Palavras diárias de Deus | "O Próprio Deus, o Único X" | Trecho 188

Na humanidade, Eu categorizo todas as pessoas em três tipos. O primeiro tipo consiste dos incrédulos, que são aqueles sem crenças religiosas. Eles são chamados de incrédulos. A esmagadora maioria dos incrédulos só acreditam em dinheiro, só perseguem seus próprios interesses, são materialistas e só acreditam no mundo material, não no ciclo de vida e morte, ou em quaisquer declarações sobre divindades e fantasmas. Eu os categorizo como os incrédulos e eles são o primeiro tipo. O segundo tipo são as várias pessoas de fé, fora os incrédulos. Na humanidade, Eu divido essas pessoas de fé em vários tipos principais: em primeiro lugar, os judeus, em segundo, os católicos, em terceiro, os cristãos, em quarto, os muçulmanos e, em quinto, os budistas — existem cinco tipos. Esses são os vários tipos de pessoas de fé. O terceiro tipo é aquele que acredita em Deus, que se refere a vocês. Esses crentes são aqueles que seguem a Deus hoje. Essas pessoas são divididas em dois tipos: o povo escolhido de Deus e os servidores. Esses tipos principais foram claramente diferenciados. Então, na mente de vocês, vocês são capazes de diferenciar claramente os tipos e a classificação dos humanos. O primeiro tipo consiste dos incrédulos — Eu disse o que são os incrédulos. Aqueles que acreditam no Bom Velhinho no Céu contam como incrédulos? Muitos incrédulos somente acreditam no Bom Velhinho no Céu; eles acreditam que o vento, a chuva e o trovão são todos controlados por esse Bom Velhinho no Céu, em quem eles confiam para o plantio de safras e a colheita — mas, à menção da crença em Deus, eles se tornam indispostos. Isso pode ser chamado de crença em Deus? Essas pessoas estão incluídas nos incrédulos. Você entende isso, certo? Não confunda essas categorias. O segundo tipo são as pessoas de fé. O terceiro tipo é aquele que segue a Deus hoje. E por que Eu dividi todos os humanos nesses tipos? (Porque eles têm diferente destinação e fim.) Esse é um aspecto. Porque, quando essas diferentes raças e tipos de pessoas retornam ao mundo espiritual, cada um terá um lugar diferente para ir, eles estarão sujeitos a diferentes leis do ciclo de vida e morte, e essa é a razão pela qual Eu categorizei humanos nesses tipos principais.

O ciclo de vida e morte dos incrédulos

Vamos começar com o ciclo de vida e morte dos incrédulos. Depois que uma pessoa morre, ela é levada por um oficial de justiça do mundo espiritual. E o que delas é levado embora? Não é sua carne, mas sua alma. Quando sua alma é levada, ela chega a um lugar que é uma agência do mundo espiritual, que recebe especialmente as almas das pessoas que acabaram de morrer. (Nota: o primeiro lugar para onde alguém vai depois de morrer é estranho para a alma.) Quando elas são levadas para esse lugar, um funcionário realiza as primeiras verificações, confirmando seu nome, endereço e idade. O que elas fizeram com sua vida, tudo o que elas fizeram em sua vida é registrado em um livro e verificado pela veracidade. Depois de tudo ter sido verificado, o comportamento e as ações da pessoa durante toda a vida são usados para determinar se ela será punida ou continuará sendo reencarnada como pessoa, que é o primeiro estágio. Esse primeiro estágio é assustador? Não é muito assustador, porque a única coisa que aconteceu é que a pessoa chegou a um lugar escuro e desconhecido. Isso não é muito assustador.

No segundo estágio, se essa pessoa tiver feito muitas coisas ruins ao longo da vida, se tiver cometido muitos atos perversos, será levada a um local de punição para ser punida. Esse será expressamente o lugar para a punição das pessoas. Os detalhes de como serão punidos dependem dos pecados que elas cometeram e de quantas coisas perversas elas fizeram antes de morrer — e essa é a primeira situação que acontece no segundo estágio. Por causa das coisas que elas fizeram e o mal que cometeram antes de morrer, quando elas forem reencarnadas posteriormente ao seu castigo — quando voltarem a nascer no mundo material —, algumas pessoas continuarão sendo humanas e algumas se tornarão animais. Ou seja, depois que uma pessoa retorna ao mundo espiritual, ela é punida por causa do mal que cometeu; além disso, por causa das coisas más que fizeram, em sua próxima reencarnação, elas não se tornam humanos, mas um animal. O escopo dos animais que elas podem se tornar abrange vacas, cavalos, porcos e cães. Algumas pessoas podem se tornar um pássaro no céu, ou um pato ou ganso… depois de terem reencarnado como um animal, quando elas morrerem, elas retornarão ao mundo espiritual e, como antes, com base em seu comportamento antes de morrerem, o mundo espiritual decidirá se elas serão ou não reencarnadas como uma pessoa. A maioria das pessoas comete muitos males, seus pecados são muito graves e, quando são reencarnadas, tornam-se um animal de sete a doze vezes. Sete a doze vezes — isso é assustador? (É assustador.) O que é assustador para vocês? Uma pessoa se tornando um animal, isso é assustador. E para uma pessoa, o que é mais doloroso em se tornar um animal? Não ter linguagem, ter apenas pensamentos simples, só ser capaz de fazer as coisas que os animais fazem e comer as coisas que os animais comem, ter a mentalidade simples e a linguagem corporal de um animal, não ser capaz de andar ereto, não ser capaz de se comunicar com seres humanos e nenhum dos comportamentos e atividades dos seres humanos que tenham qualquer relação com os animais. Quer dizer, entre todas as coisas, ser um animal faz de você o mais baixo de todos os seres vivos e é muito mais doloroso do que ser um humano. Esse é um aspecto da punição do mundo espiritual daqueles que fizeram muito mal e cometeram grandes pecados. Quando se trata da gravidade da punição, isso é decidido pelo tipo de animal que elas se tornam. Por exemplo, ser um porco é melhor do que ser um cachorro? Um porco vive melhor ou pior que um cachorro? Pior, certo? Se as pessoas se tornarem uma vaca ou um cavalo, elas viverão melhor ou pior que um porco? (Melhor.) Parece que, dada uma escolha, vocês têm preferências. Será mais confortável se alguém se tornar um gato? Será muito mais confortável do que se tornar um cavalo ou uma vaca. Se você tivesse uma escolha entre animais, escolheria se tornar um gato e isso seria mais confortável, porque você poderia ficar a maior parte do tempo dormindo. Tornar-se uma vaca ou um cavalo é mais trabalhoso e, portanto, se as pessoas reencarnarem como uma vaca ou um cavalo, terão que trabalhar duro — o que parece ser uma punição severa. Tornar-se um cão é um pouco melhor do que uma vaca ou um cavalo, porque um cão tem uma relação mais próxima com o seu dono. Além disso, hoje, muitas pessoas mantêm um cachorro e depois de três ou cinco anos ele aprendeu a entender muito do que elas dizem! Porque um cão pode entender muitas das palavras do seu dono, ele tem um bom entendimento do seu dono e às vezes ele consegue se adaptar ao humor e às exigências do seu dono e, portanto, o dono trata melhor o cão e ele come melhor e bebe melhor, e quando está com dor, é mais bem cuidado — então, o cão não desfruta de uma vida feliz? Dessa forma, ser um cão é melhor que ser uma vaca ou um cavalo. Nesse tocante, a severidade da punição de uma pessoa determina quantas vezes ela será reencarnada como um animal, e em que tipo de animal ela reencarnará. Você entende, sim?

Por terem cometido tantos pecados enquanto estavam vivas, algumas pessoas serão punidas reencarnando como um animal de sete a doze vezes. Tendo sido punidas por número suficiente de vezes, quando retornarem ao mundo espiritual, serão levadas para outro lugar. As várias almas nesse lugar já foram punidas e são do tipo que está se preparando para reencarnar como humano. Esse lugar categoriza cada alma em um tipo de acordo com o tipo de família em que nascerá, que tipo de papel desempenhará depois de reencarnar e assim por diante. Por exemplo, algumas pessoas se tornarão cantores quando vierem a este mundo e, assim, serão postas entre os cantores; algumas se tornarão empresárias quando vierem a este mundo e, assim, serão postas entre os empresários; e se alguém se tornar um pesquisador científico quando se tornar humano, será posto entre os pesquisadores científicos. Depois de ser classificada, cada uma é enviada de acordo com um horário diferente e uma data marcada, assim como hoje as pessoas enviam e-mails. Nisso se completará um ciclo de vida e morte. Desde o dia em que uma pessoa chegar ao mundo espiritual até quando a punição terminar, ela poderá reencarnar como um animal muitas vezes e se preparará para reencarnar como um humano; esse é um processo completo.

E aqueles que acabaram de ser punidos e não reencarnaram como animais, serão rapidamente enviados ao mundo material para se tornarem humanos? Ou quanto tempo demorará até que elas possam vir para o meio dos homens? Qual é a frequência com que essas pessoas se tornam humanas? Existem restrições temporais para isso. Tudo o que acontece no mundo espiritual está sujeito às restrições e regras temporais apropriadas — que, se Eu explicar com números, vocês entenderão. Quanto àqueles que são reencarnados dentro de um curto período de tempo, quando morrerem, seu renascimento como ser humano estará preparado. O período mais curto é de três dias. Para algumas pessoas é de três meses, para algumas é de três anos, para algumas é de trinta anos, para algumas é de trezentos anos, para algumas é de até três mil anos e assim por diante. Então, o que pode ser dito sobre essas regras temporais e quais são as suas especificidades? A chegada de uma alma ao mundo material, o mundo do homem, baseia-se na necessidade: é de acordo com o papel que essa alma desempenha neste mundo. Quando as pessoas reencarnam como uma pessoa comum, a maioria delas reencarna muito em breve, porque o mundo do homem tem uma necessidade urgente dessas pessoas comuns e assim três dias depois elas são enviadas novamente para uma família que é completamente diferente daquela em que estavam antes de morrerem. Mas há alguns que desempenham um papel especial neste mundo. “Especial” significa que não há uma grande demanda por essas pessoas no mundo do homem; não são necessárias muitas pessoas para desempenhar tal papel e, então, pode levar trezentos anos até reencarnarem. O que significa dizer que essa alma só virá uma vez a cada trezentos anos ou mesmo uma vez a cada três mil anos. E por que isso é assim? Porque por trezentos anos ou três mil anos, tal papel não é exigido no mundo do homem e assim elas são mantidas em algum lugar no mundo espiritual. Confúcio, por exemplo. Ele teve um impacto profundo na cultura tradicional chinesa. Sua chegada teve um efeito profundo na cultura, no conhecimento, na tradição e no pensamento das pessoas daquele tempo. Mas uma pessoa como essa não é necessária em todas as épocas e, assim, ele teve que permanecer no mundo espiritual, esperando por trezentos ou três mil anos antes de reencarnar. Porque o mundo do homem não estava precisando de alguém assim, ele teve que esperar ociosamente, pois havia muito poucos papéis como o dele, havia pouco para ele fazer e, então, ele teve de ser mantido em algum lugar no mundo espiritual, ocioso na maior parte do tempo, e foi enviado quando o mundo do homem precisou dele. Essas são as regras temporais do reino espiritual para a frequência com que a maioria das pessoas reencarna. Sejam elas alguém comum ou especial, o mundo espiritual tem regras apropriadas e práticas corretas para o processamento da reencarnação das pessoas e essas regras e práticas vêm de Deus, são enviadas por Deus e não são decididas nem controladas por nenhum oficial de justiça ou ser no mundo espiritual.

Extraído de “A Palavra manifesta em carne”

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado