Palavras diárias de Deus | "O Próprio Deus, o Único X" | Trecho 195

O ciclo de vida e morte das pessoas que seguem a Deus

Em seguida, vamos falar do ciclo de vida e morte daqueles que seguem a Deus. Isso diz respeito a vocês, então prestem atenção. Primeiro, pensem nas categorias em que as pessoas que seguem a Deus podem ser divididas. (O povo escolhido de Deus e os servidores.) Há dois: o povo escolhido de Deus e os servidores. Primeiro vamos falar sobre o povo escolhido de Deus, do qual existem apenas alguns. A que se refere o “povo escolhido de Deus”? Depois que criou todas as coisas e houve a humanidade, Deus selecionou um grupo de pessoas que O seguiram, e elas são simplesmente chamadas de “o povo escolhido de Deus”. Existe um escopo e significado especial para a seleção dessas pessoas por Deus. O escopo é que cada vez que Deus faz uma obra importante, elas devem vir — e isso é a primeira coisa que as torna especiais. E qual é sua significância? Sua seleção por Deus significa que elas possuem grande significância. O que equivale a dizer que Deus deseja tornar essas pessoas completas e perfeitas e, depois que Sua obra de gerenciamento terminar, Ele ganhará essas pessoas. Essa significância não é grande? Assim, esse povo escolhido é de grande importância para Deus, pois são aqueles que Deus pretende ganhar. Enquanto os servidores — bem, vamos nos afastar da predestinação de Deus e falar primeiro de suas origens. O significado literal de “servidor” é aquele que serve. Aqueles que servem são transitórios; eles não o fazem a longo prazo nem para sempre, mas são contratados ou recrutados temporariamente. A maioria deles é escolhida dentre os incrédulos. Quando eles vêm à terra é que é decretado que eles assumirão o papel de servidores na obra de Deus. Eles podem ter sido um animal em sua vida anterior, mas também podem ter sido um dos incrédulos. Essas são as origens dos servidores.

Vamos retornar ao povo escolhido de Deus. Quando morre, o povo escolhido de Deus vai para algum lugar completamente diferente dos incrédulos e das várias pessoas de fé. É um lugar onde eles são acompanhados por anjos e mensageiros de Deus e que é administrado pessoalmente por Deus. Embora, nesse lugar, o povo escolhido de Deus não seja capaz de contemplar a Deus com seus próprios olhos, é diferente de qualquer outro lugar no reino espiritual; é um lugar para onde essa parcela de pessoas vai depois de morrer. Quando morrem, elas também estão sujeitas a uma investigação rigorosa pelos mensageiros de Deus. E o que é investigado? Os mensageiros de Deus investigam as sendas trilhadas por essas pessoas ao longo de suas vidas em sua fé em Deus, para ver se, durante esse tempo, elas alguma vez se opuseram a Deus ou não, ou O amaldiçoaram, e se cometeram ou não pecados graves ou maldade. Essa investigação resolve a questão de saber se a pessoa sai ou fica. A que se refere “sair”? E a que se refere “ficar”? “Sair” se refere a se, com base em seu comportamento, elas permanecem entre as fileiras dos eleitos de Deus. “Ficar” se refere a que elas podem permanecer entre as pessoas que são completadas por Deus durante os últimos dias. Para aqueles que ficam, Deus tem arranjos especiais. Durante cada período de Sua obra, Deus enviará essas pessoas para atuar como apóstolos ou para realizar a obra de reavivar as igrejas ou cuidar delas. Mas as pessoas que são capazes de tal obra não são reencarnadas tão frequentemente quanto os incrédulos, que renascem repetidamente; em vez disso, elas são enviadas de volta retornam à terra de acordo com as necessidades e as etapas da obra de Deus e não são aquelas que reencarnam com frequência. Então, há regras para quando elas são reencarnadas? Elas vêm uma vez a cada poucos anos? Elas vêm com tal frequência? Elas não vêm. No que se baseia isso? Baseia-se na obra de Deus, nas etapas de Sua obra e em Suas necessidades, e não há regras. A única regra é que quando Deus realizar o estágio final de Sua obra durante os últimos dias, todas essas pessoas escolhidas virão. Quando todas elas vierem, será a última vez que reencarnarão. E por que isso? Isso se baseia no resultado a ser alcançado durante o último estágio da obra de Deus — pois durante esse último estágio da obra, Deus fará com que essas pessoas escolhidas sejam inteiramente completas. O que isso significa? Se, durante essa fase final, essas pessoas forem completadas e aperfeiçoadas, então elas não serão reencarnadas como antes; o processo de ser humano chegará a um final completo, assim como o processo de reencarnação. Isso tem relação com aqueles que ficarão. Então, para onde irão aqueles que não podem ficar? Aqueles que não podem ficar terão um lugar apropriado para ir. Em primeiro lugar, como resultado do mal que fizeram, dos erros que cometeram e dos pecados que cometeram, também serão punidos. Depois de terem sido punidos, Deus os enviará para o meio dos incrédulos; como convém às circunstâncias, Ele providenciará para que eles estejam no meio dos incrédulos ou então no meio das várias pessoas de fé. O que significa dizer que eles têm duas escolhas: uma é talvez viver entre as pessoas de uma certa religião depois da punição e a outra é se tornar um incrédulo. Se eles se tornarem incrédulos, perderão todas as oportunidades. Por outro lado, se eles se tornarem uma pessoa de fé — se, por exemplo, eles se tornarem cristãos —, ainda terão a chance de retornar às fileiras do povo escolhido de Deus; existem aí relações muito complexas. Em resumo, se um dos eleitos de Deus fizer algo que ofenda a Deus, será punido como todo mundo. Paulo, por exemplo, de quem falamos anteriormente. Paulo é um exemplo daqueles que serão punidos. Vocês têm ideia do que Eu estou falando? O escopo do povo escolhido de Deus é fixo? (A maior parte é.) A maior parte é fixa, mas uma pequena parte dele não é fixa. Por quê? (Porque eles cometeram o mal.) Aqui Eu Me referi ao exemplo mais óbvio: cometer o mal. Quando eles cometem o mal, Deus não os quer, e quando Deus não os quer, Ele os lança no meio de várias raças e tipos de pessoas, o que os deixa sem esperança e torna difícil para eles retornar. Tudo isso tem relação com o ciclo de vida e morte do povo escolhido de Deus.

Extraído de “A Palavra manifesta em carne”

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado