Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

A Palavra manifesta em carne

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Busca por

Nenhum resultado encontrado

`

As pessoas que conseguem ser absolutamente obedientes em relação à praticidade de Deus são aquelas que amam verdadeiramente a Deus

Ter conhecimento da praticidade e ser capaz de ver claramente a obra de Deus – tudo isso é visto em Suas palavras. É somente nas palavras de Deus que você pode obter esclarecimento, então você deve se equipar mais com as Suas palavras. Compartilhe seu entendimento das palavras de Deus em comunhão, e por meio de sua comunhão outros podem obter esclarecimento e isso pode levar as pessoas à senda – essa senda é prática. Antes de Deus preparar um ambiente para você, cada um de vocês precisa primeiro se equipar com Suas palavras. Isso é algo que todos devem fazer – trata-se de uma prioridade urgente. A primeira coisa a fazer é ser capaz de comer e beber as Suas palavras. Para as coisas que você é incapaz de fazer, busque uma senda de prática a partir das Suas palavras e procure em Suas palavras quaisquer assuntos que você não entenda ou quaisquer dificuldades que tenha. Faça das palavras de Deus a sua provisão, permita que elas o ajudem a resolver dificuldades e problemas práticos, e permita que as Suas palavras se tornem seu auxílio na vida – isto requer esforço de sua parte. Os resultados têm que ser atingidos pelo comer e beber a palavra de Deus. Você precisa ser capaz de aquietar seu coração perante Ele e de praticar conforme as Suas palavras quando encontrar problemas. Quando você não encontrou nenhum problema, simplesmente coma e beba. Às vezes, você pode orar e pensar no amor de Deus, ter comunhão sobre seu entendimento de Suas palavras, e ter comunhão sobre o esclarecimento e a iluminação que experimenta no interior e a reação que você tem quando as lê, e você pode liderar as pessoas à senda – isso é prática. O objetivo de fazer isso é permitir que as palavras de Deus se tornem sua provisão prática.

No curso de um dia, quantas horas você passa verdadeiramente perante Deus? Quanto de seu dia é dedicado a Deus? Quanto é dedicado à carne? Se seu coração está sempre voltado para Ele, este é o primeiro passo na trilha certa para ser aperfeiçoado por Deus. Você pode devotar seu coração, seu corpo e todo o seu amor genuíno a Deus, colocá-los diante Dele, ser completamente obediente a Ele e ser absolutamente atento à Sua vontade. Não pela carne, não pela família e não pelos seus desejos pessoais, mas pelos interesses da casa de Deus. Em tudo você pode considerar a palavra de Deus como o princípio, como a base. Assim, suas intenções e suas perspectivas estarão todas no lugar certo e você será alguém que ganha o louvor de Deus perante Ele. As pessoas de quem Deus gosta são aquelas que são absolutamente voltadas para Ele, pessoas que são devotadas a Ele e a nenhum outro. As pessoas a quem Ele abomina são aquelas que têm o coração dividido em relação a Ele e que se rebelam contra Ele. Ele abomina aqueles que acreditam Nele e sempre querem desfrutar Dele, mas não conseguem se despender completamente por Ele. Ele abomina aqueles que dizem que O amam, mas que se rebelam contra Ele em seu coração. Ele abomina aqueles que usam palavras rebuscadas para envolver-se em engano. Aqueles que não têm dedicação genuína a Deus ou obediência genuína a Ele são traiçoeiros; são naturalmente arrogantes demais. Aqueles que não conseguem ser genuinamente obedientes perante o Deus normal e prático são ainda mais arrogantes e são, em particular, a zelosa progenitura do arcanjo. Aqueles que verdadeiramente se expendem por Deus colocam todo o seu ser perante Ele. Eles obedecem genuinamente a todas as Suas declarações e são capazes de colocar as Suas palavras em prática. Eles fazem das palavras de Deus a base de sua existência e são capazes de buscar genuinamente as porções de prática na palavra de Deus. Esse é alguém que realmente vive perante Deus. Se o que você faz é benéfico para sua vida e satisfaz a vontade de Deus e por meio do comer e beber as Suas palavras você pode suprir suas inadequações e necessidades interiores de forma que seu caráter de vida seja transformado, então isso satisfará a vontade de Deus. Se você age de acordo com os requisitos de Deus e se não satisfaz a carne, mas sim a Sua vontade, isso é entrar na realidade de Suas palavras. Falar de entrar mais realisticamente na realidade das palavras de Deus significa que você pode fazer o seu dever e satisfazer os requisitos de Deus. Somente esses tipos de ações práticas podem ser chamados de entrar na realidade de Suas palavras. Se é capaz de entrar nessa realidade, então você tem a verdade. Isso é o começo da entrada na realidade; você precisa primeiro cumprir esse treinamento e somente depois disso poderá entrar em realidades mais profundas. Pense em como guardar os mandamentos e como ser leal perante Deus. Não pense sempre em quando será capaz de entrar no reino – se seu caráter não mudar, o que quer que você pense será inútil! Para entrar na realidade das palavras de Deus, você precisa primeiro ser capaz de tornar suas ideias e pensamentos todos para Deus – essa é a necessidade mais básica. Há muitas pessoas que estão atualmente em meio a provações; elas não entendem a obra de Deus. Mas Eu lhe digo – se você não a entende, é bom não tecer julgamentos sobre ela. Talvez haja um dia em que a verdade toda virá à luz e então você a saberá. Não tecer julgamentos lhe seria benéfico, mas você não pode simplesmente esperar de forma passiva. Você precisa buscar a entrada ativamente – somente essa é uma pessoa que tem entrada prática.

Por causa de sua rebelião, as pessoas estão sempre desenvolvendo noções sobre o Deus prático. Isso requer que todas as pessoas aprendam a ser obedientes, porque o Deus prático é uma provação enorme para a humanidade. Se você não consegue permanecer firme, então tudo está acabado; se você não tem entendimento da praticidade do Deus prático, não poderá ser aperfeiçoado por Ele. Uma etapa crucial para alguém poder ser ou não aperfeiçoado é entender a praticidade de Deus. A praticidade do Deus encarnado vindo à terra é uma provação para todos. Se você consegue permanecer firme nesse aspecto, então você é alguém que conhece a Deus e que realmente O ama. Se você não consegue permanecer firme nesse aspecto, se só acredita no Espírito e não consegue ter fé na praticidade de Deus, então, não importa quão grande seja a sua fé em Deus, ela é inútil. Se você não pode crer no Deus visível, pode crer no Espírito de Deus? Você não está tentando enganar a Deus? Você não é obediente ao Deus visível e tangível, então é capaz de obedecer ao Espírito? Um espírito é invisível e intangível, então quando você diz que obedece ao Espírito de Deus, não está simplesmente falando algo absurdo? A chave para obedecer aos mandamentos é ter um entendimento do Deus prático. Uma vez que tenha um entendimento do Deus prático, você será capaz de obedecer aos mandamentos. Obedecer aos mandamentos inclui dois componentes: um é manter uma fé firme na [a] essência do Espírito Santo e ser capaz de aceitar o exame do Espírito perante Ele. Outro é ser capaz de ter um entendimento genuíno da carne encarnada e alcançar obediência genuína. Quer seja perante a carne ou perante o Espírito, deve-se sempre manter um coração de obediência e temor a Deus. Somente esse tipo de pessoa está qualificada a ser aperfeiçoada. Se você tem um entendimento da praticidade do Deus prático, isso é permanecer firme nessa prova, e então nada será demasiado.

Algumas pessoas dizem que é fácil obedecer aos mandamentos, que você só precisa se apresentar perante Deus, falar franca e devotamente sem gesticular, e isso é obedecer aos mandamentos. É assim? Então você faz algumas coisas nos bastidores que resistem a Deus – isso conta como obedecer aos mandamentos? Vocês precisam entender plenamente a questão de obedecer aos mandamentos. Isso está ligado a você entender ou não o Deus prático; se você tem um entendimento da praticidade e não tropeça e cai nessa prova, isso conta como um testemunho forte de sua parte. Dar um testemunho contundente de Deus está principalmente relacionado a você ter ou não um entendimento do Deus prático, e a você ser ou não capaz de obedecer em frente a essa pessoa que não é apenas comum, mas normal, e ainda obedecer até a morte. Se você realmente dá testemunho de Deus por meio dessa obediência, isso significa que você foi adquirido por Deus. Ser capaz de obedecer até a morte e não ter reclamações perante Ele, sem fazer julgamentos, sem difamação, sem ter noções e sem ter qualquer outra intenção – assim Deus obterá glória. A obediência perante uma pessoa comum que é menosprezada pelo homem e ser capaz de obedecer até a morte sem quaisquer noções – isso é testemunho verdadeiro. A realidade na qual Deus requer que as pessoas entrem é que você seja capaz de obedecer às Suas palavras, capaz de colocar as Suas palavras em prática, capaz de se curvar perante o Deus prático e de conhecer sua própria corrupção, capaz de abrir seu coração perante Ele e no final ser ganho por Ele por meio dessas palavras Dele. Deus ganha glória quando essas palavras conquistam você e o tornam totalmente obediente a Ele; por meio disso Ele envergonha Satanás e completa a Sua obra. Quando você não tem quaisquer noções da praticidade do Deus encarnado, isto é, quando você permanece firme nessa prova, então dá bom testemunho. Se houver um dia em que você tenha pleno entendimento do Deus prático e possa obedecer até a morte como Pedro, você será ganho por Deus, e aperfeiçoado por Ele. O que Deus faz que não está em conformidade com suas noções é uma prova para você. Se estivesse em conformidade com as suas noções, não seria preciso que você sofresse ou fosse refinado. É porque a Sua obra é tão prática e porque ela não está em conformidade com suas noções que ela requer que você abandone as suas noções. É por isso que ela é uma prova para você. É por causa da praticidade de Deus que todas as pessoas estão em meio a provas; a Sua obra é prática e não sobrenatural. Ao entender plenamente as Suas palavras práticas, as Suas declarações práticas sem quaisquer noções e ao ser capaz de amá-Lo mais genuinamente quanto mais prática a Sua obra for, você será ganho por Ele. O grupo de pessoas que Deus ganhará constitui-se daqueles que conhecem a Deus, isto é, que conhecem a Sua praticidade, e até mais do que isso, eles são aqueles que são capazes de obedecer à obra prática de Deus.

Durante o tempo de Deus na carne, a obediência que Ele requer das pessoas não é o que elas imaginam – não fazer julgamentos ou resistir. Em vez disso, Ele requer que as pessoas façam das Suas palavras o princípio de suas vidas e a base de sua sobrevivência, que elas coloquem plenamente a essência de Suas palavras em prática e que elas satisfaçam plenamente a Sua vontade. Um aspecto de requerer que as pessoas obedeçam ao Deus encarnado está relacionado a colocar Suas palavras em prática e outro aspecto se refere a ser capaz de obedecer à Sua normalidade e praticidade. Esses têm que ser ambos absolutos. Aqueles que podem cumprir ambos os aspectos são todos aqueles que têm um coração de amor genuíno por Deus. São todas pessoas que foram ganhas por Deus e todas amam a Deus assim como amam sua própria vida. O Deus encarnado porta humanidade normal e prática em Sua obra. Assim, Sua casca externa de humanidade tanto normal quanto prática se torna uma enorme prova para as pessoas; torna-se a sua maior dificuldade. No entanto, a normalidade e a praticidade de Deus não podem ser evitadas. Ele tentou tudo para encontrar uma solução, mas no fim Ele não pôde Se libertar da casca externa de Sua humanidade normal porque, afinal, Ele é Deus tornado carne, não o Deus do Espírito no céu. Ele não é o Deus que as pessoas não podem ver, mas o Deus revestido da casca de alguém da criação. Sendo assim, libertar-Se da casca de Sua humanidade normal não seria de forma alguma fácil. Então, não importa o que aconteça, Ele ainda faz a obra que deseja fazer da perspectiva da carne. Essa obra é a expressão do Deus normal e prático, então como poderia ser aceitável que as pessoas não obedeçam? O que é que as pessoas podem fazer em relação às ações de Deus? Ele faz aquilo que deseja fazer; aquilo que O faz feliz é como será. Se as pessoas não obedecem, que outros planos sensatos elas podem ter? Até o momento, ainda é apenas a obediência que pode salvá-las; não existem outras ideias inteligentes. Se Deus deseja provar as pessoas, o que elas podem fazer? Mas tudo isso não é a ideia de Deus no céu; é a ideia do Deus encarnado. Ele quer fazer isso, então, ninguém pode mudá-lo. Deus no céu não interfere com o que Ele faz, então as pessoas não Lhe devem obedecer ainda mais? Embora Ele seja tanto prático quanto normal, Ele é completamente o Deus tornado carne. Com base em Suas próprias ideias, Ele faz o que deseja fazer. Deus no céu entregou todas as tarefas a Ele; você precisa obedecer ao que quer que Ele faça. Embora Ele tenha humanidade e seja muito normal, tudo isso é o que Ele arranjou deliberadamente, então como as pessoas podem olhar para Ele com olhos arregalados de desaprovação? Ele deseja ser normal, então Ele é normal. Ele deseja viver dentro da humanidade, então Ele vive dentro da humanidade. Ele deseja viver dentro da divindade, então Ele vive dentro da divindade. As pessoas podem ver isso da forma que desejarem. Deus sempre será Deus e pessoas sempre serão pessoas. Sua essência não pode ser negada por causa de algum detalhe insignificante, nem Ele pode ser forçado a sair da “pessoa” de Deus por causa de uma coisinha. As pessoas têm a liberdade dos seres humanos e Deus tem a dignidade de Deus; esses não interferem um no outro. As pessoas podem condenar ou entender Deus como desejam. Elas não podem tolerar que Deus seja um pouco mais informal? Não seja tão sério – todos devem ter tolerância uns com os outros, daí tudo não seria resolvido? Ainda haveria alguma alienação? Se alguém não pode tolerar algo tão pequeno, como pode até mesmo pensar em ser uma pessoa magnânima, um verdadeiro homem? Não é Deus que dificulta as coisas para a humanidade, mas a humanidade que dificulta as coisas para Deus. Eles sempre lidam com as coisas fazendo tempestades num copo d’água – eles realmente “criam caso por nada”, e isto é tão desnecessário! Quando Deus opera dentro da humanidade normal e prática, o que Ele faz não é a obra da humanidade, mas a obra de Deus. Entretanto, as pessoas não veem a essência de Sua obra – elas sempre veem a casca externa de Sua humanidade. Elas não viram obra tão grande, mas insistem em ver a humanidade comum e normal de Deus e não desistirão disso. Como isso pode ser chamado de obediência a Deus? Deus no céu agora “Se tornou” Deus na terra, e Deus na terra é agora Deus no céu. Não importa se as aparências exteriores Deles são as mesmas ou como é a obra Deles. Em geral, Aquele que faz a própria obra de Deus é o Próprio Deus. Você precisa obedecer quer deseje ou não – isso não é algo que possa escolher! Deus precisa ser obedecido pelas pessoas, e as pessoas absolutamente precisam obedecer a Deus sem a menor pretensão.

O grupo de pessoas que o Deus encarnado deseja ganhar hoje é aquele que se conforma à Sua vontade. As pessoas precisam somente obedecer à Sua obra, e não se preocupar sempre com as ideias sobre Deus no céu, viver na imprecisão ou tornar as coisas difíceis para Deus na carne. Aqueles que são capazes de obedecer-Lhe são aqueles que absolutamente ouvem as Suas palavras e obedecem aos Seus arranjos. Essas pessoas não ligam nem um pouco para como o Deus no céu realmente é, ou para que tipo de obra o Deus no céu está fazendo atualmente na humanidade, mas elas dão seu coração por completo a Deus na terra e colocam todo o seu ser perante Ele. Elas nunca consideram sua própria segurança e nunca fazem alarde por causa da normalidade e praticidade do Deus na carne. Aqueles que obedecem ao Deus na carne podem ser aperfeiçoados por Ele. Aqueles que creem no Deus no céu nada ganharão. Isso é porque não é o Deus no céu, mas o Deus na terra que concede as promessas e bênçãos às pessoas. As pessoas não devem sempre magnificar o Deus no céu e ver o Deus na terra como uma pessoa comum. Isso é injusto. O Deus no céu é grande e maravilhoso, possuindo sabedoria fantástica, mas isso absolutamente não existe. O Deus na terra é muito comum e insignificante; Ele também é bastante normal. Ele não tem uma mente extraordinária nem pratica atos arrasadores. Ele só opera e fala de uma forma muito normal e prática. Embora não fale por meio de trovão nem invoque o vento e a chuva, Ele é realmente a encarnação de Deus no céu e é realmente o Deus vivendo entre os humanos. As pessoas não devem magnificar aquele que elas são capazes de entender e que corresponde à sua própria imaginação como Deus, nem ver Aquele que não podem aceitar e absolutamente não podem imaginar como humilde. Tudo isso é a rebeldia das pessoas; é tudo a fonte da resistência da humanidade a Deus.

Nota de Rodapé:

[a]. O texto original omite “fé firme em”.

Anterior:Tudo é realizado pela palavra de Deus

Próximo:Aqueles que hão de ser aperfeiçoados devem passar pelo refinamento

Coisas que talvez lhe interessem