13 O Reino de Deus apareceu na terra

I

Todo-poderoso Deus verdadeiro, Rei no trono,

governando o universo,

enfrentando todas as nações e os povos.

O mundo brilha com a glória de Deus.

O mundo todo brilha (brilha),

o mundo todo brilha (o mundo),

brilha com a glória de Deus (todo o mundo).

O mundo todo brilha (o mundo todo brilha),

o mundo todo brilha (o mundo todo brilha),

tudo brilha com a glória de Deus (todo o mundo).

Todas as coisas no universo verão,

todas as coisas vivas verão.

As montanhas, terras, rios e lagos,

oceanos e todos os seres vivos,

à luz da presença do verdadeiro Deus,

abriram suas cortinas, reviveram,

como se acordassem, acordassem de um sonho,

ou como brotos rompendo o solo até a luz.

Oh, o único Deus verdadeiro aparece diante do mundo.

Quem ousa resistir a Ele?

Todos tremem de medo, todos são convencidos,

de joelhos diante Dele!

Os veja implorar o Seu perdão, suplicando sem parar.

Todas as bocas em adoração!

II

Continentes e oceanos, montanhas, rios,

todas as coisas O louvam sem parar.

A brisa da primavera traz uma fina chuva.

Riachos fluindo, como pessoas,

misturando pesar e alegria,

elas derramam lágrimas de dívidas,

elas choram de culpa e remorso.

Rios, lagos, ressacas, ondas,

todos cantam, todos cantam,

todos cantam e louvam o santo nome de Deus.

Todas as velhas coisas profanadas por Satanás,

cada uma se renovará.

Tudo corrompido se transformará.

Numa nova condição tudo entrará.

Oh, o único Deus verdadeiro aparece diante do mundo.

Quem ousa resistir a Ele?

Todos tremem de medo, todos são convencidos,

de joelhos diante Dele!

III

Então a trombeta sagrada irrompe.

Dê ouvidos a ela.

Um som doce sai do trono, anunciando a cada nação

que a hora chegou, o derradeiro fim chegou.

O plano de gestão de Deus foi feito, Seu reino veio à terra.

Todos os reinos do mundo viraram o reino de Deus.

Sete trombetas soam do trono,

que grandes maravilhas virão agora!

Deus se alegra em ver Seu povo, que ouve, ouve Sua voz.

Pessoas de todas as nações e terras se reúnem.

Todos guardam o Deus verdadeiro em suas bocas,

louvam e bailam, louvam e bailam,

louvam e bailam, sem parar, sem parar!

Testemunhando para o mundo do único Deus,

trovejando, trovejando como as águas.

Todos se juntarão no reino de Deus,

todos se juntarão no reino de Deus!

Adaptado de ‘Capítulo 36’ das Declarações de Cristo no princípio em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior : 12 A glória de Deus brilha do Oriente

Próximo : 15 Quando a saudação ao reino soar

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

Capítulo 28

Quando Eu vim de Sião, Eu era esperado por todas as coisas e, quando retornei a Sião, fui saudado por todos os homens. Enquanto Eu ia e...

3. Qual é a natureza do problema de o homem não reconhecer as verdades expressas por Cristo? Quais são as consequências de o homem não tratar Cristo como Deus?

Aqueles que querem ganhar vida sem depender da verdade dita por Cristo são as pessoas mais ridículas na terra, e aqueles que não aceitam o caminho de vida trazido por Cristo estão perdidos na fantasia. Por isso Eu digo que quem não aceitar o Cristo dos últimos dias será eternamente desprezado por Deus. Cristo é a porta de entrada do homem para o reino durante os últimos dias, da qual ninguém pode desviar. Ninguém pode ser aperfeiçoado por Deus, exceto por meio de Cristo. Você crê em Deus, então deve aceitar as palavras Dele e obedecer ao Seu caminho.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Conteúdos

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro