Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

A Palavra manifesta em carne

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Busca por

Nenhum resultado encontrado

`

Interpretação da quadragésima primeira declaração

Como Deus opera no homem? Você compreende isso? Está claro? E como opera na igreja? O que você acha? Você já pensou nessas questões? O que Ele espera realizar por meio de Sua obra na igreja? Já está tudo claro? Se não estiver, então tudo o que você faz é fútil e sem validade alguma! Essas palavras tocam seu coração? Tudo que é exigido para alcançar o desejo de Deus não passa de um progresso proativo e de não ser negativo e se afastar? A cooperação cega é suficiente? O que você deve fazer se ainda houver uma nuvem de ambiguidade em torno da visão? É certo não buscar? Deus diz: “Certa vez Eu assumi um grande empreendimento entre os homens, mas eles não notaram e então precisei usar a Minha palavra para revelar isso a eles. Mesmo assim, o homem ainda não conseguia entender as Minhas palavras e continuou ignorando o objetivo do Meu plano”. O que isso significa? Alguma vez você pensou em qual é o propósito disso? Deus apenas age de modo cego e sem objetivo? E, se sim, de que adianta? Se o propósito não é claro e se não o entendem, então como os homens podem cooperar de verdade? Deus diz que as buscas das pessoas se situam em mares sem fim, em palavras e doutrinas vazias. Você nem sequer é capaz de dizer em qual categoria suas buscas se encaixam. O que Deus quer alcançar no homem? Tudo isso deve estar claro para você. É só para envergonhar o grande dragão vermelho no aspecto negativo? Será que, depois de envergonhar o grande dragão vermelho, Deus simplesmente viverá como um eremita de mãos vazias? Então o que é que Deus quer? Ele quer mesmo o coração dos homens? Ou a vida deles? Ou sua riqueza e bens? Que proveito há nisso? Nada disso é útil para Deus. Deus tem feito tanto nos homens só para usá-los como prova de Sua vitória sobre Satanás e demonstrar Seu poder? Isso não faria Deus parecer mesquinho? Deus é mesmo esse tipo de Deus? É como uma criança incitando adultos para uma briga? Que importância tem isso? O homem sempre examinou Deus usando as próprias noções. Deus disse certa vez: “Um ano tem quatro estações e para cada estação existem três meses”. O homem ouviu, lembrou-se de Suas palavras e continuou dizendo que existiam três meses em uma estação e quatro estações em um ano. E então, quando Deus perguntou: “Quantas estações existem em um ano? E quantos meses por estação?”, o homem respondeu em uníssono: “Quatro estações, três meses”. O homem sempre tenta definir Deus com base em conjuntos de regras. Hoje em dia, na era de “três estações por ano, quatro meses por estação”, o homem ainda não se dá conta, aparentemente está cego, tentando estabelecer regras para tudo. E agora os homens estão tentando aplicar suas regras a Deus! Eles são cegos mesmos! Não veem que agora não existe mais “inverno”, só “primavera, verão e outono”? O homem é mesmo um tolo! No seu estado atual, os homens ainda não sabem como conhecer a Deus. São exatamente iguais às pessoas da década de 1920, que acham os meios de transporte inconvenientes e por isso caminham ou andam de burro, ou que acham que deviam usar lamparinas a óleo e outros estilos de vida primitivos. Não são essas todas noções da mente dos homens? Então, por que ainda falar de misericórdia e amor hoje? Qual é a utilidade disso? Como uma anciã incoerente falando de seu passado, para que servem essas palavras? Afinal, o presente é o presente; o relógio pode voltar 20 ou 30 anos? As pessoas sempre seguem a maré; por que é tão difícil para elas aceitar isso? Nesta presente era de castigo, que utilidade tem essa conversa de misericórdia e amor? Como se tudo que houvesse em relação a Deus fosse misericórdia e amor? Nesta era de “farinha e arroz”, por que as pessoas sempre servem cascas e verduras amargas? Deus não está disposto, mas o homem o suprime à força. Se resistisse, Ele seria rotulado de “contrarrevolucionário”, e mesmo que fosse dito repetidamente que Deus não é misericordioso nem amoroso quem iria ouvir? O homem é absurdo demais. Parece que a palavra de Deus não produz efeito. Os homens sempre veem as Minhas palavras sob uma luz diferente. Deus é sempre intimidado pelas pessoas e parece que as inocentes são confrontadas com uma acusação sem fundamento; quem vai agir de acordo com Deus? Se vocês estiverem sempre dispostos a viver na misericórdia e no amor de Deus, o que se pode fazer? Deus deve aturar os insultos do homem; no entanto, Eu espero que vocês, antes de discutir com Deus, possam compreender como o Espírito Santo opera. Além disso, insisto para que compreendam o sentido original da palavra de Deus. Não se achem inteligentes, nem achem que a palavra de Deus contenha impureza. Isso é desnecessário! Quem pode dizer quanta “impureza” existe na palavra de Deus? A não ser que Deus diga isso diretamente ou o indique claramente. Não pensem tão bem de si mesmos. Se forem capazes de enxergar o caminho da prática a partir de Suas palavras, então vocês preenchem os requisitos. O que mais vocês querem ver? Deus disse: “Não tenho mais misericórdia alguma pela debilidade do homem”. Nem essas palavras simples e distintas podem ser interpretadas; então, qual é o objetivo de pesquisar e investigar mais? Sem o conhecimento básico da mecânica, como o homem poderia estar qualificado para construir um foguete? Não é alguém que só gosta de se gabar? O homem não está qualificado para fazer a obra de Deus; é só Deus que o exalta. Não saber o que Ele ama, o que odeia e apenas servi-Lo. Essa não é uma receita para o desastre? Os homens não entendem a si mesmos, mas se acham extraordinários. Quem eles pensam que são? São verdadeiramente cegos para a diferença entre o bem e o mal. Pense no passado e olhe o futuro adiante. O que você acha? Depois, busque se conhecer.

Deus revelou muito sobre a intenção e o propósito do homem. Deus disse: “Foi nessa ocasião que Eu vi a intenção e o propósito do homem. Suspirei dentre a névoa: por que os homens sempre devem agir por interesses próprios? Meus castigos não têm por propósito torná-los perfeitos? Estou tentando desanimá-los?”. O que você aprende sobre si mesmo com essas palavras? A intenção e o propósito do homem realmente se perderam? Alguma vez você verificou? Vocês poderiam também chegar diante de Deus e aprender; o que Sua obra de castigo alcança em vocês? Vocês a resumiram? Talvez quase nada ou talvez tenham se deixado levar pelo exagero há tempos. O que Deus lhes pede para alcançar? Das palavras que lhes foram ditas, quantas vocês colocaram em prática? Quantas foram ditas em vão? Aos olhos de Deus, poucas palavras são de fato postas em prática; isso acontece porque os homens nunca conseguem decifrar o sentido original de Deus e simplesmente aceitam qualquer coisa que lhes ecoe. Dessa forma eles podem conhecer a mente de Deus? No futuro próximo, Deus terá mais uma obra para o homem; o homem consegue realizar essa obra com a baixa estatura que tem agora? Se não for errôneo, o homem é absurdo ou talvez arrogante, como se essa fosse a natureza das pessoas. De fato é incompreensível: considerando tudo que Deus disse, por que o homem não entende que isso é importante? Será que a palavra de Deus é só uma piada, que não tem o propósito de produzir efeito algum? Tudo para ver o homem encenar um drama de “Felicidade, Raiva, Tristeza e Alegria”? Para fazer o homem rir por um momento e chorar no momento seguinte, depois atender aos próprios assuntos fora do palco? Que efeito isso teria? “Por que é que as Minhas exigências para com o homem sempre resultam em nada? É como se Eu estivesse pedindo a um cachorro que subisse em uma árvore? Estou tentando criar problemas do nada?” As palavras que Deus fala miram a situação atual do homem. Pode-se também examinar a si mesmo para ver quem está vivendo segundo a palavra de Deus. “E ainda hoje, grande parte do terreno continua a mudar. Se algum dia a terra de fato mudar para um tipo diferente, Eu a rejeitarei de imediato – não é essa a etapa em que Eu estou na Minha obra atual?” De fato, Deus agora está no processo dessa obra; no entanto, quando menciona “a rejeitarei de imediato”, Deus se refere ao futuro, pois tudo é um processo. Você consegue ver que essa é a direção na presente obra de Deus? Em função da falha na intenção do homem, os espíritos impuros aproveitam a oportunidade para se manifestar. Nesse momento, “a terra muda para um tipo diferente” e as pessoas naquele tempo irão mudar qualitativamente, mas a essência delas permanecerá a mesma. Isso se dá porque existe algo mais na terra para melhorar. Em outras palavras, a terra original era inferior, mas, uma vez melhorada, pode ser usada. No entanto, depois de ter sido usada por certo período, e depois não for mais usada, ela voltará aos poucos à sua forma original. Esse é um resumo do próximo passo na obra de Deus. A futura obra de Deus será mais complexa, porque é o momento de classificar os vários tipos de pessoas. No ponto de encontro do fim, será uma tremenda confusão e o homem não terá uma visão definida. Assim como Deus disse: “Os homens são todos artistas que acompanham o grupo”. Assim como os homens têm a capacidade artística para acompanhar o grupo, Deus usa essa falha para o passo seguinte de Sua obra, para que Ele consiga fazer todos os homens reverter esse defeito. Os homens são facilmente influenciados porque não têm a estatura certa. Se tivessem, seriam árvores grandiosas. Deus pretende usar uma parte da obra dos espíritos malignos para aperfeiçoar uma parte do homem, para que essas pessoas consigam entender completamente os feitos dos demônios, e para permitir que todos entendam de fato seus antepassados. Só então os humanos podem se libertar por completo, não apenas renunciando à posteridade dos demônios, mas ainda mais a de seus ancestrais. Essa é a intenção original de Deus de derrotar completamente o grande dragão vermelho, para fazer com que todos os homens conheçam a verdadeira forma do grande dragão vermelho ao arrancar sua máscara e enxergar sua verdadeira forma. É isso que Deus quer alcançar, e esse é Seu objetivo final na terra, pelo qual Ele tem feito tamanha obra; Ele visa a realizá-lo em todos os homens. Isso é conhecido como a manobra de todas as coisas pelo propósito de Deus.

Está claro para vocês como a obra futura será feita? Tudo isso deve ser entendido. Por exemplo: por que Deus diz que os homens nunca fazem seus deveres? Por que Ele diz que muitos não conseguiram fazer o dever de casa que Ele lhes deixou? Como essas coisas podem ser alcançadas? Você já pensou nessas questões? Elas se tornaram o assunto de suas conversas? Pois nesta etapa da obra, o homem deve entender as intenções atuais de Deus. Tendo sido alcançadas, as demais podem ser discutidas, certo? O que Deus espera alcançar no homem precisa ser explicado de maneira explícita, caso contrário não será útil. As pessoas não vão ser capazes de entrar nisso e será menos provável ainda que consigam alcançá-lo; tudo é discutível. Você encontrou um caminho para a prática do que Deus disse hoje? As pessoas veem a palavra de Deus com um sentimento de medo. Não conseguem compreendê-la e temem ofender a Deus. Quantas maneiras de comer e beber que foram indicadas agora elas descobriram? A maioria não sabe comer; como isso pode ser resolvido? Você encontrou uma maneira de fazer isso na declaração de hoje? De que maneira você tentou cooperar? E uma vez que todos entenderam as palavras, através de quais meios vocês discutem suas impressões? O homem não deveria fazer isso? Como você prescreveria o remédio certo? Você ainda precisa da voz direta de Deus? Isso é necessário? Como esses problemas podem ser erradicados por completo? Simplesmente veja se vocês são capazes de cooperar na prática com o Espírito Santo em ação. Se houver uma cooperação adequada, o Espírito Santo fará uma grande obra. Se não houver uma cooperação adequada, e sim confusão, o Espírito Santo não estará em posição de ajudar. “Se conhecer seu inimigo e conhecer a si mesmo, você sempre sairá vitorioso.” Independentemente de quem falou essas palavras, elas são muito adequadas para vocês. Em suma, vocês devem, em primeiro lugar, se conhecer para depois poder conhecer seus inimigos e, no fim, serão capazes de vencer todas as batalhas. Vocês todos devem ser capazes de fazer isso. Não importa o que Deus lhe pede, você só precisa dar tudo de si. Espera-se que no fim você seja capaz de mostrar sua lealdade a Deus diante Dele e enquanto puder ver o sorriso gratificado de Deus em Seu trono, mesmo que seja na hora da sua morte, você deve ser capaz de rir e sorrir conforme seus olhos vão se fechando. Você deve fazer o dever final para Deus durante o tempo em que estiver na terra. No passado, Pedro foi crucificado de cabeça para baixo por Deus; mas, no fim, você deve satisfazer a Deus e esgotar toda a sua energia por Deus. O que uma criatura pode fazer por Deus? Então você deve se entregar à misericórdia de Deus o mais cedo e não o mais tarde possível. Enquanto Deus estiver feliz e satisfeito, permita que Ele faça o que quiser. Que direito os homens têm para reclamar?

Anterior:Interpretação da quadragésima declaração

Próximo:Interpretação da quadragésima segunda declaração

Coisas que talvez lhe interessem