Palavras diárias de Deus | "O Próprio Deus, o Único VI" | Trecho 157

Existem muitas semelhanças entre a cultura tradicional e a superstição, somente a cultura tradicional tem certas histórias, alusões e fontes. Satanás fabricou e inventou muitas histórias populares ou histórias nos livros de história, deixando as pessoas com profundas impressões de figuras culturais ou supersticiosas tradicionais. Tome-se da China “Os Oito Imortais Atravessam o Mar”, “Jornada para o Oeste”, “O Imperador de Jade”, “Nezha Conquista o Rei Dragão” e “A Investidura dos Deuses”, por exemplo. Esses não se tornaram profundamente arraigados na mente do homem? Mesmo se algum de vocês não conhecer todos os detalhes, vocês ainda conhecem a história por alto e é esse conteúdo geral que se incute no seu coração e se incute em sua mente, e você não consegue esquecê-lo. Essas são coisas que Satanás estabeleceu para o homem há muito tempo, tendo disseminado em diferentes momentos suas várias ideias ou lendas. Essas coisas prejudicam e minam diretamente a alma das pessoas e põem as pessoas debaixo de um feitiço após o outro. Isso quer dizer que, uma vez que você aceitou essas coisas que surgem da cultura, das histórias ou superstições tradicionais, uma vez que que essas coisas estejam estabelecidas na sua mente, uma vez que elas estejam incutidas em seu coração, é como um feitiço — você começa a ser enredado e influenciado por essas culturas, essas ideias e histórias tradicionais. Elas influenciam a sua vida, sua perspectiva da vida e também influenciam seu julgamento das coisas. Ainda mais do que isso, elas influenciam a sua busca pela verdadeira senda da vida: isso, sim, é um feitiço. Você tenta, mas não consegue se livrar delas; você as corta, mas não consegue abatê-las; você bate nelas mas não consegue derrubá-las. Não é assim? (Sim.) Além disso, depois que o homem é colocado inadvertidamente sob esse tipo de feitiço, ele, sem o saber, começa a adorar a Satanás, fomentando a imagem de Satanás em seu coração. Em outras palavras, ele estabelece Satanás como seu ídolo, um objeto para adorar e admirar, chegando ao ponto de considerá-lo como Deus. Sem que as pessoas o saibam, essas coisas estão no coração delas, controlando suas palavras e ações. Além disso, primeiro você considera essas histórias e lendas como falsas e, então, sem saber, reconhece a existência dessas histórias, fazendo delas figuras reais e transformando-as em objetos reais existentes. Sem ter consciência disso, em seu subconsciente, você recebe essas ideias e a existência dessas coisas. Subconscientemente você também recebe demônios, Satanás e ídolos dentro da sua própria casa e no seu coração — isto é de fato um feitiço. Vocês sentem o mesmo? (Sim.) Há alguém entre vocês que queimou incenso e adorou Buda? (Sim.) Então, qual é o propósito de queimar incenso e adorar Buda? (Orar pela paz.) Pensando sobre isso agora, é absurdo orar a Satanás por paz? Satanás traz a paz? (Não.) Vocês eram ignorantes naquela época? (Sim.) Esse tipo de comportamento é absurdo, ignorante e ingênuo, não é? Satanás só pondera como corromper você e não pode lhe dar a paz; ele só pode lhe dar descanso temporário. Mas você precisa fazer um voto e se você quebrar a sua promessa ou quebrar o voto que fez a ele, você verá como ele o atormentará. Ao fazer você fazer um voto, na realidade ele quer controlá-lo. Quando vocês oraram por paz, vocês obtiveram a paz? (Não.) Vocês não obtiveram a paz, mas, ao contrário, ele trouxe infortúnio e desastres intermináveis — verdadeiramente um oceano imenso de amargura. A paz não está dentro do império de Satanás, essa é a verdade. Essa é a consequência da superstição feudal e da cultura tradicional para a humanidade.

Extraído de “A Palavra manifesta em carne”

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado