Palavras diárias de Deus | "A obra de Deus, o caráter de Deus e o Próprio Deus II" | Trecho 39

O caráter de Deus nunca esteve oculto ao homem — o coração do homem se desviou de Deus

Desde o tempo da criação, o caráter de Deus tem estado em sintonia com Sua obra. Nunca foi escondido do homem, mas totalmente anunciado e claro para o homem. No entanto, com o passar do tempo, o coração do homem se distanciou cada vez mais de Deus, e à medida que a corrupção do homem se tornou mais profunda, o homem e Deus Se tornaram cada vez mais distantes. De forma lenta, mas real, o homem desapareceu dos olhos de Deus. O homem tornou-se incapaz de “ver” Deus, o que o deixou sem nenhuma “notícia” de Deus; assim, ele não sabe se Deus existe, e chega a ponto de negar completamente a existência de Deus. Consequentemente, a incompreensão do homem do caráter de Deus e do que Ele tem e é, não é porque Deus está oculto ao homem, mas porque seu coração se afastou de Deus. Embora o homem acredite em Deus, o coração do homem está sem Deus, e ele é ignorante de como amar a Deus, nem quer amar a Deus, pois seu coração nunca se aproxima de Deus e ele sempre evita Deus. Como resultado, o coração do homem está distante de Deus. Então, onde está seu coração? De fato, o coração do homem não chegou a lugar algum: em vez de o entregar a Deus ou revelá-lo para Deus o ver, ele o guardou para si mesmo. Isso ocorre apesar do fato de que alguns sempre oram a Deus e dizem: “Ó Deus, olha o meu coração — Tu sabes tudo o que Eu penso”, e alguns até juram deixar Deus examiná-los, para que eles possam ser punidos se quebrarem o juramento. Embora o homem permita que Deus olhe dentro de seu coração, isso não significa que ele seja capaz de obedecer às orquestrações e arranjos de Deus, nem que ele tenha deixado seu destino e perspectivas e seu tudo sob o controle de Deus. Assim, independentemente dos juramentos feitos a Deus ou do que você declara a Ele, aos olhos de Deus seu coração ainda está fechado para Ele, pois você só permite que Deus olhe para o seu coração, mas não permite que Ele o controle. Em outras palavras, você não deu seu coração a Deus de modo algum, e apenas fala palavras que soam agradáveis para Deus ouvir; suas várias intenções enganosas, enquanto isso, você esconde de Deus, junto com suas intrigas, maquinações e planos, e você se agarra a suas perspectivas e destino em suas mãos, profundamente com medo de que sejam levados por Deus. Assim, Deus nunca contempla a sinceridade do homem para com Ele. Embora Deus observe as profundezas do coração do homem, e possa ver o que o homem está pensando e o que deseja fazer em seu coração, e possa ver que coisas são guardadas em seu coração, o coração do homem não pertence a Deus, ele não o entregou para o controle de Deus. O que quer dizer que Deus tem o direito de observar, mas Ele não tem o direito de controlar. Na consciência subjetiva do homem, o homem não quer nem pretende deixar-se à mercê de Deus. Não só o homem se fechou para Deus, mas há até pessoas que pensam em maneiras de encobrir seus corações, usando palavras suaves e lisonjas para criar uma falsa impressão, ganhar a confiança de Deus e esconder sua verdadeira face fora da vista de Deus. Seu objetivo em não permitir que Deus veja é não permitir que Deus perceba como realmente elas são. Elas não querem entregar seus corações a Deus, mas guardá-los para si mesmas. As entrelinhas disso é que o que o homem faz e o que ele quer é tudo planejado, calculado e decidido pelo próprio homem; ele não requer a participação ou intervenção de Deus, muito menos precisa das orquestrações e arranjos de Deus. Assim, seja em relação às ordens de Deus, Sua comissão, ou as exigências que Deus faz do homem, as decisões do homem são baseadas em suas próprias intenções e interesses, em seu próprio estado e circunstâncias no momento. O homem sempre usa o conhecimento e as percepções com as quais está familiarizado, e seu próprio intelecto, para julgar e selecionar o caminho que deve seguir e não permite a interferência ou o controle de Deus. Esse é o coração do homem que Deus vê.

Desde o começo até hoje, somente o homem foi capaz de conversar com Deus. Isto é, entre todos os seres vivos e criaturas de Deus, ninguém além do homem tem sido capaz de conversar com Deus. O homem tem ouvidos que lhe permitem ouvir, e olhos que o deixam ver, ele tem linguagem e suas próprias ideias e livre-arbítrio. Ele é possuidor de tudo que é requerido para ouvir Deus falar, e compreender a vontade de Deus, e aceitar a comissão de Deus, e assim Deus confere todos os Seus desejos ao homem, querendo fazer do homem um companheiro que tenha a mesma mente que Ele e possa andar com Ele. Desde que começou a gerenciar, Deus tem esperado que o homem entregue seu coração a Ele, deixe que Deus o purifique e equipe, para torná-lo satisfatório para Deus e amado por Deus, para fazê-lo reverenciar a Deus e se desviar do mal. Deus sempre esperou e aguardou esse resultado.

Extraído de “A Palavra manifesta em carne”

Deus põe toda Sua esperança no homem

I

Desde o princípio até hoje, só o homem pode conversar com Deus. Só o homem é capaz de conversar com Deus, entre todas as coisas vivas e o que Ele criou. O homem tem ouvidos para ouvir e olhos para ver; tem ideias, linguagem e seu livre arbítrio. E tem todas as habilidades necessárias para ouvir a voz de Deus e entender o Seu querer, e aceitar a comissão de Deus, e aceitar Sua missão, e assim Deus coloca Sua esperança no homem. Ele quer fazer dele Seu companheiro, que seja do mesmo coração e com Ele pense igual, e que possa com Ele sempre andar, com Ele, com Ele.

II

Desde que Deus começou Sua gestão, tem esperado que o homem Lhe dê seu, que Lhe dê seu coração sempre, para deixar Deus purificá-lo e prepará-lo, para satisfazer a Deus, amado por Ele, para que o homem tema a Deus e evite o mal. Deus está esperando e aguardando, esperando por isso sempre. E tem todas as habilidades necessárias para ouvir a voz de Deus e entender o Seu querer, e aceitar a comissão de Deus, e aceitar Sua missão, e assim Deus coloca Sua esperança no homem. Ele quer fazer dele Seu companheiro, que seja do mesmo coração e com Ele pense igual, e que possa com Ele sempre andar, com Ele, com Ele. Para ouvir a voz de Deus e entender o Seu querer, e aceitar a comissão de Deus, e aceitar Sua missão, e assim Deus coloca Sua esperança no homem. Ele quer fazer dele Seu companheiro, que seja do mesmo coração e com Ele pense igual, e que possa com Ele sempre andar, com Ele, com Ele.

de “Seguir o Cordeiro e cantar cânticos novos”

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado