Palavras diárias de Deus | "O Próprio Deus, o Único VI" | Trecho 158

Satanás tira vantagem das tendências sociais para corromper o homem. Essas tendências sociais incluem muitas coisas. Algumas pessoas perguntam: “Elas se referem às roupas que vestimos? Referem-se à última moda, cosméticos, penteados ou comida gourmet?”. Elas são sobre essas coisas? Essas são parte das tendências, mas não desejamos falar sobre isso aqui. Desejamos apenas falar sobre as ideias que as tendências sociais trazem às pessoas, o modo como elas levam as pessoas a se comportarem neste mundo, as metas de vida e as perspectivas que elas trazem às pessoas. Essas coisas são muito importantes; elas podem controlar e influenciar o estado da mente do homem. Uma após a outra, todas essas tendências carregam uma influência maligna que degenera continuamente o homem, fazendo com que ele perca a consciência, a humanidade e a razão de modo contínuo, e que diminui sua moral e sua qualidade de caráter cada vez mais, ao ponto que podemos até dizer que a maioria das pessoas de agora não tem integridade, nem humanidade, tampouco tem consciência e muito menos razão. Então, o que são essas tendências? Você não pode ver essas tendências a olho nu. Quando o vento de uma tendência soprar, talvez apenas um pequeno grupo de pessoas se tornará o formador de tendências. Elas começam fazendo esse tipo de coisa, aceitando esse tipo de ideia ou esse tipo de perspectiva. A maioria das pessoas, contudo, no meio de sua inconsciência, serão continuamente infectadas, assimiladas e atraídas por esse tipo de tendência, até que elas todas, sem se darem conta ou involuntariamente, o aceitam e se tornam todas submersas na tendência e controladas por ela. Para o homem que não possui o corpo e a mente sãos, que nunca sabe o que é a verdade, que não sabe a diferença entre coisas positivas e negativas, esse tipo de tendências, uma após a outra, fará com que todos desejem aceitar essas tendências, a visão de vida e os valores que vêm de Satanás. Ele aceita o que Satanás lhe diz sobre como abordar a vida e o modo de viver que Satanás lhe “concede”. Ele não tem a força, nem tem a habilidade, muito menos a consciência para resistir. Então, o que realmente são essas tendências? Eu escolhi um exemplo simples que vocês talvez compreendam. Por exemplo, pessoas, no passado, administravam seus negócios de uma forma que não enganava nem idosos, nem jovens, e que vendia seus produtos com o mesmo preço, não importando quem estava comprando. Não se transmite aqui um traço de consciência e humanidade? Quando as pessoas usavam esse tipo de crença na condução de seus negócios, isso mostra que elas ainda tinham alguma consciência, alguma humanidade naquele tempo. Mas, com a exigência do homem de sempre crescentes quantidades de dinheiro, as pessoas, inadvertidamente, vieram a amar o dinheiro, amar o ganho e amar o desfrute mais e mais. Então, as pessoas vieram a ver o dinheiro como mais importante? Quando as pessoas veem o dinheiro como mais importante, elas inadvertidamente negligenciam sua reputação, sua fama, seu prestígio e sua integridade; elas negligenciam todas essas coisas, não é? Quando você se envolve com negócios, você vê outra pessoa adotando diferentes abordagens e usando vários artifícios para enganar as pessoas e ficar rica. Embora o dinheiro ganho seja lucro mal ganho, elas ficam cada vez mais ricas. Ela se envolve no mesmo negócio que você, mas toda a família dela desfruta da vida mais que você, e você se sente mal, dizendo: “Por que não consigo fazer isto? Por que não consigo ganhar tanto quanto eles? Devo pensar em um jeito de conseguir mais dinheiro, e fazer meu negócio prosperar”. Você, então, pondera sobre isso. De acordo com o método usual de fazer dinheiro, sem trapacear nem idosos nem jovens e vender as coisas pelo mesmo preço para todos, o dinheiro que você faz é em sã consciência, mas não conseguirá enriquecê-lo rapidamente. Contudo, sob o impulso de lucrar, seu pensamento passa por uma transformação gradual. Durante essa transformação, seus princípios de conduta também começam a mudar. Quando você engana alguém pela primeira vez, quando você defrauda alguém pela primeira vez, você tem suas reservas, dizendo: “Esta é a última vez que engano alguém e não farei novamente. Eu não posso enganar as pessoas. Enganar as pessoas apenas trará castigo e desastre sobre mim! Esta é a última vez que engano alguém e não o farei novamente”. Quando você engana alguém pela primeira vez, seu coração tem alguns escrúpulos; essa é a função da consciência humana — ter escrúpulos e repreender você, de modo que não parece natural quando engana alguém. Mas, após ter enganado alguém com sucesso, você vê que agora tem mais dinheiro do que tinha antes, e você acha que esse método pode ser muito benéfico para você. Apesar da dor enfadonha em seu coração, você ainda sente vontade de se parabenizar pelo seu sucesso e você se sente satisfeito consigo mesmo. Pela primeira vez, você aprova o seu próprio comportamento e sua própria fraude. Depois disso, uma vez que o homem foi contaminado por essa trapaça, é o mesmo que alguém que se envolve com jogos de azar e, então, se torna um apostador. Inconscientemente, ele aprova seu comportamento trapaceador e o aceita. Inconscientemente, ele assume a trapaça como um comportamento comercial legítimo, e considera a trapaça como o meio mais útil para sua sobrevivência e sua vida; ele acha que, fazendo isso, pode enriquecer rapidamente. No princípio desse processo, as pessoas não conseguem aceitar esse tipo de comportamento, elas desprezam esse comportamento e esse modo de tratar as coisas, então elas vivenciam esse comportamento pessoalmente e o experimentam à sua própria maneira, e seu coração começa a se transformar gradativamente. Então, que transformação é essa? É uma aprovação e admissão dessa tendência, uma admissão e aprovação dessa ideia inculcado em você pela tendência social. Inconscientemente, você sente que, se você não enganar nos negócios, sofrerá perdas, que se você não ludibriar, perderá algo. Sem o saber, essa trapaça torna-se sua própria alma, seu esteio, e também se torna um tipo de comportamento que é uma regra indispensável para sua vida. Depois que o homem aceita esse comportamento e esse modo de pensar, o coração do homem sofre uma mudança? Seu coração mudou, então, sua integridade mudou? Sua humanidade mudou? (Sim.) Então, sua consciência mudou? (Sim.) O homem por completo sofre uma mudança qualitativa, de seu coração até seus pensamentos, a tal ponto que é mudado de dentro para fora. Essa mudança o mantém cada vez mais distante de Deus, e você se torna cada vez mais em conformidade com Satanás, mais e mais semelhante a ele.

Agora, essas tendências sociais são fáceis de vocês compreenderem. Eu apenas escolhi um exemplo simples, exemplo comumente visto com o qual as pessoas estão familiarizadas. Essas tendências sociais têm uma grande influência nas pessoas? (Sim.) Então, essas tendências sociais têm um profundo efeito prejudicial nas pessoas? (Sim.) Um efeito prejudicial muito profundo nas pessoas. Satanás usa uma após outra dessas tendências sociais para corromper o que do homem? (Consciência, razão, humanidade, moralidade.) O que mais? (A opinião do homem sobre a vida.) Elas causam uma degeneração gradativa nas pessoas? (Sim.) Satanás usa essas tendências sociais para atrair as pessoas um passo de cada vez para um ninho de diabos, de forma que as pessoas presas nas redes sociais defendam inadvertidamente os desejos materiais e de dinheiro, assim como também defendam a maldade e a violência. Uma vez que essas coisas entram no coração do homem, o que o homem se torna, então? O homem se torna o diabo Satanás! Isso é por causa de que inclinação psicológica no coração humano? O que o homem defende? Ele começa a gostar da maldade e da violência. Eles não gostam da beleza ou bondade, muito menos da paz. As pessoas não têm vontade de viver a vida simples da humanidade normal, mas, ao contrário, desejam desfrutar de um alto status e grande riqueza, de se regozijar-se nos prazeres da carne, não medindo esforços para satisfazer a sua própria carne, sem restrições, nem laços para impedi-las, em outras palavras, fazendo o que quer que desejem. Então, quando o homem imerge nesse tipo de tendências, o conhecimento que você adquiriu é capaz de ajudar você a se libertar? A cultura tradicional e as superstições que você conhece podem ajudá-lo a livrar-se dessa difícil situação? A moral e a cerimônia tradicionais que o homem compreende podem ajudá-lo a exercer a restrição? Tome o “Clássico dos Três Caracteres”, por exemplo. Isso pode ajudar as pessoas a tirarem os pés da areia movediça dessas tendências? (Não, não podem.) Dessa maneira, o homem torna-se cada vez mais maléfico, arrogante, condescendente, egoísta e malicioso. Não há mais qualquer afeto entre as pessoas, não há mais amor entre os membros da família, não há mais entendimento entre parentes e amigos; as relações humanas tornaram-se cheias de violência. Cada pessoa em particular quer usar métodos violentos para viver entre seus semelhantes; ela toma sua própria subsistência usando a violência; ela ganha sua posição e obtêm seus próprios lucros usando violência e faz o que quer usando modos malignos e violentos. Essa humanidade não é aterrorizante? (Sim.) Depois de Me ouvirem falar sobre essas coisas agora mesmo, vocês não acham aterrorizante viver em meio a esse tipo de multidão, neste mundo e neste ambiente, todos os quais Satanás tem corrompido? (Sim.) Então, vocês já se sentiram miseráveis? Vocês devem se sentir um pouco assim, agora, certo? (Sim.) Ouvindo seu tom, parece que vocês estão pensando “Satanás usa tantas maneiras distintas para corromper o homem. Ele aproveita cada oportunidade e está em todo lugar para o qual nos voltamos. O homem ainda pode ser salvo?”. O homem ainda pode ser salvo? O homem pode salvar a si mesmo? (Não.) “O Imperador de Jade” pode salvar o homem? Confúcio pode salvar o homem? Guanyin Bodhisattva pode salvar o homem? (Não.) Então, quem pode salvar o homem? (Deus.) Contudo, algumas pessoas levantarão em seu coração perguntas como: “Satanás nos feriu gravemente, tão desenfreadamente que não temos esperança de viver, nem qualquer confiança na vida. Nós todos vivemos em meio à corrupção e cada pessoa resiste a Deus de alguma maneira, e agora nosso coração ficou tão desanimado quanto possível. Assim, enquanto Satanás está nos corrompendo, onde está Deus? O que Deus está fazendo? Seja o que for que Deus estiver fazendo por nós, nunca o sentimos.” Algumas pessoas inevitavelmente se sentem deprimidas e inevitavelmente se sentem algo desanimadas. Para vocês, esse sentimento é muito profundo porque tudo que Eu tenho dito tem sido para fazer com que o povo, pouco a pouco, venha a compreender, a sentir cada vez mais que eles estão desesperançosos, e que foram abandonados por Deus. Mas, não se preocupe. O tópico de nossa comunicação, hoje, “a maldade de Satanás”, não é nosso tema real. Para falar sobre a essência da santidade de Deus, contudo, precisamos falar sobre como Satanás corrompe o homem e a maldade de Satanás para tornar mais claro às pessoas em que tipo de condição o homem está agora. Um objetivo ao falar disso é permitir que as pessoas conheçam a maldade de Satanás, enquanto o outro é permitir às pessoas que compreendam mais profundamente o que a santidade verdadeira é.

Extraído de “A Palavra manifesta em carne”

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado