Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Seguir o Cordeiro e cantar cânticos novos

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

1034 A essência de Cristo é amor

Para os humanos, a essência de Cristo é amor; para aqueles que O seguem, é amor sem limites. Se Ele não tivesse amor nem misericórdia, então as pessoas não O estariam seguindo até agora.

1 Na obra que Deus faz para a humanidade enquanto está encarnado, a Sua essência mais óbvia e proeminente é amor; é tolerância infinita. Vocês imaginam: “Se Deus tiver a intenção de derrubar alguém, Ele assim o fará, e se Ele odiar alguém, Ele punirá, amaldiçoará, julgará e castigará essa pessoa; Ele é tão severo! Se Ele estiver com raiva das pessoas, as pessoas tremerão de medo e não serão capazes de ficar em pé diante Dele”. Mas isso não é verdade; é só uma maneira pela qual o caráter de Deus é expresso. No fim, Seu objetivo ainda é a salvação. Seu amor permeia todas as revelações do Seu caráter.

2 Ao operar na carne, o que Deus mais revela para as pessoas é amor. O que é paciência? Paciência é ter pena devido ao amor interior, e seu propósito ainda é salvar as pessoas. Deus é capaz de ter pena das pessoas porque Ele tem amor. Se Deus tivesse só ódio e fúria, e só passasse julgamento e castigo, sem nenhum amor neles, então a situação não seria a que vocês veem agora e a calamidade recairia sobre todos vocês. Ele proveria vocês com a verdade? Se as pessoas fossem amaldiçoadas após serem castigadas e julgadas, elas estariam completamente acabadas. Como então, a humanidade de hoje ainda existiria?

3 O ódio, a ira e a justiça de Deus são expressadas com o fundamento de salvar esse grupo de pessoas. Esse caráter contém também amor e misericórdia e, também, uma paciência enorme. Esse ódio contém um senso de não ter outra escolha, inclui a preocupação e expectativa ilimitadas de Deus para com a humanidade! O ódio de Deus visa à corrupção da humanidade; visa à rebeldia e aos pecados da humanidade e se estabelece num fundamento de amor. Ódio só pode existir quando há amor. O ódio de Deus contra a humanidade é diferente de Seu ódio contra Satanás, pois Deus salva pessoas e não salva Satanás.

Adaptado de ‘O amor verdadeiro de Deus pela humanidade’ em “Registros das falas de Cristo”

Anterior:Deus ferido ama o homem

Próximo:Tudo que Deus faz pelo homem é sincero

Conteúdo Relacionado