Introdução

Na Era do Reino, Deus usa a palavra para introduzir uma nova era, mudar o método de Sua obra e fazer a obra para toda a era. Esse é o princípio pelo qual Deus opera na Era da Palavra. Ele Se tornou carne para falar de diferentes perspectivas, capacitando o homem a verdadeiramente ver Deus, que é a Palavra manifesta na carne, e Sua sabedoria e maravilha. Tal obra é feita para melhor atingir os objetivos de conquistar o homem, aperfeiçoar o homem e eliminar o homem. Esse é o verdadeiro significado de usar a palavra para operar na Era da Palavra. Através da palavra, o homem chega a conhecer a obra de Deus, o caráter de Deus, a essência do homem e aquilo em que o homem deve entrar. Através da palavra, a obra que Deus deseja fazer na Era da Palavra é trazida à consecução em sua totalidade. Pela palavra, o homem é revelado, eliminado e provado. O homem viu a palavra, ouviu a palavra e tornou-se ciente da existência da palavra. Como resultado, ele acredita na existência de Deus, na onipotência e sabedoria de Deus, bem como no amor de Deus pelo homem e em Seu desejo de salvar o homem. Embora o termo “palavra” seja simples e comum, a palavra da boca do Deus encarnado estremece o universo inteiro; ela transforma o coração, as noções e o velho caráter do homem, e o modo como o mundo inteiro costumava parecer. Através dos tempos, somente o Deus de hoje opera dessa forma e só Ele fala assim e assim vem salvar o homem. Desde então, o homem vive sob a orientação da palavra, pastoreado e suprido pela palavra. Toda a humanidade veio para viver no mundo da palavra, nas maldições e nas bênçãos da palavra de Deus, e há ainda mais seres humanos que vieram para viver sob o julgamento e castigo da palavra. Essas palavras e essa obra são todas para a salvação do homem, para o cumprimento da vontade de Deus e para mudar a aparência original do mundo da velha criação. Deus criou o mundo com a palavra, conduz os homens de todo o universo com a palavra e mais uma vez os conquista e salva com a palavra. Finalmente, Ele usará a palavra para levar o mundo inteiro de outrora ao fim. Só então o plano de gestão está inteiramente completo.

Extraído de ‘A Era do Reino é a Era da Palavra’ em “A Palavra manifesta em carne”

Minhas palavras são para sempre a verdade imutável. Eu sou o suprimento de vida para o homem e o único guia para a humanidade. O valor e o significado das Minhas palavras não são determinados por serem ou não reconhecidos ou aceitos pela humanidade, mas pela substância das palavras em si. Mesmo que nem uma única pessoa nesta terra possa receber Minhas palavras, o valor de Minhas palavras e seu auxílio à humanidade são inestimáveis por qualquer homem. Portanto, quando enfrentado pelos vários homens que se rebelam contra as Minhas palavras, refutam-nas ou são completamente desdenhosos delas, Minha posição é apenas esta: que o tempo e os fatos sejam Minha testemunha e mostrem que Minhas palavras são a verdade, o caminho e a vida. Que elas mostrem que tudo que Eu disse é certo, é aquilo com que o homem deve se prover e, além do mais, aquilo que o homem deveria aceitar. Vou permitir que todos aqueles que Me seguem conheçam este fato: aqueles que não podem aceitar Minhas palavras por inteiro, aqueles que não podem praticar Minhas palavras, aqueles que não podem encontrar um motivo em Minhas palavras e aqueles que não podem receber salvação por causa das Minhas palavras são aqueles que foram condenados por Minhas palavras e, além do mais, perderam Minha salvação e Minha vara nunca se afastará deles.

Extraído de ‘Vocês precisam considerar seus feitos’ em “A Palavra manifesta em carne”

Quer as palavras proferidas por Deus sejam simples ou profundas na aparência exterior, são todas verdades indispensáveis ao homem quando ele entra na vida; elas são a fonte de águas vivas que lhe permite sobreviver tanto em espírito como em carne. Elas fornecem o que o homem precisa para se manter vivo; o dogma e credo para conduzir sua vida diária; a senda, a meta e a direção pela qual ele deve passar para receber a salvação; toda verdade que ele deve possuir como ser criado diante de Deus; e toda verdade sobre como o homem obedece e adora a Deus. Elas são a garantia que asseguram a sobrevivência do homem, elas são o pão diário do homem, e também são o firme suporte que permite que o homem seja forte e se levante. Elas são ricas na realidade da verdade da humanidade normal como é vivida pela humanidade criada, ricas na verdade pela qual a humanidade se liberta da corrupção e evade as armadilhas de Satanás, ricas no incansável ensino, exortação, encorajamento e consolo que o Criador dá à humanidade criada. Elas são o farol que guia e ilumina os homens para entender tudo o que é positivo, a garantia que assegura que os homens viverão e se apossarão de tudo que é justo e bom, o critério pelo qual as pessoas, eventos e objetos são medidos, e também o marcador de navegação que leva os homens para a salvação e a senda da luz.

Extraído de ‘Conhecer Deus é a senda para temer a Deus e evitar o mal’ em “A Palavra manifesta em carne”

Em “Palavras de Deus para todo o universo”, Deus expressa Suas palavras da perspectiva do Espírito. A maneira pela qual Ele fala é inatingível pela humanidade criada. Além disso, o vocabulário e o estilo de Suas palavras são belos e comoventes, e nenhuma forma de literatura humana poderia tomar-lhes o lugar. As palavras com as quais Ele expõe o homem são precisas, são irrefutáveis por qualquer filosofia, e levam todas as pessoas à submissão. Como uma espada afiada, as palavras com as quais Ele julga o homem penetram até o fundo a alma das pessoas, a ponto de não lhes deixar nenhum lugar onde se esconder. As palavras com as quais Ele conforta as pessoas contêm misericórdia e amor; são cálidas como o abraço da mãe amorosa, e fazem as pessoas se sentir seguras como nunca antes. A mais importante dentre as características dessas declarações é que, neste estágio, Deus não fala usando a identidade de Jeová ou de Jesus Cristo, nem a de Cristo dos últimos dias. Em vez disso, usando Sua identidade inerente — o Criador — Ele fala e ensina a todos que O seguem e que ainda O seguirão. É justo dizer que essa foi a primeira vez, desde a criação, em que Deus Se dirigiu a toda a humanidade. Até então, Deus nunca tinha falado para a humanidade criada com tantos detalhes e de modo tão sistemático. Naturalmente, essa também foi a primeira vez em que Ele falou tanto e por tão longo tempo para toda a humanidade. Foi algo totalmente sem precedentes. Além disso, essas declarações foram o primeiro texto expresso por Deus em meio à humanidade no qual Ele expôs as pessoas, guiou-as, julgou-as e falou com elas intimamente; portanto, também essas foram as primeiras declarações com os quais Deus permitiu que as pessoas conhecessem Seus passos, o lugar onde Se deita, Seu caráter, o que Deus tem e é, Seus pensamentos e Seus cuidados para com a humanidade. Pode-se dizer que essas foram as primeiras declarações de Deus para a humanidade, feitos desde o terceiro céu, desde a criação, e a primeira vez em que Deus usou Sua identidade inerente para aparecer e expressar a voz de Seu coração para a humanidade mediante palavras.

Extraído da Introdução às ‘Palavras de Deus para todo o universo’ em “A Palavra manifesta em carne”

O caminho da vida não é algo que qualquer pessoa possa possuir, nem é algo que qualquer pessoa possa alcançar facilmente. Isso é porque a vida só pode vir de Deus, o que quer dizer que somente o Próprio Deus possui a substância de vida, e só o Próprio Deus tem o caminho da vida. E só Deus é a fonte de vida e o manancial inesgotável de água viva da vida. Desde que criou o mundo, Deus tem feito muita obra envolvendo a vitalidade da vida, tem feito muita obra que traz vida ao homem e tem pagado um grande preço para o homem poder ganhar vida, pois o Próprio Deus é vida eterna e Ele é o caminho pelo qual o homem é ressuscitado. Deus nunca está ausente do coração do homem e vive em todos os momentos entre os homens. Ele tem sido a força impulsionadora da vida do homem, o fundamento da existência humana e um rico depósito para a existência do homem após o nascimento. Ele faz o homem renascer e o capacita a viver obstinadamente em cada um de seus papéis. Graças ao poder Dele e à Sua inextinguível força vital, o homem tem vivido geração após geração, ao longo das quais o poder de vida de Deus foi o esteio da existência humana e pelas quais Deus tem pagado um preço que nenhum homem comum jamais pagou. A força de vida de Deus pode prevalecer sobre qualquer poder; além do mais, ela ultrapassa qualquer poder. Sua vida é eterna, Seu poder, extraordinário, e Sua força vital não pode ser vencida por qualquer ser criado ou força inimiga. A força de vida de Deus existe e fulgura em seu brilhante esplendor, independentemente de tempo ou lugar. O céu e a terra podem passar por grandes mudanças, mas a vida de Deus é a mesma para sempre. Todas as coisas podem passar, mas a vida de Deus ainda permanecerá, porque Deus é a fonte e a raiz da existência de todas as coisas. A vida do homem se origina de Deus, a existência do céu se deve a Deus, e a existência da terra provém do poder de vida de Deus. Nenhum objeto possuidor de vitalidade pode transcender a soberania de Deus, e coisa alguma com vigor pode se separar do âmbito da autoridade de Deus. Desse modo, todos, sejam quem forem, devem submeter-se ao domínio de Deus, todos devem viver sob o comando de Deus, e ninguém pode escapar do Seu controle.

Extraído de ‘Só Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna’ em “A Palavra manifesta em carne”

Cristo dos últimos dias traz vida e traz o duradouro e perpétuo caminho de verdade. Essa verdade é a senda pela qual o homem ganhará vida e a única senda pela qual o homem há de conhecer Deus e ser aprovado por Deus. Se você não busca o caminho de vida providenciado por Cristo dos últimos dias, jamais ganhará a aprovação de Jesus e nunca estará qualificado para adentrar a porta do reino dos céus, pois é tanto um fantoche quanto um prisioneiro da história. As pessoas controladas por regulamentos, por letras, e agrilhoadas pela história jamais serão capazes de ganhar vida e de ganhar o caminho perpétuo de vida. Isso porque tudo o que elas têm é água turva à qual se agarraram por milhares de anos em vez da água da vida que flui do trono. Aqueles que não são abastecidos de água de vida continuarão a ser cadáveres para sempre, brinquedos de Satanás e filhos do inferno. Como, então, podem contemplar Deus? Se você só tenta se agarrar ao passado, se só tenta manter as coisas do jeito que estão ficando parado e não tenta mudar o status quo e descartar a história, não estará sempre contra Deus? Os passos da obra de Deus são vastos e poderosos, como vagalhões e trovões encapelados — ainda assim você senta e espera a destruição passivamente, persistindo na sua tolice e fazendo nada. Desse modo, como você pode ser considerado alguém que segue os passos do Cordeiro? Como você pode justificar o Deus ao qual você se apega como um Deus que é sempre novo e nunca velho? E como as palavras de seus livros amarelados podem transportá-lo para uma nova era? Como elas podem levá-lo a buscar os passos da obra de Deus? E como podem elevá-lo aos céus? O que você tem em suas mãos são as letras que só podem providenciar conforto passageiro, não as verdades capazes de dar vida. As escrituras que você lê são aquelas que só podem enriquecer sua língua, não palavras de sabedoria capazes de ajudar você a conhecer a vida humana, muito menos as sendas que podem levá-lo à perfeição. Essa discrepância não lhe dá motivo para reflexão? Ela não lhe permite compreender os mistérios contidos no interior? Você é capaz de, por si próprio, levar a si mesmo ao céu para encontrar Deus? Sem a vinda de Deus, você pode levar a si mesmo ao céu para desfrutar a felicidade de família com Ele? Você ainda está sonhando agora? Então, Eu sugiro que pare de sonhar e olhe para quem está operando agora, para quem está realizando a obra de salvar o homem nos últimos dias. Se não o fizer, você jamais ganhará a verdade e jamais ganhará a vida.

Extraído de ‘Só Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna’ em “A Palavra manifesta em carne”

Próximo : I. Palavras essenciais sobre os três estágios da obra de Deus para salvar a humanidade

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

A respeito da Bíblia (2)

A Bíblia também é chamada de Antigo e Novo Testamento. Vocês sabem a que “testamento” se refere? O “testamento” no Antigo Testamento vem da...

Conhecer a obra de Deus hoje

Conhecer a obra de Deus nestes tempos é, em sua maior parte, conhecer qual é principal ministério do Deus encarnado nos últimos dias, e o...

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Conteúdos

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro