ser completamente voltado na direção de Deus e essa pessoa ter uma compreensão genuína de Deus e prestar uma adoração genuína a Ele. O caminho para que alguém alcance o amor verdadeiro a Deus e conheça o caráter de Deus é voltar seu coração na direção de Deus. Depois de entregar seu verdadeiro coração a Deus, ele começará a entrar na experiência de vida e, desse modo, seu caráter começará a mudar, seu amor por Deus crescerá gradativamente e seu conhecimento de Deus também aumentará gradativamente. Assim, voltar o coração para Deus é a precondição para entrar na trilha certa da experiência de vida. Quando as pessoas colocam seu coração diante de Deus, elas meramente têm um coração que anseia por Ele, mas não um coração de amor por Ele, porque não têm compreensão Dele. Mesmo que nessa circunstância elas tenham algum amor por Ele, esse amor não é espontâneo nem genuíno. Isso acontece porque qualquer coisa que provém da carne humana é um efeito emocional e não procede de uma compreensão genuína. É apenas um impulso momentâneo e não pode ser uma adoração duradoura. Quando as pessoas não têm compreensão de Deus, elas só podem amá-Lo com base em suas preferências e suas noções individuais; esse tipo de amor não pode ser chamado de amor espontâneo nem pode ser chamado de amor genuíno. Quando o coração das pessoas se volta genuinamente na direção de Deus, elas são capazes de pensar nos interesses de Deus em todas as coisas, mas, se não tiverem nenhuma compreensão de Deus, não são capazes de ter um amor genuinamente espontâneo. Tudo que são capazes de fazer é cumprir algumas funções em prol da igreja e fazer alguma coisa do seu dever, mas isso é feito sem base. Esse tipo de pessoa possui um caráter que é difícil de mudar; são todas pessoas que não buscam a verdade ou não a entendem. Mesmo quando uma pessoa volta seu coração inteiramente na direção de Deus, isso não significa que seu coração de amor por Deus seja completamente puro, porque aqueles que têm Deus em seu coração não necessariamente têm amor por Deus em seu coração. Isso diz respeito à distinção entre alguém que busca e alguém que não busca ter compreensão de Deus. Uma vez que a pessoa chega a ter compreensão Dele, isso mostra que seu coração se voltou plenamente na direção de Deus, isso mostra que o amor genuíno por Deus em seu coração é espontâneo. Somente esse tipo de pessoa é aquela que tem Deus em seu coração. Voltar o coração na direção de Deus é uma precondição para pegar a trilha certa, para compreender Deus e para obter o amor a Deus. Isso não é um indicador de que se completou seu dever de amar a Deus, nem é um indicador de que se tem amor genuíno por Ele. A única maneira de alguém obter o amor genuíno a Deus é voltar seu coração na direção Dele, que é também a primeira coisa que qualquer uma de suas criaturas deveria fazer. Todos aqueles que amam a Deus são pessoas que buscam vida, isto é, pessoas que buscam a verdade e pessoas que verdadeiramente querem a Deus; todas elas têm o esclarecimento do Espírito Santo e têm sido movidas por Ele. Todas elas podem ser guiadas por Deus.

Quando alguém é capaz de sentir que está em dívida com Deus é porque foi movido pelo Espírito; se sentir isso, tenderá a ter um coração cheio de anseio e será capaz de buscar entrada na vida. Mas, se você parar em certo passo, será incapaz de ir mais fundo; ainda há o perigo de você ficar preso na rede de Satanás e, quando atingir certo ponto, você será levado cativo por Satanás. A iluminação de Deus permite que as pessoas conheçam a si mesmas e subsequentemente sintam que são devedoras a Deus, assim como sintam o desejo de cooperar com Ele e desfazer-se das coisas que não Lhe agradam. Esse é o princípio da obra de Deus. Vocês estão todos dispostos a buscar o crescimento na vida de vocês e o amor a Deus, então vocês se livraram de seus caminhos superficiais? Se você apenas se livrar desses caminhos e não provocar quaisquer interrupções nem se exibir, isso realmente é buscar o crescimento em sua vida? Se você não tiver quaisquer condutas superficiais, mas não entrar nas palavras de Deus, significa que você é uma pessoa que não tem nenhum progresso proativo. Qual é a raiz da adoção de condutas superficiais? Suas ações são em prol de crescer em sua vida? Você está buscando qualificar-se para ser uma pessoa de Deus? Você vive aquilo em que você põe seu foco; se você põe o foco em caminhos superficiais, então, seu coração está focado externamente e você não terá maneira de buscar o crescimento em sua vida. Deus exige uma mudança no caráter, mas você está sempre buscando coisas exteriores; esse tipo de pessoa não terá maneira de mudar seu caráter! Cada qual tem um certo caminho antes de se tornar maduro na sua vida, que é o de ter de aceitar o julgamento, o castigo e o aperfeiçoamento das palavras de Deus. Se você não tiver as palavras de Deus e se apoiar unicamente em sua própria confiança e vontade, tudo o que você fizer estará baseado apenas no zelo. Isto é, se quiser crescimento em sua vida, você terá de comer e beber e entender melhor as palavras de Deus. Todos aqueles que foram aperfeiçoados pelas Suas palavras são capazes de vivê-las; aqueles que não se submetem ao refinamento advindo de Suas palavras, os que não se submetem ao julgamento de Suas palavras não podem estar aptos para Seu uso. Assim sendo, em que medida vocês vivem Suas palavras? A prática de vocês será correta somente se comerem e beberem as palavras de Deus e forem capazes de compará-las com seu próprio estado de vida e de encontrar uma senda de prática à luz das questões que estou levantando. Essa prática também será segundo o coração de Deus. Só quem tem esse tipo de prática é alguém que tem a vontade de amar a Deus.

Anterior:Somente aqueles que conhecem a obra de Deus hoje podem servir a Deus

Próximo:Acerca da prática da oração

Conteúdo Relacionado