214 Deus é Deus, homem é homem

Você pode ter aberto o livro das palavras de Deus

para pesquisa ou com intenção de aceitá-lo,

mas não o deixe de lado.

Leia tudo e talvez isso faça você mudar de ideia,

dependendo de seus motivos e de seu entendimento.

Mas há algo que deve saber:

a palavra de Deus

e a do homem não são iguais.

O homem usado por Deus não é Deus na carne,

e este Deus não é o homem usado por Deus.

Há uma diferença essencial.

Afinal de contas, Deus é Deus, homem é homem.

Deus tem essência de Deus, homem tem essência de homem.

Como dito pelo Espírito Santo, as palavras de Deus não são iluminação;

as palavras dos profetas e apóstolos não são a de Deus.

É um erro pensar assim.


Se depois de ler essas palavras,

não aceitá-las como vindas de Deus,

mas como iluminação que o homem ganhou,

você está cego pela ignorância.

As palavras de Deus não são o mesmo

que a iluminação que o homem ganhou.

As palavras do Deus encarnado iniciam uma nova era,

iniciam uma nova era.

Elas podem guiar toda a humanidade,

revelar mistérios, mostrar direções.

A iluminação ganha pelo homem

é só um guia para a prática e percepção.

Não pode guiar o homem para uma nova era

ou revelar os segredos de Deus.

Afinal de contas, Deus é Deus, homem é homem.

Deus tem essência de Deus, homem tem essência de homem.

Como dito pelo Espírito Santo, as palavras de Deus não são iluminação;

as palavras dos profetas e apóstolos não são a de Deus.

É um erro pensar assim.

Nunca confunda certo e errado,

alto e baixo, profundo e raso.

Nunca conteste o que sabe ser verdade;

investigue problemas com o devido olhar,

aceite a nova obra e as palavras de Deus

do ponto de vista de Sua criação.

Essas são coisas que quem tem fé deve fazer

ou será eliminado por Deus.

Afinal de contas, Deus é Deus, homem é homem.

Deus tem essência de Deus, homem tem essência de homem.

Como dito pelo Espírito Santo, as palavras de Deus não são iluminação;

as palavras dos profetas e apóstolos não são a de Deus.

É um erro pensar assim.


Adaptado do Prefácio em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior: 213 Vocês ouviram o Espírito Santo falar?

Próximo: 215 O dia da glória de Deus

Quando ocorre um desastre, como nós, cristãos, devemos enfrentá-lo? Fique à vontade para nos contatar via WhatsApp, podemos explorar e encontrar caminhos juntos.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro