294 A vontade de Deus para a humanidade jamais mudará

I

Deus está neste mundo há muitos anos, mas quem O conhece?

Não admira que Deus castigue as pessoas.

Parece que Deus as usa como objetos de Sua autoridade.

Parecem balas em Sua arma,

e depois que Ele dispara, todos escaparão um a um.

Mas isso não é verdade, é só a imaginação delas.

Deus ama as pessoas como Seu tesouro,

já que são o “capital” de Seu gerenciamento.

Ele não as eliminará.

Não mudará Sua vontade para elas.

Não mudará Sua vontade para elas.

II

Deus sempre respeitou os humanos.

Ele nunca os explorou ou vendeu como escravos.

Ele e o homem não podem se separar,

um elo de vida e morte é formado.

Deus sempre preza

e sempre ama os humanos.

Embora isso não seja mútuo,

Deus ainda se esforça por eles,

pois eles ainda olham para Deus.

Deus ama as pessoas como Seu tesouro,

já que são o “capital” de Seu gerenciamento.

Ele não as eliminará.

Não mudará Sua vontade para elas.

Não mudará Sua vontade para elas.

Não mudará Sua vontade para elas.

Não mudará Sua vontade para elas.

III

Será que podem confiar no juramento de Deus?

Como podem satisfazer a Deus?

Essa é a tarefa de todos os homens,

o “dever de casa” que Deus deixou pra todos.

Deus espera que todos

trabalhem muito pra cumpri-lo.


Adaptado de ‘Capítulo 35’ das Palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior : 293 Aqueles na escuridão devem se erguer

Próximo : 295 Deus sofre muito para salvar o homem

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

7. Por que se diz que as duas encarnações de Deus completam o significado da encarnação?

A primeira encarnação foi para redimir o homem do pecado, para redimi-lo por meio do corpo de carne de Jesus, isto é, Ele salvou o homem da cruz, mas o caráter satânico corrupto ainda permaneceu dentro do homem. A segunda encarnação não é mais para servir como uma oferta pelo pecado, mas, em vez disso, salvar totalmente aqueles que foram redimidos do pecado. Isso é feito de modo que aqueles que são perdoados possam ser libertos de seus pecados e ser completamente limpos, e por alcançar um caráter transformado, libertar-se da influência das trevas de Satanás e retornar para diante do trono de Deus. Só dessa maneira o homem pode ser plenamente santificado.

Prática (2)

No passado, as pessoas se treinavam para estar com Deus e viver no espírito em cada momento. Comparada com a prática de hoje, essa é uma...

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Conteúdos

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro