Palavras diárias de Deus | "A obra de Deus, o caráter de Deus e o Próprio Deus I" | Trecho 23

O comando de Deus para Adão

Gênesis 2:15-17 Tomou, pois, Deus Jeová ao homem, e o pôs no jardim do Éden para o lavrar e guardar. Ordenou Deus Jeová ao homem, dizendo: De toda árvore do jardim podes comer livremente; mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dessa não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás.

Entenderam algo desses versículos? Como essa parte das Escrituras faz vocês se sentirem? Por que o “comando de Deus para Adão” foi extraído das Escrituras? Cada um de vocês agora tem uma imagem de Deus e Adão em sua mente? Vocês podem tentar imaginar: Se vocês fossem alguém naquela cena, como estaria Deus em seu coração? Que emoções essa imagem faz vocês sentirem? Essa é uma imagem comovente e emocionante. Embora haja apenas Deus e o homem nela, a intimidade entre eles é tão digna de inveja: o grande amor de Deus é gratuitamente concedido ao homem, envolve o homem; o homem é ingênuo e inocente, desimpedido e despreocupado, vivendo alegremente sob os olhos de Deus; Deus mostra preocupação pelo homem, enquanto o homem vive sob a proteção e bênção de Deus; tudo o que o homem faz e diz está intimamente ligado e inseparável de Deus.

Vocês podem dizer que esse é o primeiro comando que Deus deu ao homem desde que o criou. O que esse comando traz? Traz a vontade de Deus, mas também traz Suas preocupações para com a humanidade. Essa é a primeira ordem de Deus, e é também a primeira vez que Deus Se preocupa com o homem. Isto é, Deus tem uma responsabilidade para com o homem desde o momento em que Ele o criou. Qual é a responsabilidade Dele? Ele tem que proteger o homem, cuidar do homem. Ele espera que o homem possa confiar e obedecer a Suas palavras. Essa é também a primeira expectativa de Deus para com o homem. É com essa expectativa que Deus diz o seguinte: “De toda árvore do jardim podes comer livremente; mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dessa não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás”. Essas simples palavras representam a vontade de Deus. Elas também revelam que o coração de Deus já começou a mostrar preocupação pelo homem. Entre todas as coisas, somente Adão foi feito à imagem de Deus; Adão era o único ser vivo com o fôlego da vida de Deus; ele poderia andar com Deus, conversar com Deus. É por isso que Deus lhe deu tal ordem. Deus deixou bem claro nesse comando o que o homem pode fazer, bem como o que ele não pode fazer.

Nessas poucas e simples palavras, vemos o coração de Deus. Mas que tipo de coração vemos? Há amor no coração de Deus? Há alguma preocupação? O amor e a preocupação de Deus nesses versículos não só podem ser apreciados pelas pessoas, mas também podem ser bem e verdadeiramente sentidos. Não é assim? Agora que Eu disse isso, vocês ainda acham que essas são apenas algumas palavras simples? Não é tão simples assim, certo? Vocês viram isso antes? Se Deus pessoalmente lhes disse essas poucas palavras, como se sentiriam por dentro? Se você não é uma pessoa compassiva, se seu coração é frio, então você não sentiria nada, você não apreciaria o amor de Deus, e não tentaria compreender o coração de Deus. Mas se você é uma pessoa com consciência, com humanidade, então se sentiria diferente. Você sentiria calor, você sentiria cuidado e amado, e sentiria felicidade. Não é verdade? Quando você sentir essas coisas, como você agirá em relação a Deus? Você se sentiria afeiçoado a Deus? Você amaria e respeitaria Deus do fundo do seu coração? Seu coração se aproximaria de Deus? Você pode ver com isso como o amor de Deus é importante para o homem. Mas o que é ainda mais crucial é a apreciação e compreensão do amor de Deus pelo homem. De fato, Deus não diz muitas coisas semelhantes durante este estágio de Sua obra? Mas as pessoas de hoje apreciam o coração de Deus? Vocês podem compreender a vontade de Deus que acabo de falar? Vocês não conseguem sequer discernir a vontade de Deus quando é concreta, tangível e realista. É por isso que digo que vocês não têm conhecimento real e compreensão de Deus. Não é verdade?

Extraído de “A Palavra manifesta em carne”

Quão importante é o amor de Deus pelo homem

A cena pintada na Bíblia, “A ordem de Deus a Adão”, nos toca e nos conforta. Embora a imagem mostre Deus a sós com o homem, a relação entre os dois é tão próxima que nos faz sentir encanto e afeição.

I

O amor de Deus envolve o homem sem exigir. Inocente e puro, o homem não tem preocupações a o prender, vive alegre sob o olhar de Deus, que cuida do homem, que está nas asas de Deus. Tudo o que o homem diz e faz está ligado a Deus, não se separa.

II

Desde o início em que Deus criou a humanidade, a cuida com amor. Mas que cuidado é esse? É pra que Ele proteja e vigie o homem. E do homem, Deus espera confiança e obediência. Essa foi a primeira coisa que Deus esperou da raça humana.

III

Com essa primeira esperança, disse estas palavras: “De toda árvore do jardim podes comer livremente; mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dessa não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás.” Estas simples palavras representam a vontade de Deus, mostram que preocupar-se com o homem já estava em Seu coração.

IV

Com estas simples palavras, é possível ver dentro do coração de Deus. Há amor no coração? Não há cuidado e zelo? Tudo pode ser sentido e tocado. Se você consegue ter consciência e humanidade, irá sentir calor, amor e cuidado, se sentirá abençoado com felicidade.

V

Ao ter este sentimento, como será? Você vai se apegar a Ele? E o amor reverente crescerá em seu coração? Seu coração se aproximará Dele? Daí vemos quão importante o amor de Deus é para o homem. Mas muito mais importante é que o homem sinta e compreenda o amor de Deus.

de “Seguir o Cordeiro e cantar cânticos novos”

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado