Palavras diárias de Deus | "Como conhecer o caráter de Deus e os resultados que Sua obra alcançará" | Trecho 15

As pessoas tendem a definir Deus com base na experiência

Ao comunicar o tópico sobre conhecer a Deus, vocês notaram alguma coisa? Vocês notaram que a atitude atual de Deus passou por uma mudança? A atitude de Deus para com a humanidade é imutável? Deus sempre aguentará dessa forma, estendendo todo o Seu amor e misericórdia para o homem indefinidamente? Essa questão também envolve a essência de Deus… Quando as pessoas sabem que Deus ama a humanidade, elas definem Deus como um símbolo do amor: não importa o que as pessoas façam, não importa como elas se comportem, não importa como elas tratem a Deus e não importa o quão desobedientes elas sejam, nada disso importa porque Deus tem amor, e o amor de Deus é ilimitado e imensurável. Deus tem amor, por isso, Ele pode ser tolerante com as pessoas; Deus tem amor, por isso, Ele pode ser misericordioso para com as pessoas, misericordioso para com a imaturidade delas, misericordioso para com a ignorância delas e misericordioso para com a desobediência delas. Isso é realmente dessa forma? Para algumas pessoas, quando elas tiverem experimentado a paciência de Deus uma vez, ou algumas vezes, elas a tratarão como capital em seu próprio entendimento de Deus, acreditando que Deus será paciente para sempre para com elas, será misericordioso para com elas e, ao longo do curso de sua vida, elas tomarão a paciência de Deus e a considerarão como o padrão de como Deus as trata. Há também aquelas pessoas que, quando tiverem experimentado a tolerância de Deus uma vez, definirão Deus para sempre como tolerância, e essa tolerância é infinita, incondicional e até totalmente sem princípios. Essas crenças estão corretas? Todas as vezes em que questões sobre a essência de Deus e o caráter de Deus são discutidas, vocês parecem perplexos. Ver vocês dessa maneira Me deixa um pouco irritado. Vocês escutaram muitas verdades concernentes à essência de Deus; vocês também ouviram muitos tópicos concernentes ao caráter de Deus. Todavia, em sua mente, essas questões, e a verdade desses aspectos, são apenas memórias com base em teoria e palavras escritas. Nenhum de vocês é sequer capaz de experimentar o que é exatamente o caráter de Deus na vida real de vocês, tampouco podem ver o que é exatamente o caráter de Deus. Portanto, todos vocês estão confusos em suas crenças, todos vocês acreditam cegamente a ponto de terem uma atitude irreverente para com Deus, a ponto de ignorá-Lo. A que esse tipo de atitude para com Deus está levando vocês? Ela os leva sempre a fazerem conclusões sobre Deus. Quando vocês adquirem um pouco de conhecimento, vocês se sentem muito satisfeitos, vocês se sentem como se tivessem obtido a Deus em Sua totalidade. Depois, vocês concluem que é assim que Deus é e vocês não O deixam Se mover livremente. E sempre que Deus faz alguma coisa nova, vocês simplesmente não admitem que Ele é Deus. Um dia, quando Deus disser: “Eu não amo mais o homem; Eu não estendo mais misericórdia ao homem; Eu não tenho mais nenhuma tolerância ou paciência para com o homem; Eu estou cheio de aversão extrema e antipatia para com o homem”, as pessoas colidirão com esse tipo de afirmação do fundo de seu coração. Algumas delas ainda dirão: “Tu não és mais o meu Deus; Tu não és mais o Deus que eu quero seguir. Se isso é o Tu dizes, então, Tu não és mais qualificado para ser meu Deus, e eu não preciso continuar Te seguindo. Se Tu não me deres misericórdia, não me deres amor, não me deres tolerância, então, eu não Te seguirei mais. Somente se Tu fores infinitamente tolerante comigo, fores sempre paciente comigo e me deixares ver que Tu és amor, que Tu és paciência, que Tu és tolerância, só então, eu poderei Te seguir e, só então, eu terei confiança em seguir até o fim. Já que eu tenho a Tua paciência e misericórdia, a minha desobediência e as minhas transgressões podem ser perdoadas indefinidamente, ser relevadas indefinidamente, e eu posso pecar a qualquer hora e em qualquer lugar, confessar e ser perdoado a qualquer hora e em qualquer lugar, e enfurecer-Te a qualquer hora e em qualquer lugar. Tu não deves ter nenhuma de Tuas próprias ideias ou conclusões concernentes a mim”. Embora você talvez não pense sobre esse tipo de questão de maneira tão subjetiva e consciente, sempre que você considera Deus como sendo uma ferramenta para ter os seus pecados perdoados e um objeto para ser usado para obter um lindo destino, você, de modo imperceptível, já colocou o Deus vivo em oposição a você, como seu inimigo. Isso é o que Eu vejo. Você talvez continue dizendo: “Eu acredito em Deus”; “Eu busco a verdade”; “Eu quero mudar meu caráter”; “Eu quero me libertar da influência das trevas”; “Eu quero satisfazer a Deus”; “Eu quero obedecer a Deus”; “Eu quero ser fiel para com Deus e cumprir bem o meu dever” e assim por diante. Todavia, não importa o quão apropriado soe o que você diz, não importa quanta teoria você conheça, não importa o quão imponente seja essa teoria, o quão digna ela seja, o fato da questão é que, agora, há muitos de vocês que já aprenderam como usar a regra, a doutrina, a teoria que vocês dominaram para tirar conclusões sobre Deus e colocá-Lo em oposição a vocês mesmos de uma maneira totalmente natural. Embora você tenha dominado as letras e dominado as doutrinas, você não entrou, de fato, na realidade da verdade, então, é muito difícil para você se aproximar de Deus, conhecer a Deus, entender a Deus. Isso é patético!

Extraído de “A Palavra manifesta em carne”

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado