150 A substância de Cristo é Deus

Deus tornado carne Se chama Cristo,

e o Cristo que dá às pessoas a verdade chama-Se Deus.

Não há nada de excessivo nisso,

pois Ele tem a essência, o caráter de Deus e a sabedoria em Sua obra

que o homem não pode alcançar.

Aqueles que Se chamam Cristo,

mas não conseguem fazer a obra de Deus, são fraudes.

Todos os falsos logo cairão,

pois embora aleguem ser Cristo,

nada eles têm da substância de Cristo.

Cristo é a manifestação de Deus na terra

e a carne assumida por Deus

enquanto conduz e completa entre os homens Sua obra, Sua obra.

Nenhum homem pode substituir esta carne,

pois leva a obra de Deus na terra,

expressa o caráter de Deus,

representa a Deus e dá vida ao homem.

O homem não pode definir a autenticidade de Cristo,

só quem a contesta e a decide é Deus.

Se realmente desejar o caminho da vida,

reconheça que Ele vem à terra nos últimos dias

e concede esse caminho ao homem.

Isto não é o passado; está acontecendo hoje.

Adaptado de ‘Só Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior: 149 O significado da encarnação

Próximo: 151 A obra da carne e do Espírito têm a mesma substância

Durante desastres, além de rezar, a coisa mais crítica para nós é encontrar a maneira de sermos protegidos. Junte-se ao nosso grupo de estudo gratuitamente.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro