183 O coração de Deus ainda não está aliviado

1

Tendo provado toda a amargura da corrupção da carne, detesto e odeio Satanás mais ainda.

As palavras de Deus me expõem e julgam duramente, e agora vejo a verdade clara da minha corrupção.

Ao aceitar o julgamento e o refinamento de Deus, ganho a purificação, e só então sei que o homem tem de buscar a verdade em sua vida.

Vejo que a obra de Deus para salvar o homem não é fácil. Com consciência e razão, devo obedecer a Deus.

Deus sofre tanto pelo homem, até hoje Ele ainda não ganhou seu coração.

Sinto culpa e remorso em meu coração; se não retribuo o amor de Deus, sou indigno de ser chamado humano.

Deus está esperando que o homem se arrependa. Não posso mais me rebaixar e viver uma vida vazia.

Não ganhei a verdade nem vivi uma semelhança humana, então como eu poderia desistir tão fácil?

2

A obra de Deus está chegando ao fim e ainda não tive muita mudança em meu caráter.

Sem a realidade da verdade, como posso continuar firme? Como posso acalmar a mente de Deus e ganhar Sua confiança?

Não estou nem perto do que Deus exige; como posso satisfazê-Lo se não pratico a verdade?

O coração de Deus ainda não está aliviado; eu devia viver para Deus, para retribuir Sua bondade.

Para satisfazer o coração de Deus, estou disposto a sofrer qualquer dor.

Se eu desapontar Deus, vou me arrepender a vida toda e ficarei muito envergonhado de encará-Lo.

Como humano, preciso empenhar todos os meus esforços e não desobedecer nem entristecer mais a Deus.

Desejo sempre me voltar para a justiça, amar e ser dedicado a Deus por toda a eternidade; e só com a verdade sou digno de ser chamado humano.

Anterior : 182 É nossa felicidade prestar serviço a Deus

Próximo : 184 Renovando meu juramento de amar a Deus

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

1. Ser arrebatado deve se basear nas palavras de Deus, não nas noções e imaginações do homem

Quando a humanidade tiver sido restaurada à sua imagem original, quando a humanidade puder cumprir com suas respectivas obrigações, manter seu próprio lugar e obedecer a todos os arranjos de Deus, Deus terá obtido um grupo de pessoas na terra que O adora, e Ele também terá instituído um reino na terra que O adora. Ele terá a vitória eterna na terra, e aqueles que se opõem a Ele irão perecer por toda a eternidade. Isso irá restaurar Sua intenção original ao criar o homem; isso irá restaurar Sua intenção ao criar todas as coisas, e isso também irá restaurar Sua autoridade sobre a terra, Sua autoridade perante todas as coisas e Sua autoridade perante Seus inimigos. Esses são os símbolos de Sua vitória total. Daí em diante, a humanidade entrará no descanso e entrará numa vida que segue pela trilha certa. Deus também entrará em eterno descanso com o homem e entrará na vida eterna compartilhada por Ele e o homem. A imundície e a desobediência na terra irão desaparecer, assim como os lamentos sobre a terra. Tudo na terra que se opõe a Deus não mais existirá. Somente Deus e aquelas pessoas que Ele salvou permanecerão; somente Sua criação permanecerá.

2. O mundo religioso acredita que toda a Escritura foi inspirada por Deus e que ela contém todas as palavras de Deus. Como se deve ter discernimento para com essa afirmação?

Nem tudo contido na Bíblia é um registro das palavras pronunciadas pessoalmente por Deus. A Bíblia simplesmente documenta os dois estágios prévios da obra de Deus, dos quais uma parte é um registro das previsões dos profetas, enquanto a outra as experiências e conhecimentos escritos por pessoas empregadas por Deus ao longo das eras. Experiências humanas estão contaminadas com opiniões e conhecimentos humanos, o que é inevitável. Em muitos dos livros da Bíblia, há conceitos e preconceitos humanos e interpretações humanas absurdas. É claro que a maioria das palavras resulta da iluminação e esclarecimento do Espírito Santo, e elas são interpretações corretas, mas ainda assim, não se pode dizer que são expressões inteiramente corretas da verdade. Suas visões sobre certas coisas não passam de conhecimento pela experiência pessoal ou da iluminação pelo Espírito Santo. As previsões dos profetas foram instruídas pessoalmente por Deus: as profecias de Isaías, Daniel, Esdras, Jeremias e Ezequiel vieram da instrução direta do Espírito Santo; essas pessoas eram videntes, haviam recebido o Espírito de profecia, todas eram profetas do Antigo Testamento. Durante a Era da Lei, essas pessoas que haviam recebido as inspirações de Jeová fizeram muitas profecias instruídas diretamente por Jeová.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Conteúdos

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro