Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

A Palavra manifesta em carne

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

Capítulo 105

Por causa dos princípios das Minhas palavras, por causa do método da Minha obra, as pessoas Me negam; esse é o propósito de Eu falar por tanto tempo (dito em relação a todos os descendentes do grande dragão vermelho). É o método sábio da Minha obra; é o Meu julgamento do grande dragão vermelho; essa é a Minha estratégia, nem uma pessoa sequer pode entendê-la plenamente. A cada ponto de virada, isto é, em cada fase de transição do Meu plano de gestão, algumas pessoas devem ser eliminadas; elas são eliminadas de acordo com a sequência da Minha obra. Apenas esse é o método de operação do Meu plano de gestão inteiro. Após expulsar, uma a uma, as pessoas que quero eliminar, Eu então inicio o passo seguinte da Minha obra. No entanto, esse momento de eliminação é o último momento (dentro das igrejas na China) e é também o momento em que a maior quantidade de pessoas será eliminada em uma fase de transição desde a criação do mundo. Ao longo da história, cada vez que as pessoas foram eliminadas sobrou uma porção para prestar serviço para a obra posterior, mas esta vez não é a mesma de antes; é ágil e meticulosa, é a mais crítica e a mais completa de todos os tempos. Mesmo depois de ler Minhas palavras, a maioria das pessoas tenta expurgar a dúvida de sua mente, mas no fim não conseguem superar isso e acabam por cair em sua luta. Isso não cabe ao homem decidir, porque aqueles que predestinei não podem escapar e os que não predestinei Eu posso apenas desprezar. Só aqueles a quem olho favoravelmente são os que Eu amo, se não, nem uma única pessoa pode sair e entrar livremente em Meu reino; essa é a Minha vara de ferro, e só esse é o testemunho poderoso e a manifestação plena de executar os Meus decretos administrativos. É certo que essa não é uma questão de ter simplesmente um coração ardente. Por que tenho dito que Satanás é fraco e caído? No início, ele tinha força, mas está em Minhas mãos; se Eu lhe pedir para se deitar, ele deve se deitar; se Eu lhe pedir que se levante para prestar serviço a Mim, ele deve se levantar e prestar bom serviço a Mim. Não é que Satanás esteja disposto a fazer isso, é que Minha vara de ferro governa Satanás, e só então ele é convencido no coração e pela palavra. Meus decretos administrativos o governam, tenho o Meu poder, e assim ele não pode deixar de estar totalmente convencido, deve ser pisado sob o Meu escabelo, sem um traço de resistência. No passado, quando estava fazendo serviço para Meus filhos, ele foi audacioso ao extremo e intimidou Meus filhos de propósito, esperando com isso Me envergonhar, dizendo que sou sem capacidade. Que cego! Irei pisoteá-lo até a morte! Ouse só ser selvagem outra vez! Ouse só tratar Meus filhos com fria indiferença outra vez! Quanto mais honestas são as pessoas, quanto mais ouvem as Minhas palavras e aplicam os Meus feitos, mais você as intimida, mais você as isola (isso significa recrutar pessoas, juntar). Agora seus dias de selvageria estão chegando ao fim, pouco a pouco estou ajustando a conta com você e não há a mínima possibilidade de deixá-lo escaper. Agora não é você – Satanás – que tomou o poder; ao contrário, Eu tomei esse poder de volta, e a hora de chamar Meus filhos para lidar com você chegou. Você deve obedecer e não mostrar a menor resistência. Não importa o quanto tenha sido bem-comportado diante de Mim no passado, hoje isso não o ajudará. Se você não é um daqueles que amo, então não quero você. Um a mais é inaceitável, precisa ser a quantidade que predeterminei; um a menos que isso é ainda pior. Satanás, não seja tumultuador! Será que em Meu coração não tenho clareza de quem amo e quem odeio? Preciso do seu lembrete? Satanás pode parir Meus filhos? Todos são absurdos! Todos são miseráveis! Descartarei inteira e completamente todos, nem um só é desejado, todos devem sair! O plano de gestão de seis mil anos está chegando ao fim, Minha obra está feita, preciso retirar as bestas e os brutos!

Os que creem em Minhas palavras e praticam Meus feitos devem ser aqueles a quem amo, Eu não abandonarei um sequer, nem um será largado, e aqueles que são os filhos primogênitos não precisam se preocupar. Já que lhes é concedido por Mim, ninguém pode tirá-lo e estou resolvido a concedê-lo àqueles a quem abençoo. Aqueles a quem aprovo (antes da criação do mundo) Eu abençoo (hoje). Esse é o modo como Eu opero, é também o princípio essencial de cada cláusula dos Meus decretos administrativos e ninguém pode mudá-lo; uma palavra mais não pode ser acrescentada, nem uma frase mais, tampouco uma palavra pode ser omitida, nem uma frase. No passado, muitas vezes Eu disse que a Minha pessoa aparece para vocês; então, o que é a Minha pessoa e como ela aparece? Significa simplesmente Eu Mesmo? Significa simplesmente cada sentença que digo? Esses dois aspectos, embora indispensáveis, representam apenas uma pequena parte, o que equivale a dizer que essa não é a explicação completa da Minha pessoa. A Minha pessoa inclui Eu Mesmo, Minhas palavras e também Meus feitos, mas a explicação mais exata é que Meus filhos primogênitos e Eu somos a Minha pessoa. Ou seja, um grupo de cristãos organizados, que reina e detém o poder, é a Minha pessoa. Por isso, cada um dos filhos primogênitos é indispensável, faz parte da Minha pessoa e, portanto, enfatizo que o número de pessoas não pode ter nem um a mais (humilhando Meu nome), nem, o que é mais crucial ainda, um a menos (incapaz de ser a Minha plena manifestação) e enfatizo repetidas vezes que os filhos primogênitos são os Meus mais queridos, o Meu tesouro, a cristalização do Meu plano de gestão de seis mil anos; só os filhos primogênitos podem ser a Minha manifestação perfeita e plena, Eu Mesmo posso só ser uma manifestação plena da Minha pessoa, só com os primogênitos pode ser dito que é uma manifestação perfeita e plena. Assim, faço exigências estritas aos Meus filhos primogênitos, sem negligenciar coisa alguma, e corto e mato vezes sem conta todos aqueles que não são parte dos Meus filhos primogênitos; essa é a raiz de tudo que tenho dito, é o objetivo supremo de tudo que tenho dito. Além disso, repetidas vezes enfatizo que eles devem ser os aprovados por Mim, aqueles que Eu pessoalmente escolhi desde a criação do mundo. Então, como explicar “aparecer” agora? É o momento de entrar no mundo espiritual? A maioria das pessoas acredita que é o momento em que Eu Mesmo fui ungido, ou o momento em que elas viram a Mim Mesmo; tudo isso é falso, não está nem perto. “Aparecer” segundo seu significado original não é de forma alguma difícil de entender, mas entendê-lo segundo a Minha intenção é bem mais difícil. Pode ser dito da seguinte maneira: quando criei a humanidade, Eu estava colocando a Minha qualidade nesse grupo de pessoas que Eu amava, e esse grupo de pessoas era a Minha pessoa. Para colocar de outra forma, a Minha pessoa já havia aparecido naquele momento. Não é que a Minha pessoa apareceu depois que esse nome foi recebido, mas, sim, que apareceu depois que predestinei esse grupo de pessoas, porque elas contêm a Minha qualidade (a natureza delas não muda, elas ainda são uma parte da Minha pessoa). Então a Minha pessoa, da criação do mundo até o presente dia, sempre apareceu. Nas concepções das pessoas, a maioria acredita que Eu Mesmo sou a Minha pessoa, o que não é absolutamente assim; isso é tudo os pensamentos das pessoas, as noções das pessoas. Se só Eu Mesmo fosse a Minha pessoa, isso não seria capaz de envergonhar Satanás, não seria capaz de glorificar o Meu nome, e de fato teria um efeito contrário, envergonhando dessa forma o Meu nome, e se tornaria uma marca de Satanás envergonhando o Meu nome ao longo das eras. Eu sou o Próprio Deus sábio e jamais faria tal tolice.

A Minha obra precisa ter resultados, mais ainda Eu devo falar palavras com métodos; todas as Minhas palavras e declarações são ditas seguindo o Meu Espírito, e Eu falo de acordo com tudo que o Meu Espírito faz. Então, todos deviam, através das Minhas palavras, sentir o Meu Espírito, deviam ver o que é que o Meu Espírito está fazendo, ver o que é exatamente que quero fazer, ver o Meu modo de operar segundo as Minhas palavras e ver o que são os princípios do Meu plano de gestão inteiro. Eu observo a cena inteira do universo: cada pessoa, cada evento e cada lugar, tudo está sob o Meu comando. Não há ninguém que ouse violar o Meu plano; todos avançam passo a passo na ordem que instruí. Esse é o Meu poder, é onde se encontra a sabedoria de gerenciar o Meu plano inteiro. Ninguém pode entender completamente, ninguém pode falar claramente. Tudo é feito pessoalmente por Mim e controlado por Mim apenas.

Anterior:Capítulo 104

Próximo:Capítulo 106

Conteúdo Relacionado

  • Discutindo a vida da igreja e a vida real

    As pessoas sentem que só são capazes de se transformar em sua vida na igreja, e que, se não estiverem vivendo na igreja, transformação não é possível,…

  • O mistério da encarnação (1)

    Na Era da Graça, João preparou o caminho para Jesus. Ele não poderia fazer a obra do Próprio Deus e simplesmente cumpriu o dever do homem. Embora Joã…

  • Capítulo 27

    A conduta humana nunca tocou o Meu coração nem nunca Me impressionou como preciosa. Aos olhos do homem, Eu estou sempre o tratando com muito rigor e s…

  • A obra de Deus e a prática do homem

    A obra de Deus entre os homens é inseparável do homem, pois o homem é o objeto dessa obra e a única criatura feita por Deus que pode dar testemunho d…