Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

A Palavra manifesta em carne

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Busca por

Nenhum resultado encontrado

`

Vocês devem pôr de lado as bênçãos da condição e entender a vontade de Deus para a salvação do homem

Para o homem, não é possível que os descendentes de Moabe sejam completados e eles não estão qualificados para isso. Por outro lado, os filhos de Davi certamente têm esperança e estão seguramente capacitados para ser completados. Se alguém descende de Moabe, não pode ser tornado completo. Mesmo hoje, vocês ainda não sabem o significado do trabalho que é feito no seu meio; até esta etapa atual vocês continuam a acalentar expectativas para seu futuro e relutam em renunciar a elas. Uma vez que ninguém se interessa em saber por que Deus optou por trabalhar precisamente em vocês, o grupo menos merecedor, será este trabalho feito de forma errada? Será ele um equívoco momentâneo? Por que Deus desceu justamente para trabalhar entre vocês, se Ele sabia há muito tempo que vocês são os filhos de Moabe? Vocês nunca pensam nisso? Será que Deus nunca leva isso em consideração quando faz Seu trabalho? Ele toma este tipo de decisão precipitada? Não sabia Ele bem do início que vocês são os descendentes de Moabe? Vocês não sabem ponderar coisas como estas? Onde foram parar as suas concepções? Aquele pensamento sadio de vocês está desajustado? Onde foram parar a inteligência e a sabedoria de vocês? Será que vocês tendem a ser tão magnânimos que não atentam para uma questão de tão pouca monta? Suas mentes são muito sensíveis a coisas como suas expectativas para o futuro e seu próprio destino, mas são insensíveis, parvas e totalmente ignorantes quanto a tudo o mais. Em que é mesmo que vocês acreditam? Em suas expectativas para o futuro? Ou em Deus? Você não está acreditando apenas em seu bom destino? Só em sua expectativa para o futuro? Quanto você já compreende do caminho da vida? Quanto já conseguiu atingir? Acha que o propósito do trabalho que se faz hoje nos descendentes de Moabe é humilhar você? Ele é feito propositalmente para expor a feiura de vocês? É feito propositalmente para fazer vocês aceitarem o castigo e depois jogá-los no lago de fogo? Eu nunca disse que vocês não tinham futuro, muito menos que teriam de ser destruídos ou sofrer a perdição; já anunciei tal coisa publicamente? Você diz não ter esperança, mas não é essa sua própria conclusão? Não é o efeito de sua própria mentalidade? A sua própria conclusão tem valor? Se eu disser que você não é abençoado, você certamente será alvo de destruição e, se eu disser que você é abençoado, por certo você não será destruído. Só estou dizendo agora que você é o descendente de Moabe. Eu não disse que você seria destruído. Simplesmente acontece que os descendentes de Moabe foram amaldiçoados e são um tipo de humanidade corrupta. O pecado foi mencionado anteriormente; não são vocês todos pecadores? Não foram todos os pecadores corrompidos por Satanás? Todos os pecadores não desafiam e se rebelam contra Deus? Os que desafiam a Deus não são objetos de maldição? Todos os pecadores não devem ser destruídos? Sendo assim, quem pode ser salvo entre os que são de carne e sangue? Como podem vocês ter sobrevivido até hoje? Vocês são negativos porque descendem de Moabe, não estão entre os pecadores? Como duraram até hoje? Quando se menciona a perfeição, vocês se alegram. Vocês ouviram que devem experimentar a grande tribulação e pensam que isto é especialmente abençoado. Pensam que por meio da tribulação vocês podem se tornar vencedores, e isto é ainda mais a grande benção de Deus e a grande exaltação que Ele faz de vocês. Quando Moabe é mencionado, isto causa comoção entre vocês. Tanto os adultos quanto as crianças sentem uma tristeza indizível e seus corações enchem-se de aflição; todos vocês lamentam ter nascido. Não compreendem o significado da razão pela qual esta etapa do trabalho é realizada nos descendentes de Moabe; vocês só sabem ir à procura de uma condição elevada e regridem quando acham não ter esperança alguma. Quando se faz menção à perfeição e ao destino futuro, vocês ficam felizes. Sua fé em Deus é no intuito de ganhar bênçãos e para que possam ter o bom destino. Algumas pessoas estão apreensivas quanto à sua condição. Por terem escasso valor e uma condição deficiente, elas não desejam buscar a perfeição. Como Deus falou primeiro sobre a perfeição e depois Se referiu aos descendentes de Moabe, as pessoas negaram a senda de perfeição que haviam seguido anteriormente. Isto ocorre porque vocês nunca souberam o significado deste trabalho nem se importam com seu significado. Vocês são de estatura pequena demais e não conseguem suportar nem a mais ligeira perturbação. Quando veem que sua própria condição é inferior demais, vocês se sentem negativos e não têm fé para continuar com a busca. As pessoas simplesmente consideram a obtenção da graça e o gozo da paz como símbolos de fé em Deus e a busca de bênçãos como a base dessa fé. Pouquíssimas pessoas procuram conhecer a Deus ou buscam uma mudança em seu caráter. A crença das pessoas em Deus visa fazer com que Deus lhes dê um destino adequado e lhes conceda toda a graça sob o sol, fazer de Deus seu servo, fazer com que Deus mantenha com elas um relacionamento pacífico e amistoso e que nunca haja conflito entre Ele e elas. Isto é, a crença delas em Deus exige de Deus a promessa de satisfazer todos as suas demandas, de conceder-lhes qualquer coisa que elas pedirem, como diz na Bíblia, “Escutarei todas as suas orações”. Elas exigem que Deus não julgue ninguém nem lide com ninguém, pois Deus é sempre o bondoso Jesus Salvador, que mantém um bom relacionamento com as pessoas em todo momento e todo lugar. Elas acreditam desta maneira: sempre pedem coisas a Deus de forma desavergonhada e Deus concede-lhes tudo cegamente, quer elas sejam rebeldes, quer sejam obedientes. As pessoas ficam constantemente a exigir “pagamento” de Deus e Deus deve pagar sem resistir, e pagar em dobro, quer tenha obtido alguma coisa delas, quer não. Ele só pode estar à mercê delas; Ele não pode orquestrar pessoas arbitrariamente e muito menos pode, como Ele deseja, revelar-lhes Sua sabedoria e Seu justo caráter – que permaneceram ocultos durante muitos anos – sem a permissão delas. Elas apenas confessam seus pecados a Deus e Deus apenas as absolve, sem poder ficar farto disso, e isto continua eternamente. Elas simplesmente mandam em Deus e Ele simplesmente obedece, como consta da Bíblia: “Deus não veio para ser servido pelo homem, mas para servir. Ele veio para ser o servo do homem.” Não é assim que vocês sempre creram? Quando não conseguem obter nada de Deus, vocês querem fugir. E quando não compreendem alguma coisa ficam ressentidos e chegam até a proferir ofensas de todo tipo. Vocês simplesmente não permitem que o Próprio Deus expresse toda a Sua sabedoria e Seu prodígio, pois preferem desfrutar de sossego e conforto temporários. Até agora, a atitude de vocês em sua crença em Deus tem sido a das mesmas velhas concepções. Se Deus lhes mostra só um pouquinho de majestade, vocês ficam tristes – estão vendo agora qual é mesmo a estatura de vocês? Não pensem que são leais a Deus quando, na verdade, suas velhas concepções não mudaram. Quando nada lhe acontece, você acha que tudo está indo bem e ama a Deus no mais alto grau. Mas quando algo insignificante lhe acontece, você cai prostrado no Hades. É assim que você é leal a Deus?

Se a etapa final da obra de conquista começasse em Israel, a obra de conquista não faria sentido. A obra é de extrema significação quando feita neste país, quando feita em vocês. Vocês são as pessoas mais inferiores, as pessoas de condição mais baixa. Vocês são as pessoas de mais baixo nível nesta sociedade e as que menos reconheceram Deus no princípio. São as pessoas que mais se afastaram de Deus e as que foram prejudicadas com maior gravidade. Uma vez que esta etapa da obra tem por único objetivo a conquista, não é mais apropriado escolher vocês para testemunharem o que está por vir? Se a primeira fase do trabalho de conquista não fosse para ser feita em vocês, seria difícil levar adiante o trabalho de conquista que está por vir, já que o trabalho de conquista vindouro terá resultados baseados no fato de este trabalho estar sendo feito hoje. O trabalho de conquista de hoje é apenas o início do trabalho de conquista como um todo. Vocês são o primeiro grupo a ser conquistado; são os representantes de toda a humanidade que é conquistada. Se houver alguém realmente capaz de entender, essa pessoa verá que todo trabalho feito por Deus hoje é grandioso, que Deus não só faz as pessoas reconhecerem a sua própria rebeldia como também revela a condição delas. O propósito e significado de Suas palavras não é tornar as pessoas negativas nem as levar a se prostrarem. É que elas possam alcançar a revelação e ser salvas por meio de Suas palavras; é para despertar o espírito do homem através de Suas palavras. Desde o momento da criação do mundo até agora o homem sempre viveu sob o império de Satanás, sem saber que há um Deus e sem acreditar que há um Deus. O fato de estas pessoas poderem ser incluídas na grande salvação de Deus e alçadas a nível muito superior por Ele mostra realmente o amor de Deus; todos os que realmente compreendem hão de pensar assim. Como pensarão as pessoas sem compreensão? “Ora, Deus diz que somos os descendentes de Moabe. Ele Mesmo disse que somos os descendentes de Moabe. Podemos resultar em algo bom? Quem nos fez descendentes de Moabe? Quem nos levou a desafiá-Lo tanto anteriormente? Deus veio para condenar-nos; você não vê como Deus sempre nos julgou desde o início? Por termos desafiado Deus, nós deveríamos ser castigados desta forma.” Estas palavras são corretas? Hoje Deus os julga, castiga-os e os condena, mas saiba que a sua condenação é para que você possa se conhecer. Condenação, maldição, julgamento, castigo – tudo isto tem o propósito de você se conhecer, para que seu caráter possa mudar e, além disso, para que você possa conhecer o seu valor e ver que todas as ações de Deus são justas e de acordo com Seu caráter e as necessidades de Seu trabalho, que Ele trabalha conforme Seu plano para a salvação do homem e que Ele é o Deus justo que ama os homens e salva os homens, julga e castiga os homens. Se você sabe apenas que é de condição inferior e que é corrupto e desobediente, mas não sabe que Deus deseja expor a Sua salvação mediante o julgamento e o castigo que hoje Ele lhe aplica, você não tem como experimentar e muito menos é capaz de seguir adiante. Deus não veio para matar nem para destruir, mas para julgar, amaldiçoar, castigar e salvar. Antes da conclusão de Seu plano de gestão de 6.000 anos – antes de Ele expor o fim de cada categoria de homens – a obra de Deus na Terra visa à salvação, é toda destinada a tornar aqueles que O amam totalmente completos e submetê-los ao Seu domínio. Não importa como Deus salva pessoas, tudo é feito levando-as a se libertar de sua velha índole satânica; isto é, Deus salva-as fazendo com que elas busquem a vida. Se não buscarem a vida, elas não terão como aceitar a salvação de Deus. A salvação é obra do Próprio Deus e a busca de vida é algo que todo homem deve possuir para aceitar a salvação. Aos olhos do homem, salvação é o amor de Deus, e o amor de Deus não pode ser castigo, julgamento e maldição; a salvação deve conter amor, compaixão e, ademais, as palavras de consolo, bem como deve conter as infinitas bênçãos concedidas por Deus. As pessoas creem que Deus salva os homens tocando neles e fazendo com que Lhe entreguem o coração mediante Suas bênçãos e Sua graça. Ou seja, ao tocar nos homens, Ele os salva. Uma salvação como esta é uma salvação na qual se faz uma troca. Só quando Deus lhes conceder cem vezes mais os homens haverão de se submeter ao nome de Deus e se esforçarão para fazer o bem por Deus e trazer-Lhe glória. Não é esta a vontade de Deus para a humanidade. Deus veio trabalhar na terra para salvar a humanidade corrupta – não há falsidade nisto; não fosse assim, Ele certamente não teria vindo fazer Seu trabalho em pessoa. No passado, Seu meio de salvação foi mostrar amor e compaixão em sumo grau, tanto que Ele deu tudo de Si a Satanás em troca pela humanidade inteira. Hoje nada é como no passado. Hoje, a salvação de vocês acontece por ocasião dos últimos dias, durante a classificação de todos conforme o tipo; o meio de salvação não é amor nem compaixão, mas castigo e julgamento, para permitir que o homem seja salvo de forma mais completa. Assim, tudo o que vocês recebem é castigo, julgamento e bordoadas implacáveis, mas saibam que nestas bordoadas impiedosas não há o mais ligeiro sinal de punição, saibam que, a despeito da rispidez de Minhas palavras, o que a vocês acontece é apenas ouvirem algumas palavras que lhes parecem sumamente cruéis, e saibam que, a despeito da dimensão da Minha ira, o que sobrevém a vocês ainda são palavras de ensinamento, e eu não tenho intenção de feri-los nem de causar-lhes a morte. Não é tudo isto um fato concreto? Saibam que hoje, quer se trate de julgamento justo ou de refinamento e castigo implacáveis, tudo tem a salvação como meta. Hoje, quer haja a classificação de todos conforme o tipo, quer a exposição das categorias de homens, toda manifestação e todo trabalho de Deus visam salvar aqueles que realmente amam a Deus. O julgamento justo visa purificar o homem, o refinamento implacável visa limpá-lo, palavras ríspidas ou castigos visam purificar e são ministrados em benefício da salvação. Portanto, o método de salvação hoje utilizado é distinto daquele do passado. Hoje, o julgamento justo salvá-los e é um bom instrumento para classificar cada um de vocês conforme seu tipo, ao passo que o castigo impiedoso lhes traz a suprema salvação. O que vocês têm a dizer em face deste castigo e deste julgamento? Não desfrutaram da salvação do início ao fim? Vocês viram Deus encarnado e perceberam Sua onipotência e Sua sabedoria; além disso, vocês têm experimentado bordoadas e disciplinamentos repetidas vezes. Mas não receberam também graça suprema? Não são suas bênçãos maiores que as de quaisquer outros? Suas graças são mais fartas do que a glória e as riquezas de que Salomão gozava! Pensem nisto: se Minha intenção ao vir fosse condená-los e puni-los, em lugar de salvá-los, teriam as vidas de vocês durado tanto assim? Poderiam vocês, seres pecaminosos de carne e osso, ter sobrevivido até hoje? Se fosse só para puni-los, por que teria Eu Me tornado carne e Me empenhado em tamanho empreendimento? Não bastaria apenas uma palavra para punir simples mortais como vocês? Continuaria Eu propenso a destruir vocês depois de condená-los? Vocês ainda não acreditam nestas Minhas palavras? Poderia Eu salvar o homem só com amor e compaixão? Poderia Eu valer-Me apenas da crucificação para salvar o homem? Meu caráter justo não é mais conducente a tornar o homem completamente obediente? Não é mais apto a salvar o homem de forma integral?

Embora Minhas palavras sejam duras, todas são ditas para a salvação do homem, pois só estou falando palavras e não punindo o corpo do homem. Estas palavras fazem o homem viver na luz, saber que a luz existe, saber que a luz é preciosa e, em especial, portanto, saber quão benéficas elas são para ele e saber que Deus é salvação. Ainda que Eu tenha dito muitas palavras de castigo e julgamento, elas não foram de fato aplicadas a vocês. Vim fazer o Meu trabalho, dizer Minhas palavras e, embora possam ser severas, elas são ditas no julgamento da corrupção e da rebeldia de vocês. Continuo a fazer isto com o propósito de salvar o homem do império de Satanás, de usar Minhas palavras para salvar o homem; Meu propósito não é fazer mal ao homem com Minhas palavras. Minhas palavras são severas para que Meu trabalho possa dar resultados. Somente trabalhando desta forma os homens poderão conhecer-se e desistir de seu caráter rebelde. O principal significado da obra das palavras é permitir que as pessoas ponham a verdade em prática depois de a terem compreendido, consigam mudar a seu caráter e adquiram conhecimento de si mesmas e da obra de Deus. Como meio de ação, somente o falar pode transmitir a relação entre Deus e os homens, só palavras podem explicar a verdade. Agir desta forma é a melhor maneira de se conquistar o homem; a não ser a declaração de palavras, nenhum método é capaz de dar ao homem uma compreensão mais clara da verdade e da obra de Deus, e é por isso que, na etapa final de Sua obra, Deus fala aos homens de modo a lhes revelar todas as verdades e mistérios que eles não entendem, permitindo-lhes obter de Deus o verdadeiro caminho e a vida e, com isso, satisfazer a vontade de Deus. O objetivo de Deus operar nos homens é que eles possam satisfazer a vontade de Deus e tudo é feito para salvar os homens, portanto, durante o tempo em que realiza a salvação do homem Ele não faz o trabalho destinado a puni-lo. Durante o tempo da salvação do homem, Deus não pune o mal, não premia o bem nem revela o destino a todos os diferentes tipos de pessoa. Em lugar disso, somente quando a etapa final da Sua obra estiver concluída Ele fará o trabalho de punir o mal e premiar o bem e só então revelará o fim de cada um dos diferentes tipos de pessoa. Serão punidos aqueles realmente impossíveis de salvar, ao passo que serão salvos aqueles que tiverem obtido a salvação de Deus durante Seu período de salvação do homem. Durante o período do trabalho de salvação feito por Deus, todos os que puderem ser salvos serão salvos até o limite extremo e nenhum deles será abandonado, pois o objetivo do trabalho de Deus é salvar os homens. Todos aqueles que durante o período da salvação do homem por Deus não forem capazes de mudar sua predisposição e todos os que não forem capazes de obedecer a Deus completamente serão objeto de punição. Esta etapa da obra – a obra das palavras – revela aos homens todos os caminhos e mistérios que eles não compreendem, para eles poderem compreender a vontade de Deus e as exigências de Deus ao homem, de modo que possam ter condições de pôr as palavras de Deus em prática e lograr mudanças em seu caráter. Deus usa apenas palavras para fazer Seu trabalho e não pune pessoas por serem um pouco rebeldes, porque agora é o tempo do trabalho de salvação. Se todos os rebeldes fossem punidos, ninguém teria oportunidade de ser salvo, pois todos seriam punidos e cairiam no Hades. O propósito das palavras julgarem os homens é que eles possam ter conhecimento de si mesmos e obedecer a Deus, e não que sejam punidos por meio do julgamento das palavras. Durante o tempo da obra das palavras, muitas pessoas mostrarão rebeldia e provocação, bem como sua desobediência ao Deus encarnado. Todavia, Ele não punirá todas estas pessoas por essa razão, mas se limitará a afastar aquelas que são totalmente corruptas e não podem ser salvas. Ele entregará os corpos dessas pessoas a Satanás e, no caso de poucas delas, dará fim a seus corpos. Aquelas que ficarem continuarão a seguir e passarão por lida e poda. Se essas pessoas seguirem, mas ainda não souberem aceitar lida e poda e se tornarem cada vez mais degeneradas, acabarão por perder a sua chance de salvação. Todas e cada uma das pessoas que tiverem aceitado a conquista pelas palavras terão grande oportunidade de salvação. A salvação dada por Deus a cada uma dessas pessoas expõe a Sua extrema indulgência, isto é, mostra a elas a suprema tolerância. Desde que as pessoas desistam do caminho errado, desde que possam arrepender-se, Deus lhes dará a oportunidade de obterem a Sua salvação. Quando as pessoas se rebelam contra Deus pela primeira vez, Deus não deseja causar-lhes a morte, mas faz tudo o que pode para salvá-las. Se alguém realmente não tiver possibilidade de salvação, Deus há de abandoná-lo. Deus tarda a punir porque quer salvar todos aqueles que puderem ser salvos. Ele julga, ilumina e guia as pessoas somente com palavras, não usa um bastão para matá-las. Usar palavras para salvar pessoas é o objetivo e o significado da etapa final da obra.

Anterior:Somente os aperfeiçoados podem viver uma vida significativa

Próximo:Como o homem que definiu Deus de acordo com as suas concepções pode receber as revelações de Deus?

Coisas que talvez lhe interessem