227 Toda a Bíblia foi dada pela inspiração de Deus?

Os homens acham que a Bíblia e Deus são um só.

Eles creem que as palavras da Bíblia

foram as únicas que Deus falou

e que todas foram ditas por Deus.

I

Quem crê em Deus até pensa que,

embora homens tenham escrito

o Antigo e o Novo Testamento,

eles vieram da inspiração de Deus,

registrando as palavras do Espírito Santo.

Essa é uma interpretação errônea;

não corresponde a fatos reais.

Tirando os livros de profecia,

o Antigo Testamento é um registro histórico.

Algumas epístolas do Novo Testamento

vêm da experiência humana;

algumas, da iluminação dada pelo Espírito Santo.

É um grande erro e blasfêmia

que os registros e epístolas humanos sejam vistos

como palavras do Espírito Santo ditas às igrejas.

II

As epístolas paulinas vieram da obra de um homem,

da iluminação do Espírito Santo.

Elas foram escritas para as igrejas para exortar

e encorajar os irmãos,

não foram palavras do Espírito Santo.

Paulo não podia falar pelo Espírito Santo,

não teve as visões de João, nem era profeta.

As epístolas foram para as igrejas de seu tempo.

As palavras edificantes

que disse aos homens eram certas,

mas não podiam representar Deus

nem o que o Espírito Santo proferiu.

É um grande erro e blasfêmia

que os registros e epístolas humanos sejam vistos

como palavras do Espírito Santo

ditas às igrejas, ditas às igrejas.

Adaptado de ‘A respeito da Bíblia (3)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior: 226 A Trindade existe?

Próximo: 228 Todos que usam a Bíblia para condenar Deus são fariseus

Todos os dias temos 24 horas e 1440 minutos. Você está disposto a dedicar 10 minutos para estudar o caminho de Deus? Você está convidado a se juntar ao nosso grupo de estudo.

Conteúdo relacionado

Pergunta 1: Vocês atestam que o Senhor Jesus voltou como ninguém menos que Deus Todo-Poderoso, que expressou a verdade realizando o julgamento nos últimos dias.Como isso é possível? O Senhor realmente virá para nos levar para o reino dos céus. Como ele pôde nos deixar para trás para fazer o julgamento nos últimos dias? Eu acho que ao acreditarmos no Senhor Jesus e recebermos a obra do Espírito Santo, já vivenciamos o julgamento de Deus. Existe comprovação nas palavras do Senhor Jesus: “Pois se eu não for, o Ajudador não virá a vós; mas, se eu for, vo-lo enviarei. E quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo” (João 16:7-8). Nós achamos que depois que o Senhor Jesus ressuscitou e ascendeu ao céu, o pentecoste do Espírito Santo desceu para agir nas pessoas. Isso já tinha feito as pessoas se culparem pelos seus pecados, pela justiça e julgamento. Quando nos confessamos e nos arrependemos diante do Senhor, vivenciamos de fato o julgamento do Senhor. a obra do Senhor Jesus fosse a obra de redenção, depois que Ele ascendeu aos céus, a obra feita pelo Espírito Santo, que desceu no pentecoste deveria ser o julgamento de Deus nos últimos dias. Se não fosse pelo julgamento, como seria “convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo”? Além disso, como fiéis do Senhor, somos sempre tocados, repreendidos e disciplinados pelo Espírito Santo. Então, diante do Senhor, sempre estamos chorando e nos arrependendo. As boas condutas geradas são como fomos transformados pela nossa fé no Senhor. Não são o resultado da vivência do julgamento de Deus? O julgamento de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias de que falam, como ele se diferencia da obra do Senhor Jesus?

Resposta: Já que vocês reconheceram que o Senhor Jesus fez foi a obra de redenção, e a forma que Ele expôs é “Arrependei-vos, porque é...

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro

Entre em contato conosco pelo WhatsApp